História A Demon Love - Um amor Demoníaco (Yaoi) - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Anjos, Cif, Cifan, Demonios, Fantasia, Lemon, Lucif, Lucifan, Lucious, Romance, Subrenatural, Yaoi
Visualizações 51
Palavras 1.148
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Yuuuuuppppppppp volteiiiiiii kkkkkk to usando o pc da escola para postar esse capitulo kkkk e provavelmente vai ser assim até eu ganhar um teclado novo, mas pelo menos eu voltei, eu estudo o dia todo então n vai sair tão rápido os capítulos, mas saibam que eu voltei, ok?
como o próprio titulo já diz, esse capitulo fala de um dos personagens kkkkk o Gato vermelho, mas conhecido por vcs como Gv

espero que apreciem kkkkkk

Capítulo 8 - O Gato Vermelho


Gv é um gato comum, certo? Não se sabe. Então o que ele é? Não se sabe. Seu nome não é Gv, seu verdadeiro nome foi esquecido a muito tempo por tudo e por todos... Mas ele se lembra de seu nome, o nome que ele amaria esquecer, um nome com muitos erros, muitas decepções, muitos traumas, muito sofrimento...seu real nome... o verdadeiro ele que a muito tempo não existe...

 

A muito tempo, numa bela família rica, tinha uma gata que estava dando a luz aos seus filhotes, a gata, cujo chamavam de Merry, estava dando a luz a seis e lindo filhotes...ou não... um de seus gatos nasceu com uma cor diferente dos demais, vermelho, Merry e seus filhotes eram brancos, brancos como a neve, Gv era vermelho como o sangue, e...diferente dos outros gatos, ele tinha consciência do que acontecia ao seu redor, diferente dos outros gatos, ele entendia a mente humana, diferente dos outros gatos...ele podia falar a língua humana... O que gerou muito bullying de seus irmãos, os outros gatos não gostavam do Gv, sua mãe não podia fazer nada para impedir por causa da família rica que também não gostava do gato, mas então por que a família rica apenas não jogou o gato fora? Por que essa família rica quis ficar com o gato vermelho? Nem mesmo Gv sabe... só sabe que ele sofria...noite e dia...impedido de comer, impedido de beber seu leite, a única coisa que o mantinha vivo era o pouco leite que sua mãe o podia dar quando ninguém estava por perto. Até que um dia, a família rica decidiu dar um fim na gata e seus filhotes... Motivo? Ninguém sabe, só se sabe que perseguiram a mamãe gata e seus filhotes, tentaram matar cada filhote, um por um, até chegarem no Gv... Ele tentou, correu para bem longe graças a ajuda de sua mãe...

 

 

 

 

 

 

Um erro...

 

 

 

 

 

 

Ao tentar fugir ele foi pego...sua mãe foi pega...abriram a barriga da Merry na frente dele, tal visão o dava vontade de vomitar, ele chorava, miava e pedia para que parassem, mas seu pedido não foi concedido... quando perceberam que a mãe do Gv estava morta a jogaram no lixo. Gv, traumatizado com o que aconteceu, não conseguia se mover, não conseguia mais chorar, não conseguia sentir mais nada além de tristeza e raiva. Quando chegou a hora do Gv, a estrutura da casa em que estavam desabou, caindo inteiramente sobre a família rica e do Gv, mas por causa de seu tamanho ele sobreviveu. Sozinho...triste...com medo, isso era o que o Gv estava sentindo enquanto vagava sem rumo pelas ruas, até que um dia um belo casal de ripes achou o Gv e decidiram cria-lo, ele ficou um pouco receoso sobre ficar com aquele casal por conta do que havia acontecido com ele, mas ele decidiu dar uma chance.

 

 

 

 

 

 

 

Um erro...

 

 

 

 

 

 

 

Aquela família fez experimentos com o Gv, fizeram modificações no seu DNA, tudo porque queriam saber o motivo da estranha cor do Gv, mudaram seu DNA ao ponto de o dar um incrível poder, o poder de prever a morte da pessoa. No começo, ele achou incrível esse poder, mas a medida que o tempo foi passando ele começou a odiar seu poder, saber quando alguém que ele gosta for morrer... só o faria ficar ansioso, tentando impedir a morte. Ele sabia onde, quando e como aquela família ia morrer, eles seriam mortos por um grupo de criminosos que os torturariam para obterem informações das pesquisas malucas que eles fazia. E assim aconteceu, meses depois o casal foi torturado e morreram, o Gv ficou sozinho de novo, vagando pelas ruas...

O tempo passou e Gv foi ficando cada vez mas triste, tendo vários donos e vendo eles morrerem pelas próprias mãos de sua raça, a raça humana, até que um dia ele parou para pensar no que acontecia, ele via a morte dos outros, mas sempre que ele resolvia ficar com alguém, essa pessoa morria antes do tempo que ele via. “Maldição de Deus” foi o que ele pensou, a partir daí ele decidiu que não seria criado por mais ninguém...

 

 

 

 

 

 

 

Um erro...

 

 

 

 

 

 

 

Sua vida ficou pior que antes, ele não conseguia achar comida, os outros gatos o perseguiam, Gv percebeu que deveria ser criado por alguém, e rápido, ou ele seria morto pela sua própria maldição, mas por algum motivo as pessoas, que deveriam peyga-lo, o ignoravam e o tratavam como um gato de rua. Gv não sabia mas o que fazer, ele não queria morrer, mas ele também não queria matar alguém. “Por que a vida é tão cruel?”, se perguntava enquanto olhava para o céu. Gv já estava sem esperanças, mas um gentil idosa o viu e quis cria-lo, Gv então pensou que finalmente não morreria, e viu que aquela idosa morreria em três meses, ele estava feliz.

 

Dois meses, apenas dois meses se passaram até que Gv quisesse impedir a morte da gentil idosa, ela era diferente dos outros, não tinha nenhum pingo de tristeza, raiva ou ganância igual a seus antigos donos...ela cuidava bem dele, deu muito amor a ele, mais do que sua mãe já lhe deu...para ele foram os melhores dois meses que ele já teve na vida...eram insubstituíveis. Gv tentou, e procurou diversas maneiras de impedir a morte daquela idosa, ele finalmente estava feliz com alguém, não queria que essa felicidade acabasse. Ele achou o que procurava ele finalmente descobriu como impedir a morte...

 

 

 

 

 

 

 

Tarde demais...

 

 

 

 

 

 

 

A idosa, cujo o rosto era tão belo, mas mesmo assim mantinha um jeito tão gentil e doce não acorda mais, em sua cama, uma única flor branca ela segura, uma flor que o Gv deu a ela, ele já não sorria, as pessoas que ele mais amou morreram, o que resta agora? Nada...Então para tirar toda essa sua tristeza de uma vez, ele se jogou no mar...

 

 

 

 

 

 

 

Um erro...

 

 

 

 

 

 

 

Ele acordou na praia. Frustrado por não ter sido morto pelo mar, ele se jogou de um prédio. Acordou no chão. Ele não sabia o por que dele não mais morrer, ele queria a morte, queria tirar toda tristeza que sentia, até que num dia, ele descobriu o porquê dele não morrer, quando ele se jogou no mar, ele morreu, mas então virou um demônio... “Por que?”, se perguntava com seus olhos cheios de lágrimas, ele não queria virar um demônio...ele...queria ser feliz... Sua alegria foi desaparecendo aos poucos, seus sentimentos estão desaparecendo aos poucos...sua razão de viver...está desaparecendo...

 

Muito tempo se passou, Gv não era o mesmo...ele vagava pelas ruas e sempre tinha um dono novo e sempre os perdendo, mas ele já não ligava mais. Enquanto vagava pelas praças da cidade ele conheceu um cara chamado Luscious, e logo também conheceu seu companheiro Marcos, logo viraram amigos, mas Gv não queria que ninguém morresse, então ele não deixou Marcos e Luscious cuidar dele...

 

 

 

 

 

 

 

Um...


Notas Finais


eae, o que acharam? ficou legal?

eu tentei escrever de um jeito diferente doq eu escrevo, achei esse estilo interessante e então quis escrever a historia de um dos personagens kkkkk

vejo vcs no próximo cap kkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...