1. Spirit Fanfics >
  2. A Complicated Romance (she ra) >
  3. Wrong choice

História A Complicated Romance (she ra) - Capítulo 19


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura ♥️

Capítulo 19 - Wrong choice


Fanfic / Fanfiction A Complicated Romance (she ra) - Capítulo 19 - Wrong choice

*---Felina---*


Por que a minha vida tem que parecer um filme? Eu que tentei escapar da Horda e agora estou indo embora para ela de novo…


- Double, antes eu posso me despedir?- falei antes de fechar a porta do carro

- vai lá, mas se você fizer alguma coisa que não deve… Seus amigos que estarão em risco- ela falou séria


Corri até Adora que já estava beirando as lágrimas


- Felina, não vai com ela…- ela falou me abraçando

- volta para a Rebelião e chama ajuda… eu cuido de tudo na Horda- sussurrei em seu ouvido

- eles sabem que você estava traindo a Horda… eles podem te machucar- ela falou preocupada

- só faça o que eu te pedi- falei me afastando um pouco para olhá-la

- toma cuidado- ela falou forçando um sorriso- gatinha teimosa

- digo o mesmo, topetinho- falei debochando


Me aproximei mais de seu rosto e, dos olhos, passei a olhar seus lábios. Ao entender o que eu estava planejando, ela se reclinou e delicadamente, selamos nossos lábios em um beijo sereno. Escutei seus batimentos acelerarem e suas lágrimas caírem, lágrimas aquelas de medo e perda. Me afastei delicadamente dela e fiquei a olhando


- preciso ir agora- falei me virando

- eu te amo- ela falou chorando

- eu também te amo- falei voltando para o carro


Não era só ela que estava preocupada, além do mais eu sei que estou ferrada com o Hordak… Se ele não me matar, ele vai me torturar até eu não aguentar mais e isso não é muito divertido rsrs.


- achou mesmo que não iríamos perceber sua traição?- Double falou sem me olhar

- e você achou mesmo que eu não ia me ligar de tudo de errado que vocês fazem?- falei a retrucando

- você traiu a sua família- ela falou desapontada

- eles não são minha família!- falei irritada

- não to falando deles…- ela falou sorrindo- estou falando dos seus pais

- você bateu a cabeça? desde quando eu tenho pais de verdade?- falei ironicamente

- a Adora não te contou?- ela falou com um sorriso de canto


Então ela me contou tudo sobre meus pais, eu estava confusa e desorientada ao mesmo tempo… Acho que preferia a história que meus pais só não me quiseram mesmo, meu pai foi um monstro!


- você é igualzinha ao seu pai- ela falou me olhando

- nunca mais repita isso- falei séria

- negar isso não muda o fato que você é como ele… minha linda maquina do mal- ela falou sorrindo e mexendo no meu cabelo

- cala a boca- falei tirando sua mão do meu cabelo


Pela primeira vez eu senti nojo e raiva da Double… Ela era minha única família, mas agora ela não passa de um monstro manipulador.


- onde a Cintilante e o Arqueiro estão?- perguntei irritada

- foram em outro carro, daqui a pouco eu vou bater um papinho com os dois- ela falou com um sorriso maléfico

- se você machucar eles, eu…- falei e ela me interrompeu

- você nada, acho que você já está bem ferrada com a Horda para aprontar algo- ela falou séria



*---Adora---*


Esperei a Felina e a Horda irem embora e procurei o caminho de volta para casa, demorou horas para eu finalmente chegar lá…


- Mara, a Adora chegou!!- gritou Suelen sorridente

- oi Su- falei cansada

- cadê os outros?- ela perguntou preocupada

- vamos entrar, ai resolvemos o que vamos fazer- falei indo até a porta

- Adora… eu fiquei tão preocupada… sua DESGRAÇADA!!0 ela falou me abraçando e depois me dando um tapa

- desculpa…- falei 

- você está parecendo uma múmia com tantas ataduras- Seahawk falou rindo

- haha piadista- falei zombando-o 

- o que aconteceu lá?- Mara perguntou sentado


Expliquei tudo que ocorreu nesses dois dias para o pessoal


-enfim… precisamos ir atrás deles- fale finalizando 

- perfuma, você fica com a Adora e o resto vai comigo- Mara falou se levantando 

- por que eu vou ficar?- perguntei sem entender

- olha o seu estado, vai ficar aqui sim- Mara respondeu me olhando dos pés a cabeça 

- eles são meus melhores amigos- falei insistindo 

- e eu sou sua irmã mais velha e mando aqui, além do mais você já colocou gente demais em risco por causa da sua inconsequência- Mara respondeu irritada 


Não resolvi discutir, pois ela está certa… fui inconsequente e isso foi muito arriscado e ainda está colocando meus amigos em risco.


[...] Subi até o meu quarto, tirei todas aquelas ataduras e tomei um bom banho. Vi boa parte do sangue escorrer pelo ralo enquanto eu pensava na Felina...E se aquilo tudo não se passou de uma armadilha e ela está armando para a rebelião? E se Double torturar a Cintilante e o Arqueiro como ela me torturou? E se alguém mais de machucar? Ai meu Deus, isso está uma grande confusão 

Tenho que tentar pensar positivo, a Felina não vai nos trair, Mara vai chegar antes que algo de ruim aconteça com os meus amigos e todos vão fugir sem nenhum machucadinho.


Terminei meu banho, refiz meus curativos e vesti uma roupa bem confortável. Pensei em ir treinar um pouco, mas eu estou exausta… Depois de tudo que passei, eu preciso de uma boa soneca.

Deitei de lado na minha cama, olhei para a cama que Felina deveria dormir, mas sempre depois que a Mara vem dar uma última olhada no meu quarto, a Felina corre e deita comigo… Quando ela voltar vou aproveitar mais o tempo com ela. 

Eu não o que aconteceu comigo nesse ultimo mês, foi um grande turbilhão de sentimentos. Fiz coisas que eu pensei que nunca faria e agi como uma grande idiota… Eu  percebi que todos estão com um pouco de raiva por causa da maneira que eu agi. Coloquei meus fones de ouvido e fechei meus olhos, até sentir o sono chegar.


*---Felina---*


Eu estou tentando descobrir onde eles esconderam aqueles dois abobados, mas é claro que a querida da Double não me deixaria perambulando por aí. Agora eu tenho que ficar trancada nessa espécie de quarto até alguém me chamar… Só estou com medo que eles tenham chamada o Hordak para “conversar” comigo.


- Felina, venha comigo- falou um guarda entrando no quarto

- ok…- falei me levantando


Passamos por diversos corredores e salas, até finalmente chegar na sala esperada. Entrei devagar e sentindo meu coração acelerar, talvez eu esteja com um pouco de medo…


- olha só se não é a traidora- falou Hordak com um sorriso falso

- quanto tempo- falei tentando amenizar aquele clima

- estava gostando de passar um tempo com a sua namoradinha?- ele perguntou sério

- ah sim, eu estava adorando- falei deixando-o irritado

- você está completamente ferrada e ainda encontra tempo para fazer piada?- ele falou sentando na grande mesa

- pois é, o que você quer comigo?- perguntei

- já é óbvio que seus amiguinhos viram atrás de vocês, por isso vou precisar de você- ele respondeu pensando

- e o que te faz pensar que eu  vou te ajudar?- falei séria

- eu sabia que você diria isso, por isso se você não colaborar aqueles seus dois amiguinhos serão mortos e você não quer isso, quer?

- você é podre- falei irritada- o que você quer que eu faça?

- você vai ameaçar as pessoas que vierem para o resgate, vai brigar com eles e no final vai deixar os dois irem- ele falou me deixando preocupada

- e por que você precisa disso?- perguntei

- assim iremos deixar a Adora com raiva e isso fará a substância injetada nela restabelecer efeito- ele respondeu sorrindo

- então aquela raiva toda… era culpa de vocês?- falei cerrando o punho

- pois é… E no final ela virá procurar mais poder e quando isso acontecer…- ele falou chegando perto do meu ouvido e sussurrando- será o seu fim

- a Adora nunca vai vir atras de um merda como você!- falei o empurrando

- veremos…- respondeu ele sorrindo

- senhor, a Rebelião está tentando invadir- disse um guarda entrando na sala

- a Felina sabe o que fazer…- ele respondeu me olhando- seus amigos estão na sala 207, vá até eles e siga o plano… espero que você não apronte

- ok…- respondi chateada pela forma que teria que agir

 


Sai da sala do Hordak e não pude conter as lágrimas, parece que o meu caminho e o da Adora nunca vão levar para o mesmo lado… Eu fiz amigos na Rebelião e agora vou perder todos por causa da Horda. Fui até a bendita sala 207 e logo encontrei meus dois amigos


- estávamos preocupados com você!- falou Arqueiro suspirando

- pois é…- falei secando as lágrimas

- o que aconteceu com você?- Cintilante perguntou percebendo meu estado

- eu não posso falar…- respondi voltando a chorar

- você pode contar qualquer coisa para nós- falou Arqueiro

- vocês não podem de jeito algum contar para alguém da Rebelião isso…- falei explicando tudo

- por que não damos o fora daqui? assim você não precisa passar por isso- perguntou Cintilante indignada

- porque eu estaria colocando vocês em risco… por favor, não façam isso ser mais difícil ainda- falei tentando conter as malditas lágrimas- vocês não podem falar nada… só cuidem da Adora por mim e não deixem ela sucumbir ao ódio

- ok…- ambos responderam tristes

- Felina, eles estão entrando- o guarda falou me entregando a minha Katana

- agora fiquem quietos- falei secando as lágrimas novamente


Sentei em uma caixa e fiquei esperando a Rebelião aparecer e isso não demorou muito


- finalmente achamos vocês- falou Mara entrando

- direto na armadilha- falei forçando um sorriso

- o que você está falando?- perguntou Mermista

- vocês acham mesmo… q-que eu estou do lado da Rebelião?- perguntei me segurando para não chorar

- agora não é hora Felina… vamos embora!- falou Mara

- ninguém vai embora- falei me aproximando e me forçando a tentar golpeá-la

- eu sabia que não podia confiar em alguém como você- Mara falou se afastando

- trouxas da Rebelião- respondi tentando esconder a decepção que estou sentindo de mim mesma

- vocês dois venham para cá- Suelen falou irritada- todos vocês saiam logo, eu cuido da Felina 

- sinto muito- falou Arqueiro me olhando triste e depois todos saíram correndo 

- você realmente não se ajuda, todos confiaram em você, isso não vale nada para você?- disse ela partindo meu coração- eu sempre me coloco no seu lugar, pois já estive no seu lugar…  A diferença entre você e eu é que eu mesmo sendo perigoso, fui atrás do lado certo… já você, parece que gosta de ficar do lado errado

- não se mete na minha vida…- falei sentindo meus olhos marejaram- agora tenho que ir…

- o que você acha que a Adora vai pensar? Você quer mesmo machucar ela de novo?- ela falou irritada 

- e-eu...- falei cabisbaixa- vai logo embora daqui

- pensa um pouco no que é certo Felina… -ela falou triste

- VOCÊ NÃO ENTENDE O QUE ESTÁ ACONTECENDO… então se você não quiser se machucar, some logo da minha frente- falei disfarçando minha tristeza e transformando-a em raiva

- você que sabe…- ela falou saindo 


Eu não estava aguentando ficar mais um segundo naquela sala… Foda, agora sou uma traidora… a Adora vai me odiar para sempre!


Enquanto eu estava indo para o meu quarto, acabei encontrando Hordak pelo corredor


-já fiz o que você queria- falei passando reto por ele


Tranquei a porta daquele quarto e simplesmente sentei no chão mesmo e desabei, meu mundo desabou novamente e como sempre, no final eu termino sozinha…

  


*---Adora---*


Já tinha se passado horas desde que o pessoal havia ido embora, eu já estou ficando preocupada… Desci as escadas e fui atrás da Perfuma


-você não acha estranho eles estarem demorando tanto?- perguntei para ela

- acho… mas vamos ser pacientes- ela falou calma como sempre


Sentei no sofá ao seu lado e fiquei batendo meus pés impaciente no chão, eu quero meus amigos logo aqui, principalmente a Felina… Chega de enrolar e esconder o que eu realmente sinto, quando ela voltar eu vou dizer tudo para ela… Eu só quero ela abraçada comigo, me beijando ou na cama comigo. Aquela gata é tão perfeita!


-como é namorar  com a Mermista?- perguntei quebrando aquele silêncio 

- sendo bem sincera… ela é a única pessoa que tira a minha paz- ela respondeu sorrindo- mas eu amo ela de um jeito que nem consigo explicar

- que lindo- falei pensando na Felina

- e o que você e a Felina tem?- ela perguntou curiosa

- no momento nada, mas eu quero dar um jeito nisso logo- respondi confiante 

- vocês formam um belo casal, um casal meio inconsequente, mas um belo casal- ela falou rindo

- obrigada… e se ela não aceitar nada comigo?- perguntei com medo

- e se ela aceitar?- ela falou sorrindo- sem pensamentos negativos!

- minha cabeça vai explodir- falei rindo


[...] Algumas horas depois. Olhei na porta e vi todos chegando


-Perfuma eles chegaram!!- falei animada

- vamos lá neles- ela falou se levantando 

- ainda bem que vocês estão bem!! Falei correndo e abraçando a Cintilante e o Arqueiro

- é…- ambos responderam parecendo tristes

- onde está a Felina?- perguntei já nervosa enquanto todos passavam em silêncio por mim- Mara, cadê a Felina?

- agora não, Adora- ela falou e me ignorou completamente 

- Suelen, cadê ela?- insisti na pergunta 

- depois…- ela falou passando reto também


Todos entraram e sentaram na grande mesa


-Bom, se alguém entrar em contato com a Felina novamente… Estará fora da Rebelião e será considerado nosso inimigo- falou Mara irritada me deixando mais confusa

- não pega tão pesado, pessoas erram- Arqueiro falou a defendendo

- pessoas erram, ela no caso só erra…- Mara respondeu

- você está pegando pesado demais- disse Cintilante irritada

- vocês dois querem se juntar a ela?se quiserem a porta é logo ali!- ela gritou furiosa

- pessoal a Mara só está pensando na proteção de todos- Suelen defendeu 

- Você poderia parar de me ignorar e explicar o que está acontecendo? Que porra!- bati na mesa irritada

- isso não é bom para você- respondeu Mara- você já descansou e tomou seus remédios?

- vocês só ficam enchendo meu saco perguntando se eu tomei a porra dos remédios ou se estou bem e sempre escondem as coisas de mim- falei irritada- eu não sou uma criança e eu quero saber agora o que aconteceu, senão eu estou fora da Rebelião 

- vai embora então!!!- gritou Mara séria

- Chega! Ninguém vai embora- falou Suelen separando a briga- a Adora tem o direito de saber das coisas 

- finalmente alguém sensato- falei sorrindo

- mas a Adora também tem que entender que em um mês ela causou muitas confusões e agiu sem pensar, além de não seguir seu próprio tratamento- ela falou me deixando envergonhada

- então agora vamos conversar como pessoas normais e esclarecer tudo- falou Mermista de saco cheio 

- ok, a Felina traiu a Rebelião de novo e nem se quer deu a mínima para ninguém daqui- as palavras da Mara pareceram facadas no meu coração 

- dessa vez eu acho que não tem volta- Suelen finalizou

- isso só pode ser brincadeira- falei contendo as lágrimas de desespero- tem algo de errado… ela não trairia a Rebelião, ela fez de tudo para proteger todos… ela quase morreu para me salvar…

- pessoas mentem- falou Seahawk- no fundo todos nós sabíamos que ela iria fazer merda

- cala a boca seu pirata de merda!- gritei irritada

- se acalma Adora!- falou Mara

- me acalmar? Vocês deixaram ela lá, como vocês não conversaram com ela? Isso é armação da Horda

- eu falei com ela… e ela realmente estava decidida- respondeu Suelen triste

- desgraçada…- falei sentindo uma lágrima involuntária cair

- agora vamos falar de você - disse Suelen me olhando preocupada- precisamos marcar a sua psicóloga e ver outros remédios, você precisa se cuidar

- que se foda isso, eu não sou criança e não preciso dessas merdas- falei me levantando- eu vou para o meu quarto e espero que ninguém apareça para me irritar!


Subi as escadas correndo, eu estava me segurando para não desabar na frente de todos… isso dói!

Cheguei no meu quarto e simplesmente me ajoelhei e deixei as lágrimas surgirem, meu coração está partido e minhas esperanças também. Não era para ser assim! Por que ela tem que sempre agir de forma errada? Talvez ela realmente seja como os pais 


-que dor é essa?- falei sentindo uma dor muito aguda na minha barriga


Levantei a camisa e me assustei com o que vi, minha barriga estava coberta por veias muito vermelhas marcadas e a dor era insuportável…

É errado dizer que eu só queria morrer? Não faz sentido viver, eu sou só uma inconsequente, idiota e que confia demais nos outros… meus sentimentos me matam por dentro e sério, eu só queria que tudo parasse…


-Adora, eu sei que você não queria ninguém aqui...mas eu sei que você precisa de alguém- falou Cintilante abrindo a porta

- esqueci de trancar essa bosta- falei ainda sentada no chão 

- eu sei que está doendo- ela falou sentando e me abraçando- mas vai ficar tudo bem…

- não vai ficar tudo bem!- falei sentindo meu pulmão arder- nunca fica tudo bem, tá tudo na mesma merda… eu nunca fico bem e isso não muda!

- calma, Adora- ela falou me abraçando mais forte

- e-eu ia me confessar para a Felina…- falei chorando mais- e ela foi embora…

- se é amor verdadeiro, um dia ela volta- Cinti respondeu passando a mão no meu cabelo

- ela me enganou- falei sentindo raiva

- isso vai se resolver- ela falou me olhando- você sabe que precisa se tratar de forma certa… por favor se ajuda

- Cintilante… eu nem tenho vontade de viver…- falei soluçando por conta do choro

- não fala isso…- ela falou triste- lembra quando a mamãe dizia que você tem uma determinação enorme? Ela sempre viu luz em você… e aos poucos essa luz está se apagando…

- eu não sei o que fazer- falei em Pânico

- você não pode deixar a sua dor ser maior que você- ela disse- você sempre foi forte e determinada e isso não pode acabar… porque você é a Adora e todos precisamos de você!

- eu preciso ficar sozinha…- falei me levantando-

- eu te amo e quero que você prometa que não vai fazer nada que não deve- ela falou preocupada

- não vou- respondi

- ok…- ela falou saindo do quarto 


Eu realmente pensei em tomar todos aqueles comprimidos. Eu estava surtando e realmente não queria fazer aquilo… então me deitei e fiquei evitando pensar naqueles remédios...


*---Continua---*

 

 







Notas Finais


Eu estava a um tempo sem postar, pois estava passando pelas minhas próprias crises e por um momento achei que elas eram maiores que minha vontade de supera-las... Estou tentando ficar melhor e voltar a postar capítulos com mais frequência.

Obrigada por ler♥️🏳️‍🌈


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...