História A classe do assassinato - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Acidente


Fanfic / Fanfiction A classe do assassinato - Capítulo 4 - Acidente

        No dia seguinte Akira sai primeiro que os garotos e vai pra escola, ao ver karma ela sorri se aproximando.

Akira- bom dia karma.

Karma- bom dia Akira.

Akira- teve uma boa noite?

Karma- igual a todas, e a sua?

Akira- eu não dormi, então minha noite foi diferente.

       Karma para de andar e olha a garota que sorri, eles voltam a caminhar e logo chegavam, entrando eles vão pra sala deles, ela senta ao lado de karma e põe em sua mãe as folhas.

Karma- que isso?

Akira- koro sensei pediu pra fazer, sobre essas coisas que eu tenho.

Karma- posso ler?

Akira- melhor não, vai me achar uma aberração.

        O ruivo põe as mãos nas pernas da garota a virando para ele.

Karma- eu nunca de acharia uma aberração.

        Akira entrega pro garoto que começa a ler, após ler tudo alguns alunos já chegavam, ele entrega pra menor e ri.

Karma- você é estranha, mais essa é uma turma que só tem pessoas estranhas, olha eu.

       Akira ri e os dois ficam se olhando, quanto akashi entra ele olha os dois e passa indo pro seu lugar.

Irina- todos la fora agora.

      Eles vão e começam a treinar com as facas, ao verem um homem corto Akira olha os amigos e percebi que karma não estava na aula.

        Eles começam a comer e Akira sai a procura de Karasuma, batendo na porta Irina a abre e a garota entra.

Akira- o senhor não vai terminar a aula?

Karasuma- deixarei com meu colega.

Akira- mais... É que ele é muito simpático.

Irina- e isso é ruim?

Akira- pra alguém que era do exercito, é sim.

Karasuma- volte, vou terminar algumas coisas aqui e já vamos.

Akira- tá bem.

       Akira volta e todos ficam em filas olhando o homem que mostrava a lista de aulas.

Akira- isso é ridículo, não podemos ficar ate as nove da noite aqui, temos vi...

        Com um forte soco a garota cai com tudo no chão afastada da turma, os garotos iam se meter mais vem a mão de Akira fazendo sinal para eles não se meterem.

         Um dos garotos tenta opinar mais leva uma joelhada na barriga.

Aomine- você não pode fazer isso, nosso sensei é koro sensei, Irina e Karasuma.

        Ele ia socar o moreno mais Karasuma o segura o fazendo parar.

|θ|θ|θ|θ|θ|θ|θ|θ|θ|θ|θ|

        No dia seguinte Akira não tinha nenhuma vontade de ir a aula, seu rosto doía e estava extremamente inchado, kuroko entra e a olha preocupado.

Kuroko- karma esta aqui.

Akira- o que ele quer?

Kuroko- ele diz que não vai deixar você faltar, não hoje que é um dia especial.

Akira- só vamos fazer algumas provas, que especial é isso?

Karma- não foi vocês que falou que ia derrubar todos da 3-A?

       Akira olha o ruivo e bufa, se levantando ela toma um banho e se arruma.

       Eles saem e logo estavam na sala fazendo a prova, para Akira tudo estava extremamente fácil, não entendia por que seus colegas estavam tento tanto trabalho, ela lembrava do dia que aprendeu tudo aquilo.

Flashback on 

       Akira e kuroko se separam indo cada um pra sua sala, a garota senta com o garoto novo e sorri.

Akira- oi.

Kise- oi.

Akira- você é o tão falado pelas garotas da escola Kise Ryouta?

Kise- prazer, você é?

Akira- Akira Tetsuya, eu jogo basquete, e não sou bonita, mais sou bem inteligente.

Kise- que bom que vou fazer dubla com alguém inteligente, e você é linda.

       Akira sorri envergonhada e logo a aula começava,  professor explicava com calma mais rápido, ela rápido entendia, olhando Kise que tinha cara de abobado ela ri pegando o caderno dele.

Akira- é assim que se faz.

      O loiro olha e observa cada coisa que a azulada colocava em seu caderno.

       Ao entender ele a abraça rindo e tanto um beijo na bochecha dela.

Kise- você é apartir de hoje minha melhor amiga pequena jogadora.

        Apartir desse dia Kise e Akira era quase impossível se ver separados.

Flashback off

       Terminando a bola ela entrega para o professor e sai arrancando a atenção de karma e Asano. 

      Indo para outra sala ela começa a fazer as outras provas, ao terminar ela sai indo para a 3-E, sentando no chão e olhando o nada koro sensei se aproxima sentando ao seu lado.

Akira- sensei... Eu não quero te matar.

        Ele olha a garota que chorava em seu silencio, o maior não entendia por que de repente uma das melhores da turma de assassinos não queria o matar.

Koro sensei- por que não?

Akira- por que vai doer em todos nós... E eu tenho medo da dor... Eu já senti ela tantas... Tantas vezes... Eu não quero isso... Não mais.

Koro sensei- você tem um bom coração, por isso não entende o real motivo de ter que me matar.

Akira- então me explica.

Koro sensei- eu não posso, veja, karma chegou.

       Akira sente o vento de koro sensei bater após ele sair rápido e olha o amigo, se levantando ela corre e o abraça chorando.

Akira- faz parar... Faz parar de doer...

Karma- o que foi?

Akira- me ajuda, eu não quero matar ele... Ele é nosso amigo...

Karma- temos que matar ele.

      Akira se afasta irritada e volta pra sala" logo ela ia embora, com a desculpa que estava se sentindo mal, mesmo que nenhum dos três tenham realmente acreditado.

        Ao chegar em casa ela olha o urso que o sensei havia lhe tato e sorri.

Akira- qual a coisa certa a se fazer sensei?

       Deitando na cama ela fica olhando o nada, sentia que algo ruim iria acontecer, só não sabia o que.

        Saindo correndo a chuva começa a ficar forte, correndo ainda mais ela rápido chegava, ouvindo um estouro ela entra na sala e vê koro sensei lutando contra um garoto, ao ver quem era ela ataca sentindo seu corpo doer, lhe tanto um chute ele voa para o lado de fora.

Ítalo- como ousa?

Akira- EU VOU TE MATAR.

      Correndo ela lhe ta um soco e é lançada longe, batendo contra uma árvore eles correm um em direção ao outro mais koro sensei para entre os dois os segurando.

Koro sensei- se acalme Akira, e você também.

       O garoto se solta e sai e amarelado solta a garota, ela olha todos e sai correndo, seu corpo doía, ao passar pela faixa um carro bate nela a fazendo ser atirada longe com muita força, e a última coisa que viu foi um homem te preto, e uma agulha com um liquido roxo.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...