1. Spirit Fanfics >
  2. A dama e o vagabundo (Jeon jungkook imagine) >
  3. Um conto de fadas

História A dama e o vagabundo (Jeon jungkook imagine) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem meus amores! Demorou pata fazer esse episódio kkk

Qualquer erro me perdoem

Capítulo 1 - Um conto de fadas


"Era uma vez.... 



Uma princesa com cabelos longos, presa em uma torre, chorava esperando que alguém a salva-se. 



Logo a princesa escuta um barulho, vindo lá de baixo daquela enorme torre. Ela olha para baixo esperançosa, e vê seu príncipe encantado em cima de um belíssimo cavalo branco.



– Eu vim te salvar minha amada! — grita o belo príncipe lá de baixo."



Talvez tudo isso seja bobo para você, mas para mim é tudo.



Abracei meu livro, e me contorci na cama feliz. Eu amo contos de fadas mais que tudo nesse mundo.



– não vejo a hora do meu príncipe encantado chegar com seu cavalo branco na frente da minha casa! — sorrio imaginando a cena.



Me levanto de minha cama, deixando meu livro na estante de meu quarto. Vou Até a porta a abrindo, e saindo correndo do meu quarto, passando pelo meu enorme corredor.



Minha casa, em meu ponto de vista é simples, ela tem 3 andares, um jardim onde plantamos coisas, um jardim com apenas decorações, uma área com piscina aberta, uma área com piscina aquecida, e existem milhões de quartos e banheiros.



Cheguei no quarto da minha mãe, e a vi com um óculos lendo alguns papéis e suspirando.



– mãe? Está tudo bem?? — me aproximo dela.



– S/n?! Há querida... — sorri fraco— está tudo sim, só estava lendo algumas cartas que sua vó deixou antes de morrer 



Eu vou do lado dela olhando a carta também.



– posso ler? — ela afirma que sim com a cabeça e me dá a carta.



Eu começo a ler a carta e abrir um pequeno sorriso. Minha vó fala sobre um homem que ela sempre amou, mas que não pode casar com ele porque a mãe dela não deixou.



– que ela encontre esse homem no além — devolvo a carta para minha mãe — coitada da vovó.. não consegui namorar o príncipe encantado dela 



– ele não era um príncipe... era pobre minha filha! A minha vó estava certa em não deixar a minha mãe casar com aquele bastardo — minha mãe fala com tanta raiva que até me assustei.



– calma mãe não é para tanto... — eu pego no rosto dela — vai descançar, sei que trabalhou muito hoje — sorrio fraco.


– ok querida, obrigada por e preocupar — ela sorri e me dá um beijo na testa.



Eu saio do quarto da minha mãe, para ela poder descançar um pouco.



Pov. Jeon jungkook 


Eu estava em baixo de carro tentando concertar ele.



– vai garoto me dá aquela ferramenta novamente — falo concentrado olhando para o carro.



– jungkook, quantas vezes vou ter que dizer que eu não sou um garoto?? — ele me dá a ferramenta.



– você é um garoto — rio — só tem 13 anos e quer ser chamado de adulto?? — eu consegui terminar de concertar o carro, e empurro o skate para cima, saindo de baixo do carro, e olhando o meu irmão.



– aish jungkook! — fala emburrado e eu rio.



Saio do skate e pego um pano para limpar meu rosto, que estava todo sujo, por causa do carro.



– mas jungkook, esse carro é bonitão, que cliente é esse?? — pergunta meu irmão, enquanto eu limpava meu rosto e minhas mãos.




– bonito né? — deixo o pano de lado e vejo o carro — esse carro é de um cara podre de rico, eu tenho que entregar para ele amanhã


– uau, posso ir junto com você?? Gosto de ver casa de pessoas ricas! — fala o garoto animado.



Eu sorrio para ele e me aproximo esfregando minha mão no cabelo dele.


– não porque você tem que ficar cuidando da mãe, vai que entre um cara estranho aqui e ela precise de proteção?? Quem vai proteger se eu não estiver em casa?? 


– tem razão... pode deixar que eu cuido da mãe jungkook! — sorri para mim.


Um pouco mais tarde


Já estava de noite, a minha família inteira estava dormindo. Eu resolvi levantar discretamente, e pegar minha mochila saindo de casa.


Eu saio de casa toda a noite, pois eu participo de ring de luta, só que as lutas ilegalmente, aquelas que você pode até morrer. Eu não e importo muito em participar desse tipo de luta, porque assim que eu consigo dinheiro para comprar comida para a minha família.


Eu cheguei lá, e tinha já caras se matando no ring.


– que bom que você chegou jungkook! Tá quase na sua vez — fala meu amigo.


– eu vou dar um pau nesse cara, quero que você grave! — falo confiante e começando a me aquecer.


– fique tranquilo, eu tô aqui qualquer coisa, e eu peço para te tirarem de lá 


– obrigado taehyung, mas eu acho que não preciso da sua ajuda... — vejo meu adversário do outro lado, e o encaro— eu vou acabar com esse cara 


Logo a outra briga acaba, e eu subo no ring já me aquecendo e o Tae me falando como devo atacar.


A luta começa... 


No dia seguinte


Pov. S/n


Acordei como sempre com graciosidade. Me olho no espelho e abro um sorriso.


– amanhã será o primeiro dia de aula...nao sei se estou animada ou assustada... 


Vou me levantando da minha cama e coloco alguma roupa mais bonitinha.


Enquanto estava me vestindo eu ouvi uma buzina na frente da minha casa, eu fiquei confusa e fui até a janela ver aquilo.


Olhei e vi um garoto com algumas marcas no rosto, e uma roupa preta, do lado do carro do meu pai, ele me viu.


– ei garota! Você poderia descer e chamar o Sr. S/p para mim??? Eu trouxe o carro dele consertado — o garoto grita para mim.


– há...claro! 


Eu saio da janela e quando eu saio eu me toquei.... era como o livro.


Um belo garoto em seu cavalo branco, vem salvar uma garota de uma enorme torre... no caso, um garoto sujo vem com o carro do meu pai, pedindo para eu descer com meu pai... 


– não... eu devo estar maluca, ele não é o meu tão esperado príncipe encantado


Continua...


"Nem sempre o mundo é um conto de fadas, mas não podemos pensar que tudo está perdido"


Notas Finais


Beijos a vocês, e se quiserem mais comentem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...