História A Dark self - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Namjoon
Visualizações 7
Palavras 1.398
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente, voltei com mais um capítulo, espero que gostem...
Boa✨Leitura!!

Capítulo 13 - Capítulo XIII


Fanfic / Fanfiction A Dark self - Capítulo 13 - Capítulo XIII

               °•° Megan on °•°

Megan: antes de tudo, me explique qual é o tal outro jeito. - falo tentando ao menos parecer calma, mesmo que não estivesse obtido sucesso.

Namjoon: eu gostaria de quebra o feitiço, além de ter como fazer você voltar a ser o que é hoje, e um jeito seguro, pois o outro jeito, não e tão seguro assim. - ele fala me deixando assustada.

Megan: não enrole, diga de uma vez. - falo já anciosa.

Namjoon: tudo bem, o segundo jeito seria te transformar em mais algum outro ser sobrenatural, porém os riscos são gigantes, não sei se seu corpo teria a força necessária para volta novamente, eu não vou te transformar em vampira, afinal, Jeon me disse que caso eu fizesse isso, o próprio garoto me mataria. - ele fala me mostrando o quanto Jungkook não gostava tanto assim de si mesmo.

Megan: e qual seria o ser então? - falo nervosa com sua resposta.

Namjoon: eu pediria a Hoseok que lhe transformasse em lobisomem. - ele fala me assustando.

Megan: mas você disse que eu sou híbrida, não teria algum mau nisso? - falo tensa.

Namjoon: sim, e exatamente por isso que eu estou com medo de fazer isso, você não seria somente metade bruxa e metade shifter, você teria uma parte de lobo junto a você. - ele fala meio tenso, me passando a tal sensação.

Megan: qual seria a mais forte? - falo curiosa.

Namjoon: Megan, eu não tenho certeza, só vou saber disso assim que feito, não sei se vou conseguir te transformar em alguém normal depois disso, entende? - ele fala o mais calmo possível.

Megan: vai me transformar ou não? - esta era a minha maior dúvida.

Namjoon: não farei nada contra sua vontade, e principalmente, não farei nada caso eu possa estar de colocando em perigo, você acabou sendo a minha maior preocupação. - fala me despensando de sua sala.

Saio da mesmo indo até o jardim, tentando entender sobre o assunto debatido dentro da sala de Namjoon, até que sinto uma mão sobre meu ombro, o corpo feminino se senta ao meu lado.

Millie: então, como foi a conversa. - ela fala escondendo algo.

Megan: não minta para mim, você sabia de tudo não é? - falo rispida.

Millie: fiquei sabendo no mesmo dia em que eu e Namjoon nos separamos. - ela fala triste.

Megan: lembra sobre o que eu disse sobre caso tudo estivesse dando errado? Quero que volte para casa, ainda hoje. - fala séria.

Millie: eu não vou cumprir com minha palavra desta vez Megan, afinal, descubri coisas sobre mim também. - ela fala me deixando surpresa.

Megan: o quer dizer com isso? - falo tensa.

Millie: Megan, sua mãe era irmã de meu pai, e por isso que eu também não posso ser considerada normal, mas parece que meu pai escolheu uma forma mais severa, então eu não consigo voltar a ser o que era antes, pelo manos não com a mesma intensidade, meu pai por exemplo já nem era tão forte assim, durante um noite, eu fui conversar com meu pai, o mesmo falou que minha parte humana vinda de minha mãe já era mais forte, então foi fácil tirar a parte dele de mim, tão fácil, que agora não tem mais volta. - ela fala me fazendo ficar ainda mais confusa, do que tanto os nossos pais querem nos defender?

Levanto deixando Millie no gramado, e vou até o quarto de Taehyung, onde eu estava dormindo, arrumo minhas coisas em uma mochila, e vou até o andar de baixo, bato na porta da sala de Namjoon, porém o mesmo não atende, me fazendo entrar sem sua licença, vendo que o mesmo conversava com Yoongi.

Megan: você me contou muito, vai ter que me ajudar agora. - falo vendo os dois garotos dentro da sala me olharem confusos.

                             °•°

Eu e Namjoon estávamos a caminho de minha antiga casa, em um bom tempo, já estávamos lá, o garoto ainda tentava entender o porque da minha vontade inusitada de ir até lá, porém não negou, vindo junto a mim.

Eu e ele andávamos pelo piso gélido do local, vejo como o pouco tempo que estive fora, a casa já estava suja, subo a escada da residência, a qual eu já nem se quer considerável minha, para dizer a verdade, eu não me sentia em casa em lugar algum.

Vou até o quarto de minha mãe, tendo a companhia de Namjoon, que vinha logo atrás de mim.

Megan: me ajude a achar um livro de capa vermelha, na frente tem um símbolo o qual eu não conheço da cor dourada. - falo e o menino assente procurando tal livro.

Namjoon: porque viemos aqui? Só para isso? - ele fala mechendo em uma das gavetas.

Megan: quando eu era pequena, eu sempre tentava ler este livro, leitura para mim era um dos melhores passatempos, porém minha mãe nunca deixava eu se quer encostar neste livro, eu nunca entendi o por que, mas depois de tudo o que você me disse, acho que até posso ter uma ideia. - falo mechendo em uma prateleira em cima da cama de minha mãe.

Namjoon: o que você acha que tem neste livro? - fala revirando o guarda roupa.

Megan: toda vez que ela o lia, ela se sentia mais fraca, como se estivesse doente. - falo pra baixo. - além de sempre ler quando eu estava doente, ela parecia procurar algo que me ajudasse, foi ai que eu pensei ser um livro com receitas de remédios caseiros, mas talvez seja um livro de feitiços. - falo indo até um criado mudo.

Namjoon: acha que nele pode está a solução disto? - fala indo até uma mesinha.

Megan: acho. - falo ainda revirando as roupas no criado mudo, até que sinto uma mão invadir meu ombro, me viro a procura da pessoa que fazia tal gesto, vendo Namjoon perto demais, olho para sua mão, e percebo a presença do livro na mesma.

Namjoon: seria este? - fala quase em um sussurro, levando o livro até a altura de meu rosto.

Megan: sim - respondo em um fio de voz, a proximidade dele me deixava tensa, meu peito subia e descia junto de minha respiração desrregulada, enquanto o garoto a minha frente se aproxima ainda mais, suas mãos rodeiam minha cintura, enquanto meu corpo respondia a seus toques, minha boca salivava, e meu rosto esquentava, minhas mãos já suadas se encontravam na nuca do garoto, enquanto minhas pernas estavam a bambear, sinto os lábios quentes do garoto em encontro com os meus, porém antes de começar um verdadeiro beijo, seu celular toca.

Namjoon: alô? - fala assim que se separa de mim pegando seu celular .

O que havia acontecido? Eu não posso, e muito menos devo, não vai ser seu jeito e corpo estrutural que vão me abalar, eu não estou aqui por isso, estou aqui com ele para resolver minha vida, quem sabe depois disso eu até não me mude? Acho que vai ser bom recomeçar.

Megan: eu vou te esperar lá em baixo. - falo e vejo que o mesmo ia se pronunciar, porém saio do quarto antes que tal ação acontecesse.

Eu já estava confusa, agora estou ainda mais. No que eu estou pensando? Ele só fez isso por impulso, assim como todos os babacas que já conheceu, não e nada, tenho que focar em outras coisas, como por exemplo a minha transformação.

Após tais devaneios, vou até a porta, sendo seguida de Namjoon, que ainda sim tentava falar alguma coisa, porém eu sempre fugia, como se não quisesse tocar no assunto, o garoto percebe, então para com tal tentativa.

Entramos em um táxi, o menino fala o endereço da casa, e eu fico olhando para a janela do carro, enquanto me perdia em devaneios novamente.

                             °•°

Percebo já ter chegado na casa, saio do carro, e logo sou atendida por Heyoon, que me olha e vê minha expressão de socorro, a garota vem até mim preocupada, e se pronuncia.

Heyoon: ta tudo bem Megan? - fala antes de eu abraçá-la e afundar meu rosto em seu ombro, chorando.

Jungkook: o que aconteceu? - fala chegando por trás.

Heyoon: não sei, quer conversar? - fala me olhando, enquanto eu respondo assentindo, ela sobe comigo até seu quarto me sentando na cama, e se sentando ao meu lado.


Notas Finais


Foi isso, espero que tenham gostado, até o próximo capítulo, bjs, tchau, 🤟🏻🌹✨🖤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...