1. Spirit Fanfics >
  2. A Cura para Todo Mal -(Imagine BTS) >
  3. Uma viagem, para nunca mais voltar.

História A Cura para Todo Mal -(Imagine BTS) - Capítulo 23


Escrita por:


Notas do Autor


Olaaaaaa! Depois de um tempo, eu voltei. Hihi
Me perdoem pela demora! Eu não se vocês viram a mensagem (comentário), que eu deixei no cap anterior, com outra conta! Pois eu tinha perdido essa e não estava conseguindo entrar nem postar caps... Mas agora consegui! Só quero avisar que eu ainda estou sem celular, eu mexo no da minha mãe, mas pelo fato do celular ser dela, eu não posso está postando à todo momento nem mexendo sempre, então eu peço que vocês sejam compreensíveis, uh? Obrigada pelos favoritos e eu amo vocês! Sinto muito pelo cap pequeno, é só que eu estava ansiosa para postar algo logo, pra vocês não desistirem da Fic... em fim, obrigada!💚

Capítulo 23 - Uma viagem, para nunca mais voltar.


Fanfic / Fanfiction A Cura para Todo Mal -(Imagine BTS) - Capítulo 23 - Uma viagem, para nunca mais voltar.

POV's Bia On 

(08:00 manhã)


(Desço as escadas indo direto para a cozinha, logo me deparando com minha tia fazendo o café da manhã. Eu realmente estou muito irritada por ontem, principalmente por que a conversa acabou daquele jeito, e ela não me explicou mais nada! Sento na cadeira e pego um pedaço de pão com geleia evitando ao máximo falar com Ela, mas foi impossível)


S/m- Bom dia Beatriz. (Fala botando uma jarra de suco em cima da mesa)

Bia: Hm...

S/m- Garota, você  tem problemas de audição?

Bia: Qual é a sua tia? (Encara S/m)

S/m- Qual é o seu problema para falar comigo desse jeito? Esqueceu que eu sou sua tia?

Bia: Você lembra muito bem de ontem, certo? Você sabe o motivo pelo qual estou assim!

S/m- Eu já disse para você esquecer essa história Beatriz.

Bia: Mas eu não vou! Como assim S/n não é sua filha? E já que ela não é a sua filha, por que você a trata daquele modo?

S/m- Ok Beatriz, você quer saber tudo, certo? Então eu irei te contar.

Bia: Por favor né! 


(S/m senta na cadeira, na frente de Bia e começa a falar)


S/m- Eu tinha uma melhor amiga, o nome dela era Marina, nós só vivíamos grudadas uma na outra, até que teve um tempo em que ela vivia me falando de um cara que conheceu no mercado, e que trocaram números... passou um tempo, e eles resolveram namorar, quando ele foi pedir para os pais dela, eles não deixaram de jeito nenhum, e ainda proibiu Marina de vê-lo. Eu realmente nunca vi Marina tão triste nesses dias! Marina vivia me dizendo da vontade dela de casar e de ser mãe, eu sempre fazia careta, já que o que eu queria, era diferente dela, eu só queria me formar e viajar o mundo. Eu nunca quis ser mãe! Então teve um dia que Marina me contou que iria se encontrar com o Bruno, o garoto que ela queria namorar! Ela iria encontrá-lo a noite, quando os pais dela estivessem dormindo, ela iria fugir. Eu tentei de várias formas fazer com que ela entendesse que seria uma péssima ideia, mas ela não me deu ouvidos e ficou com raiva de mim. Então quando chegou na noite, ela se certificou de que os pais estavam dormindo e fugiu... Eu não sei onde eles se encontraram, mas sei que teve um dia que ela apareceu na minha casa completamente louca, e gritando para que eu fosse atender a na porta. Quando eu o fiz, ela começou a chorar desesperada, e eu sem entender, só a abracei e depois perguntei o que houve, nunca que passaria pela minha cabeça que ela diria que estava grávida! 

Bia: Nossa...

S/m- Eu fiquei paralisada, eu sabia quer aquilo era um problemão. E então primeiro eu tentei acalma-la, depois de um tempo, ela me disse o que tinha acontecido, e depois eu disse que de alguma forma os pais dela iriam descobrir mesmo que ela não contasse. Ela me disse que iria contar, mas não naquele momento... passou um tempo e a barriga dela já estava a mostra, e então foi naquele momento que ela foi falar com os pais... Quando ela falou, o Pai dela queria a obrigar a retirar a criança, no caso, fazer um aborto. Ela não quis, foi totalmente contra, e então ela foi expulsa de casa! Ela foi diretamente para a casa de Bruno, o qual o acolheu de todas as formas, ele ainda não sabia sobre a gravidez, depois que ela contou, ele demorou um pouco para digerir o que ela tinha falado, mas diferente do que ela pensava, ele a acolheu ainda mais, a mãe de Bruno também, e até ficou feliz em saber que ganharia um netinho ou uma netinha, mas como nem tudo são flores... (chora)

Bia: O que houve tia? (Arregala os olhos)

S/m- Marina já estava perto de fazer 9 meses de gestação, eles comparam um apartamento não muito longe da casa da mãe de Bruno, e no dia que eles iam se mudar, o Pai de Marina ficou sabendo e foi atrás da filha, logo causando um acidente quando resolveu entrar no caminho do carro de Bruno... Bruno morreu no local, Marina foi levada as pressas para o hospital, o Pai de Marina fugiu, e quando eu fiquei sabendo, corri o mais rápido que pude até o hospital, com as pernas bambas, me deixaram vê Marina antes dela entrar na sala de cirurgia, ela estava consciente, mas muito machucada. Eu peguei nas mãos dela, trêmulas, logo desabando em choro. Antes dela ir, ela me pediu para olha-lá e não desviar o olhar, e eu o fiz. E então ela me pediu para prometer que se ela não voltasse viva da sala de cirurgia, era pra mim cuidar da filha dela! 

Bia: Putz... Então, era... a S/n? (Lacrimeja)


(S/m assente)


S/m- Eu disse para ela parar de loucura, pois ela voltaria viva sim da sala de cirurgia, mas ela somente pediu para mim que eu prometesse, e assim ela ficaria aliviada. Ela pediu tão séria, que eu não tive como negar. Eu assenti, e ela deu um sorriso doloroso e pegou na minha mão, disse que eu fui muito importante pra ela, e que ela ficaria eternamente grata se eu cuidasse do bebê. E eu não tive palavras, somente chorei e dei um beijo em sua testa. E assim ela foi levada para a sala de cirurgia!

Bia: Eu... sinto mu-muito! (Chora)

S/m- Obrigada... (limpa as lágrimas)- Passando Segundos, minutos, e longas horas, uma médica veio até mim e me disse que sentia muito, e que ela não resistiu aos ferimentos! Eu me culpei, eu não consegui acreditar, até então, ela me dizer que a bebê estava bem E saudável, e disse também que Marina tinha dito que eu seria a responsável por ela, sim, por ela, ela disse, é uma menina, uma menininha muito linda! Ela só precisa ficar algumas horas em observação e depois deixaremos você vê-la! E ela saiu! Depois que eu tentei digerir o que ela tinha acabado de falar, eu realmente senti uma raiva muito grande por essa criança, pois para mim, foi por culpa dela que isso aconteceu. Se ela não tivesse vindo ao mundo, isso não teria acontecido! Depois de tudo, eu a levei para casa, meus pais deram o nome de s/n, eles quem cuidavam dela, eu não fazia questão nem de olha-lá, minha raiva só crescia! Ouvir as risadinhas de S/n quando era bebê, me vinha uma vontade de levá-la a um orfanato, mas meus pais não deixaram...

Bia: Tia... mas você sabe que a culpa não é de S/n, ela era só uma criança...

S/m- Sim, eu sabia, só não queria admitir para mim mesma... depois de 4 meses, eu conheci um homem, no caso, o seu tio, namorei com ele e depois de 1 mês casei, eu ainda não aturava S/n. Meus pais faleceram e a situação só piorou, então eu contei toda a história a sua tio, e ele disse que seria um pai maravilhoso para a S/n, e até hoje ele é! Mas eu não conseguia... Quando S/n sumiu, eu realmente fiquei feliz, e nem fiz questão de procurar por ela! Mas eu sei o quanto S/n sofreu comigo... e eu sinto muito!

Bia: Mas você pode mudar isso agora tia, ainda dá tempo!

S/m- Eu vou concertar tudo, mas por favor, não conte nada pra ela, eu juro que vou contar, mas eu também preciso de um tempo...

Bia: Tudo bem...

S/m- Vou para o quarto agora. 

Bia: Ok... Tia, obrigada por contar.

(S/m sorri e sai)


POV's Bia Off

  

POV's Yoongi On


Yoon: S/a, deixa que eu pego isso pra você. (Corre até S/n É pega a caixa que estava nas mãos da mesma)

 S/n- Não precisa Yoon... (da um selinho no mesmo)- Bom dia. 

Yoon: Bom dia meu anjo. Pra onde você vai levar essa caixa?

S/n- Para o meu quarto, por favor.

Yoon: Ok. (Leva até o quarto de S/n, e a mesma vai junto)

S/n- Pode deixar aqui meu amor. (Aponta para o lugar e Yoongi põe a caixa)

Yoon: Vem cá, me dá um abraço. 

(S/n abraça Yoongi)

S/n- Está carente? (Ri passando as pontas dos dedos no braço do mesmo)

Yoon: Só não acredito ainda que você é minha namorada. (Mexe no cabelo de S/n)

S/n- por que você ainda não acredita? (Olha para o rosto de Yoongi, o qual estava com os olhos fechando e com um sorriso bobo)

Yoon: Eu não sei... Eu achava que eu não era digno de ser o seu namorado, você é tão perfeita. 

S/n- Yoon... não fala isso. Você é muito mais que perfeito, principalmente pra mim!

Yoon: Eu te amo s/n.

S/n- Eu te amo Min Yoongi!


(Yoongi aperta mais o abraço)


S/n- Yoon... Você está me sufocando. (Ri)

Yoon: Desculpa meu bem. Eu só estou feliz! (Ri)

S/n- Eu sei bobo. (Aperta as bochechas de Yoongi)

Yoon: Para de apertar. (Faz uma careta fingindo está bravo)

S/n- O gatinho ficou bravo, uh?

Yoon: Aaa, o que eu faço com você garota? Eu não sou tão amável assim, isso é tudo culpa sua. Rum. (Faz cócegas em S/n)

S/n- Se acostume meu bebê. (Ri)

Yoon: Você não existe.

(Ambos ri)


POV's Yoongi Off


 POV's Jungkook On


JK: Jimin, para de graça, eu já disse que ele é somente uma amigo de infância! (Fala seguindo JIMIN até a cama)

JM- Ok Jungkook, eu já disse que não ligo. (JIMIN tenta se virar para o lado oposto de jungkook, mas o mesmo o segura e vira para si)

JK: Eu te conheço o suficiente para saber que você continua bravo, porém, sem motivos!

JM- Sem motivos? (Encara jungkook)

JK: É, sem motivos Jimin! Qual motivos teria para você ter ciúmes, uh?

JM- Ele é muito bonito!

JK: Pelos deuses... (suspira e passa a mão pelos cabelos)- primeiro, ele namora, e com uma menina. Segundo, mais lindo que você, não existe pra mim! Terceiro, Eu te amo. Não acha isso o suficiente?

JM-...

JK: Eu amo quando eu te deixo sem palavras assim. Fica tão fofo Jimin-ssi! (Passa a mão pela bochecha de Jimin)

JM- Idiota. (Ri colocando as mãos no rosto)

JK: Agora é sério. Eu te amo Jimin!

JM- Eu também te amo, Jungkook... (beija o mesmo)


POV's Jungkook Off


POV's S/n On


S/n: Amor...

Yoon- Hum?

S/n: Eu estava pensando esses dias em uma coisa...

Yoon- O que? (Pergunta sem desviar os olhos da TV)

S/n: Você ficaria tão sexy se fizesse uma tatuagem... não que você não seja, mas, sabe... ficaria ainda mais sexy!

Yoon- Eu não quero fazer uma tatuagem S/n.

S/n: Ham???

Yoon- Eu não quero fazer uma tatu...

S/n: MAS POR QUE MIN YOONGI?

Yoon- Ah amor... Eu só não tenho vontade... Sei lá, tenho medo de me acharem um esnobe!

S/n: Aaaa amor... só umazinha vai. E outra, a vida é sua, você faz dela o que bem entende, mas eu sei que os armys não te achariam um esnobe, pelo contrário, elas amariam! Você não viu o surto quando o Kookie apareceu com a dele? Todos amaram. 

Yoon- Yaah S/a... ainda não sei se é uma boa ideia.

S/n: Mas pensa nisso amor, por favorzinho? (Faz aegyo)

Yoon- Tá bom, garota chata. (Abraça a mesma, e ambos ri)


POV's S/n Off


POV's Taehyung On


(Tae estava ligando em vhamada de video para uma amiga que tinha conhecido em um evento, mas estava muito nervoso... como diabos aquela garota mexeu tanto com ele?)


Tae: O-oi, Sasa. (Acena e fala baixo)

Sara- Olá Tata. (Sorri)- por que você está falando baixinho?

Tae: Por que não quero que ninguém nos atrapalhe! (Ri)- sabe, os meninos são bem curiosos.

Sara- Aah, entendi. (Ri)

Tae: Como você está, Sasa? (Pergunta tímido)

Sara- Estou bem Tata, mas você... por que está tão tímido? 

Tae: AAAH. (Vira o rosto)- Eu estou com vergonha.

Sara- de mim? (Ri)

Tae: Jamais! É que... Você é tão linda, e... e eu não sei como reagir!

Sara- Tata, para com isso. Você é tão lindo... Eu acho que estou... Ah, deixa.

Tae: Tá o que?

Sara- Esquece.

Tae: Pode me contar, juro que sou bom em guardar segredos.

Sara- Você definitivamente é um anjo Tata. Mas agora não posso contar, sério! Prometo que quando eu puder, eu te conto.

Tae: Tá bom. Quando podemos nos ver?

Sara- Amanhã às 19:30, você está livre?

Tae: Prometo que sim!

Sara- Vice6nao existe. (Ri)- Tata, preciso ir, minha mãe está me chamando. Beijos!

Tae: Beijos Sasa. Até amanhã!

Sara- Até. (Desliga)

Tae: Eu acho que estou apaixonado. (Ri)


POV's Taehyung Off


POV's Jin On


Jin: Kim Namjoon, eu não acredito que você quebrou esse vaso novo que eu comprei ontem!

 Namjoon- Eu te dou outro vaso Hyung. Mas eu não fiz por mal!

Jin: Nem vem, toda vez é a mesma história. Eu não fiz por mal, Blá blá blá... (revira os olhos)

Namjoon- É sério, eu juro que eu não queria quebrar. Foi sem querer!

Jin: Ok Namjoon, ok! Eu sei que você é a pessoa mais desagrada do mundo, e eu não vou te julgar por isso... Mas pelo amor, MEU VASO NOVO!

Namjoon- Eu compro outro.

Jin: Acho bom hein, acho bom.


POV's Jin Off


POV's Hoseok On


Hoseok: Aiiii quero viajar.

Jin- não se preocupe, logo logo vamos.

Hoseok: Mas eu quero ir sozinho.

Jin- Vai se foder então. Eu em

Hoseok: ué? Vai tu folgado... se intrometer nas conversas dos outros.

Jin- você está paranoico? Por que você estava sozinho.

Hoseok: de vez em quando é bom falar com o nosso próprio eu, não acha?

Jin- É... talvez 

Hoseok: Por que talvez?

Jin- as vezes é doença 

Hoseok: me poupe me economize

Jin- Eu sabia que faltava pouco para você virar um vovô de 80 anos e ficar paranoico.

Hoseok: vai procurar o que fazer.

Jin- não tenho muitas opções, sinto muito!

Hoseok: então vai pra puta que pariu e me deixa em paz. (Mostra a língua e sai)

Jin- atrevido. 


POV's Hoseok Off


*continua...*


Notas Finais


O que acharam desses altos e baixos? Da revelação da "mãe" de S/n, E dos momentos fofos dos "casais"? Eu tô me sentindo adorável. Akakakaka
A Fic toma um rumo por si própria, e pelo que eu estou vendo, algo vai acontecer, hummm... aguardem!😗✌🏻


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...