1. Spirit Fanfics >
  2. A dangerous choice - Chara x leitora >
  3. Um plano "mirabolante"

História A dangerous choice - Chara x leitora - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Eu to postando bastante porque nós estamos chegando na parte boa da história


E tbm pq eu vou voltar a estudar e n vou poder escrever muito :v

Capítulo 7 - Um plano "mirabolante"


Estava no meu mais novo quarto, deitada de cara no travesseiro.
Eu Não sei... quando o Chara me abraçou eu me senti estranha, estranhamente bem. O que está acontecendo comigo?

Toc, toc.
Olho rapidamente para a porta, meio receosa de se deveria abrir ou não. Eu realmente queria ficar sozinha para me martirizar por gostar do meu melhor amigo.
As batidas na porta ficam um pouco mais fortes. Se eu não dizer nada ele ou ela irá derrubar a porta abaixo
(S/n)- vai embora...

*click*

Olho incrédula para a porta, e vejo olhos amarelos puxados pro dourado me olhando intensamente. Ele arrombou a minha porta...?
(Frisk)-{Você está bem?}-- pergunta vendo a minha cara amassada e logo correndo para perto da minha cama
Ele se senta na beirada da minha cama, e põe uma mão por cima da minha com um olhar de preocupação
(S/n)- Você arrombou a minha porta só pra saber se eu estava bem?!
(Frisk)-{fiquei preocupado com você sabia?}-- ele tira a mão dele de cima da minha e se senta na cama ao meu lado, "olhando" atentamente em minha direção.
(S/n)- Você sabe que não precisa se preocupar comigo Frisk -- digo calmamente pra ele em uma tentativa inútil de fazê-lo ir embora.
(Frisk)- {sabe, eu não vou embora até você me contar o que está acontecendo. E me contar de verdade}-- ele estava sério. Ele se preocupa tanto assim comigo?
(S/n)- sabe... É que eu acho que estou gostando de alguém. E eu meio que sinto que é errado...
(Frisk)- {gostar de alguém não é errado, e você... está gostando do Chara não?}-- pergunta enquanto se ajeita na cama.
(S/n)- é tão óbvio assim?!-- dou um pulinho de susto, não podia ser tão óbvio desde o início né?
(Frisk)- {meio que era bem óbvio, acho que os únicos que não perceberam foram você e o próprio Chara }-- diz passando a mão pelos meus cabelos
(S/n)- eu me sinto tão estranha Frisk...
Eu deito a cabeça em seu ombro e ele continua a me confortar
(S/n)- o-oque eu vou fazer?-- digo olhando em sua direção
(Frisk)-{olha, eu não sou bom em conselhos amorosos, mas eu acho que consigo achar alguém para te ajudar}-- diz passando os braços por meus ombros me puxando para perto--{Não se preocupa okay? Eu vou dar um jeito, sozinha você não fica!}
Acabo rindo com essa frase do Frisk. Ele está fazendo de tudo para me animar, ele é realmente um ótimo amigo. Ficamos ali, o Frisk fazendo piadas ruins e eu rindo e devolvendo piadas do mais baixo calibre o possivel.

(Chara's pov)

(Chara)- tudo bem pai, valeu-- falo pegando a "encomenda" dele. Na verdade era só uma caixa de doces monstro com um bilhete para a Tori. Eu realmente não gosto de ver os dois assim brigados, mas ficar sendo tratado de pombo correio é uma merda.
Me viro e saio da sala dele, ruínas aí vamos nós... yeey

Estava andando pelos corredores do Castelo até que escuto risadas vindas de um quarto. Ao me aproximar de lá, eu me encosto na porta e vejo pela fresta que ali tinha.
.
.
.
.
O Frisk... também...?
A S/n estava rindo de alguma coisa que ele disse, e os dois estavam abraçados na cama dela. A raiva que eu tive no momento foi tão grande que minha visão ficou vermelha. E... por que eu estou com tanta raiva...? É completamente normal amigos se abraçarem né? A S/n já me abraçou... mas por que eu sinto que com Frisk é diferente?
Eu não tenho direito de me sentir mal ou brabo ao ver essa cena... mas por que eu me sinto assim...?
Eu saio de lá rápidamente quando vejo A S/n virando o rosto na direção do Frisk, eu simplesmente não sei se consigo ver os dois se bei- eu não quero nem pensar
Saio de lá rápidamente e vou em direção às ruínas, não sei se conseguiria ver aquela merda.
O caminho inteiro eu não tirei aquela merda da cabeça. O que teria acontecido se eu não tivesse ido embora? E se eu tivesse entrado lá? E se eu estivesse lá ao invés do... Frisk.
(Chara)- Não vale a pena ficar igual a um idiota pensando nessas merdas
(M.K)- Aí! Chara você ta indo ver a und-
(Chara)- tô afim de papo não, sai da minha frente.
(M.K)-Ah, tudo bem então...
Eu não posso ficar descontando em todo mundo, ele nem fez nada, não peraí, eu não vou ficar mal por xingar ELE né? Esse guri é um puta pé no saco.
Continuo andando até o início do subsolo, seria melhor eu ter ido com o barqueiro mas eu realmente preciso andar para me acalmar e não bater em ninguém.
Chego até snowdin e, por incrível que pareça a Tori está lá, me aproximo dela ignorando o "amigo" com quem ela estava conversando

(Chara)- oi mãe, o pai pediu para te entregar isso -- digo estendendo a caixa.
(Toriel)- e por que ele não trouxe? Preguiça?-- ela é bem seca quando se trata do papai, eu entendo pelo que ela pas- qual é! Eu não vou focar no passado, isso sempre fode com a minha saúde mental que já é toda fudida.
(Chara)- acho que ele só está tímido, se não fosse por isso ele te entregaria, tenho certeza
(Sans)- escuta ele Tori, da uma chance pro Asgore -- diz se virando na direção da Tori que evitava olhar a caixa
(Toriel)- tudo bem... posso?
(Chara)- claro-- finalmente ela pega a caixa de minha mão e a abre. Juro que vi ela ficar vermelha, mas logo depois ela fechou a cara e entregou o pacote pro Sans
(Toriel)- foi gentil da parte dele, mas eu nem gosto de doce-- que mentira descarada mãe!
(Sans)- certeza tori? Se me lembro bem você disse que esses são seus bombons favoritos, e que você não os comia a muito tempo-- diz aumentando o sorriso ao ve-la vacilar.
(Chara)- entendi, vou avisa-lo que você recebeu o presente pelo menos.
Me viro e vou embora antes que ela tente dar alguma desculpa, e ao longe escuto as risadas do Sans, ele me enoja puta que pariu.
Dessa vez eu vou com o barqueiro porque não sou besta de voltar o caminho inteiro a pé. Tá, eu fui meio idiota INDO a pé, mas eu só precisava de um pouco de paz para pensar, só isso
Finalmente chego ao castelo e eu meio que me arrependo do que vi.
O Frisk, ele e a S/n estavam de mãos dadas, e pela cara deles eles não me esperavam ali
(Frisk)-{oi Chara, o que está fazendo?}-- tô te matando por pensamento, não percebeu?
(Chara)- só estava ajudando o nosso pai com uns assuntos dele, não que é nada que você se interesse né?
(Frisk)-{só estava perguntando pois fiquei preocupado de você sair sozinho}-- quem devia ficar preocupado sou eu, tenho que me preocupar caso alguém ache teu corpo morto
(Chara)- Não precisa se preocupar comigo. Eu já te disse, eu sei me cuidar
(Frisk)- {é inconsciente, mas fico feliz que esteja bem}
(Chara)- mudando de assunto, aonde vocês estão indo?
(Frisk)- {bem... nenhum lugar importante!}
(S/n)- *susurra* vamos logo Frisk...
(Chara)- tudo bem, eu vou indo, sei que isso que vão fazer deve ser de suma importância não?
(Frisk)-{ahnm... meio que sim pra falar a verdade}-- ele está evitando o assunto. Tudo bem, ele não quer que eu saiba para onde os dois vão.
(Chara)- tenham um bom passeio então-- começo a ir embora, mas paro perto do Frisk e ponto uma mão em seu ombro--*sussurro* depois nós conversamos, não é irmãozinho...?
Sinto ele estremecer e acenar rapidamente com a cabeça antes de levar a S/n para longe de mim novamente.

(S/n pov)

~algumas horas antes~

(S/n)- então, terminou de me bombardear com piadas ruins? Podemos ir ver esse "alguem" que vai me ajudar a entender as coisas melhor e tudo mais-- disse após uma crise de risos
(Frisk)-{claro, eu vou te levar até ela}-- diz pegando na minha mão e me levando escada a baixo
(S/n)- ela?
(Frisk)-{você vai ver}-vos isso chegamos até a porta. Não posso dizer que estou feliz com o que vejo, por um incrível acaso do destino/preguiça da autora, o Chara estava parado na porta com uma bela de uma cara de cu.

A conversa estava ficando hostil então resolvi me "intrometer"
(S/n)-*sussurro* vamos logo Frisk...
Quando eu disse isso o Chara termina a conversa sussurrando algo pro Frisk, e pela cara dele não foi nada bom.

Pouco tempo de caminhada depois e o Frisk já tinha se "recuperado" falando comigo e me guiando até onde está a "conselheira"
(Frisk)- {bem, onde está... ele devia estar aqui}
Ele olhava em volta procurando alguém que eu não conhecia.
(???)- oh, olha quem eu vejo com meus belos olhos~~ Friskerido! O que está fazendo na minha porta?
(Frisk)- {ton-ton!}-- ele pula nos braços dele... dela? Não consigo definir muito bem o sexo.
(Mettaton)- meu Deus! Você cresceu tanto~ já temos que atualizar o seu guarda-roupa~-- diz passando a mão pelo tecido da blusa do Frisk-- está tão velho! Temos que trocar isso imediatamente!
E com isso Mettaton saiu arrastando o Frisk por aí para "dar um banho de loja" nele e eu acabo por seguir eles para seja lá que lugar eles forem.

[...]

Mettaton arrastou eu e o Frisk até uma loja gigantesca de roupas. Eu tinha medo de encostar e estragar as peças

(Mettaton)- então querida qual o seu nome?
(S/n)- é S/n.
(Mettaton)- um nome tão belo quanto a dona, bem por enquanto~
(S/n)- que?
Ele me puxa até uma salinha e começa a tirar minhas medidas
(Mettaton)- quando eu terminar você vai estar maravilhosa~ bem, mais do que já é querida.
Eu simplesmente aceno com um sorriso para ele.


[...]


(Mettaton)- entaaao~ ela está linda ou não ta?
Ele me empurra gentilmente, me instruindo a fazer uma pose, o Frisk estava sentado nos olhando com as roupas novas dele
(Frisk)-{Ela está realmente bonita, acho que vai dar certo. Valeu ton-ton!}-- ele da um abraço de despedida no Mettaton e me puxa para fora da loja.

(Frisk)- {agora que você já tem uma roupa, nós temos que achar um motivo pro Chara vir conversar contigo}
(S/n)- eu não posso simplesmente chamar ele? Ou melhor, fingir que ele não existe e que eu não sinto nada?

Ignorada completamente. O Frisk ao invés de me responder discou um número e saiu de perto de mim, eu podia ver que ele estava falando com alguém, peraí. Falando?!
Antes que pudesse ficar me questionando sobre a voz dele, ele desliga o celular e vem na minha direção.
(Frisk)-{Eu tive um plano}
(S/n)- que plano?
(Frisk)-{Você e o Sans vão em um encontro falso}-- ele parecia concentrado no que dizia--{o Sans vai postar algumas fotos de vocês juntos, dando a entender que vocês estão saindo juntos. O Chara vai ver porque o Azzy vai convenientemente comentar sobre isso e ele vai vir atrás de vocês!}-- diz sorrindo e dando um mini pulinho.
(S/n)- e se ele simplesmente não ligar e não vier? -- pergunto um pouco temerosa.
(Sans)- ele vai vir-- diz atrás de mim
(S/n)- de onde você saiu!?
(Sans)- dali -- ele aponta para uma parede
(S/n)- da parede...?
(Sans)- yep
(S/n)- tudo bem não vou questionar. Mas me diz, como tem tanta certeza de que ele vai vir atrás de nós?
(Sans)- eu conheço ele a bastante tempo, é meio fácil saber o que aquele imbecil vai fazer-- ele levanta os olhos aos céus-- ele não pensa com a cabeça, então vai cair direitinho.
Ele chega perto do Frisk e conversa com ele, no final nós vamos ficar perambulando por snowdin e waterfall até que ele nos ache.
Antes de irmos o Frisk sussurra algo no ouvido do Sans que concorda e sussurra algo de volta, da distância não dava pra saber do que eles estavam falando.
(Frisk)-{Boa sorte! E aproveita e diga pra ele que você tem um penhasco por ele!}-- "diz" indo embora.

(Sans)- então piveta, bora pra snowdin?


Notas Finais


Espero que tenham gostado do cap!
O próximo cap já está em produção então não vai demorar para posta-lo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...