1. Spirit Fanfics >
  2. A champion's fury >
  3. O despertar

História A champion's fury - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - O despertar


Ethan estava olhando para cima deitado em uma cama de hospital, ele não sentia seu corpo direito, era como se ele estivesse perdido o movimento, uma enfermeira entrou naquele quarto e ficou olhando para ele por um bom tempo parada na frente da cama.

Ela saindo de dentro do quarto sem dizer uma palavra, Ethan ficou parado sem pode se mover, ele ficou apenas movendo seus olhos, vendo o que tinha a sua volta.

O médico depois de alguns minutos foi até a cama dele, ele estava com anestesia em sua mão, aproximando do Ethan ele olhou e aplicando disse para ele.


Médico: - Logo você estará sentindo o seu corpo novamente!


Ethan estava fechando os olhos ao poucos enquanto o médico que estava do seu lado chamou as enfermeiras para trazer uma maca.

Olhando para frente Ethan vendo a fumaça verde aproximando dele, olhou para o Carlos que estava andando enquanto estava sendo queimado vivo,sentindo um aperto no coração, ele acordou e  levantando rapidamente da cama ele sentiu uma enorme falta de ar, olhando a sua volta percebeu que estava conseguindo mover seu corpo novamente.

Ficando em pé ele andou para frente e olhando para seu lado viu várias flores e uma carta entre elas, andando naquele solo frio, aproximou daquelas carta, tocando na flores, Ethan ficou sentindo o aroma que aquelas flores emitia naquele momento, pegando a carta ele leu a parte da frente que estava escrita “Julie para Ethan”, abrindo ele pegou o papel e começou a lê.


Ethan: - (Lendo a carta da Julie) Espero que possa lê essa carta, já estamos dia 12, de novembro, já faz bastante tempo que o Carlos morreu naquele acidente… Eu estou torcendo pela sua melhora, eu e sua família estávamos aguardando ansiosos pelo seu retorno, com carinho Julie!


Terminando de lê, Ethan ficou de joelho, seu rosto estava escorregam lágrimas, ele começou a gritar naquele quarto, a luzes começaram a piscar e os aparelhos a desligar, Ethan ficou em pé e segurou aquela carta com muita força contra seu peito.

Ele estava gritando demonstrando o quanto estava sofrendo naquela situação, cinco enfermeiros entraram dentro daquele quarto indo em direção ao Ethan que estava ajoelhado, tentando prender, as luzes se apagaram é várias correntes de eletricidade aglomerando no corpo do Ethan fez ele brilhar naquele escuro.

Os enfermeiros ficaram sem palavras para o que estavam vendo, um dele aproximou do Ethan tocando nele, ele que sentindo aquele toque, ele tentou afastar o enfermeiro dele o empurrando, eletricidade em todo o seu corpo acabou sendo liberada causando uma explosão elétrica jogando os enfermeiros na parede os matando na hora.


Ethan com as mãos um pouco queimadas estava ofegante, seu corpo inteiro estava tremendo e seu nariz estava sangrando, ele sentindo o sangues tocando o seus pés, ele olhou para frente vendo todos aqueles enfermeiros mortos pelo que ele tinha feito, ele.

Ficando em pé, Ethan andou até uns dos enfermeiros mortos, aproximando tentando tocar no rosto o corpo dele inteiro virou poeira, Ethan caindo de costa olhando para suas mãos reparou que a dor estava começando aparece.

Levantando ele correu para o banheiro e tentou lava sua mãos desesperado, ao tocar na água a eletricidade no seu corpo causou um curto circuito, causando uma pequena explosão jogando ele contra a parede, Ethan estava sentindo sua mente latejante, tentando segurar na pia ele olhou por espelho vendo raio roxo saindo do seus olhos ficando em volta do seu corpo.


Encarando seu próprio rosto por muito tempo o raio roxo saindo de seus olhos acertou o espelho o quebrando, ele ficou parado pensando o que iria fazer, quando uma enfermeira abrindo a porta entrou naquele quarto, ela vendo aquelas pessoas mortas no chão é as parede suja de sangues, ela saiu correndo para fora indo em direção a recepção para chamar a polícia.

Ethan abrindo a janela se viu no quinto andar, ele saindo para fora estava na beira da janela olhando para baixo vendo aquela grande altura, ele descendo de janela em janela apoiando o seus pés na beira da janelas, ele estava nervoso até que escorregou a desce mais um pouco, caindo ele olhando para o chão se aproximando.

Caindo ele ouviu rapidamente um barulho de vidros quebrando, raios vermelhos saíram da janela a destruindo de todos os quartos indo em direção a ele, aquela eletricidade cobrindo o seu corpo criando uma armadura amortecedor a sua queda, ele ficou só um pouco arranhado, ele ficou em pé, olhando para cima viu todas as janelas quebrada e barulho de máquina que parando de funcionar.


Ele decidiu corre enquanto olhava para trás vendo aquela situação tenebrosa onde se encontrava, Ethan estava sentindo uma enorme culpa, ele estava com as roupas de hospital e andando na rua as pessoas a sua volta estavam olhando estranhamente para ele.

Ethan começou a correr em direção a sua casa com as suas mãos queimadas, não demorou muito para ele chegar e tentando abrir a porta estava sentindo uma dor aguda e insuportável, aguentando ele abriu a porta enquanto sentia sua pele ardendo como se estivesse jogando álcool em cima.

Ethan entrou na casa e ficou encostado na parede enquanto fechava a porta com os pés, olhando para sua frente viu um homem de terno apontando um revólver na cabeça dele, aquela pessoa com o rosto escondido nas sombras disse para Ethan.


Michael: - Olá Ethan, eu estava esperando por você!





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...