História A Dona da Porra Toda- Jungkook ( Repostando) - Capítulo 68


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 238
Palavras 895
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura!

Arara azul.. Ops Paola 👇

Capítulo 68 - Capítulo LXVIII- Segunda temporada


Fanfic / Fanfiction A Dona da Porra Toda- Jungkook ( Repostando) - Capítulo 68 - Capítulo LXVIII- Segunda temporada

Hoshi Narrando

Estou decepcionado com Aísha, porra eu sei que ela não me ama, mas eu não merecia uma traição dessas, só dei amor a essa mimada da porra e só levei galhos. 

Eu e os meninos vamos sair essa noite, vamos comer buceta brasileira, se a Aísha pode, eu também posso, vamos a um tal de pagode, nem sei oque é, mas to colado.

Mark- Tenho duas irmãs vadias, papai vai gostar de saber disso.

Vernon- Porra, ainda não acredito que Ayla fez isso, com aquela carinha de anjo, nunca imaginei.

Hoshi- Pior foi eu, eu namorava e levei belos par de chifres.

Mark- Rosé me paga e com juros, hoje a noite vou foder até meu pau pedir socorro.

Vernon- Somos dois

Hoshi- Três

 Mark procurou na internet o endereço de um barzinho onde toca esse tal pagode.

Pegamos um táxi e fomos até lá. O bar já estava lotado e por pouco não encontramos mesa. Ficamos lá tomando uma bebida que no começo achei o gosto estranho, mas logo bebi tudo, essa tal cerveja é boa demais. 

Vejo várias gatas com shorts super curtos dançando. Tinha uns caras cantando e tocando ao vivo, as meninas eram gostosas, tinham um belo de um traseiro .

Mark- Caralho, as meninas daqui são gatas. 

Vernon- Gostosas

Sim elas são gostosas, não mais que a Aísha. Merda lá vai eu pensar na puta, tenho que esquecer aquela garota.

Percebo uma menina dos cabelos azuis me encarando e dar um sorrisinho, que na mesma hora retribuo.

Ela vem até nós, junto com uma loira e uma morena.

Xxx- Oi gatinhos, estão sozinhos, querem companhia.

Hoshi- Estamos sim, e seria uma honra tê-las como companhia.

Xxx- Tão simpático e educados, diferente dos caras daqui, eu sou Paola, essas são Juliana e Dayane. 

Hoshi- Eu sou Hoshi e esses são Vernon e Mark. 

Paola- Nomes diferentes, vocês são de onde?

Mark- Coréia

Juliana- Aí que tudo, podemos sentar? 

Vernon- Claro princesa

Dayane- Adoramos a Coréia, somos k-popeiras

Mark- Sério, de que grupo gostam? 

Paola- Somos Armys de carteirinha, BTS é o melhor.

Mark - Sério, se as gatas quiserem, posso conseguir um autógrafo deles para vocês.

Dayane- Ah lindinho, seria um sonho, mas impossível

Vernon- Impossível nada

Mark- Se eu disser que eu sou filho do Jungkook, Hoshi filho do Jimin e Vernon filho do Jin. 

Dayane- Essa cantada foi péssima, não precisa mentir para nos conquistar, vocês já conseguiram.

Mark- Não é mentira, e posso provar.

Mark todo se achando, mostrou fotos no celular, onde estávamos todos juntos. 

Paola- Não creio

Juliana- Caraí borracha, que da hora mano. 

Dayane- Olhando bem, até que vocês se parecem.

As meninas ficaram eufóricas, e logo estavam bebendo com a gente.

A Paola é linda tem um corpo que me deixa louco.

Já estávamos meio bebados, as meninas estavam no nosso colo e nos beijando. 

A azulada estava se esfregando em mim e meu amiguinho já se animou. Quando eu olho e vejo a desgraça da Aísha entrando no bar, nossos olhos se encontraram e ela faz uma cara feia ao ver a azulada sentada no meu colo, mas parece não se importar.

E que caralho de roupa é essa, um short tão curto que dava para ver as trompas saindo pelo útero dela, que porra de roupa, ta faltando dinheiro que comprou a roupa pela metade e faltando pano.

Mark- Oque elas fazem aqui? 

Vernon- Não sei, mas olha o vestido da tua irmã, se eu fosse irmão dela, iria mandar ela trocar essa roupa.

Mark- To pouco me fodendo para minhas irmãs, olha a porra da Rosé com os peitos saltando pra fora, vadia do caralho.

Fiquei encarando a Aísha que estava sorrindo para as meninas. Oque elas estão conversando, porque tanta risada, não consigo tirar os olhos dela, até que a azulada me chama.

Paola- Lindinho, para que ta feio, parece que vai devorar a menina com o olhar, to ficando com ciúmes neném. 

Hoshi- Desculpa Paola, ela é minha ex .

Paola- Ainda ama ela?

Hoshi- Sim

Paola- Vem aqui, que te faço esquecer. 

Ela me beija e me puxa para dançar, eu não sei dançar pagode, mas dei uma enrolada enquanto ela balançava a raba, ela novamente toma meus lábios com certa possessão, e encara a Aísha. Isso não vai prestar, Aísha a fuzila com o olhar e a azulada sorri debochada. Ficamos ali nos beijando e dançando. Quando vejo a Aísha dançar com um cara, meu sangue ferveu na hora, só queria pegar uma arma da tia Beatrice e estourar os miolos desse babaca. Aísha dá um show no samba. Vejo o cara babando na minha mulher, quando eu percebo, estou babando também.

Logo vejo a azulada sambando e chegando perto da Aísha, que acaba esbarrando na Paola e derramando bebida nela. Eu conheço bem minha baixinha e sei que foi de propósito.

Paola- Olha oque você fez pirralha. 

Aísha- Foi só uma bebida,  me desculpa fofa, achei que estava com calor, já que seu fogo ta saindo até pelo rabo.

Paola- Sua idiota, isso é ciúmes só porque eu estou com o Hoshi. 

Aísha- Eu nem ligo para oque o idiota aí faz, se ele quer comer carne de segunda posso fazer nada.

Paola- Olha aqui sua cadela .

A Paola sai puxando a Aísha pelo cabelo. Já deu merda.

Aísha- Sua puta, ninguém toca no meu cabelo.

Paola- Que medinho

Aísha- Ah sua vadia, é hoje que eu faço uma chacina, seu projeto de galinha pintadinha com arara azul.

E a merda ta feita, Aísha é barraqueira como a mãe. Tenho até pena da galinha pintadinha, quer dizer Paola . 


Notas Finais


Quem ta lendo de madrugada levanta a mão.

Plena 01:27 da madruga e eu aqui, fazer oque, cheguei agora e ja corri para postar.

Ate amanhã!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...