1. Spirit Fanfics >
  2. A dança de um anjo (Sesshomaru x Rin) >
  3. Um minuto

História A dança de um anjo (Sesshomaru x Rin) - Capítulo 1


Escrita por: Sr_Matsu

Notas do Autor


Bem, faz muito tempo que eu não escrevo, espero que eu não esteja tão enferrujada, eu vou dar o meu melhor pra a agradar vocês.

🏵️❤️

Espero que gostem

Capítulo 1 - Um minuto


Fanfic / Fanfiction A dança de um anjo (Sesshomaru x Rin) - Capítulo 1 - Um minuto

 

           Sesshomaru POV


Nada de diferente, apenas sobrevoando as florestas sem um rumo certo, e junto a mim estava Jaken, que estava encima de mais um acompanhante chamado Ah-Un, e Jaken babuziando palavras que pra mim não faziam nenhuma diferença, provavelmente eram elogios dizendo o quanto eu era melhor que meu irmão, e outras coisas do tipo, mas meus olhos eram colados no céu, que era tomado por tons de rosa lentamente se transitando ao azul da noite, a lua já visível era a lua cheia.


- Jaken, cale-se - Eu disse em um tom autoritário, fazendo com que ele se parasse, pedindo desculpa após minha ordem.


Após mais algum tempo passando por mais partes, das densas florestas e uma vila humana, que sinceramente não me interessava, entregando depois de cruza-la, e uma pequena colinha e ao lado um amplo lago cristalino, tão claro que podia ver o fundo, e ouvi Jaken falar, prestando mais atenção dessa vez.


- Senhor Sesshomaru, olhe aquelas flores - Virei um pouco meu rosto olhando aquele campo com atenção, eram azuis e florescentes, e os pequenos vagalumes se aglomeravam dando pra velos mesmo a distância.


De tão longe pude ver uma trilha com o meio mais aberto entre as flores, provavelmente onde os humanos formaram um  grande caminho, avistei ao longe algo pequeno se mexendo entre as flores, mão me interessei a princípio, pretendia seguir meu caminho, achando que era algum animal, mas vi ao longe pequenos cabelos castanhos e um kimono laranja e amarelo claro quadriculado, o cheiro mesmo ao longe era de uma humana misturado com o doce aroma das flores.


Voei até o chão lentamente entre as árvores, pela luz das flores a floresta se tornará mais densa, mesmo sabendo que havia uma humana ali, não me importei, conseguia ver dali seus cabelos castanhos um pouco acima das flores, provavelmente uma criança, a área onde era um caminho era um pouco mais alta, assim que ela subiu pude vê-la com clareza.


Um rosto redondo e levemente afinado no queijo, um cabelo um pouco abaixo dos ombros com uma pequena mecha presa pra cima, do lado esquerdo, e seu kimono, olhava os vagalumes com seus olhos grandes com um tom marrom de uma madeira de um pinheiro, mas eles brilhavam olhando as pequenas criaturas, até tentou pegar uma delas, falhando por falta de agilidade.


Após um tempo observando ela, seu pequenos corpo começou a fazer movimentos que se assemelhavam a uma dança, mesmo sendo desengonçada, era suave era tão calma evitando pisar nas flores, comosse entrasse em sintonia com o ambiente completamente, mesmo repudiando aquela raça, aquilo era hipnotizante, como se eu estivesse em um transe, uma dança suave e estranha. Não me lembro quanto tempo fiquei a olhando, mas fui enterrompido.


- Senhor Sesshomaru, o senhor está parado a bastante tempo - Disse Jaken, fechei meus olhos vendo minha tolice minha, voei lentamente enquanto Jaken subia em Ah-Un, olhei bem de canto, desejando poder olhar aquela dança só mais um minuto, consegui vê-la acenando pra mim, sabia que eu estava lá, que eu a observava, e mesmo assim permitiu que eu apreciasse sua dança, agindo como se não fosse nada.


Serei pela primeira e única vez, grato a uma humana, voltei a olhar a frente enquanto Jaken ao perceber o que ela fazia, ficou reclamando e perguntando se eu queria que ele a matasse pela audácia de se dirigir a mim, apenas o mandei se calar, e fui ao longe até que aquele campo florido e aquela pequena criança sumissem de minha vista.

(...)

Guardarei essa memória na minha na minha cabeça, até porque não sei se terei a chance de vê-la dançar novamente, até porque pra mim o que seria um instante, pra aquela criança poderia ser a sua vida inteira, e mesmo que eu a veja ainda viva, possivelmente já estaria corrompida pela podridão humana, era natural, então só guardarei esse momento pra mim, ela se esquecerá em breve.


Notas Finais


Espero ter conseguido transmitir o sentimento que eu gostaria, e que seja compreensível pra vocês, espero que tenham gostado ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...