1. Spirit Fanfics >
  2. A dama e o vagabundo (Jeon jungkook imagine) >
  3. Garoto arrogante

História A dama e o vagabundo (Jeon jungkook imagine) - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura amores

qualquer erro me perdoem

Capítulo 4 - Garoto arrogante


Pov. Jungkook 



Eu acordei no hospital com a minha perna doendo até demais. Os médicos me disseram que eu havia quebrado um osso, eu fiquei desesperado, mas eles me falaram que logo eu ia me recuperar.



Eu estava olhando a minha perna toda enfaichada, e pensando que nesses messes a minha vida seria um inferno por causa disso.



Quando eu estava pensando em tudo, ouço uma voz suave vindo da porta do meu quarto, eu viro minha cabeça e vejo a menina, era a mesma que estava na hora do meu acidente.



Eu fiquei encarando ela, e a mesma me perguntava se eu estava bem. Eu ia responder, mas estava tão hipnotizado pela beleza dela.



– olha eu quero pedir desculpas... a gente não tinha  intenção em te atropelar! — ela chega mais perto de mim — prometo pagar todo estrago que fizemos... sua moto, seu tratamento, eu irei te ajudar em tudo 



Quando ela falou isso eu fiquei pensando.. "foi ela que me atropelou??"



– me desculpa... Mas quem é Você?? — falo isso a olhando desconfiado.



– há... Eu.... Eu sou a S/n, nos já nos conhecemos, eu sou filha de um cliente seu da oficina, mas sem querer meu motorista acabou acertando sua moto hoje — ela abaixa a cabeça envergonhada — me perdoe por isso 



Ela falou que era filha de um cliente meu, mas eu não estava lembrado dela. Eu fiquei a olhando e a encarando profundamente. 



Após ficar encarando ela profundamente, eu lembrei dela. Era ela que morava naquela mansão incrível, a menina que ia ganhar um carro com 18 anos, mesmo não sabendo dirigir.



– você precisa de alguma ajuda?? Está com fome? Alguma coisa?? — pergunta ela preocupada.



Eu acho que posso tirar proveito dela, ela é rica, acho que não vai fazer falta nada que ela fazer por mim.



– você quebrou a minha perna e a minha moto, e ainda quer dar uma de boazinha??? Por favor me poupe garota! — falo sem paciência — não posso mais andar por sua culpa! 



– me perdoa por favor...não era minha intensão, e tecnicamente não foi minha culpa e sim do meu motorista.. Mas eu estou assumindo a minha culpa por ele — ela fala pegando na minha mão, implorando por perdão.



Eu fiquei com dó dela, ela estava assumindo a culpa toda, mas eu precisava de dinheiro para a minha família, pois eu quebrei a perna, eu não posso trabalhar.



– eu vou te perdoar, mas com uma condição! 



– qual?? — ela me olha esperançosa.



– quero que enquanto a minha perna continuar quebrada, você tem que me ajudar em tudo, porque agora não posso trabalhar, e nem ir para a escola sozinho, você tem que me ajudar em tudo 



– ok, eu irei ajudar em tudo que você precisar... — ela abaixa a cabeça — espero que você melhore logo 



– você sabe quando eu vou receber alta?? 



– tudo indica que amanhã, você já estará melhor. E eu preciso saber tudo sobre você, aonde estuda, aonde mora e etc... 



– bom, você não perguntou mas imagino que nao saiba, meu nome é jungkook, Jeon Jungkook, e me dá seu celular 



Ela me dá o celular dela  e eu vou na lista de contatos dela e adiciono o meu, e nas informações, coloquei tudo que ela precisa saber de mim.



– pronto! Agora você vai conseguir me ajudar — falo entregando o celular para ela.



– obrogada, e me desculpa por tudo... — ela se reverencia pedindo desculpas — e a gente se vê amanhã, eu te levarei para casa



– obrigado S/n, né?? — olho confuso para ela.



– sim... tenha uma boa tarde — ela sai da sala bem envergonhada.



Pov. S/n


Eu saio do quarto dela bem desapontada comigo mesmo, eu estava triste, ele poderia ter morrido.



Eu vou para casa, e lá eu peguei meu livro e voltei a ler ele, para ficar mais relaxada. Logo meu pai entra no meu quarto.



– eu soube que o motorista atropelou o mecânico — fala entrando e se aproximando de mim — achei a sua atitude linda de assumir o erro por ele.. 



– ele não tem culpa pai.. Eu que pedi para ele ir por aquele caminho que o jungkook estava vindo — falo abaixando a cabeça, meu pai me abraça.



– você será uma grande mulher S/n, e logo vai encontrar seu príncipe encantado — eu sorrio para ele.



– obrigada pai... Eu te amo — beijo o rosto dele.



Ele sai do meu quarto e eu volto a ler até pegar no sono.



No dia seguinte, ao invés de ir a escola, eu fui para o hospital buscar o Jungkook, pois ele tinha levado alta.



Eu cheguei lá, e ele já estava pronto para sair na cadeira de rodas, e me olhando com uma cara nada boa ainda.



– eu já pedi desculpas poxa... — falo me aproximando dele.



– e eu ainda não perdoei, só quando a minha perna melhorar eu vou ver se te perdoou 


Aish, que garoto arrogante.



Continua....


Notas Finais


Espero que tenham gostado

Tchau até


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...