História A casa preta e branca - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 2
Palavras 503
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Eu gosto muito de uma música, mas ela é bem macabra

Capítulo 4 - Por que você tá chorando?


Fanfic / Fanfiction A casa preta e branca - Capítulo 4 - Por que você tá chorando?

"então eu percebi que sou o tipo de pessoa que morre primeiro nos filmes..."

POV MARCOS

Eu ainda não acredito que acabei indo ao porão.

Quando eu cheguei a fantasma estava em cima de uma cama chorando, na mesma hora vieram muitos flashes de memórias que eu deduzi serem de um sonho, não tinha muito o que fazer, pelo menos eu não sabia o que fazer, eu tentei abrir a boca várias vezes para formar frases mas eu não tinha coragem.

Eu sentei na cama a abracei já perguntando o que tinha acontecido, ela não não falou nada de imediato mas depois de alguns segundos ela tentou desfazer o abraço, me fitando.

- Porquê ? porquê você ainda tá aqui em?- ela disse me olhando, ela tinha um olhar profundo, a cor era meio avermelhada, eu não sabia o que dizer, tentei formar alguma palavra mas nada saía, porque eu não conseguia tirar os olhos dos dela, eu ia falar alguma coisa depois de muito tempo mas ela foi mais rápida- Juro que se você não falar nada eu te dou um soco! - ela diz quase gritando.

- Desculpa... sabe... é que... eu só...

- Fala logo.

- Porque... você tá chorando? Sabe eu não ia ajudar muito mas desabafo emocional é muito bom.

- Porque eu ia falar o que eu tô sentindo pra um humano sem graça?

- Você também já foi um humano, e não é como se você fazer algo de mais você só vai falar o que tá sentindo.

- NÃO!!!, e sai da minha cama e de perto de mim- eu levantei em um pulo, só percebendo quando levantei que mesmo ela tentando desfazer o abraço eu ainda a abraçava.

- Desculpa, mesmo... se não quer me contar tudo bem, mas você vai se sentir pior- eu disse por experiência própria.

- Talvez outro dia- ela disse enxugando as lágrimas bem rápido- é melhor você ir embora, você é um cara legal, e eu não quero te machucar.

- Então não machuque- eu disse em um tom obvio.

- Eu até queria mas não é como se eu tivesse controle.

- Eu posso me cuidar mas você também precisa se cuidar, Ok?- ela assentiu com a cabeça- então começa me contando o porque você tá chorando.

- Não, mas como eu disse... "quem sabe outro dia"- ela se levantou da cama ficando a minha frente- Sem querer ser grossa... mas SAI DO MEU QUARTO!!!.

- O-ok.

Pensando bem faz até sentindo ela não querer falar comigo sobre isso, a gente nem se conhece mas eu não tô nem aí, minha curiosidade é bem maior do que timidez ou coisa do tipo, o importante é que eu vou virar amigo dela ou inimigo quem sabe, depois eu vou saber, um dia eu vou saber porque ela chora tanto.

Eu sai de lá meio indignado " Um dia eu vou saber " isso foi a única coisa que ficou na minha cabeça antes do horário de ir a minha faculdade...


Notas Finais


Nossa eu tive prova hoje, depois da prova eu tive certeza de que não sou boa em ciências, eu gosto de célula mas planta não é pra mim


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...