1. Spirit Fanfics >
  2. A criminous - Noany >
  3. "É vidente agora?"

História A criminous - Noany - Capítulo 42


Escrita por:


Capítulo 42 - "É vidente agora?"


Any: Noah!! - dou um berro e o garoto se assusta, digamos que eu atrai mais atenção do que o necessário  - eu quero - aponto para um quiosque com algumas brincadeiras e um monte de bichinhos de pelúcia em volta


Noah: Ah não Any - não lhe dei ouvidos, fui logo puxando o menino parque a dentro, à essas horas já estávamos um pouco longe da praça 


Vendedor: Bom dia, vamos ver se hoje é seu dia de sorte garotão? - ele ajeita as armas e em seguida o Noah se senta na cadeira que havia ali


Any: Tô confiando em você - sorrio maroto e pisco um olho, o americano era realmente bom em pontaria 


Noah: Você se esqueceu que eu tenho uma ótima mira? - ele sorri de volta e começa a atirar nos desenhinhos que se mexiam ao fundo da barraca 


Any: Vai Noah! Você não tá acertando nenhum - eu só estava botando pilha nele, ele estava acertando todas, eu fiquei feliz né, ganhamos o prêmio 


Noah: Toma - me entrega um ursinho de pelúcia e eu sorrio 


Any: Nhaaaa - agarro o ursinho e o garoto me olha torto 


Noah: Eu hein - faz uma careta e eu rio, até que uma criança vem até nós 


Xx: Oi tia.. você é muito bonita - sorrio, a garotinha tinha um brilho nos olhos toda vez que me olhava 


Any: Obrigada anjinho - me agacho ficando do mesmo tamanho da baixinha - qual o seu nome? 


Xx: Valentina - sorriu envergonhada - vocês namoram?


Any: Não - eu vejo o seu rosto se entristecer


Tina: Formariam um belo casal- da de ombros 


Noah: E o que te trouxe aqui? - ele também se agacha 


Tina: Esse ursinho.. ele é muito bonito - nós rimos


Noah: Você quer ele? -  ela balança a cabeça positivamente, a garota tinha um sorriso de orelha a orelha - dá ele pra ela Any - me encara 


Any: Mas Noah! - me emburro e ele bufa 


Noah: Vamo Any, entrega o brinquedo pra garota - se levanta cruzando os braços, ele tava sério 


Any: E eu faço o que depois? - me levanto também, ainda segurando o brinquedo de pelúcia marrom que tinha ganhado do garoto 


Noah: Depois eu compro outro - arranca o bichinho das minhas mãos e entrega para a garota 


Tina: Obrigada, agora eu tenho que ir, minha mãe tá me chamando - nos despedimos com beijinhos na bochecha e logo ela corre para longe, eu estava feliz em vê-la feliz, mas ainda assim triste porque queria meu bichinho de volta 


Noah: Você é pior que criança, credo - faz uma cara de nojo e continua a andar, me fazendo rir 


Any: Eu sou apenas um bebê que cresceu - rimos, e o moreno confirma com a cabeça 


Noah: Eu percebi - o empurro para longe, ambos estávamos rindo muito, eu nunca havia tido um dia tão bom assim com ninguém, o Noah realmente tinha seu jeitinho especial de me alegrar e me estressar, ele é diferente


Any: Você não pode dizer nada, você é igual a mim - me aproximo ainda rindo


Noah: É por isso que você me ama - sorriu convencido, me abraçando, confesso que ainda não me acostumei com esses atos de carinho trocados entre eu e o Noah


Any: Quem te disse isso seu convencido? Sabe.. isso é o que mais me irrita em você, esse seu convencimento - o garoto umedece os lábios, ele tinha um sorriso de canto perfeito estampado no rosto


Noah: Não precisam dizer nada, eu sei - suas mãos agora estavam em minha cintura, as minhas em volta do seu pescoço, eu estava doida para beijá-lo


Any: Você é vidente agora? - sorrio aproximando nossos rostos 


Noah: Eu não diria vidente, mas sim observador - sorriu convencido, como eu amo esse sorriso, se controla Any


Any: Já que você adivinhou o meu desejo, faz ele se realizar logo que eu não aguento mais essa tensão que está aqui, eu não sei o que você faz comigo, é macumba? - talvez eu tenha quebrado completamente o clima, o Noah se afastou de mim e agora estava rindo igual à um doido que acabara de sair de um hospício..




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...