História A deusa dos Shinigames - a Historia de um Shinigami - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Tags Original, Sasusaku
Visualizações 14
Palavras 1.655
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Seinen, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Sobrenatural, Survival, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


depois eu fasso a imagem quando meu pc voltar ao normal, a imagem que ue coloquei foi feita quando eu nem sabia desenhar ainda entao ta mt mal feita assim como as outras mais depois eu atualizo todas eu promento, por mais que niguem leia.

Capítulo 18 - A Caverna sem luz


Fanfic / Fanfiction A deusa dos Shinigames - a Historia de um Shinigami - Capítulo 18 - A Caverna sem luz

Sinto um cheiro de agua fresca e um frio de uma nacente, um escuro completo... eu nao me lembre de como vim parar aqui, estou cega?... estou amarrada no teto por correntes e me desespero quando percebo que nao me lembro de nada.

k-SOCORRO...alguem??!!

eu fiquei calada e continuei gritando fazia eco estava em um lugar profundo talvez longe da superficie, estou com fome e sede, mas nao sei onde as gotas caem.

k- hey....(tive uma ideia)

comecei a assobiar e por mais que nao vice nada eu fechei meus olhos, como a visão dos cegos as ondas sonos bateram nas paredes e eu pude me localizar era  um grande local nao tão grande nem tao pequeno, a dor nos oubros e minha cabeça girando era ainda pior. Permaneci quieta até ouvir um rangido alguem entrou no local.

k- ei, me ajude estou presa nao sei oq...

==- vai pagar pelos seus erros senhorita.

k- q erros, oq estou fazendo aqui quem é vc, me solte!

==- hohohohunmmm. háaafala serio 

ele pega uma lanterna e acende em meus olhos.

k- pare....HA.

==- oq foi querida nao se importou em cegar centenas de pessoas com seus animais filhos da puta, esta aqu para pagar pelo menso metade da dor que causou nao é minha culpa se seu celebro reiniciou....e eu acho q nao só o celebro 'hunng''( som de nojo)

k- me diga oque ocorreu.

==- me trabalho nao é contar historias minha criança...( ele cospe em meu rosto)- nao se preocupe garotinha erei fazer um belo trabalho em vc, ficara como uma pintura uma verdaeira arte...hahaha, vamos começar.....hunmmm.....vc gosta de martelos.

arregalei os olhos e apenas suspirei...doque ele ensinuava, quem era a ecuridao do lugar nao me deixava nenhuma pista doque ou onde ou quem ou até o que eu fiz, eu nao me lembro de nada, parei de pensar quando ele se aproximou de mim batendo o martelo em suas mãos e me rodiando quando ee começou a girar as correntes me fazendo ficar tonta e entao deu uma martelada em minhas maos,

- HUNRRMM.

eu abafei minha dor e ele fez novamente e me girando mais forte ele bateu o martelo em meus pes ele me girava cada vez mais e eu vomitei mesmo que nao tivesse nada em meu estomago.

- hhummmmd.......cofcof.... HAAAAN......hunmd....haaaan.. ( quando retomei meu rosto reto eu levei uma martelada no rosto estava localteada, e perdi a minah consiencia, assim desmaiando).

os outros dias foram a mesma coisa porem com alicates e agulhas, até qe ele desapareceu por 1 dia inteiro eu fiquei pensando - ele moreu vou ficar aqui até morrer de fome nao aguentava ouvir o meu corpo trabalhar e fazia barulhos eu nem sentia mais meu ombros e entao eu fiuei me balansando mais nao deu em nada.

26h depois.

click    acordei assustada

k- OQ HAN?! HAAAAA!! RETIRE ISSO DO MEU ROSTO!!

==- HAHAHHAHA vc é tao engrasada....sentiu saldades minhas joven.....hihi.

k- me tire desse lugar EU ORDENO A VOCE DESGRAÇADO OU QUANDII EU SAIR VAI AVER CONSEQUENCIAS!!!!!

=- ME ORDENA, COMO OUSA A DIZER ISSO JOVEN INUTIL, MALDIÇAO....AGORA A SENHORITA EM IRRITOU HAAAAAAAAAN....( SUSPIRO)....han....bem...sem  livre harbitreo, pra vc garota, ou melhor dizendo, vc nao vai dizer mais nada.

ele faz um movimento rapido com o martelo e senti minha carganta sendo quebrada ao meio e despedasada o sangue correu pra cima rapidamente eu me engasguei e ele girou as correntes olhando para mm com deboche e colocando a lanterna no meu rosto.

==- olhe para mim( suspiro) OLHE PARA MIM VADIA.

Eu tossia e me asficsiava com o sangue cada vez mais, eu olhei para ele eentao ele deu um soco em meu estomago e eu vomitei tudo com isso eu senti meu ombro se deslocar e eu gritei e chorei, gritava auto e ele colocou a lanterna em meu rosto e se assustou, eu estava mt ocupada com a dor para me preocupar com isso. Ele retirou as correntes e eu cai no chao como se fosse pano molhado, eu gritei ainda mais.

k- HAAAAAAAAAAAAA cof cof cof han HAAAA O MEU DEUS HAAAAAAAAAA desgrasa hunmmmmmmmmmmmm.

enquanto eu gritava me contorsendo de dor e sendo asficsiada pelo sangue percebi que minha voz estava cada vez mais falhada e estava morrendo de emoragia minhas maos quebradas minhas pernas roxas eu desmaiei batendo com a nuca no chão.

k-hunmm....ahunmmmmmm. eu ouvi um ruido e jogaram um pedaço de pao eu peguei um poco da agua que caia do teto e cuspi minha boca estava cheia de vomito sangue e outras coisas que eu nem sei oq eram, eu comi aquilo o mais rapido que podia ne mastiguei passei 4 dias sem comer e apanhando, estava morendo e minha garganta inchada nao conseguia falar eu olhava para o teto apesar de nao ver nada avia bem longe aquela lanterna e podia ver umpoco do local e eu pensava se eu estava muda se ficaria com efeitos colaterais maiores ainda, eu nao me lembrava de nada sera augo maior ainda oq eu fiz...porque ele me olhou com medo porque estou tao suja. esses eram os pensamentos que me deixavam tao sã poque se eu nao tivesse perguntas eu estaria louca sem pensar em nada e ouvindo nada sem fazer brulhos, pelo menos livre eu poderia tentar caminhar e colocar alguns ossos no lugar e eu tentei por 2 dias eu fiquei sosinha no escuro sem ver nada eu coloquei alguns ossos no lugar todo  pao avia acabado e durmi profundamente, quando acordei estava numa cadeira( acho q dormi dmais) acorrentada nas maos e pes novamente eu tentei falar e estava completamente muda.

o mesmo homem entra lá, com agulhas e um alicate, eu estava assustada, ele nao disse nada e apenas veio para atras de mim e retirou uma de minhas unhas com o alicate e fez o mesmo nos pes eu chorei q nao podia gritas e apenas remungava ele pegou em meu rosto e pegou uma agulha e colocou enfiou em meu celebro, ela era grossa e nem sangrou de tao profunda e firme  ele girava o dispositivo e eu agonizada desmaiei, ele mesmo assim continuou....e depois de mais dias vivendo apenas da agua do teto eu nao sabia mais quanto tempo avia passado mais foram no minimo 7 semanas metade dos dias eu passava no escuro. mas descobri um pouco sobre mim, o homem tinha uns 1.80 entao eu deveria ter uns 1.40, devo ter uns 10 anos no maximo...porque torturar uma criança, e porque eu penso de forma tao madura....haa que se dane eu tentei sair e a cadeira caio no chao fazendo eu ficar em uma posiçao nada agradavel nao mesmo eu rolei no chao por um dia inteiro e ele voltou e me soltou e me jogou outro pedaço de pao mofado e me deixou na escuridao novamente, eu cantarolava coisas que nem sei que ezistiao mais eu permaneci assim.

Os dias se passavam era a mesma coisa semanas no escuro e torturas masi escuro e comida mais escuro e tortura, chegou uma hora que eu nem via mais a lanterna eu começei a ver no escuro uma visao de animal, olhos de morcego, eu passei por minha conta 2 anos no local, onde nao acontecia nada de mais apenas eu tentando achar uma saida até que eu achei uma soluçao, em mais uma de suas visitas e claro que nao era mais o mesmo homem mais nao importa ele esqueceu um martelo e uma agulha que caio no escuro ele nem percebeu, aquilo foi uma vitoria para mim.

Ele veio buscar oque perdeu e eu o acertei com o martelo querbrado suas pernas brasos e barriga, e o deixei la ele vai morrer de qualquer jeito entao eu sai correndo mais eu avia esquecido de um só detalhe.

K - ( HAAAAAAAA MEUS OLHOS!)  

a luz do Sol de meio dia meio direto em mim me deixando quase cega eu tampei meus olhos e tropecei, era uma montanha tao grande achei que ja tinha morrido masi por sorte avia uma caixoeira em baixo o lago era fundo e eu consegui sair quando olhei para a agua olhei meu rosto e me lembrei de poucas coisas mt poucas como a feiticeira queimando os olhos o simbolo do clã sakumai mas eu prestei atençao em uma coisa só meu cabelo completamente roxo ( antes era vermelho, e agr é roxo nos desenhos sempre sao bracos e roxos nas pontas mais é pq quando eu fiz eu n tinha montado a historia) eu estava toda suja apesar de tudo aquilo mas eu andei a frente e presenciei 2 garotos lancando pedras uma para o otro os 2 estavam nervosos e derrepente muitas pessoas apareceram para lutar eu resolvi nao me meter, ja estava de bom tamanho estar mais de 3 ou mais anos naquele lugar eu fui escondida a uma biblioteca e fiz pesquisas sobre os humanso daquele lugar as lendas e tudo mais o tempo se passou e era hora deu encotrar um lugar para durmir e bem nao foi bem oque eu esperava...eu entrei em um coma, doormindo em uma caverna de urso, por algum motivo nao fui atacada masi tive algmas visoes do passado e algo veio a mim e disse.

-- eu irei de dar uma nova chance Kira.

k - chance doque.

--recomeçar eu ireia avançar vc no tempo irei te ensinar a como conviver com eles. mas tem uma consequencia os seus atos ainda seream julgados cresera lá mais assim que se afastar deles e mesmo que nao se afaste ira para no maximo as 30 anos e nao morrera jamas...

--.. venha minah criança irei te mostrar o mundo e oque eles te escondião....

k- mas vc...

-- a claro eu sou a pessoa que ira te amaldisoar de certa forma...Prazer meu nome é be mts me chama de SET dentre outros mas me chama de Caos.

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...