1. Spirit Fanfics >
  2. A dois passos para o submundo (Deidara x Sasori x leitor) >
  3. Quando tudo começa a melhorar

História A dois passos para o submundo (Deidara x Sasori x leitor) - Capítulo 12


Escrita por:


Notas do Autor


Oi! Olha eu de novo KKKKK Um cap amoroso e meloso,uma recompensa por terem aguentado o Deidara KKKKKK

Bom,vou tentar manter essa rotina semanal... Quinta,sexta e sabado vou tentar postar caps seguidos ok?

Boa leitura e me perdoem qualquer erro de escrita 🥀

Capítulo 12 - Quando tudo começa a melhorar


Eu acordo com um gentil beijo em minha testa,abro os olhos lentamente para ver quem seria. Assim que minha visão para de embaçar eu olho para o loiro,que está na minha frente


Deidara - Bom dia… - Ele desvia o olhar,seus olhos demonstram culpa


-- Bom dia - Vejo o loiro se aproximar e eu me afasto dele - Por que? - Eu me viro a Deidara - Por que continuou fazendo o que eu te pedi para não fazer? Você viu?! Parou em um hospital,e acabou machucando seus amigos! - Ele se escolhe e se senta na cadeira


Deidara - Desculpa - Ele olha para mim - Eu não aguentei saber do Sasori! Eu… - Ele pausa parecendo lembrar de algumas coisas que cometeu noite passada - Acho que mereço esse xingamento - Ele me olha e sorri,ainda vejo culpa em seu olhar


Ele vem até mim e ficamos cara a cara


Deidara - Eu prometo,não vou mais encostar em drogas. Quer dizer,para fumar,já que trabalho com isso - Eu solto um risinho,o Deidara realmente voltou


Eu abraço ele e o mesmo envolve seus braços em minha cintura,ele me afasta um pouco e olha para meu pulso,eu tento escondê-lo,por mais que eu esteja com raiva dele,não consigo ficar totalmente brava


Deidara - Isso?... - Eu aceno positivamente,o loiro novamente desvia o olhar,olhando para baixo


-- N-não tem problema dei - Ele olha para mim - Eu que tentei te parar,mas você já estava alterado


Deidara - Mas mesmo assim,eu odiaria te machucar… - Ele pega meu braço,eu tento tirar,mas ele segura firme o membro 


-- Isso não é nada,se comparar com o medo que senti de te perder! - Ele solta meu braço e se afasta abaixando a cabeça - Você foi totalmente irresponsável! Um babaca! - Eu respiro fundo me acalmando


Assim que Deidara ergue seu olhar vejo que ele está chorando


-- Não… - Eu falo baixo


Deidara - Eu sei! Pode me chamar do que quiser,eu só quero que um dia você realmente me perdoe! - Ele desaba em lágrimas,eu sinto um pouco de culpa por fazer ele chorar


-- Eu já te perdoei - Vou até ele e o faço olhar para mim,eu enxugo suas lágrimas e dou um sorriso - Já passou Dei,não adianta tentar consertar os erros dos passados,você tem que ser melhor no futuro - Eu inicio um beijo calmo entre nós,ele me puxa,grudando nossos corpos


Ficamos até perder totalmente o ar,nos separamos ofegante,vejo seu sorriso e acabado sorrindo também. Estava tão preocupada que esqueci de olhar as horas,pego meu celular e o ligo,vendo que são três da manhã


Deidara - Quer ir embora? - Eu aceno


Saímos do quarto pegando todos os nossos pertences,vejo que tem algumas enfermeiras de plantão,mas as ignoro falando somente com a recepcionista,que por sorte é a mesma de antes


-- Obrigada por atendê-lo 


Recpcionista - Claro - Ela sorri,mas é normal ver medo nos rostos deles


Eu e Deidara saímos do edifício,eu pego em minha bolsa o celular dele


Deidara - Obrigado - Ele sorri pegando o celular de minhas mãos. Ele liga para alguém pedindo uma carona,assim que desliga ele me olha - Hidan está vindo nos buscar


-- Você não o acordou né? 


Deidara - Acho que não - Ele ri e eu acabo rindo junto


[...]


Deidara - Finalmente em casa - Entramos,Deidara logo me olha - Está com sono?


-- Um pouco… Por que? - Deidara dá um sorriso 


Deidara - Queria passar a madrugada com você,assitir um filme… - Eu suspiro e aceno sorrindo


-- Eu aceito - Deidara abre mais seu sorriso,como uma criança ganhando algum presente


Deidara - Vem - Ele segura minha mão e me puxa pelo corredor,me levando para o quarto


Assim que chegamos ele me senta na cama e me olha


Deidara - Vou preparar um banho antes - Ele dá uma pausa - Quer vir tomar comigo? - Ele estende sua mão 


-- Bem… - Ele me puxa brincando e eu solto uma risada - Deidara! - Ele ri,ele me solta e joga uma toalha para mim - Quem disse que aceitei? - Eu o olho


Deidara - E você recusaria? - Ele volta a ser o Deidara flertante e ao mesmo tempo carinhoso de sempre…


-- Não


Deidara vai para o banheiro ligando a água para encher a banheira,eu fico esperando do lado de fora,logo ele me chama e eu entro no banheiro


Vejo o loiro desamarrar o cabelo,logo ficando totalmente solto,eu fico pensando de como ele consegue cuidar desse cabelo imenso


Deidara - Meu cabelo chama mais sua atenção do que eu - Ele finge estar magoado


-- Chama mesmo - Ele ri


Deidara - Você continua com seu humor, não é? - Ele sela nossos lábios rapidamente


Nos despimos e entramos na banheira,a água está perfeita,eu respiro fundo,relaxando na água morna


Deidara apenas me observa e sorri,eu fico um pouco envergonhada e me afundo mais


Deidara - Ainda tem vergonha? - Ele ri,eu desvio meu olhar e recuso a responder a pergunta,ele faz sua típica carranca - Eu perguntei de você ainda tem vergonha - Quando vejo ele está quase colado em mim,eu olho a ele que está sorrindo,seu cabelo molhado está em parte de meu rosto


-- Talvez - Ele se ajeita em meu lado,sinto minhas bochechas queimarem


Deidara me olha e eu encaro ele,ele logo fecha os olhos e apoia sua cabeça em meu ombro


Ficamos por mais algum tempo e logo saímos,Deidara sai primeiro,se enrola na toalha,eu saio e ele me dá a minha


Ele me puxa e me prende contra a parede,uma de minhas mãos segura a toalha,já a outra fica contra seu peito,coberto pelo pano branco. O loiro prende a minha mão na parede,sinto sua boca lamber ela,ele logo prende a outra


-- D-deidara! - Minha toalha escorrega e ele ri,iniciando um beijo calmo,sua língua passeia por minha boca tranquilamente,nos separamos,ele beija meu pescoço me fazendo dar um pequeno gemido


Deidara - Foi só para te provocar - Ele ri - Não é isso que te chamei para fazer - Ele dá uma pausa - Pelo menos não hoje


Eu pego minha toalha novamente e a enrolo sobre meu corpo,odeio quando Deidara faz isso!...


Ele destranca a porta e sai,eu o sigo,logo indo para meu lado do guarda-roupas,pego uma camisola preta com rendas e uma calcinha,eu as visto e prendo meu cabelo


Assim que olho para o amarelado e ele está com uma regata preta e uma bermuda da mesma cor,ele seca seu cabelo e deixa seu mecanismo na mesinha do quarto


O loiro vem para meu lado e me ergue pelo cintura


Deidara - Posso recompensar por tudo que fiz?


-- Acho que pode - Sorrimos juntos,ele me leva até a sala e me joga no sofá - Ei! - Ele ri,se divertindo


Eu me levanto e vou atrás dele,ele vai ao quintal e corre por lá,quando vejo eu e ele estamos brincando de pega-pega,eu fico um tempo tentando alcançá-lo,mas ele é mais agil e rapido que eu


-- Assim não vale! - Eu dou risada e ele chega perto de mim,assim que ele se aproxima eu o pego e saio correndo


Deidara ri e vem correndo atrás de mim,logo escuto barulho de água,e quando vejo o loiro caiu dentro da piscina. Eu rio com a situação e ele parece ficar bravo por um curto período


Deidara - Droga! Acabei de tomar banho - Ele sai da piscina e vem atrás de mim,ele consegue me pegar,ele vem comigo no colo,eu fecho meus olhos e sinto o amarelado tampar minha respiração,assim que ele tampa ele pula na piscina


Ele me solta,mas eu esqueço que não dou pé e me seguro nele


Deidara - Ah é… Esqueci que você não consegue - Eu subo nas costas dele,ficando de cavalinho 


-- Devem ser umas quatro da manhã! 


Deidara - A casa é nossa,fazemos o que quiser - Nossa? 


-- "Nossa" deidara? 


Deidara - É - Eu desco das costas no loiro,me apoio nele para chegar em sua frente - Agora você é minha parceira,não me importo de dividir as coisas com você 


-- Mas - Ele coloca seu dedo indicador sobre meus lábios em sinal de silêncio


Deidara - Eu sinto que você nunca vai me deixar,não vai ser como as outras,que ficou comigo pelo dinheiro - Eu o olho - Eu sei que você realmente me ama,e agora sei mais ainda - Eu não sei o que falar,apenas o olho - Você ficou comigo mesmo sabendo que eu estava alterado,cuido de mim… 


-- Eu não sei o que dizer dei - Abro um sorriso - E é claro que eu cuidaria de você,assim como sei que você cuida de mim - Eu ele voltamos ao imenso gramado,eu estou totalmente ensopada e acho que posso falar o mesmo de Deidara 


Deidara torce seu cabelo e o prende,acho que foi a primeira vez que o vejo sem sua enorme franja,eu fico com vontade de mexer em seu cabelo,mas fico com vergonha de pedir


-- Dei? - Ele me olha com seus olhos dois olhos totalmente a mostra,eu fico hipnotizada com seu olhar em mim


Deidara - Hm?


-- É… Bom,será que poderia mexer em seu cabelo? - Ele faz uma expressão de vergonha e logo o vejo corar um pouco


Deidara - Ah,claro - Ele sorri meio sem jeito e logo se senta em uma cadeira de praia - Só não vai me deixar com trança! 


-- Não vou - Eu dou uma risada 


Eu fico um tempo mexendo em seu cabelo,por fim acabo realmente fazendo duas tranças,para zuar com o loiro


-- ficou lindo - Eu rio alto e ele fecha a cara


Deidara - Você não tem jeito né?


-- Esta fofo vai! 


Deidara - Hm - Ele entra e eu o sigo,o loiro vai a um pequeno espelho que fica na parede da sala e se olha - Se alguém me visse assim acharia que sou mulher - Eu sorrio provocante ao amarelado


-- Não é para tanto! Eu gosto de você de qualquer maneira - Ele sorri


Deidara - Vou preparar algo para comer - Ele vai a cozinha,vejo ele lutando para fazer um simples macarrão ao molho branco,eu vou até ele o ajudando


-- Assim - Eu o mostro como cortar as coisas corretamente e ele presta atenção


Deidara - Eu não cozinho tão bem igual o Sori 


-- Ele pode cozinhar bem,mas você é muito mais brincalhão que ele - Mas eu gosto muito de ambos,claro


Deidara - Você acha que ele está bem?


-- Talvez…










Notas Finais


Na proxima prometo soltar o Sasori,nessa eu quis focar no Deidara pagando suas "dividas" com a S/n


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...