1. Spirit Fanfics >
  2. A Cor dos Seus Olhos - Namjin >
  3. 02: A Cor da Mudança

História A Cor dos Seus Olhos - Namjin - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Oi meu amores!
A FANFIC BATEU 80 FAVS AAAA EU TO EM SURTO
Muito obrigada mesmo, não esperava que chegaria nesse número, espero que possamos bater muito mais e espalhar o nosso Namjin para mais pessoas
Peço que prestem atenção em algumas mudanças feitas no capítulo 1, mudanças essas que foram feitas para melhorar a leitura e a compreensão dos leitores.
Peço desculpas por qualquer erro e boa leitura!

Capítulo 2 - 02: A Cor da Mudança


Fanfic / Fanfiction A Cor dos Seus Olhos - Namjin - Capítulo 2 - 02: A Cor da Mudança

A Cor Dos Seus Olhos

02: A Cor da Mudança

 

Galáxia é o nome dado para o agrupamento de astros em constante equilíbrio gravitacional. A palavra Galáxia é derivada do Grego, e quer dizer “Leite” ou “Círculo”, ela recebeu esse nome após observarem como era a sua “estrutura” e o seu “formato”. Elas são como uma grande mistura de coisas belas, profundas e misteriosas. Todos nós fazemos parte de uma galáxia, e todos nós sabemos o que vemos e deixamos de ver nela. Existem vários tipos de estudos sobre as galáxias, mas ninguém sabe exatamente o que tem em cada uma delas. É algo enigmático, que foi feito para as mínimas pessoas desvendarem. Quando mais novo, Namjoon, era uma dessas pessoas. Ele fazia parte do pequeno grupo de pessoas que viam as galáxias como algo a mais, algo além de apenas um lugar com com planetas e estrelas. Ele falava e acreditava que as galáxias eram como a janela da alma, janela essa que não pode ser respondida ou desvendada por completo, mas que com muita luta, pode ser estudada.     

[...]

Quando mais novo, Namjoon tinha um grande sonho de ser Astrônomo. Ele queria muito ser capaz de estudar algo que tanto admirava, queria entender tudo aquilo que conseguia ver e que ouvia se falar por todos a sua volta. Mas infelizmente esse sonho não se foi possível, tudo graças a sociedade e os seus preconceitos e estereótipos contra os Lúpus. Pode parecer estranho visto que o mesmo atualmente é professor de uma faculdade, e pela sua classe ganha alguns privilégios, mas bom, para chegar onde chegou ele precisou enfrentar muita coisa, aguentar os comentários maldosos o comparando com monstros, as falas desnecessárias de alguns professores e até o preconceito vindo da sua própria família. Um sonho e um coração partido foi tudo que lhe restou após ver a sua tão sonhada carreira descendo pelo ralo, foi difícil e traumático para o pequeno Lúpus de apenas 11 anos, mas bom, ele conseguiu superar isso com  o tempo.

Seguir a carreira de professor nunca tinha passado pela cabeça do Alfa, mas como foi tirado de si a oportunidade de escolher e fazer algo que gostava, ele precisou procurar por outras opções, outros caminhos. E bom, professor de filosofia foi uma dessas opções, mesmo sendo a última que ele cogitou seguir, ela foi a escolhida. Pode parecer mais estranho ainda quando você pára pra pensar e vê que filosofia era a matéria que ele mais odiava e a matéria que mais lhe causava prejuízos. Por pouco ele quase foi reprovado por faltar nota. Mas bom, nem todo ódio dura tanto tempo, independente do quão grande ele é.

Podemos dizer que para chegar na decisão de seguir como professor, ele precisou passar por várias outras áreas. A primeira foi na área de medicina, mas bom, ele morria de medo de sangue e desmaiou na primeira semana na faculdade. A segunda foi na área de informatica, mas ele não conseguiu se adaptar perto das pessoas, mesmo sendo muito inteligente e capaz de efetuar tudo perfeitamente. A terceira foi na área de artes, ele tentou algo como arte contemporânea, mas achou que seria melhor só ficar admirando. Ele gostava muito de arte, todos os tipos eram como uma parte da personalidade dele. Por último, ele tentou a carreira como professor, já estava à bastante tempo pensando em qual matéria lecionar, mas era muito difícil para ele, por ser uma pessoa bastante indecisa.   

Mas foi no dia em que a sua “mãe” resolveu lhe contar uma história, essa que lhe foi contada quando mais nova. Ela falou sobre a história dos companheiros de almas, uma história sobre almas gêmeas, uma história sobre seres destinados que só apareciam de 100 em 100 anos, era algo raro de se acontecer, e bom, poderia acontecer com ele já que a sua casta era rara. Foi a partir desse dia que todas as coisas mudaram, as coisas que ele tinha medo, desapareceram e ele finalmente decidiu o que gostaria de fazer. As coisas que Namjoon acreditava serem erradas e que em todo momento não deixavam de o perturbar, sumiram e abriram espaço para outras, essas que moldam a vida dele até hoje.

Podemos dizer que essa história, a sobre Almas Gêmeas, mudou muita coisa na sua vida, ele nem tinha ideia de que aquilo faria parte da sua história para sempre. Bem mais do que é possível. Foi com ela que ele decidiu ser professor, apenas isso foi o bastante para tudo mudar.

As pessoas ruins falam que ,Kim Namjoon, é um homem de personalidade difícil e por ser alfa, não gosta de ser contrariado. Mas isso é a mais pura balela, uma mentira mal contada e inventada por terceiros. Ele é sim um difícil de se lidar, mas isso só acontece por conta do preconceito que ele sofreu quando jovem e sofre até hoje, só por ser alguém diferente. O alfa é um jovem adulto na casa dos vinte anos, quase trinta, mas com uma personalidade de se invejar. Ele ainda era jovem, e o seu lobo era mais jovem ainda, como um pequeno lobinho eufórico, um pequeno lobo branco que adorava se divertir como uma criança. Mesmo não tendo muito tempo, ele tentava ao máximo não perder essa alma jovem, mas fazer era difícil, eram raras as vezes em que ele não estava nervoso ou estressado com algo. O seu lobo se tornava outro, e nesses casos ele virava uma outra pessoa, essa que não causava tanto espanto, mas sim um certo medo, um medo incontrolável. Graças ao Universo, a sua profissão influenciava muito no seu auto controle, e por isso ele vivia normalmente, ou quase, já que todos o  consideravam como um mero estranho. Nem levavam em conta o fato dele ser um ser humano, as pessoas prefeririam acreditar nos estereótipos impostos por elas mesmas.

Namjoon é um Alfa Lúpus, um raro ao ver dos outros, mas ao seu ver ele era um lobo normal como qualquer um. Filho de dois alfas, sim, dois alfas. Namjoon era filho de dois alfas, sendo um dos seus pais um Alfa Lúpus, e a outra uma Alfa comum. Aquela relação foi conturbada e isso influenciou na vida de Namjoon até certo ponto, ele não entendia muito bem como isso aconteceu e nem entendia o motivo da sua omma ter sacrificado a própria vida para lhe salvar. Namjoon por um certo tempo foi órfão, até um certo dia da sua vida, só era ele e o seu pai, Kim Taehyung. Eram só os dois, até Taehyung se apaixonar novamente e pedir a sua companheira em casamento.

Namjoon não interviu em nada, ele queria ver o seu appa feliz e por ele aceitaria tudo. De verdade, não foi tão difícil para o pequeno lobo se adaptar aquela vida. A nova esposa do seu pai, Jeon Somin, cuidou dele como uma verdadeira omma, e até realizou o seu desejo de ter um irmão, tudo parecia bom de mais para o Alfa, mas tudo tinha acontecido rápido demais. E por isso Namjoon se viu perdido depois de alguns longos anos. Ele não tinha uma ligação forte com Somin, como um filhote tinha com a sua omma, e por isso não conseguia compreender alguns chamados do seu lobo. Era complicado, mas ele conseguiu e consegue viver assim.

Ele sofreu muito por causa da sua classe, sofreu com as mudanças da sua vida, sofreu por não ter uma omma e sofreu porque não pôde seguir com o que queria. Mas bem, a sua vida não foi só sofrimento, ele também conseguiu ser feliz. Com o seu irmão ele pôde descobrir o que era uma amizade verdadeira, com a sua carreira ele conseguiu aprender muito, com os seus companheiros e alunos.

Por isso era estressante não ser compreendido pelos mesmos, os últimos citados. Ele só queria ter uma boa convivência com a sua turma, mas nem isso conseguiu. Por isso ele decidiu mudar instantaneamente e definitivamente, ele queria mudar as coisas e um trabalho com o tema que gosta muito, seria o melhor a se fazer. Almas Gêmeas eram alguns que estavam a muito tempo na sua vida e ele queria que isso ficasse presente na vida dos seus alunos, mesmo que eles não gostassem. Ele falou tudo bastante animado, mesmo com um certo pesar em relação aos alunos, mas ele falou tudo.

[...]

Após passar o trabalho, Namjoon saiu da sala determinado e um pouco culpado. É claro que a culpa ia o consumir, mas não esperava que dessa vez a culpa fosse dele, e não do seu lobo. Para ser sincero, ele não queria ter feito aquilo, não queria ter se exaltado com os seus alunos, mas foi preciso. Ele se arrependeria depois? Sim, mas isso é só um fato.

Bom, O Alfa decidiu que iria seguir o mesmo caminho que os seus alunos, iria sair da sala para fazer algo que goste, e só isso, era bem simples até. Mas bom, um ser parou na sua frente e interrompeu o seu caminho.

— O que você está fazendo aqui? Hoje não é o seu dia de lecionar. — Namjoon perguntou para o indivíduo, esse que estava bastante eufórico com alguma coisa, parecia ansioso, até de mais.

— Ah, eu resolvi lhe fazer uma visita, você gostou de me ver aqui? — Jungkook respondeu animado, mas aquilo parecia um pouco falso se fossem analisar as circunstancias, essas que pareciam bem óbvias para Namjoon.

— Visita? Jungkook, eu te conheço muito bem e sei que você só quer me enrolar. Além do mais, nós moramos juntos, e não tem motivo para visitar. Me fala, quem você veio ver? — Namjoon olhava para seu irmão, esse que estava um pouco nervoso, e bom, Namjoon já imaginava o motivo.

— Eu vim te ver, oras, quem mais seria o responsável para me tirar da minha maravilhosa cama só para vir em uma faculdade que me dar nos nervos? Você, é claro. —  Ele falava com um tom animado, mas os seus gestos não pareciam verdadeiros, ali tinha algo e Namjoon já imaginava o que seria.

— Jungkook pare de enrolar, eu sei bem quem você veio ver, mas sinto lhe informar que ele não veio hoje. — Namjoon seguia o seu caminho, estava pensando em ir em alguma lanchonete ou cafeteria do campus, precisava de algum lugar calmo para colocar a mente no lugar, e não se exaltar com mais nenhuma outra sala.

— Não veio? Nossa, eu vim em vão. — O Jeon abaixou a cabeça desanimado, e bom, ele entregou o verdadeiro motivo de estar lá.

— Eu sabia! Você nunca me enganou. — Namjoon gritou do nada, acabando por assustar o seu dongsaeng e algumas pessoas que estavam perto. Ele ficou um pouco envergonhado e acabou por pedir desculpas, se curvou para alguns e pediu desculpas silenciosamente ao seu dongsaeng.

—  Não precisa pedir desculpas, Hyung, eu sei o quanto você gosta de descobrir as coisas, e eu ainda sou muito transparente. — Jungkook acompanhava o seu Hyung calmamente, aquele não era o seu dia de ir para a Faculdade, mas bom, o seu Hyung descobriu o real motivo dele estar lá e não havia motivos para pedir desculpas.

— Olha Jungkook, eu tenho um tempo livre agora e sinto que devemos conversar, conversar sobre isso que tá acontecendo. — Namjoon encarou Jungkook de um jeito sério, eles já estavam próximos a cafeteria daquele lugar, e esse seria o momento certo para isso.

— Tudo bem Hyung, eu preciso mesmo conversar sobre isso.  — Jungkook suspirou após aquilo, era algo que ele temia falar sobre, mas o seu Hyung entendia das coisas, então seria fácil ele achar uma solução para aquele problema.

Razão e emoção são dois planetas que não habitam a mesma galáxia.  Você sabe que sua dor é superável, você sabe que amanhã vai encontrar um novo amor, você sabe que é uma felizarda por ter saúde, família, um teto para morar, mas você não sente assim. E o sentimento é poderoso. Comanda-nos. E a gente sucumbe. Feito um avião caindo do céu, feito refém de um assalto do coração. — Martha Medeiros

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


O que acharam?
Espero que tenham gostado, peço desculpas novamente por qualquer erro presente no capítulo.
Caso tenham alguma critica construtiva ou alguma coisa que te incomode, me chamem na mp e eu tentarei ao máximo consertar o erro.

Meu Twitter: https://twitter.com/Whaliennjn


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...