1. Spirit Fanfics >
  2. A Court Of Light And Shadows >
  3. Onde As Cortes Se Cruzam

História A Court Of Light And Shadows - Capítulo 31


Escrita por:


Capítulo 31 - Onde As Cortes Se Cruzam


Fanfic / Fanfiction A Court Of Light And Shadows - Capítulo 31 - Onde As Cortes Se Cruzam

O nariz de Azriel roçou minha pele exposta, ele beijava meu pescoço traçando caminho pela minha clavícula. A maciez de seus lábios me fazia suspirar.

Eu estava deitada na cama, usando um vestido cor de pérola brilhante com um decote em V, Az usava seu uniforme preto de batalha. Eu acariciava seus cabelos com os dedos, encarando o teto que imitava um céu estrelado.

Ele afastou os lábios da minha pele por uma fração de segundos.

— Quer me contar o que a está incomodando? – Ele pergunta, logo depois seus lábios voltam a encostar em minha pele.

Meu corpo contraiu.

— Não há nada me incomodando.

Ele grunhiu baixinho.

— Está mentindo para mim. – Ele responde, parando de me beijar e erguendo o corpo, olhando-me nos olhos – Ou, talvez eu só não beije tão bem quanto as fêmeas dizem.

Meus olhos arregalaram-se e ergui as sobrancelhas.

— Que fêmeas? – Perguntei, fazendo careta.

Ele sorriu.

Apoiou-se em uma das mãos, com a outra acariciou meu rosto. Seu polegar passeava por meus traços.

— Conversa comigo, Kyría.

Me virei para sentir seu toque. Apesar das mãos com cicatrizes incomuns seu toque era carinhoso.

— Quando a Guerra veio, e meu avô me trancou na torre, eu só saía quando precisava ajudar a curar alguns soldados feridos. Eu... Passei muito tempo lendo. E — Fecho os olhos e inspiro – Ademonthe tentou roubar seu coração, e, quando fui buscar Feyre naquela noite, ele fez um corte na minha mão e roubou algumas gotas do meu sangue. – Abri os olhos – Coração de encantador de sombras, sangue de iluminatéia... São ingredientes.

Azriel não demonstrou nenhuma reação.

— Ingredientes para quê?

— Algum tipo de feitiço ou Maldição. Não me recordo, precisaria voltar a torre e encontrar o livro que falava sobre isso.

Az suspirou, seu hálito era quente.

— Onde fica a torre?

Por alguns segundos eu prendi a respiração, fazendo com que ele ficasse tenso.

★ ★ ★


— No ponto onde todas as cortes se cruzam.

Rhys estava sentado em uma cadeira de ferro, Feyre em seu colo. Eu estava de pé, com Azriel ao meu lado, Mor e Cassian estavam sentados lado a lado de frente para os seus senhores. Amren, Lucien e Nestha estavam de pé, nos encarando na varanda. O sol já quase se pondo.

— Como isso é possível? – Quis saber a Grã-Senhora, ela riu – Não há como existir um ponto onde todas as cortes se cruzam.

Eu ia responder, mas Amren tomou a palavra.

— É claro que há!

— É como se fosse um reino perdido. – Rhysand falou – Só pode ser encontrado por aqueles que sabem onde fica.

Feyre estava, claramente, surpresa.

— E você acredita que ele está preparando algum tipo de Maldição? – Perguntou a concubina de cabelos loiros com um tom ácido.

— Foi o que acabei de dizer. – Respondi a altura.

Loira, chata e arrogante.

Cassian pigarreou. Depois de Rhysand ter conversado com todos de sua família, conseguimos nos resolver, e, agora, estávamos todos em reunião.

— Kyría – Rhys olhou para mim –, Mor – Voltou-se para ela – e Cassian. Vocês podem ir a torre e procurar o livro, quanto mais cedo soubermos com o que estamos lidando, mais cedo acabaremos com essa batalha. – Concluiu.

Todos começaram a resmungar. Eu me aproximei de Rhys, Falei em um tom que apenas ele e Feyre seriam capazes de escutar:

— Eu acho que, a missão seria melhor realizada se eu fosse com Feyre e Azriel.

Por algum motivo, o Grão-Senhor começou a sorrir.

— Feyre e Azriel não deixam você desconcertada. Agora, Mor? – O sorriso de Rhysand se alargou.

Canalha!

— Você está tendo um ganho pessoal com isso, não é? – Pergunto.

— Nós dois estamos – Diz Feyre – Olha, vocês duas são minhas amigas, e eu não aguento saber que vocês se odeiam. É uma oportunidade de vocês se conhecerem.

Olhei de soslaio para Morrigan.

— Se eu jogá-la pela janela da torre, vocês serão culpados por isso. – Minha voz soa um pouco mais alto do que eu gostaria.

Quando me viro, Lucien está parado bem ali, eu sorrio para ele.

— Sua espada. – Ele me entrega a Glavo del Luno – Deixou comigo aquela noite e não pegou de volta.

Eu seguro o cabo da espada.

— Obrigada. – Digo, ainda sorrindo.

Ele sorri de volta e pisca os dois olhos.

Quando Lucien sai do meu caminho, vejo a expressão indecifrável de Azriel.

— Algo errado? – Pergunto, baixinho.

Ele apenas nega com a cabeça, então Rhys o chama, e ele sai sem dizer nada.

— Arrume suas coisas, partiremos assim que o sol se pôr. – Morrigan se dirige a mim com superioridade.

Que o caldeirão me ferva! 


Notas Finais


• Eu vi algumas pessoas fazendo perguntas aqui e no Spirit sobre as sequências e o final de ACOLAS, então deixa eu contar:

O livro 1 é narrado pela Kyría e pelo Azriel e totalmente focado na parceria deles. A história da Kyría e do Azriel "termina" aqui.

O livro 2 se passa quase um ano após ACOLAS, é um crossover entre Trono de Vidro e Corte de Espinhos e Rosas e narrado por diversos pontos de vista diferentes. (Kyría e Azriel, logicamente aparecem e são peças chave da história)

O livro 3 é uma história de A Rainha Vermelha que se passa após o livro um, intitulada "Quando a Aurora Chegar" e nela Maven está de casamento marcado.

O livro 4 é narrado por ninguém mais, ninguém menos que... (Spoiler) O ou A Herdeira (o) da Kyría e do Azriel e é um crossover entre vários Universos: Trono de Vidro, ACOTAR, A Rainha Vermelha, Once Upon a Time...

• Ultimamente, eu comecei a fazer um curso de Escrita, mas não pretendo reescrever ACOLAS, mas quero ver a evolução da escrita nas próximas Histórias.

• Se eu chegar a 1K de seguidores no Wattpad até o dia 23/07 eu vou fazer uma maratona de 8 dias da história.

• Ultimamente, eu venho pensando em retirar a história do Spirit e deixá-la só no Wattpad, mas eu quero a opinião das Leitoras em relação a isso ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...