História A Chapéuzinho Negra - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias A Garota da Capa Vermelha, Chapeuzinho Vermelho
Personagens Personagens Originais
Tags Chapéuzinho Negra, Conto, Desobediência, Lobo Mau, Poesia, Selenne
Visualizações 19
Palavras 200
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Mistério, Misticismo, Poesias, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Canibalismo, Estupro, Incesto, Mutilação, Sadomasoquismo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Veio a ideia, então tô postando a ideia.
Espero que gostem ><
(o conto em si, é curtinho)
Boa leitura

Capítulo 1 - O chamado


A CHAPÉUZINHO NEGRO


Há muito tempo, nos arredores de uma vasta floresta petrificada, existia um pequeno vilarejo que, apesar da condição precária, sempre festejava cada estação.


Nas proximidades do solstício de inverno, uma bela fogueira foi acesa para celebrar e louvar o grande Lúpus que cuidava da floresta e de seus camponeses.


Todos os aldeões davam três rodopios e sete pulos em torno da fogueira, pois esses foram os números referentes aos anos que o grande Lúpus demorou à petrificar as árvores.


Cantigas soaram pela noite escura, e como era costumeira, após o décimo segundo badalar do relógio, um uivo ecoou dentre as árvores mortas, e finalmente os camponeses puderam a dormir e silenciar aquela noite festiva.


Mas uma coisa ninguém esperava, uma única lamparina acesa, de um único quarto, daquela que seria a única mal educada da vila.


— Selenne, apague esse fogo imediatamente!


Foi ouvida uma risada aguda, o que fez o homem que aparentava ser mais velho soltar um suspiro cansado.


— Então é melhor que não apague.


E como boa desobediente que era, soprou a chama, consequentemente a apagando em seguida.


Naquela noite, pela primeira vez em séculos, foi soado um segundo uivo dentre as árvores petrificadas.


Notas Finais


Lúpus = lobo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...