1. Spirit Fanfics >
  2. A Coleira >
  3. Coloque De volta.

História A Coleira - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Yoo

Mais um. Aeeee

Espero que gostem.

Capítulo 3 - Coloque De volta.


Fanfic / Fanfiction A Coleira - Capítulo 3 - Coloque De volta.

Terceiro Capítulo

         Coloque-a de volta.

  Severus se retirou dele enquanto puxava e jogava a coleira em cima do criado mudo. Harry deixou o corpo cair na cama e gemeu, um sorriso cobrindo os lábios. Ele se virou de lado. O corpo implorando por descanso, ele resmungou, se perguntou como não havia desmaiado ainda.

   Snape pegou a varinha e olhou para o garoto, ele sorriu vendo o estado do corpo dele, ele havia coberto as marcas feitas pelo Lorde. Ele fez uma careta, se ele nunca tivesse descoberto sobre as horcrux, Harry não seria obrigado a passar por aquilo.

  

- Harry...

    Snape ouviu alguém chamar ele pelo flu e olhou para Harry sério. O garoto o olhava preocupado.

- Coloque uma roupa. – Falou e saiu de lá, Dumbledore pediu que ele fosse até o escritório e Severus concordou. Ele voltou para o quarto. – Fique aqui. Espere eu voltar e se limpe.

   Ele colocou uma roupa e passou pelo flu, entrando no escritório de Dumbledore, o velho olhou para Snape, um olhar de quem sabe tudo, Severus sentiu um arrepio, nunca havia visto Albus tão sério.

- Harry está com você? – Perguntou e Severus assentiu.

- Detenção.

- Você viu algo suspeito nele? – Severus arqueou uma sobrancelha. – Um colar.

- Coleira. – Rony que estava sentado, e Snape só viu agora, falou sério. – Parecia uma coleira, tinha cobras e uma pedra preta. Ela emanava magia negra, eu tentei tirar, mas não saiu, Harry estava tendo um sono pesado e ele estava cheio de marcas recentes no pescoço e peito.

- Acredito que o Sr. Potter esteja bem vestido, não teria como eu saber algo assim. – Severus falou com desdém. Alvo o olhou e concordou.

- É claro. Segure ele mais um pouco, vou chamar Sirius e Remus. – Falou se levantando.

   Snape assentiu e se virou, saindo pelo flu, ele correu para o quarto e pegou a coleira, Harry o olhou confuso. Ele beijou o garoto e enfiou a coleira no pescoço dele de novo e fechou. Ele procurou por seu próprio cachecol da Sonserina que ele guardou e colocou no garoto.

   Ele apontou a varinha para Harry que estava confuso e transfigurou a roupa de Harry, voltando para o uniforme da grifinoria.

- Dumbledore descobriu sobre o colar e está trazendo seus cachorros para cá. – Falou e puxou o garoto para o escritório. Ele pegou uma poção para repor as energias. E uma para a óbvia dor que o garoto estava sentindo.

- O cheiro. – Harry falou preocupado. – Remus vai sentir.

- Sinto muito por isso. – Falou Severus e derrubou Amortentia perto do garoto. Ele se virou. – Não consegue fazer nenhum trabalho sem quebrar nada seu garoto inútil.

- Severus.

  Os dois olharam para a porta do escritório que estava aberta. Remus e Sirius estava atrás do diretor. Os dois olhavam preocupados para o garoto que estava meio encolhido.

- Alvo. – Falou Severus irritado, ele olhou para os outros dois e virou a cara.

- Harry, meu garoto, acredito que tenha algo para nos contar. – Falou com aquele típico sorriso de bom avô. Harry evitou os olhos de Dumbledore.

  Harry olhou apreensivo para os três, Sirius o olhava preocupado, o Potter tirou o cachecol. Sirius chegou mais perto e quando ia tocar afastou a mão.

- Isso está coberto de magia negra. – Falou surpreso. – O que te deu na cabeça para usar algo assim?

- Foi um acidente. – Harry falou em defensiva, Remus olhava para o vidro caído no chão. – Eu não consegui tirar mais.

- Amortentia? – Severus se virou para o lobisomem.

- Esse garoto desastrado derrubou. – Falou e olhou irritado para Harry que abaixou a cabeça.

   Harry respirou fundo e sentiu o rosto corar pelo cheiro que veio. Ele mexeu as mãos desconfortáveis. Seu corpo começou a esquentar de uma forma nada normal.

- Pro-Professor Snape. – Chamou baixo o garoto, Severus se virou para ele, viu como ele estava vermelho e parecia respirar com dificuldade. Ele abriu a boca surpreso. Ele olhou para a coleira e estreitou os olhos. Aquilo com certeza era um objeto feito com intenção sexual. Harry tinha estado muito mais animado que o normal, e digamos, Harry era um adolescente, completamente cheio de energia. E muito excitado.

- Diga Potter.

- Você - você poderia tirar esse cheiro, a Amortentia. – Snape arqueou a sobrancelha, ele estava confuso, a intenção era que a poção não deixasse o lobisomem perceber o cheiro de sexo recente. – O cheiro.

- Potter...

- O colar tem me deixado... bom. – Sirius abriu a boca surpreso, Remus ainda fazia a careta pelo cheiro forte que a Amortentia estava causando, ele olhou triste para Sirius. – Excitado. E o cheiro que a Amortentia causa está só piorando a situação.

   Severus pegou a varinha, ele segurou a vontade de tirar do garoto o que ele queria saber, saber de quem era o cheiro. Snape suspirou, o cheiro de chuva, Quadribol e torta de melaço, invadindo seu nariz. Ele se sentiu triste, o cheiro do garoto.

  Alguns acenos de varinha e o cheiro e o vidro sumiram, ele se virou para Dumbledore.

- Harry, pedirei que fique parado para que eu possa verificar o colar, Remus também o fara. – Falou se aproximando.

- Você vai tirar isso de mim? – Harry perguntou fingindo uma expectativa animada. Severus quis rir.

- Irei fazer o possível.

  Harry fez uma careta internamente, a ideia de Dumbledore o ajudar fez todo seu corpo esfriar e a excitação passar. Se sentiu enjoado.

   Ficaram quase uma hora lançando feitiços na coleira, Sirius olhava para Severus desconfiado, os olhos brilhando. Remus suspirou quando nada do que fez deu certo.

- Acho que é o único jeito, ou se conhecer alguma outra magia. – Dumbledore nunca se sentiu tão impotente.

- Sinto muito Harry, mas acho que só à uma forma. – Falou Alvo que olhou para Severus, que esperava, tentando não demostrar a ansiedade.

- Qual? Que forma? – Harry perguntou andando para frente.

- Relação Sexual.

- O que? – O garoto perguntou surpreso. Sirius se virou para Dumbledore. 

- Sexo? Serio? Harry, é só arrumar uma boa garota que não vai falar nada e resolver isso.

- Porque uma garota? – Harry perguntou confuso e Sirius o olhou.

- Ou um garoto. – Falou com desagrado.

- Você tem algo contra os meus gostos, Sirius? – Harry parecia irritado. O Black suspirou.

- Eu não quero ver nenhum desse garotos se aproveitando de você.

- Eu não sou uma criança, já sou de maior e sei me cuidar. – Harry falou e Sirius se encolheu.

- Não pode ser com qualquer pessoa. – Remus começou. – A pessoa tem que ter o núcleo magico negro. Ao menos uns 40%. – Falou e Sirius olhou mais preocupado para Harry, então seus olhos se levantaram até o único Sonserino ali e sentiu a cor e o ar fugir.


Notas Finais


Então???
Devo continuar???


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...