1. Spirit Fanfics >
  2. A complicated story >
  3. Capítulo 4

História A complicated story - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


finalnmente um pov do Justin p gente ver como ele pensa kkkkkkkk boa leituraaa

Capítulo 4 - Capítulo 4


Fanfic / Fanfiction A complicated story - Capítulo 4 - Capítulo 4

Acordei e olhei para o lado vendo Justin dormir tranquilamente, flashs da noite passada me vieram na cabeça e entao me lembrei da burrada que  eu fiz, puta merda, como eu consigo ser tao burra?? Me levantei cautelosamente e andei ate o banheiro do quarto dele, que era bem maior que o "meu" e tinha uma banheira e sais, tudo o que eu precisava era um banho de banheira pra relaxar. Entrei na banheira me deitando, fechando meus olhos e deixei as lagrimas cairem mais uma vez, todo banho é isso, puta que pariu. Vi Justin passando pela porta do banheiro e rapidamente cobri os meus seios com as maos

-o que ta fazendo aqui??? 

-tomando banho, ue- respondi cautelosa

-e quem deixou?? Ta achando que só porque eu te comi pode fazer o que quiser? Se liga, eu ainda sou o sequestrador aqui e eu dito as regras, e eu nao me lembro de ter deixado tu dormir comigo- eu sou muito idiota de nao ter percebido que ele so queria me comer, fala serio, o que eu pensei?? Que ele seria legal comigo só porque tenho um corpo bonito?? Eu sou muito burra, as lagrimas ja desciam sem eu perceber pelo meu rosto mas Justin nao pareceu se importar com isso

-Ah, ta triste baby?- ele falou debochado -que peninha, mas choro não me comove, anda, some da minha frente vadia, e da proxima vez ve se vai embora do meu quarto antes de eu acordar se nao eu te boto pra fora pelos cabelos- ele disse com uma voz fria e todo o medo que senti dele no primeiro dia voltou, e agora multiplicado por 2

*pov Justin Bieber* 

Maite vestiu suas roupas e saiu do quarto praticamente correndo, que garota ingenua, ela achou o que? Que ia ser um conto de fadas e eu ia me apaixonar por ela? Tava na cara que eu só queria comer ela e tchau, achei que ela tinha percebido isso. Eu nao me apaixono e ninguem vai conseguir mudar isso e muito menos uma pirralha idiota, mas ate que a filha da puta é gostosa e eu adoraria repetir a dose, tipo um sexo fixo, mas com certeza ela se apaixonaria entao prefiro ir comer minhas putas que sao ainda mais gostosa do que ela. Ainda nao sei o que vou fazer com ela mas acho que vou a levar pra boate, ela me renderia uma grana boa, eu só sei que pra casa ela não volta porque ela sabe coisas demais sobre mim e obvio que sob pressao da policia ela acabaria contando tudo. Tomei um bom banho e desci, tenho uma reuniao no galpao com os meninos, parece que é bagulho serio. Comi um pao e fui para o meu carro, sai cantando pneu pois ja estava atrasado para a reuniao. 

Cheguei la e todos os meninos ja estavam me esperando, Ryan, Chaz, Chris e Dylan 

-oi, voces podem me explicar o motivo de uma reuniao de ultima hora? 

-Drew, voce tem que ficar calmo ta?

-o que foi caralho? Falem de uma vez- falei me estressando pois todos eles me olhavam com uma cara de cachorros sem dono 

-uma das nossas boates pegou fogo ontem, deixaram um recado- eu arregalei os olhos e engoli em seco, isso nao pode ter acontecido cara, minhas boates sao muito bem seguras

-tinha um infiltrado na boate Justin, um nao, tinham varios seguranças da boate que na verdade estavam la como informantes pra ajudar, isso foi planejado e nao foi planejado de ultima hora- Chaz falava cautelosamente 

-isso vai nos dar problema com os tiras cara, eles ja querem que nos vá na delegacia, querem investigar o motivo dos fogos, eles nao podem descobrir das meninas que nos obrigamos a trabalhar pra nos, eles nao podem descobrir caralho, a casa vai cair- Ryan falava desesperado, ele era tao impulsivo quanto eu e estava claramente tao em choque quanto eu

-gente, a gente precisa descobrir quem fez isso, o cara parece ser experiente e ta jogando sujo- Chris falou 

-investiga Christian, voce é bom nisso, ele deve ter deixado alguma pista 

-na verdade ele deixou Justin, deixou um recado- Chris falou serio 

-QUE RECADO CARALHO?- eu falei socando a parede fazendo todos me olharem assustados

-NAO SURTEM CARALHO, PRESTEM ATENÇAO E VAMOS RESOLVER ISSO PORRA.- Chaz falou me fazendo sair do meu transe 

-ta, falem de uma vez a merda do recado 

-um papel, escrito "isso é apenas o inicio da guerra. A vingança é um prato que se come frio"- Chris falou me olhando apreensivo

-cara, tem muita gente que pode querer se vingar de mim, eu realmente nao sei do que se trata

-pensa Bieber, alguem que falou, prometeu vingança 

-eu vou fazer uma lista, me deem papel, e ai voce investiga cada um deles Chris- Chaz me alcançou um papel e uma caneta e eu me sentei puxando na memoria as pessoas que mais fiz coisas ruins e que podiam querer se vingar, no total deram 11 pessoas

-eu vou pra casa, façam o que puderem, as boates nao ficam no meu nome e sim no nome de Dylan que é o menos envolvido, entao liguem para ele e digam o que ele tem que fazer, distorcer a policia e fingir que nao sabe de nada, que foi um ataque e deu, Christian investiga todas as pessoas que eu escrevi, Chaz vai ate o local do crime pra ver se nao tem mais alguma pista, Ryan, passa em todas as boates e fala com cada um dos seguranças pra ver se nao tem mais gente infiltrada, todo cuidado é pouco, eu vou esfriar a cabeça e as 00 outra reuniao- falei me levantando, eu preciso relaxar e pra isso preciso de drogas, urgente. Acelerei o carro o mais rapido que pude, assim que cheguei em casa fui direto tomar uma ducha, vesti um calçao qualquer e fui ate a gaveta onde eu guardava minhas coisas, fiz uma carreira de pó e cheirei, a sensação que isso me trazia era surreal, mesmo sabendo que era momentanea eu preciso disso pra relaxar depois de uma manhã estressante. Depois de fazer isso fui para a area, preciso tomar um ar e aproveitar as sensaçoes, deitei na espreguiçadeira pensando em tudo, me veio Maite na cabeça, vou hoje de noite levar ela para a boate, ela vai me render um cache muito bom com aquele corpo delicioso que ela tem. Falando nisso nao tenho nada melhor para fazer entao vou la ver como ta a garota. Caminhei em passos lentos até o quarto dela, entrei cautelosamente vi que ela estava distraida olhando para a janela, sem ela notar minha presença me aproximei ate ela a abraçando por tras

-Justin?? Que susto- ela disse se esquivando e me olhando com indiferença

-quer comer algo?- falei a primeira coisa que me veio em mente

-bom, eu tenho pernas, e nao quero falar contigo Justin, eu ja to presa aqui, nao dificulta as coisas, só me deixa em paz

-tudo bem- falei me retirando do quarto, eu que nao ia implorar atençao de uma pirralha mimada


Notas Finais


poxa Justin, por que tao escroto?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...