História A dama de ferro! - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Homossexual, Romance
Visualizações 12
Palavras 1.052
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 6 - Capítulo seis


Dominique acordou cedo,coisa que pra ela já havia se tornado rotina. Como era sábado e não teria que ir à empresa resolveu passar um tempo na piscina de sua casa para relaxar um pouco.

Pôs o biquíni,vestiu um shorts curto e saiu do quarto. Na escada,encontrou Ravena que ia subindo com cara de sono e aparentemente estava chegando da balada.

- Tô vendo que aqui virou a casa da mãe Joana mesmo.

- Bom dia pra você também,Dominique.

- Você deveria se envergonhar de andar por aí cheirando à bebida e motel barato.

- Como se você nunca tivesse passado por isso né,vai pra piscina?. Perguntou vendo os trajes da outra.- Acho que vou te acompanhar,nada melhor que um mergulho pra me manter acordada.

- Só toma um banho antes. Falou Dominique.- Vai saber o que andou fazendo a noite toda.

- Sexo Dominique,sexo selvagem mas não tente imaginar porque você não sabe o quê é isso. Ravena falou e a outra revirou os olhos deixando-a sozinha.


O sol estava alto e Dominique se recostou em uma cadeira à beira da piscina lendo uma revista,ficou tão concentrada que nem percebeu Ravena se aproximando e pulando na água fazendo com que esta espirrasse molhando completamente a morena e sua revista. A mulher se levantou irritada.

- Por acaso você é suicida? Porque se for posso resolver seu problema agora mesmo. Ela falou com um olhar assassino e Ravena sentiu medo,conhecia Dominique há tempo suficiente para saber que ela era bem capaz de entrar na piscina só para lhe matar afogada.

- Desculpa,eu escorreguei. Falou e mesmo a outra não acreditando muito voltou a se sentar. Ravena saiu da água e se sentou perto dela.

Ao reparar na foto que Dominique olhava tão atentamente na revista,Ravena falou:

- Pensando em ir na Paradise?

- Você conhece?. Perguntou olhando para a outra.

- Já estive lá algumas vezes,por quê?

- Pertence à um acionista lá da empresa,me propôs sociedade. Até me mandou cartões de entrada vip mas nem me lembraria disso se não tivesse visto a foto agora.

- Você deveria aproveitar isso,lá é um ótimo lugar. O point sensação da cidade. Ravena falou e a outra pareceu pensar um pouco.

- O quê acha de irmos lá hoje? Não tenho nada melhor pra fazer mesmo. Disse Dominique

- Não diga mais nada,tô dentro. Respondeu a outra animada.

Resolveram se refrescar um pouco e entraram na água,logo Katherine estava lhes fazendo companhia. Ravena se aproveitou da situação já que Dominique evitava lhe fazer ameaças na frente da irmã,porém não achou prudente ficar perto da morena dentro da água então estava sempre junto de Kath.


Nove horas da noite...

Dominique descia a escada pronta para conhecer o tal point sensação que na verdade não passava de uma boate de luxo. Ela usava um vestido preto colado de mangas compridas que ficava bem acima dos joelhos deixando suas coxas torneadas à mostra,um coque bem feito no cabelo deixando apenas alguns fios soltos próximo ao rosto,maquiagem bem feita,batom vermelho e saltos da mesma cor.

- Uau,vestida pra matar. Hoje você sai da seca. Ravena falou observando a morena descer os últimos degraus. Ela também usava um vestido só que azul e bem decotado,saltos pretos,maquiagem leve e cabelos soltos.

- Vamos logo antes que eu me arrependa de estar saindo contigo. Dominique falou e seguiram caminho em uma Range Rover branca.


********************************

Ao chegarem no local,viram uma enorme fila de pessoas que aguardavam uma vaga para poderem entrar,Dominique foi diretamente ao segurança da portaria e assim que mostrou suas credenciais Vip ela e Ravena tiveram suas entradas liberada.

O ambiente lá dentro apesar de cheio de gente e som alto era bem tranquilo,espaçoso e muito bem decorado.

- Vai ficar aí parada ou vai se divertir?. Ravena perguntou e a outra nada disse.- Ok eu tô indo,tenta não matar ninguém. Falou e sumiu no meio do povo.

Dominique resolveu tomar algo e se aproximou do balcão.

- O quê vai beber?. Uma moça lhe perguntou

- Um Dri Martini,por favor. Disse e se sentou em um banquinho em frente ao balcão.

- Aqui está. A moça lhe entregou a bebida.

- Obrigada. Falou e tomou um gole.

- Olá. Um homem novo,bonito se aproximou.- Posso te fazer companhia?

- Não. Disse ela voltando sua atenção ao seu copo

- Por quê?

- Não estou interessada.

- Posso te fazer ficar. Ele insistiu.- Se seu negócio for dinheiro posso dar um jeito nisso.

Dominique virou se para o homem e com a mão espalmada fez um movimento de baixo pra cima atingindo o em cheio no nariz,o sangue escorreu logo depois. Já ia avançar sobre ele quando sentiu alguém lhe puxando.

- Ei,o quê eu disse sobre não matar ninguém? Te deixo sozinha por cinco minutos e você já quebra o nariz de um cara. Falou Ravena.- Vem,vamos tomar uma bebida. Levou-a para o balcão novamente.- Dois drinks,por favor. Pediu à moça e logo foi atendida.

Ficaram um tempo ali bebendo,foram dançar e beberam mais um pouco. Tirando a confusão que ocorrera,a noite seguiu bastante animada.


******************************

Dominique se mexeu sentindo um grande desconforto,abriu os olhos e viu que estava deitada sobre um sofá comprido com uma moça do seu lado. Sentou se e o movimento fez a mulher abrir os olhos.

- Quem é você?. Perguntou Dominique 

- Clara. Ela respondeu 

Clara,que Clara? Já ia perguntar mas a moça aparentemente voltara a dormir. Levantou se e sentiu sua cabeça girar,bebera demais. Viu Ravena dormindo em outro sofá também junto de uma moça,resolveu acordá la.

- Ravena,acorda. Temos que ir,Ravena?. Gritou e sua amiga foi tentar se virar para olhá la e acabou caindo no chão já que estava na beirada do sofá.

- Ai. Ravena falou e Dominique só não riu porque não aguentava,a outra se levantou e tentaram se arrumar o máximo possível.

- Onde eu deixei minhas chaves?. Dominique falou enquanto procurava,finalmente encontrou em baixo das roupas da moça que ainda dormia.

Já iam saindo daquele lugar quando Ravena falou:

- Dominique,cadê meu sapato?. Perguntou e a morena olhou para a outra com um pé calçado e o outro descalço.

- E eu é quem sei de sapato seu?. Disse Dominique 

- Não saio daqui sem ele. A mulher falou fazendo a outra suspirar. Procuraram por um tempo até o encontrarem jogado em um canto da porta.

Elas estavam no segundo andar da boate,desceram a escada silenciosamente e seguiram para o estacionamento.

Não demorou e chegaram em casa,foram para seus quartos tomaram um banho e se deitaram. Tudo que queriam naquele momento era dormir e assim o fizeram.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...