História A descendente de Merlin - Capítulo 52


Escrita por:

Postado
Categorias As Crônicas dos Kane, Doutor Estranho, Harry Potter, Liga da Justiça, Merlin, O Aprendiz de Feiticeiro, Os Vingadores (The Avengers), Percy Jackson & os Olimpianos, Power Rangers Força Mística
Personagens Alastor Moody, Arthur Weasley, Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), Molly Weasley, Personagens Originais, Remo Lupin, Stephen Vincent Strange / Doutor Estranho, Udonna, Zatanna
Tags Alastor Moody, Arthur Weasley, Baltazar Blake, Celeste, Drestranho, Feiticeira Escarlate, Feiticeiro Supremo, Magnus, Mariana, Merlin, Merliniano, Molly Weasley, Morganiano, Olho Tonto, Remo Lupin, Stephen Strange, Udonna, Vitoria, Zattana
Visualizações 11
Palavras 1.836
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Fantasia, Ficção, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Saga

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi pessoal
Vamos ver o capítulo de hoje?

Capítulo 52 - Bes, o deus anão


  O brilho foi tomando uma forma.  Pera aí...Quem é você?

  - Prazer em conhecê-lo narrador- ele disse- meu nome é Bes, o deus dos anões.

  Bem, prazer em te conhecer Bes. Ah, essa é a parte que eu descrevo ele, certo? Muito bem.

  Ele tem metade da estatura de Celeste e seus traços são idênticos aos do homem de neandertal. Seu espesso cabelo, arrumado em um penteado que parecisa ser moda nos anos 80, era escuro e estava meio imundo. Os olhos são escuros, e um olho era consideravelmente maior que o outro, e o nariz era imenso. Era bem gorduchinho, e sua barba estava engordurada Usava uma roupa dos anos 80.

   É... Bes, eu de novo. Você tem uma aparência bem...peculiar.

  - Obrigado. Agora, podemos voltar para a história?

  Ah claro.

  A deusa gata Bastet impediu que um inferi atacasse o recém chegado.

  - Ah, olá Bastet- disse Bes- que bela confusão você se meteu.

  - Pessoas como eu atraem confusão- falou a deusa gata.

  Algo bateu em Bastet. 

  Era Sadie. Bastet curou os ferimentos de sua protegida. 

  Sadie notou Bes. Falou:

  - Ah, oi Bes.

  - Oi- falou o deus anão- o que aconteceu?

  Sadie se levantou e explicou:

  - Eu e a garota da poção estavamos lutando contra a maluca vestida de verde.

  Algo passou rápido pelas cabeças deles. Esse algo acertou um inferi que atacava Doutor Estranho. 

  Perceberam que esse algo era o Mjolnir. Quando ele voltou, Thor o agarrou no ar e martelou um inferi.

  Thor chegou até Bes, Bastet e Sadie. Falou: 

  - Olá Bes.

  - Grande Thor- saudou o anão- você está por aqui também?

  - E não é só isso. Ártemis e Morgana, a filha de Poseidon e Atena, também estão aqui.

  Bes realmente ficou surpreso:

  - Tantos deuses reunidos no mesmo lugar.

  Thor olhou Circe. Falou:

  - Os inferis não estão mais com a intenção de nos matar. Estão com a intenção de proteger ela. Vejam. Amora está desprotegida. Circe sabe que se derrotarmos ela os inferis desaparecão. 

  - Então Circe está invocando os inferis apenas para se proteger?- perguntou Sadie.

  - Basicamente. 

  - Então o que precisamos?- perguntou Bastet.

  - De um ataque a distância. Um poderoso suficiente para derrotar Circe e os inferis.

  Ártemis passou correndo ao lado deles. Olhou e viu Bes. Ela fez uma cara que indicava surpresa.

  - Bes?- disse a deusa caçadora.

  Bes acenou para a deusa. 

  - Muito bem- falou Bes- eu vou fazer meu truque. Mas preciso que me ocultem.

  - Um feitiço é perfeito para isso- falou Bastet.

  Um inferi puxou o braço de Bastet. Um feitiço o destruiu. O feitiço foi lançado por Morgana.

  - Bes?- disse a bruxa- a quanto tempo.

  - Tudo bem, Morgana?- disse o deus anão. 

  Bastet destroçou um inferi. Falou:

  - Morgana, Sadie, lancem um feitiço de ocultação em Bes.

  Morgana olhou para a hospedeira de Ísis:

  - Conhece a nuvem temporária de ocultação?

  - Está brincando?- falou Sadie- é claro.

  - Ok. Faça a gentileza de nos ajudar, Ísis.

  As duas saíram com Bes, sendo escoltadas por Thor e Bastet.

  Vitória estava sendo subjugada por Amora. Mas resistia bravamente.

  Celeste destroçava um inferi aqui e outro alí. 

  Doutor Estranho e Zattana lutavam lado a lado. Uma hora, o mago supremo disse:

  - E aí Zattana, como vai Constantine?

  - Ah- falou a animaga- vai bem. Natasha ficou doente hoje, e ele cuidou dela. 

  - Com que idade Natasha está, dois meses?

  - Três meses. E John e eu estavamos pensando se você e sua esposa não gostariam de ser os padrinhos.

  Stephen invocou facas místicas e destroçou alguns inferis.

  - Por mim tudo bem- falou o mago- falarei com ela mais tarde e perguntarei.

  - E você, tinha me dito que Cristine estava grávida. É garoto ou garota?

  - Garota. Estamos pensando em colocar Rowena como nome.

  Zattana pronunciou um feitiço. Alguns inferis viraram simpáticos e inofensivos coelhinhos.

  - Rowena é um belo nome- falou Zattana- e como Harry está?

  - Bem.

  - Meu afilhado está reagindo bem ao fato de que vai ter uma irmã?

  - Muito bem. Harry é muito atencioso. Será um irmão incrível. 

  Uma explosão vinda do mago supremo e da animaga arremessaram uma dúzia de inferis. 

  Estranho reparou em Amora. Percebeu que Vitória estava quqse sendo derrotada pela morganiana. Rapidamente formulou um plano. O disse para Zattana.

  Uma figura portando dois círculos de magia passou ao lado deles. 

  Era Celeste. Os escudos explosivos em sua mão a mantiam longe dos inferis.

  Estranho reduziu os inferis a cinzas.

  - Celeste preciso de um favor- disse Estranho.

  A garota estranhou mas disse:

  - Ah, beleza. O quê precisa?

  - Preciso que distraia Amora.

  Celeste olhou para Amora, a bruxa que estava atacando sua amiga. Imediatamente sentiu raiva dessa deusa bruxa ridícula.

  - Por quanto tempo?- perguntou a menina, com sangue nos olhos.

  - Apenas alguns minutos. 

  Celeste assentiu. Invocou dois escudos de magia. Correu até a amiga.

  Ao chegar já foi recebida por um feitiço lançado cegamente por Amora. O feitiço bateu no escudo de magia de Celeste e voltou para a atacante.

  - Porque não me enfrenta- falou Celeste.

  Os olhos malignamente verdes de Amora focaram em Celeste. A asgardiana falou:

  - Não quero fazer isso. Você não tem que sofrer. Você é será a matriarca de uma era nova. Junte-se a nós. Você...

  Celeste lançou dois escudos na bruxa. Falou:

  - Hoje não, Cate Blanchett.

  Amora e Celeste iniciaram uma batalha. Os raios verdes de Amora colidiam com os escudos de Celeste. Amora invocou um chicote mágico que agarrou o braço da Celeste. Vitória o partiu. 

  Celeste invocou uma estaca de magia. Vitória recorreu ao feitiço Incendius. A estaca de magia flamejante arranhou a asgardiana.

  - Temos que lutar juntas mais vezes- disse Vitória. 

  - Pois é- disse Celeste.

  Elas lançaram mais golpes juntas. Celeste criou um escudo e deslocou seus elementos. Vitória criou uma bola de plasma. E lançou dentro do escudo. Os elementos do escudo somaram-se ao plasma em uma arma explosiva. Amora abaixou-se, e aquilo causou uma explosão que reduziu a cinzas uma multidão de inferis.

  Amora lançou uma esfera de chamas. Vitória pôs se afrente de Celeste e esticou o braço, com a mão em concha. O fogo parou na concha de sua mão. Olhando melhor, Celeste percebeu que a esfera de fogo estava dentro de uma esfera maior, transparente. 

  Vitória reverteu a chamas para alguns inferis desavisados. Celeste perguntou:

  - Que feitiço foi esse?

  - A esfera de vácuo- falou Vitória- sabe, quando você entra para uma organização milenar como os Merlinianos, você acaba aprendendo alguns feitiços a mais. Um exemplo disso é a Armadilha Espelhada Húngara, que Magnus demonstrou. Mariana é particularmente boa nesse feitiço. 

  Um raio verde forçou as duas a interromperem a conversa. 

  Celeste reparou em uma coisa. Algo estava esquentando em seu bolso. Celeste olhou dentro dele.

  Viu o espelhinho/escova de Afrodite. Ele estava produzindo o calor.

  Celeste lembrou-se do aviso de Afrodite sobre a hora certa de usar o presente. Aparentemente esta era a hora. Celeste tinha certeza disso.

  Ela puxou o espelho do bolso. A escova tomou forma em sua mão. Em um movimento rápido, Celeste passou a escova no cabelo. 

  A escova começou a brilhar. E se dissolveu em uma fumaça. A fumaça encaminhou-se para suas costas.

  Algo tomou forma em sua costas. Só percebeu quando ouviu o grande Uau de Vitória. 

  Uma capa rosa havia se materializado em suas costas. 

  Antes que pudesse falar algo Amora lançou um feitiço. Algo puxou seu pescoço. Celeste logo viu que esse algo era a capa. 

  E não parou por aí. Amora lançou mais um feitiço. A capa virou, cobrindo o corpo de Celeste.

  Antes que Amora ou a capa de Celeste pudessem fazer algo, algo cobriu o rosto de Amora. Esse algo era uma capa vermelha. Não, espere. Celeste conhece essa capa.

  O grande mago supremo, o Dr. Stephen Vincent Strange, apareceu ao lado delas. Mas estava sem a sua capa vermelha. Celeste ligou os pontos.

  - Aquela é a sua capa?- perguntou Celeste.

  - Sim. O manto da levitação tem outras habilidades, além da levitação. E desculpe a demora, tivemos problemas. Agora, é a vez de Zattana.

  Estranho ergueu dois dedos de sua mão. Descreveu vários círculos no ar. Acima de Amora, um círculo da magia de Stephen se abriu. Zattana saiu dele. Pronunciou um feitiço. 

  Correntes místicas surgiram na mão da bruxa. Zattana as atirou em Amora. Ela foi presa por ela.

  Estranho sumonou o manto de levitação. Ele parou de lutar com Amora e voltou para seu dono, prendendo em seu corpo

  Ao ver o mago, Amora disse, com Estranho:

  - Ora, olá Estranho.

  - Amora- falou Zattana- nós a condenamos ao exílio no abismo. Suma de Midgard...

  Antes que Zattana pudesse continuar o ritual, ouviram-se gritos roucos. Os merlinianos olharam para o lado.

  Ao ver a causa dos gritos, Magnus soltou uma exclamação que, para o bem dos leitores mais sensíveis, não vou descrever. Bes, o deus dos anões, havia voltado. E ele estava bem...nojento. 

  Devido ao fato de que até eu, o narrador da história, estar meio enojado, não vou descrever minuciosamente o jeito que Bes estava. Mas Bes, em toda a sua barriga flácida, costas e braços peludos, pés horríveis,  pneus flácidos e uma sunga azul escrito Orgulho anão, havia voltado a luta.

  Ao ver Bes em sua aparência, Celeste se sentiu profundamente enojada. Seu estômago revirou. Apoiou-se na parede da caverna, e disse, com ânsia:

  - Acho que eu vou vomitar.

  Magnus, que estava a poucos metros de distância, foi mais além. Vomitou. E depois usou um feitiço chamado Tergeo para fazer o vômito sumir.

  Celeste perguntou, ainda com ânsia, para Estranho:

  - Quem é esse?

  - Bes- disse Estranho- é o deus dos anões. Ele pode assustar qualquer coisa. Os egípcios o representavam em suas casas para que ele os protegesse.

  Os inferis estavam se acumulando ao redor do deus anão. Bes os instigava:

  - Vamos, vamos, podem vir. São os convidados de honra do meu show. Vamos, isso mesmo. Venham. Estão todos aqui? Certo. Agora...

  MEU SANTO MERLIN! Bes não acabou a frase porque realizou uma careta. A careta mais horrenda que todos naquela sala haviam visto.

  Uma descrição um pouco mais minuciosa, mas nem tanto, da careta de Bes. O rosto foi sacudido. Os olhos saltaram, e o cabelo se eriçou. A mandíbula se desprendeu e se deslocou para frente. Bes também pôs a língua para fora e gritou "Bu".

  Ao fazer isso, virou os rosto para os inferis. A medida que fazia isso, os inferis iam se transformando em pó de cadáver. Bes foi fazendo isso, até não sobrar nenhum cadáver. 

  - Inferis- disse Bes- sacos de ossos sem cérebro.

  Antes que Circe pudesse fazer algo, Bes fez novamente a careta. Ela se transformou em fumaça. Aconteceu o mesmo com Amora. As correntes místicas de Zattana caíram no chão. Eles agradeceram a Bes. A porta se abriu. E eles foram. Foram para a última ala.


Notas Finais


Oi amigos.
E, depois desse final maluco, eles vão para última ala. Como será lá? Como será o amuleto? Veremos o que acontecerá no próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...