História A culpa não é minha... - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Culpa, Magia, Mistério luta, Suspense
Visualizações 11
Palavras 378
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Eu não deveria postar de novo , mas tô empolgada e outra , o capítulo tudo curtinho como sempre , então não faz mal ter mais .
Espero que gostem e podem comentar o que acharam .
Tenho que admitir que foi divertido escrever essas míseras palavras .
Acontece o que : ou eu demoro 10 anos para postar um capítulo curtinho , ou vou postando vários capítulos curtos num dia


Desculpem os erros e Boa leitura

Capítulo 9 - Nos vamos namorar !


- amanhã teremos um jantar em família -

Minha irma falou quando entrou no meu quarto com minha mãe

- e ?

- e que estou namorando e quero apresentar meu namorado para minha família .Não sou encalhada que nem você. Pelo menos uma de nos tem que dar netos aos nossos pais não é mesmo ? .- falou , sem ligar para o olhar de minha mãe sobre ela .

Dei uma gargalhada irônica

- Pelo menos a encalhada aqui não perdeu a virgindade aos 14 .-

E então as duas olharam para mim com os olhos arregalados . Nunca revidei . Mas digamos que , David me ensinou alguns truques bem úteis .

Ashley suavizou a expressão e arqueou a sobrancelha

- ah , por favor val , nem ao menos um namorado você tem -

- quem disse que não? -

Naquele momento pensei :

Teremos valerie assada para nossa janta em família.

Me senti uma idiota

Ok , a mentira até que cola um pouco , pois meus pais veem que eu comecei a sair muito , para o treinamento, Mas eles não sabem disso . Então a explicação mais óbvia para eles seria eu ter um namorado.

Minha irmã sorriu e falou :

-então o traga amanhã para a janta , para apresentá - lo para nossos pais -

As duas saíram do meu quarto .

- Ah não mereço !-

-o que você não merece baixinha ? -

E lá estava a solução para meus problemas.

Apontei para David

- você - falei

Ele me olhou confuso

- você ! Você ! - abri um sorriso .

Se estivéssemos em um desenho animado , tenho certeza que naquele momento uma lâmpada iria acender a cima da minha cabeça . Afinal , eu e ele éramos praticamente amigos , ele não poderia dizer não , ou poderia ?

Acabou que eu tive um ataque , e não parava de falar a palavra "você".

Acho que sai um pouco da casinha

Num ato rápido David segurou meus pulsos fracamente , olhou nos meus olhos e perguntou :

- do que você está falando valerie ? -

Por um breve momento ele direcionou o olhar para meus lábios , e depois voltou a olhar aos meus olhos

- nos vamos namorar! -


Notas Finais


Isso tá me divertindo muito !


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...