História A Criada - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias A Seleção
Personagens Adele Station, America Singer, Amy Everheart, Anna Farmer, Anne, Ashley Brouillette, Aspen Leger, Astra Orders, Avery, Bariel Pratt, C.C. Lands, Camille Astor, Carter Woodwork, Celeste Newsome, Clarissa Kelley, Eadlyn Schreave, Elayna Stoles, Elise Whisks, Elizabeth O’Brien, Emily Arnold, Emmica Brass, Fiona Castley, Gavril Fadaye, Hannah Carver, Janelle Stanton, Jenna Banks, Kayleigh Poulin, Kile Woodwork, Kriss Ambers, Laila Toil, Leah Sacks, Lucy, Lyssa Bow, Markson, Marlee Tames, Mary, Maxon Calix Schreave, May Singer, Mia Blue, Mikaela Coveny, Natalie Luca, Olivia Witts, Personagens Originais, Princesa Daphne, Princesa Nicoletta, Rainha Amberly, Reeli Tanner, Rei Clarkson, Samantha Lowell, Shalom Singer, Sosie Keeper, Tallulah Bell, Tiny Lee, Tuesday Keeper, Zoe Peddler
Tags América, Aseleção, Aspen, Maxon
Visualizações 57
Palavras 320
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Literatura Feminina
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - O Jantar


Maxon

Assim que saí do quarto junto com Marlee, ofereci meu braço a ela que o segurou com delicadeza.

Andamos pelos corredores até chegarmos na porta que dava em frente ao jardim.

—Jardim? Nós não íamos...-Disse ela, quebrando o gelo.

—Não se preocupe. Vamos jantar, mas não junto aos outros. -Sorri

Observei ela relaxar alguns músculos do corpo e logo em seguida continuei

—Agora, esse é o momento em que eu vendo você.

— O quê?

Eu sorri e tirei um pano do meu bolso

—Só confia em mim.

Ela pareceu tensa mas sorriu assim que eu cheguei alguns centímetros perto do seu rosto.

Vendei ela e fui guiando a mesma.

Ela ia num modo devagar quase parando, parando a cada passo. Era engraçado de se vê.

—Mais dois passos e... Chegamos.

Posicionei ela e tirei a venda.

Seu rosto ganhou um semblante maravilhado, percorrendo cada lugar do pequeno jardim improvisado.

Uma parte do jardim estava cercado com muros ingleses. Na grama, tinha várias almodadas. Sem cadeiras. Várias pétalas de rosas espalhadas, vasos com girassóis, tulipas e várias outras flores. Sem contar nas velas, para dá um ar mais romântico

Pedi para posicionar um pano para que nos pudéssemos comer sem sujar a grama.

No cardápio tinha de tudo. Tortas, vários tipos de suco, chá. Comidas mexicanas, inglesas, japonesas, etc.

—É...É perfeito.

Ela virou pra mim e seus olhos estavam brilhando e sorri sentir seu abraço.

Era delicado, aconchegante, e leve.

Senti o cheiro do seu perfume adocicado e a vontade de ficar naquele abraço só aumentava.

Quando de repente um barulho alto ganha som no lugar.

Ela começa a rir. Rir muito alto.

—Acho que a vossa alteza deveria comer um pouco - Ela diz tentando conter a risada.

Eu também Tava rindo. Mas o que eu queria mesmo era cavar um buraco e me enterrar.

—Vamos, não fique constrangido, me perdoe por rir.

Dessa vez foi a minha vez de gargalhar.

—Não se desculpe, meu bem! Nada que um bom jantar, com uma bela moça não pare toda essa barulheira da minha barriga.

Nós rimos e fomos jantar.


Notas Finais


Devo escrever mais capítulos grandes ou desse tamanho está bom?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...