História A Chama e o Lorde:Livro I - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Dark Souls
Personagens Personagens Originais
Visualizações 3
Palavras 769
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Canibalismo, Insinuação de sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Mais um Demônio para a Lista


Fanfic / Fanfiction A Chama e o Lorde:Livro I - Capítulo 6 - Mais um Demônio para a Lista

Eu entrei no Burgo e caminhei por um tempo antes de achar um amontoado de Vazios,parece que a maldição estava afetando tudo e todos.Caminhei mais até achar uma planície com alguns mortos-vivos de armadura,eu puxei minha espada e me preparei para a batalha,quando me preparava para correr,senti um vento forte atrás de mim,eu olhei para trás e vi e era enorme e vermelho,um Drake passou voando por cima da minha cabeça e atacou todos os mortos-vivos e quando eu me preparei para lutar com ele,o animal abriu vôo e partiu pra outro lugar.

Eu cheguei em um lugar com dois mortos-vivos de escudo,lança e armadura,eu pretendia ignora-los mas eu acho que suas almas iriam valer algo,matei eles e aproveitei para quebrar umas caixas ali perto,elas me revelavaram uma escada que levava para baixo,desci elas e quando eu passava por um corredor,um morto-vivo pulou do meio de umas caixas e me atacou com um machado,eu desviei do seu golpe e cortei seu braço e em seguida cortei sua cabeça,ele caiu no chão e virou cinzas.Eu entrei no buraco onde deveria haver uma porta e encontrei um mercador morto-vivo.Ele me ofereceu seus itens,tinham várias coisas boas como adagas,armaduras,espadas,arcos,flechas e uma caixa para guardar coisas.Eu comprei uma armadura nova e uma espada e depois deixei o mercador para trás rumo onde encontrei os mortos-vivos armados.Segui reto e subi umas escadas,dentro de um mausoléu ali perto havia uma fogueira,eu como de costume a acendi e agora tinha um ponto de checagem caso algo me acontecesse.Eu saí da fogueira e segui por uma ponte,eu andei um pouco quando ouvi algo,eu olhei para o lado e foi tempo o suficiente para eu perceber que uma bomba incendiária explodiu do meu lado,eu me virei para correr mas foi tarde,uma delas explodiu em mim e me atirou para baixo,eu demorei dez segundos para chegar ao chão e quando eu cheguei,fiquei agonizando por alguns minutos,o sangue queria sair mas o pedaço de metal cravado na minha garganta não deixava,eu tentava me mexer mas minha coluna quebrada não permitia,foram os cinco minutos mais longos da minha vida,eu voltei na fogueira e percebi que precisava de um item que eu já não lembrava o nome,precisava dele e rápido.Eu matei um morto-vivo e roubei sua besta com alguns dardos,o suficiente para eu matar todos os vazios que estavam atirando as bombas.Eu passei a ponte matei mais alguns vazios,caminhei muito mais,matando mais vazios.Eu caminhei até chegar um lance de escadas,eu me preparava para subir quando ouvi um barulho,um rocha redonda estava no topo da escada,era uma armadilha mas o vazio que a fez era burro de mais para não perceber o som.Eu subi um pouco a escada e no mesmo momento o vazio atirou a pedra,eu dei alguns passos para trás e desviei da rocha que rolou para um buraco.Dessa vez eu subi a escada de vez,matei o vazio e subi mais escadas até chegar em uma Parede de Névoa.

Eu já falei que as Paredes de Névoa geralmente guardam coisas perigosas atrás delas,por isso o receio de entrar era enorme,mas eu tinha duas escolhas que eram atravessar a névoa e enfrentar o que me aguardava,ou ficar ali e me tornar um vazio como os outros que eu já matei.Por via das dúvidas eu fiquei com a segunda.Atravessei a Névoa e me preparei,por incrível que pareça não havia nada atrás dela apenas uma ponte meio quebrada.Eu comecei a caminhar até que ouvi um som,eu me virei para ver de onde ele vinha e isso foi tempo o suficiente para que um dardo fosse cravado no meu peito,e com ele veio mais outro,eu olhei para de onde eles vinham e vi dois mortos-vivos em cima de um torre com bestas se preparando para atirar,eu corri para perto da névoa e tirei aqueles dardos de mim,eu preparei e tomei um pouco do Frasco de Estus,subi as escadas e matei os dois.Eu não entendia o que a Névoa escondia,desci as escadas e caminhei em direção ao outro lado quando um ser enorme pulou na minha frente,ele era grande,peludo e segurava um martelo gigante.Eu virei de costas e corri para aquelas escadas,eu subi a torre e quando ele chegou perto,pulei em cima de sua cabeça,dando um golpe certeiro em meio de sua testa,porém ele não morreu,eu repeti o processo e a besta começou a titubear pra frente e para trás,eu subi mais um vez e dei outro golpe bem no meio de sua testa que fez com a fera caísse de vez e morresse.Um ser tão grande caiu por tão pouco.Eu saí da arene entrei em um corredor cheio de caixas,eu sentei ali perto e durmo ali mesmo



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...