História A dancing love - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Fausto Silva (Faustão)
Personagens Fausto Silva, Personagens Originais
Tags Lucas Nathalia
Visualizações 290
Palavras 1.045
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aos que queriam me matar kkk
Estou precisando de clemência kkk
Boa leitura

Capítulo 11 - Chapter 11


Lucas estava frente a frente com sua ex que meses antes estavam juntos. Em meados de abril os dois haviam rompido após anos de relacionamento, o que ele não entendia naquele instante era o real motivo dela estar ali materializada em sua sala. 

- E aii ... Não vai me cumprimentar ? - ela o pergunta pela segunda vez 

- claro, olá Ray .. - ele dá um beijo no rosto da mesma 

- Que bom que você veio querida, estava com saudade, fica com o Lucas aqui na sala vou buscar um suco pra gente - 

Dona Laudicéia sabia como uma boa pessoa com instinto que tinha sabia que deveria deixá-los a sós.

- Lucas, eu senti tanto a sua falta - Raynara disse se aproximando do moreno 

- Raynara .. - ele chama atenção dela quando a mesma toca seus ombros com os dedos

- Nenhum um pouco?? - Raynara continuou sua inquisição mais próxima 

- Ray, por favor..  não começa mesmo. -  Lucas retira a mão da ruiva do seu ombro sutilmente 

- você já foi melhor Lucas.. - ela diz se afastando 

- As coisas são diferentes agora - ele diz se virando 

- diferentes como? - Raynara pergunta

- Depois de tudo que passamos..  - ele passa a mão nos cabelos - não sinto mais nada entende ? - ele se vira e diz isso olhando para ela 

Raynara queria esbravejar, mas sabia que isso só iria piorar as coisas, então ela toma uma decisão de imediato. 

- Prova-

Nesse momento ela puxa Lucas na velocidade da luz e o beija com tamanha rapidez que ele nem consegue assimilar. Ele torna a si e a empurra.

O que ele não sabia era que alguém os via. 

.......

- o que você faz aqui? - Nathalia pergunta seriamente para Douglas

- Queria falar com você - ele responde

- falar sobre o que ? - ela diz ainda com postura seria 

- você não vai me chamar pra entrar mesmo? - ele muda o assunto 

- Entra - ela pondera, porém deixa que ele entre 

Os dois seguem portão a dentro em silêncio. Já na varanda Douglas puxa o braço de Nathalia que não entende a ação do rapaz.

- ei.  Solte meu braço - ela puxa o membro sem sucesso

- não.. antes preciso que você me escute - ele fala próximo a ela que tenta se afastar 

- você está me machucando - ela fala assustada

- Não vou te machucar Nathy, só preciso falar algumas coisas - ele sobe com os dedos para o rosto dela e toca as bochechas dela vagarosamente 

- Douglas você está me assustando por favor me solta - ela pondera

- Eu nunca te esqueci e cada dia que passa estou morrendo lentamente por dentro - douglas diz baixo

Nathalia fica paralisada e não sabe o que dizer, foi pega de surpresa 

- Desde que te perdi, minha vida tem sido uma droga, por favor me dê outra chance - o rapaz se aproxima do rosto da loira e trava o seu corpo no dela fazendo com que ela não conseguisse se mover 

Sem poder agir, ela está prestes a ser beijada, sem seu consentimento, a única opção é usar a força que tem nas pernas graças a dança. Assim que ela consegue um impulso, Chuta com toda força as partes baixas de Douglas que a solta imediatamente segurando com força entre as pernas 

- N.u.n.c.a m.a.i.s.  escuta bem.. nunca mais me toque e agora vá embora antes que eu perca a única paciência que tenho e chame a polícia  - Nathalia disse ofegante 

- Nathalia, isso não acabou .. - 

Douglas anda com dificuldade e sai pelo portão, deixando Nathy encostada na parede sem entender como tudo aquilo aconteceu. Ela abaixa e senta no chão com o coração saltando, Nala, sua cachorrinha se aproxima e a lambe. Ela olha pro animal a abraçando, como modo de confortá-la contra o mal.

Mal sabia ela que o mal é algo muito difícil de lidar. 

.....

Lucas ficou paralisado diante da atitude de sua ex. Por sorte sua mãe voltou da cozinha trazendo os sucos. Mas o clima entre os dois não era nada bom e como Dona Laudicéia não era nada boba, sentiu. 

- Então meninos, querem um pouco de suco? - Ela os serviu tentando quebrar o clima 

- Não.. obrigada Lau, tenho que ir. - Raynara disse olhando para Lucas.

- Que pena.. então tudo bem - Laudicéia deu um beijo nela.

A ruiva saiu pela porta deixando pra trás os rastros de sua atitude. 

- Está tudo bem filho? - Laudicéia pergunta ao moreno.

- Hmm.. o quê mãe? - Lucas estava tão inerte que não percebeu a mãe falando 

- Onde você tá Lucas Veloso? - ela ri do jeito distraído do moreno.

- desculpa mãe... - ele fala soltando um suspiro - precisamos conversar - ele abraça a mãe que o abraça de volta. 

.....

- amiga.. é sério, ele veio aqui hoje, depois de tudo e ainda disse isso - Nathalia chorou contando para sua amiga Ana Paula 

- como assim ele tentou te agarrar? Ele é louco? - aninha diz revoltada - Você sabe que precisa resolver isso, não sabe? - 

Ana Paula diz ao telefone algo que Nathalia sabia que tinha que resolver. Um fato que ainda não tinha sumido da mente dela era que Lucas e ela também tinham algo a ser resolvido. E seria. 

Lucas havia contado a mãe o que acontecera, assim como o real problema que ele tinha com relação a sua parceira de dança. O que sua mãe disse foi o mais racional naquele instante. 

- Lucas, eu te conheço tão bem que você não imagina. Nunca te vi tão envolvido por alguém e se quer meu conselho, fale com ela e conte tudo o que você está sentindo. Sobre a Ray, você precisa deixar claro que não há nada entre vocês, tudo bem? - 

Lucas sabia que sua mãe era sábia o suficiente, sabia o que devia fazer. E ele iria. Ou pensava que ia.

Na segunda feira Lucas estava em São Paulo assim como Nathalia. Os dois se encontrariam, porém cada um com seus fantasmas pessoais que se não fossem colocados nas devidas tumbas poderiam assombrar mais do que eles gostariam, sufocando qualquer coisa boa que pudesse nascer.



To be continhed






Notas Finais


Amo voces, ok? Kkkkkkkkkk 💗💗💗💗💗
Juro juradinho.. essa semana começarei a escrever mais 💗💗 acabou Enem né Manolos kkk beijos..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...