1. Spirit Fanfics >
  2. A cunhada >
  3. “Um amor de cunhada”

História A cunhada - Capítulo 1


Escrita por: UniversalSide

Notas do Autor


Relato

Capítulo 1 - “Um amor de cunhada”


Fanfic / Fanfiction A cunhada - Capítulo 1 - “Um amor de cunhada”

Meu nome é Bia, tenho 26 anos e minha história é sobre o dia em que descobri que estava sendo roubada dentro da minha própria casa…


Desde pequena sempre fui muito vaidosa e mimada pelos meus pais. Por ser a única neta, sobrinha e filha mais nova mulher da família, recebi muita atenção e cuidado de todos. Entretanto, isso não me tornou uma pessoa maluca, egoísta ou mesquinha, pelo contrário, me fez agradecer pelo o que tenho e ter a consciência de que sou extremamente privilegiada. 

Esclarecidas algumas coisas, tudo começou quando meu irmão apresentou pra família uma nova namorada. Acho que ela era a namorada número 14, mas não tenho certeza. A questão é que ele quase nunca levava qualquer garota pra gente conhecer, ou seja, a coisa era realmente séria entre eles.

Passados três meses, minha relação com a Amanda, que era a minha cunhada, costumava ser de boa, sem muitas emoções ou uma forte amizade. Eu me lembro de trocarmos cumprimentos, curtidas, comentários nas redes sociais. Houve vezes em que assistimos filmes até tarde lá em casa. Era tudo muito de boa!

Algum tempo depois, estava eu me arrumando para sair e comecei a sentir falta de algumas coisas dentro do meu closet, algumas pulseiras e acessórios. Mas, era totalmente possível que eu tivesse esquecido na casa de alguma amiga e, certamente, eu encontraria e pegaria de volta depois. Entretanto, a coisa começou a se tornar um pouco bizarra.

De pulseiras a brincos, percebi que passaram a sumir roupas e até alguns calçados. Então, fui até minha mãe e perguntei se ela havia doado aquelas coisas pra alguém, já que em algumas ocasiões ela havia feito isso com coisas que eu, claramente, não usava mais, mas ela me afirmou que não sabia de nada e eu comecei a ficar com uma pulga atrás da orelha. Não havia uma explicação lógica para aquilo. 

Certo dia, estava eu com mamãe jantando e vi de relance a tela do telefone dela com uma foto que me chamou a atenção, me aproximei e vi o instagram da minha cunhada, que eu nem sabia que ela tinha. Perguntei pra minha mãe qual era o perfil pra eu poder seguir, mas, pra minha surpresa ela havia me bloqueado. Pedi o celular da mamãe pra olhar o perfil e de cara comecei a me tremer toda. O feed da condenada estava repleto de fotos com todos os looks e acessórios que haviam sumido do meu quarto. 

Naquele momento eu gritei, chorei e berrei de tanta revolta. Mamãe tentou me acalmar, mas eu não me contive. Peguei meu carro e fui até o apartamento da ladra, avisei no interfone que era eu e ela autorizou minha entrada. Assim que abriu a porta foi recebida com um soco na cara. Ela caiu no chão sem entender, mas assim que eu comecei a chamá-la de vagabunda, ladra e outros nomes, ela entendeu do que se tratava. Dei tantos tapas na cara dela, arranquei um tufo de cabelo e fiz ela pegar minhas coisas com os dentes de dentro do guarda roupas. 

Saí dali revitalizada. Na mesma semana meu irmão terminou com ela. Entretanto, 6 meses depois os dois voltaram e se casaram. Hoje eles têm 2 filhos que são sobrinhos que amo de paixão e mantemos uma relação saudável. Ninguém comenta sobre o ocorrido e fingimos demência sobre o assunto. Vida que segue, acho que ela aprendeu a lição…



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...