História A Demon Among The Fairies - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Acnologia, Anna Heartfilia, Aquarius, Aries, Bickslow, Brandish μ, Cana Alberona, Câncer, Capricórnio, Carla (Charle), Elfman Strauss, Erza Knightwalker, Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gildartz, Grandeeney, Gray Fullbuster, Happy, Igneel, Irene Belserion, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Kagura Mikazuchi, Kyouka, Laxus Dreyar, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Loki, Lucy Heartfilia, Lyon Vastia, Makarov Dreyar, Mavis Vermilion, Meredy, Metalicana, Minerva Orland, Mirajane Strauss, Mystogan, Natsu Dragion, Natsu Dragneel, Personagens Originais, Rogue Cheney, Silver Fullbuster, Sting Eucliffe, Taurus, Ultear Milkovich, Weisslogia, Wendy Marvell, Zeref
Tags Ederza, Gruvia, Miraxus, Nalu
Visualizações 31
Palavras 1.207
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais uma fic, espero que gostem, não será harém, só para avisar

Até mais😉😉

Capítulo 1 - The Devil Slayer of Fairy Tail


Fanfic / Fanfiction A Demon Among The Fairies - Capítulo 1 - The Devil Slayer of Fairy Tail

                   Demônios



                          O que eles são?



                        Seres das trevas?




             Criaturas frias e sem emoção?



            Seres que superam os humanos?



Monstros que se escondem da luz e só aparecem na escuridão do mundo?



Nós, humanos, falamos que eles não existem para nós não aceitarmos o medo que temos, somos arrogantes, mas lá no fundo sabemos, eles existem e andam por essas terras, eles se escondem dentro da escuridão deste mundo, se escondem na parte mais sombria de nossas almas, e aparecem apenas para causar caos e destruição, essas são as principais ideologias de um demônio. Mas, um dia, um humano conseguiu usar a magia de um demônio, assim como os humanos também conseguiram usar as magias de dragões e deuses, eles evoluíram para enfrentar um novo inimigo. E dali em diante, surgiu o Devil Slayer, o único capaz de matar definitivamente um demônio, também imune as maldições deles, mas com o tempo, a magia Devil Slayer virou esquecida, a ameaça dos demônios foi diminuindo até quase desaparecer, e com isso, as pessoas não precisavam mais de um Devil Slayer para lutar. Mas ainda se tinha meios de conseguir obter a magia, era por meio de livros antigos, ou passar a magia para outra pessoa, e nós iremos ver a história de um desses Devil Slayer's.


                                     ...

Na estação de trem de Magnólia, se podia ver duas pessoas andando lado a lado, uma das pessoas era uma garota de uns dezenove anos, cabelos vermelhos, usava uma armadura na parte superior do corpo, e uma saia azul clara, ela carregava um enorme chifre, ao seu lado estava um garoto, também de dezenove anos, cabelos brancos como a neve, e bagunçados, olhos azuis, ele vestia uma calça jeans preta, coturnos pretos, vestia uma camisa vermelha e um casaco preto que chegava até os joelhos. Eles andavam em direção da guilda mais animada de Magnólia, a Fairy Tail.

- Está animada, Erza? - O garoto pergunta à ruiva chamada Erza Scarlet, conhecida como: Titânia, a rainha das fadas.

- Sim, muito. Sempre é bom voltar para a Fairy Tail - A ruiva responde com um sorriso - E você Edward? - O garoto apenas abriu um sorriso e respondeu.

- Claro, assim vou poder voltar à minha rotina de brigas - Respondeu Edward Strauss, irmão gêmeo mais novo de Mirajanne Strauss, conhecido como: The Slayer, ou The Devil of Flames, todos o conheciam bem por causa de sua magia, e sua fama de destruição. Normalmente ele apenas aceitava trabalhos relacionados com demônios, mas depois de alguns meses na guilda, ele comecou a fazer missões com Erza, assim eles receberam o título de dupla mais forte, ambos magos classe - S.

Agora era visível os portões da guilda por onde eles entraram, sendo recebidos por todos os membros suando frio com a presença de Erza.

- Onde está o mestre? - Pergunta Erza colocando o chifre no chão da guilda.

- Ele está na reunião de rotina - Fala uma garota albina de dezenove anos, aquela era Mirajanne Strauss, irmã gêmea mais velha de Edward.

- Entendo - Falou a ruiva antes de se virar - Natsu, Gray, precisarei da ajuda de vocês - Todos da guilda ficaram nervosos e começaram a cochichar entre si.

- Ei! Eu também estou aqui seus idiotas! - Edward grita fazendo todos o olharem.

- Desde quando você está aí, Ed-nii? - Natsu pergunta fazendo Edward ficar com uma veia na testa.

- Desde que eu e a Ruiva chegamos - Falou Edward apontando para Erza, depois os membros começaram a falar que só agora eles tinha percebido - Seus malditos, pelo menos a Mira se lembrou, certo Mira!? - Grita se virando para a irmã que estava meio surpresa.

- C-claro - Mirajanne fala virando a cabeça pro lado um pouco envergonhada por não perceber seu irmão.

- A-até a Mira... Ninguém se importa comigo... Vou apenas ficar nesse canto esperando a morte... - Edward agora estava em um canto da guilda com uma nuvem de depressão em cima da cabeça.

- Ah... Você estava aí Edward!? - Erza perguntou surpresa ao ver o albino, todos na guilda ficaram com uma gota na cabeça, não era possível, ele estava praticamente ao lado dela desde que chegaram em Magnólia.

Aquela frase só serviu para aumentar a nuvem de depressão em sua cabeça, ele se levantou e se sentou em frente ao balcão onde Mira atendia.

- Me vê um hambúrguer em chamas Mira, talvez isso alegre meu dia - Edward diz ainda chateado.

- Claro - Mira vai até o fogão e começa a preparar o hambúrguer em chamas de Edward.

(Ai meu Deus, é ele, ele é o número um no rank de magos que você quer namorar, Edward Strauss, estou tão nervosa) Pensa uma garota loira suando muito, fazendo Ângelo a olhar.

- Aqui! - Mira exclama entregando o hambúrguer em, literalmente, chamas para Edward.

- Valeu, Mira - Fala mordendo o hambúrguer - Quem é a loira? - pergunta ainda olhando a garota que não parava de suar.

- Ah, aquela é a novata... Lucy! - Mira chama a garota loira que mesmo relutante se aproximou, ainda nervosa - Edward, essa é a Lucy, Lucy, esse é Edward Strauss, meu irmão gêmeo mais novo - A albina apresenta ambos um para o outro.

- Prazer em conhecê-la, Lucy - Edward estendeu a mão para a cumprimentar.

- O-o p-prazer é meu - Lucy aperta a mão de Edward completamente nervosa por ver seu ídolo na sua frente.

Ambos iniciaram uma conversa banal enquanto Erza falava com Gray e Natsu, a loira logo ficou intrigada ao ver Edward comer as chamas no hambúrguer igual Natsu comia chamas.

- Edward, você é um Dragon Slayer? - Edward se virou para ela antes de responder.

- Eu sou um Slayer, mas não um Dragon Slayer - Respondeu terminando de comer.

- Então é o que? - A loira apenas teve sua curiosidade aumentada com a fala do albino.

- Eu sou um Devil Slayer, aquele que caça demônios - Lucy arregalou os olhos em surpresa por essa informação.

- Incrível!!! - Seus olhos brilhavam de surpresa.

- Ed - Erza chama se aproximando dos dois que conversavam.

- Fala Ruiva - Sorri provocante para Erza que ganha um blush nas bochechas.

- Você pode ir pesquisar sobre aquilo? - Pergunta seria vendo o albino se levantar.

- Claro... Encontro vocês na estação amanhã, até lá terei a resposta! - Exclama saindo da guilda e indo para a biblioteca de demônios da cidade de Magnólia, ou seja, sua casa, ele não morava com seus irmãos, mas sua casa era próxima. Lá tinha várias coleções de livros falando sobre demônios, outros apenas para descontrair, alguns para maiores de dezoito, não o julguem, ele aprendeu com seu Mestre, Makarov Dreyar, a ser um pervertido de primeira, como muitos membros da guilda.

Ele vasculhou aquela imensidão de livros, e o fato de tudo estar bagunçado e jogado de um lado pro outro não ajudava, ele não arrumava a casa desde da última vez que sua irmã o visitou, a algumas semanas atrás, mas não era assunto por hora.

- Isso vai demorar - Suspirou em cansaço começando a procurar o livro.

Continua...


Notas Finais


Se vocês gostaram deixem o favorito e comentem para me ajudar.

AFINAL VOCÊS SÃO A MINHA FORÇA✌✌


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...