História A dama e o vagabundo - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Romance
Visualizações 1
Palavras 667
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Festa, Hentai, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Se você não gosta de chingamentos e nem de hentai essa fic não é para vc

Capítulo 1 - Primeiro contato


Fanfic / Fanfiction A dama e o vagabundo - Capítulo 1 - Primeiro contato

Acordei super atrasada ( caralho logo no primeiro dia), tomei banho e me arrumei o mais rápido possível, a minha sorte é que as nossas coisas já estavam nos nossos quartos na escola. Desci as escadas e vi que o meu irmão ( esse filho de uma víbora) está tomando café calmamente. 

- Pedro por que você não me acordou?

- Desculpa tava com a cabeça em outro lugar, e acabei esquecendo de você. Mas não demora pra agente ir logo pra escola.

O Pedro tava estranho desde a noite anterior quando brigou com a Karina( a namorada dele), eles já estavam brigando a uma semana sem parar. Sai dos meus pensamentos e voltei a tomar o meu café. Não demorei muito e fui pro carro, meu irmão estava me esperando lá. 

- Vamos logo, não quero encontrar a Karina

- Por que Peh?

- Ela vai ficar enchendo o meu saco. 

Fomos o caminho inteiro sem falar nada, eu realmente queria saber o que tava acontecendo, mas não ia perguntar pro Pedro, eu estava esperando ele me falar, mas ele se quer abriu a boca. 

Quando chegamos o Pedro foi pra sala dele. Eu estava a caminho da minha, quando bati de frente com alguém que me levou no chão. Abri os olhos e vi que era um cara alto, de pele morena, olhos verdes e cabelos em cima do ombro, logo percebi que era o Caio, o menino mais vagabundo,(em questão de personalidade ) de toda a escola.  Percebi que estava molhada de café ele provavelmente deve ter me derrubado

- Foi mal não queria te derrubar. - ele me estendeu a mão, mas não aceitei. 

- Está tudo bem, com licença- acho que aparentei está nervosa com a situação,mas a verdade é que eu realmente estava nervosa. Ele pegou no meu braço

- Ei eu não mordo- ele falou em um tom de deboche 

- Mas eu mordo, me solta- ele me soltou

- Nossa você parece igual a uma pessoa que eu conheço.

Naquele momento fiquei muito curiosa, mas não demonstrei

- Ah é? Quem? É uma das suas peguetes? Desculpa se for com uma delas, você tá muito enganado.

- Não você se parece muito comigo

Comecei a rir

- Eu me parecer com você?! Você é mais louco do que eu pensava

- Nos somos iguais, sim- ele se aproximou de mim, o que me deixou mais nervosa ainda- só que a diferença é que você é a dama e eu sou o vagabundo. 

Ele foi embora, e o sinal tocou, caralho eu não estava na sala, então não podia mais entrar. Resolvi ir pro jardim, peguei o fone de ouvido e comecei a ouvir uma música. Eu estava mechendo no celular quando o Caio chegou por trás de mim, me dando um susto

- O que uma dama tão gata, como você faz aqui sozinha?

- Primeiro; nunca me chame de gata, segundo eu não entrei na hora.

- Eu te falei que agente era parecido. Você também fala com qualquer pessoa que te chame atenção no meio do caminho.

- Você se acha, né vagabundo?

- Nossa! Ela me chamou pelo nosso apelido.

- Não existe nenhum nós. Eu te chamei de vagabundo porque você age como um.

- Então sendo assim, eu posso te chamar de gata, por que é uma coisa que você é. 

Corei, não sabia o que eu ia dizer, na dúvida fique calada.

- Você fica mais linda quando tá com vergonha- ele tocou no meu rosto de uma forma delicada, mas mesmo assim fui grossa

- Nunca toque em mim- falei tirando a mão dele.

- Está bem, prometo que só vou te tocar quando você pedir.

- Quem disse que eu vou pedir?

- Isso é o que agente vai ver. 

- É veremos vagabundo.

Eu saí e fui pro meu quarto arrumar minhas coisas, resolvi que ia faltar nas próximas seis aulas. Resolvi trocar de roupa e ficar só com um short e uma camiseta, e me deitei na cama. Eu dormir acordei e o meu colega de quarto estava lá e pra minha surpresa era ele




Notas Finais


Pessoal se vocês querem adicionar alguma coisa falem, até porque estou aqui pra fazer a felicidade de vocês


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...