História A descoberta de uma paixão - Capítulo 7


Escrita por: e Blooddemon

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Jiraiya, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Killer Bee, Konan, Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Maito Gai, Mei, Menma Uzumaki, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Nagato, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Rin Nohara, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shino Aburame, Shion, Shizune, Tayuya, Temari, TenTen Mitsashi, Toneri Otsutsuki, Yahiko, Yamato
Tags Arrependimento, Casais Surpresas, Drama, Naruto, Psicológico, Revolução, Romance
Visualizações 672
Palavras 1.903
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Harem, Hentai, Luta, Poesias, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Shounen, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem! XD

Capítulo 7 - Passado de Kushina


Fanfic / Fanfiction A descoberta de uma paixão - Capítulo 7 - Passado de Kushina

Antes:

 

Todos os três já haviam saído do quarto e só restou Minato, que sem perder tempo disse...

 

Sabe filho, já vi um parente de sua mãe ter um problema quase igual ao seu, ele cometeu muitos erros e entrou em um caminho completamente errado... não deixe isso te controlar, controle essa coisa e se apoie em seus amigos e família, só assim poderá correr tudo bem! – Minato disse enquanto abraçava Naruto e saia do quarto.

 

Isso já está passando dos limites e pelo que parece, apenas uma pessoa entende o que está acontecendo! – Naruto pensou enquanto se deitava de lado e fechava os olhos.

 

Agora:

 

Kushina abria os olhos e reparava que o dia era frio e chuvoso, olhou para o lado e notou que seu marido ainda dormia serenamente, diferente dela que passou o restante da madrugada acordada com seu marido fazendo algumas coisinhas, porem deixou esses pensamentos de isso e espreguiçou-se, indo em direção ao banheiro realizar sua higiene matinal.

 

Após alguns minutos de banho, ela saiu do banheiro perfumada, colocou um sobretudo por cima da camisola, calçou suas pantufas e se aproximou da cama dando um beijo no topo da testa de Minato.

 

 Desceu as escadas da mansão e ouviu vozes vindo da cozinha e assim que pode visualizar o cômodo da residência, reparou uma cabeleira loira que conversava com os empregados... sentou-se nas escadas e sorriu vendo o filho preparando o café.

 

 

Naruto preparou uma jarra de café, uma jarra de chocolate quente, torradas com geleia, biscoitos recheados e pães de queijo, cortou algumas frutas e finalizava espremendo laranjas para um delicioso suco.

 

O loiro sentiu uma presença nas escadas e reparou uma cabeleira ruiva e sua dona que tinha as mãos apoiadas no joelho e segurava o queixo, decidiu dizer algo ao perceber que a mesma mantinha um belo sorriso no rosto.

 

Bom dia, oka-san! – Naruto disse sorrindo como sempre.

 

Bom dia meu anjo! – Kushina respondeu enquanto descia as escadas e sentava em uma das cadeiras.

 

Queria fazer uma surpresa, mas a senhora acordou antes. -  Naruto disse enquanto dava um beijo na testa da ruiva.

 

Acordou mais cedo que o normal, o que aconteceu... deu pulga na cama?

 

Não... um certo casal não me deixou dormir à noite devido aos barulhos! – Naruto respondeu acusatoriamente, deixando sua mãe envergonhada.

 

Ela estava com o rosto mais vermelho que seus cabelos e não conseguia parar de gaguejar.

 

E-e-eu n-nao sei do que está falando! -  Kushina se reprendeu mentalmente por ter gaguejado na frente de seu filho.

 

Ah não?

 

N-não! – Kushina novamente insistiu.

 

Ah... Minato, não para, mais forte... ahhh... eu te amo... – Naruto disse enquanto fingia ser sua mãe gemendo.

 

Não foi isso que eu falei... Dattebane! – Kushina respondeu vermelha de vergonha.

 

Então você confirma que falou algo-Dattebayo. – Naruto disse enquanto ria.

 

Você está me confundindo-dattebane...eu não faço essas coisas com seu pai!

 

Relaxa mãe, não sou mas criança eu sei muito bem... ou você acha que ainda acreditamos em cegonha? – Naruto disse de forma irônica.

 

Depois de muitas risadas de Naruto e várias reclamações de Kushina, os outros membros da família finalmente se reuniram na mesa para o Café.

 

Após o término do café, Menma e Shion foram aos seus respectivos quartos para se arrumarem para o colégio... menos Naruto que permaneceu na mesa junto aos pais... Minato e Kushina estranharam a atitude do filho e logo o namikaze perguntou...

 

O que foi filho? – Minato perguntou.

 

Gostaria de saber uma coisa, tudo bem para vocês? – Naruto disse de forma séria.

 

Os pais do loiro se olharam em cumplicidade e assentiram.

 

Quem é Nagato? – Naruto perguntou.

 

Assim que Naruto terminou a frase o semblante de Kushina mudou e imediatamente Naruto percebeu em seu rosto um misto de tristeza e dor... Minato percebendo a tristeza no olhar da esposa segurou sua mão, dando o apoio que ela precisava.

 

A ruiva suspirou profundamente e logo respondeu.

 

Uzumaki Nagato para ser mais exato... ele foi alguém muito importante para mim. - Kushina disse de forma triste.

 

Ele é algum parente? – Naruto perguntou.

 

Sim, ele é meu irmão gêmeo... – Kushina respondeu.

Antes que Naruto disse algo, Kushina o interrompeu...

 

Sim, ele é seu tio... no passado meu irmão tomou atitudes erradas e destruiu a sua vida, com isso nossa família se destruiu e cada um foi para seu canto.

 

O que aconteceu com ele para tomar essas atitudes?

 

Seu tio era uma pessoa gentil, amável e bondosa, mas tudo mudou com uma tragédia em nossa família. – Kushina disse.

 

Naruto ouvia tudo atentamente enquanto sua mãe relatava seu passado, para alguns poderia ser algo comum e até bobo, porem para Naruto era algo muito especial, já que sua mãe nunca disse de onde veio, quem eram seus pais ou se tinha algum parente vivo.

 

Quando éramos crianças nosso pai foi assassinado após descobrir que um de seus sócios lavava dinheiro para a máfia japonesa...  otou-san era um homem honrado e muito correto, então ele confrontou esse homem chamado Hanzo e após conseguir provar tal ato criminoso, foi expulso do conselho das empresas Uzumakis pelo seu próprio pai... alguns meses depois meu otou-san sofreu um atentado e Nagato presenciou tudo sem poder fazer nada.

E o que aconteceu depois... – Naruto perguntou enquanto via sua mãe suspirar pesadamente.

 

Nagato mudou, tornou-se um garoto frio e arrogante, como se uma nova personalidade fizesse presente... então ele fundou uma gangue chamada akatsuki.

 

Akatsuki? – Naruto indagou.

 

Sim... no início era uma gangue que agia como proteção para os comerciantes de nossa cidade, combatendo as extorsões da Yakuza... com o passar do tempo a organização criminosa retaliou e numa dessas respostas o nosso melhor amigo foi morto, com isso Nagato chegou ao limite e explodiu em raiva, ele mudou drasticamente seus atos, transformou a akatsuki em uma organização criminosa que controlou toda a Ásia, sendo capaz de subjugar a própria yakuza

 

Sério isso? – Naruto perguntou encarando Minato, vendo o mesmo assentir.

 

E o que aconteceu depois disso?

 

Depois de muitas atividades sanguinárias, deixando o recado para todos de que a paz e ordem só reinaria através da dor... ele foi preso e acusado de todos os crimes cometidos. – Kushina respondeu.

 

Então ele está preso? – Naruto perguntou.

 

Não! – Kushina disse seca.

 

Seu tio tinha muita influência no cenário político de nossa cidade e isso foi fundamental para retirarem ele lá de dentro... e após alguns anos ele foi ajudado por um homem pervertido e escritor de livros eróticos de grande sucesso.

 

O Ero-senin?

 

Sim... após ler um dos livros de seu avô, ele quis o conhecer e se tornaram amigos, após isso voltou a ser mais aberto a todos e eu quis me reaproximar dele, mas ele disse que o Mundo que ele vivia não era para eu estar envolvida... – Kushina disse enquanto chorava.

 

Então ele se afastou de você? – Naruto perguntou recebendo confirmação de sua mãe.

 

Há quantos anos você não tem contato com ele?

 

Desde que você é seu irmão nasceram! – Kushina respondeu.

 

Então você nem sabe aonde ele vive?

 

Sei que ele mantém negócios em Tóquio, mas somente isso... – Kushina respondeu enquanto tomava um pouco de agua para se acalmar.

 

Após a explicação de Kushina, Naruto ficou pensando por alguns minutos e perguntou.

 

Então o que está acontecendo comigo e o mesmo que aconteceu com ele... tipo, por algo traumático ou que tenha afetado meu estado emocional?

 

É bem parecido... – Kushina respondeu.

 

Agora eu realmente estou assustado! – Naruto disse.

 

O que quer dizer filho? – Minato perguntou.

 

Logo no início das aulas eu tive problemas com alguns alunos, eles me bateram na classe e tentaram me espancar no banheiro..., mas, quando me jogaram lá, eu perdi o controle de mim e espanquei eles sem nenhum controle sobre meu corpo e força! – Naruto disse causando um certo espanto em seus pais.

 

E se isso acontecer comigo... se eu cometer os mesmos erros que o tio Nagato? – Naruto perguntou para si mesmo.

 

Eu nunca deixarei isso acontecer, está entendendo! – Kushina disse de forma séria.

 

Após a conversa no café, Naruto subiu para o seu quarto e começou a se preparar para o colégio.

 

Horas mais tarde:

 

As aulas transcorreram normalmente e na ordem do intervalo Naruto se dirigiu ao conselho estudantil, afim e procurar pelo presidente e esclarecer algumas dúvidas sobre seu “problema”.

 

Assim que chegou no local o loiro por avistar Toneri que colocava alguns assuntos do colégio em pauta, junto a ele estava Nara Shikamaru.

 

Toneri escutou três batidas na porta e se direcionou para a mesma podendo ver uma cabeleira loira pelo vidro.

 

Naruto, aconteceu alguma coisa... a que devo a honra de sua presença? – Toneri perguntou.

 

Você tem um minuto, preciso conversar com você sobre uma coisa!

 

Claro, entra aí! – Toneri disse dando passagem para Naruto.

 

 

O albino passou a mão no rosto, suspirando ele perguntou...

 

Não me diga que está tendo problemas com aquela dupla de idiotas?

 

Não, o assunto é outro... você me disse que quando estivesse mais calmo era para lhe procurar! – Naruto respondeu vendo a expressão de entendimento que Toneri mostrava.

Aconteceu de novo, digo... as crises de personalidade?

 

Não desta vez foi diferente! – Naruto respondeu.

 

Diferente como?

 

Pesadelos muito reais e brutais! – Naruto disse com uma expressão amarga ao lembrar da cena que teve de madrugada.

 

Entendo, então isso já despertou em um estágio bem avançado... – Toneri disse para ele mesmo.

 

Como sabe tanto sobre esse assunto?

 

Digamos que tenho familiaridade com esse tipo de problema! – Toneri respondeu.

 

Você me disse que conhecia uma pessoa que passou por algo parecido!

 

Correção, eu conheço uma pessoa, porem ele está meio longe, mas não precisará se preocupar, tem algumas pessoas bem perto e que podem lhe ajudar! – Toneri respondeu vendo a expressão de alivio de Naruto.

 

E aonde posso encontrá-las?

 

Não precisa!

 

Porque? – Naruto perguntou.

 

Por que você está falando diretamente com uma delas! – Toneri respondeu sorrindo.

 

O que... você também passou por isso? – Naruto perguntou exaltado.

 

E quase perdi tudo que me era importante! – O albino respondeu.

 

E como conseguiu dominar isso?

 

Eu tive ajuda de um amigo de outro amigo, quando ainda morava em Osaka, ele me ajudou bastante a canalizar e redirecionar minha raiva. – Toneri respondeu se lembrando do longo treinamento mental que teve.

 

E como pode me ajudar?

 

Primeiro você deve procurar ajuda médica e entender qual o nível está a sua personalidade... – Toneri disse.

 

Eu irei conversar com a minha avó, ela é uma ótima médica! – Naruto disse enquanto tentava esconder o fato de ter parentes importantíssimos para o Japão.

 

Sendo assim eu te passo o endereço da academia! – Toneri disse anotando.

 

Academia?

 

Sim, foi lá que treinei meu corpo e mente... aqui! – Toneri disse terminando de anotar o endereço e entregando a Naruto.

 

O Uzumaki após ler o conteúdo do papel perguntou...

 

Pain... isso é realmente um nome? – Naruto perguntou.

 

É assim que ele é conhecido... eu realmente não sei porque ele usa esse apelido, mas são pouquíssimas pessoas que sabem sua verdadeira identidade!

 

Não se preocupe, mesmo misterioso ele é de confiança... e com toda certeza poderá lhe ajudar! – Toneri disse enquanto ia em direção a Shikamaru que não estava ligando para nada.

 

Mesmo estranhando o nome contido no papel, Naruto agradeceu a Toneri e saiu do local rapidamente.

 

É.. espero que a oba-chan possa me ajudar nisso! – Naruto pensou enquanto guardava o endereço na bolsa.

E com isso damos fim a mais um capítulo, espero que estejam gostando e não se esqueçam de comentar! XD


Notas Finais


Espero que estejam gostando e não se esqueçam de comentar! XD


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...