História A Chance For Love - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Capitão América, Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Anthony "Tony" Stark, Clint Barton, Dr. Bruce Banner (Hulk), Edwin Jarvis, Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), James Buchanan "Bucky" Barnes, Maria Hill, Natasha Romanoff, Nick Fury, Pepper Potts, Personagens Originais, Phillip Coulson, Pietro Maximoff (Mercúrio), Sam Wilson (Falcão), Sharon Carter (Agente 13), Steve Rogers
Tags Romanogers
Visualizações 118
Palavras 1.372
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


obrigada aos comentários e as favoritos....

Capítulo 14 - Capitulo 14



Aquele momento para Steve estava sendo todo em camera lenta, Peggy tinha falecido e Natasha ainda estava desaparecida. Ele não sabia o que falar ou fazer. Então se sentou e ficou calado, James que tinha acompanhado Steve até a torre, estava confuso, e não sabia como agir. Todos ficaram em silencio, Steve se levantou e finalmente disse alguma coisa.
— Ela sofreu?
— Não, aparentemente, morreu enquanto dormia.- responde Tony.
— Quando vai ser o funeral?
— Amanhã em D.C.
— Vou para o meu andar. Poderiam ajudar o Bucky?
— Claro.
— Steve não se preocupa eu vou ficar bem, pode ir.- diz Bucky.
Steve vai para o seu andar, quando ele chega dá um socão na parede e grita. Ele estava sofrendo mais do que nunca, porque além de sentir a dor da perda de Peggy, estava sentindo uma coisa muito pior, como uma parte dele estivesse morrendo. Ele sabia que alguma coisa grave tinha acontecido a Nat, mas não conseguia se concentrar nisso no momento.
'No dia seguinte' 
Todos foram para D.C para o funeral de Peggy. Quando chegaram no local viram muitos agentes dirfaçador, alguns militares. No momento em que todos levaram o caixão para o lado de fora da igreja, e foram indo para o local do enterro viram um carro preto parando, e de dentro sai Sharon Carter sobrinha de Peggy, ela estava com um vestido preto e algemada nos braços e pernas. Aquilo para ela estava sendo vergonhoso, sua tia estava sendo enterrada, e ela tinha que estar lá algemada.
Depois que Pietro tirou sua irmã daquela base e a levou para um navio, viu como ela estava em choque. Afinal Natasha tinha acabado de morrer bem na frente deles.
— Wanda... Olha pra mim, estamos nesse navio que vai nos levar até Nova York, vai levar uma semana e alguns dias pra chegarmos, mas vai ficar tudo bem, vamos vinga-la, ok?
— Pietro, eu acho que não consigo fazer isso, Natasha acabou de morrer, e não pudemos fazer nada para impedir... Os vingadores não iram nos ajudar... Iriam nos matar, não podemos ir para Nova York..
— Sim podemos, Natasha disse para não decepciona-la, e não vamos... Chegaremos nos Estados Unidos em alguns dias, então discutiremos o que vamos fazer...
Wanda ficou calada e voltou a chorar, Pietro se levantou e ficou olhando para a paisagem que agora estava ficando mais distante, e chorou tambem, não queria fazer isso na frente da irmã, precisava ajuda-la, e chorar na frente dela não ajudaria.
Ivan estava naquela sala ouvindo aquele som irritante, Natália estava morta. Um monte de medicos foram correndo para cima dela, fazendo de tudo para traze-la de volta. Mas nada acontecia, aquele era o fim, e Ivan iria fazer os vingadores pagarem por isso, iria fazer eles pagarem por um erro que ele mesmo cometeu.
Ivan saiu da sala e foi andando até sua sala onde Alexi estava, deu a noticia a ele, que ficou chocado com a burrice do amigo. Alexi fica nervoso e pede para que trousessem os gemeos, um momento depois os agentes voltam e diz que eles fugiram.
Ivan e Alexi se encaram e sabia que teriam muita coisa para resolver.
' Uma semana e alguns dias depois'
Os vingadores estavam na cozinha tomando café, quando Steve chega.
— Bom dia a todos.- diz ele com educação e mostrando um pouco de animo.
— Bom dia...- respondem eles.
— Parece estar melhor hoje.- diz Bucky.
— E estou... Então acharam alguma pista sobre o paradeiro da Nat?
— Não.- responde Clint.
— Realmente só vamos acha-la quando Ivan quiser. -diz Hill.
— Eu tenho uma ideia.- diz Pepper.
— Você tem uma ideia?- pergunta bobbi.
— Sim, qual o problema?
— Nenhum, mas diz ai.
— Por que nós não olhamos...- antes de Pepper terminar Jarvis a interrompe.
— Desculpe incomoda-los, mas senhor temos visitas.
— Jarvis já disse que não quero ninguem nos incomodando.
— Mas senhor eles insistem, disseram que se trata da Senhorita Romanoff.
— O que?... Quem são eles?
Jarvis mostra os gemeos esperando o elevador.
— Senhor Stark se estiver me ouvindo por favor nos subir, viemos em nome de Natasha Romanoff. Ela disse que o senhor pode nos ajudar.- Diz Wanda.
Eles se olham e Tony diz.
— Subam.
No momento em que o elevador abriu os vingadores estavam apontando suas armas a eles. Com apenas um movimento Wanda põe as armas no chão.
— Não queremos confusão de novo senhor Stark, queremos apenas conversar.- diz Pietro.
— Por que Hidra os mandou?- pergunta tony 
— Eles não nos mandaram... Viemos por conta própria senhor Stark... Hidra e a KGB provavelmente já estão nos procurando...- diz Wanda
— Vocês disseram que vieram em nome de Natasha Romanoff?Por Que ela enviaria vocês?- pergunta Hill.
— Eu sinto informá-los mas Natasha faleceu.- diz Pietro.
— O que?- perguntam todos juntos.
— Por que deveriamos acreditar no que estão nos dizendo?- pergunta Steve.
— Porque é a verdade, estavamos planejando escapar, mas nesse dia pegaram ela, para torturar, e ela começou a disser que era para irmos para NY e que tinhamos que procurar Tony Stark, ela disse que quando nos viesem iriam tentar nos matar ou iriam nos colocar na prisão, mas disse que se explicasemos, talvez pudesse nos ajudar...- Wanda suspirou pesadamente e tentou se recompor, para voltar a falar.- Então parecia que ela estava se despedindo, disse era pra nós sairmos de lá, eu fiquei e vi ela morrer.
O pessoal ficou calado, não sabiam o que falar ou como reagir. Steve estava acabado, Peggy morreu a quase duas semanas e agora Natasha tinha ido tambem, ele não sabia o que ia fazer, mas tinha uma coisa em mente, se vingar.
— Viemos, porque acreditamos que possam nos ajudar a vinga-lá.- diz Wanda.
— Como sabemos que esta bricando com nossas cabeças de novo?- pergunta Steve.
— Porque ela era importante pra mim.- diz Wanda.
— Importante pra você, você mal a conhecia, não pode falar que ela era importante pra você. Vocês vieram e jogaram a bomba. E espera que vamos ajuda-los com essa mentira.- diz Hill.
— Estão dizendo a verdade. diz professor xavier saindo do elevador com Logan.
— Como entraram aqui?- pergunta Tony.
— Você deviam ter me contado que Ivan e Alexi estavam de volta, e que estavam com Natasha. -diz Logan.
— Por que vieram aqui?- Tony continua insistindo
— Senti a presença de novos mutantes, e vim checar.- diz o professor.
— Era por isso que estava estranha, mas se ela morreu o que aconteceu com o...- Logan para de falar e olha pra eles.- Deviam ter me chamado, eu os conheço, não riam parar até que isso acontecesse.
— Temos que vinga-lá, e agora com os gemeos aqui temos a localização de onde é a base.- diz Steve.
— Você vai confiar neles?- pergunta Hill.
— Não temos outra escolha, vemos se confiamos ou não neles depois, eu sou capitão e a missão é ir para essa base e acabar com todos eles.- responde ele.
Todos ficaram em silencio e obedeceram, e foram pegar suas coisas.
' Uma semana e alguns dias atrás'
Algumas minutos depois de terem colocado Natasha na gaveta, os medicos foram dar o relátorio do que aconteceu em detalhes pra Ivan e Alexi.
— Eu disse que arriscado fazer isso, mas o senhor não me ouviu.- diz uns dos medicos.
— Eu sei que cometi um erro, não venha me lição de moral.- responde Ivan.
O medico continua falando e de repente escutam barulho de tiros. 
Um minuto antes do tiroteio no nicroterio, Natasha acorda e se desespera, ela começa a se debater, e alguem a abre a gaveta. Ela dá de cara com o Agente Smith, ele a ajuda e dá uma arma pra ela, os dois saem atirando nos guardas e vão em direção a sala de Ivan.
Natasha estava confusa, tinha morrido ou não, mas deixou isso de lado, agora tinha a oportunidade de acabar com Ivan e Alexi de uma vez por todas.
Na sala de Ivan' 
— O que esta acontecendo?- pergunta Alexi.
— Temos que tira-los daqui.- responde um agente.
A porta é derrubada e eles dão de cara com Natasha o agente Smith.
— Vim de jogo.- diz Nat antes de atirar.
— Ainda não querida.- diz Ivan que foge pela janela com alguns agentes e os medicos.
Natasha encara Alexi que ainda estava ali.
— Você vem comigo.- diz Nat.
Ele não faz nada apenas sorri pra ela.


Notas Finais


espero que tenham gotado... comentem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...