História A Dona da Porra Toda- Jungkook ( Repostando) - Capítulo 84


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 120
Palavras 1.347
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente só falta mais um capítulo para voltarmos de onde parou... Finalmente leitores antigos, vamos continuar nossa história. 🤗

Boa Leitura!

Capítulo 84 - Capítulo LXXXIV- Terceira temporada


Fanfic / Fanfiction A Dona da Porra Toda- Jungkook ( Repostando) - Capítulo 84 - Capítulo LXXXIV- Terceira temporada

Jungkook narrando

Eu não podia está mais feliz, finalmente tenho minha mulher de volta, não consigo esconder a alegria que sinto. 

Fico por algum tempo admirando a bela loira deitada em minha cama. Os anos fizeram bem para Trice, ela está mais linda e gostosa do que antes. Sou um bobo apaixonado e não tenho vergonha de admitir que eu amo minha mulher. 
Beijo sua testa e me levanto com cuidado para ela não acordar. 

Tomei um banho, fiz minhas higienes, e desci para preparar um café da manhã para minha linda mulher. 
...

Trice- Café na cama, acho que precisamos brigar mais vezes. 

Jk- Nem fale uma coisa dessas. 

Comemos e logo a Trice levanta e vai fazer suas higienes. 
...

Trice foi até a casa das amigas, ela iria trazer suas coisas de volta para nossa casa, eu estava com um sorriso bobo no rosto. 

Mark- Ta alegrinho coroa

Jk- Eu amo sua mãe 

Mark- To feliz por vocês,  vê se não apronta mais. 

Jk- Nunca mais, apesar de não ter sido minha culpa. 

Ayla-  Aquela vadia. 

Aísha- Vou quebrar a cara dessa puta, onde ja se viu. 

Meus filhos ficaram sabendo de tudo, de toda a mentira que a Momo inventou. 

Jk- Vamos esquecer essa garota, espero não vê-la nunca mais. Vou me aposentar e não precisarei ir mais na bighit. 

Logo meus genros chegam. 
Ficamos assitindo uma série que a Ayla insistiu. 

Aísha- Odeio essa série,  vampiros não existem. 

Ayla- Mas você ama o Damon Salvatore. 

Aísha- Damon ja é outro assunto. 

Mark- AFF sou mais eu. 

Ayla- Meu bem, Damon é  o homem dos sonhos de qualquer mulher. 

Jk- Quem é Damon Salvatore? 

Trice chega

Trice - Estão falando do meu amante? 

Jk- Que porra é essa Trice 

Trice- Ouvi o nome do Damon Salvatore. 

Ayla- Ai mãe sai daí que eu não divido meu homem. 

Vernon- Então fica com ele Ayla. 

Aísha- Damon é o cara,  por ele eu largava tudo. 

Hoshi- Então vai atrás dele Aísha. 

Jk- Pelo visto nossas mulheres preferem outro do que nós. 

Trice- Meu bem, é o Damon. 

E ficou nesse bate boca, mulheres contra homens. 

Vernon - Olha essa loira,  que gostosa. 

Ayla- A Carolina não é  gostosa

Hoshi- Prefiro a morena. 

Aísha- Elena nem é bonita, é uma songa monga. 

Vernon- Olha a bunda dessa loira. 

Ayla se levanta e desliga a TV. 

Ayla- Não quero mais assistir.

Vernon- Porque amor,  agora que estava bom. 

Ayla sobe as escadas correndo e chorando. 

Vernon-  Oque deu nela? 

Trice - Ciúmes imbecíl, vai atrás. 

Vernon sobe as escadas atrás da ciumetinha. 

Hoshi- Amor

Aísha-AMOR UMA PORRA,  VAI ATRÁS DA SONSA DA ELENA.  

Hoshi- Amor é só uma série. 

Aísha- Vai a merda Hoshi. 

E mais uma filha minha sobe chorando. 

Hoshi- Vou ver oque ela tem. 

Ele sobe correndo. 

Mark- Eu ein, que trouxas, to indo nessa, marquei com uma gata.  

Jk- Use camisinha. 

Trice me bate. 

Trice- Eu quero ser vó 

Jk- E eu não quero um filho com AIDS. 

Trice- Acho que vou realizar meu sonho de ser vó. 

Jk- Mark usa camisinha sempre amor. 

Trice-  Não falo do Mark.

Meu sangue some, acho que estou mais branco do que o Suga. 

Jk- Qual das d-duas 

Trice- As duas

Jk- Como assim, acha que as duas estão grávidas.

Trice- Sim, isso não é ótimo, vovó em dose dupla. 

Jk- Santo Deus. 

Minha respirações falha, meus dois bebês, esperam dois bebês, não to sabendo lidar com isso. 

Jk- Como sabe, elas falaram? 

Trice- É só uma desconfiança  minha amor. 

Jk- Espero que esteja errada. 

Trice - Espero está certa. 

Ela da pulinhos. 

...

Trice-  Amor, eu tenho uma reunião com as meninas essa noite. 

Jk- Sobre oque amor

Trice- Nosso próximo ataque

Jk- Amor pelo amor de Deus. 

Trice- Nem vem, as viúvas negras voltaram e não vamos desistir. 

Jk- Amor por favor, você não precisa roubar. 

Trice - O roubo ao banco foi só para aquecer e mostrar que voltamos, já doei minha parte para um orfanato, nosso objetivo é matar estupradores e assassinos de pessoas inocentes. 

Jk- Mesmo assim amor, e se você for pega. 

Trice- Isso não vai acontecer, relaxa amor. 

Ela sai e meu coração acelera,  sinto que algo de ruim vai acontecer, mas quando Beatrice coloca algo na cabeça, não tem quem tire. 

...

Vejo minhas filhas descerem com seus namorados,e ja olho para a barriga das duas. 

Jk- Ta tudo bem com vocês? 

Ayla- Sim paizinho 

Aísha- Estamos indo a uma boate, não sabemos que horas chegamos e se vamos dormir em casa, avisa a mamãe pra ela não surtar. 

É  assim, a gente cria, dar amor, e quando vira adolescente querem ser os donos da razão. 

Jk- Não bebam minhas filhas, pode fazer mal. 

Aísha- Ih qual é  pai,  bebida nunca me fez mal. 

Jk- Agora é diferente.  

Ayla- Porque? 

Jk- Só não bebam okey. 

Aísha- Ate parece, tchau pai. 

E assim elas saem, to pirando com essa possibilidade de ser avô, elas nem suspeitam, espero que a Trice tenha se enganado. 

Fiquei assistindo um filme,  enquanto espero por Trice. Ela esta demorando, ela falou que iria ser apenas uma reunião, será que elas saíram e foram praticar o crime. 
Deus proteja minha loira. 

De repente escuto disparos e me abaixo. Porra Trice, oque tu ta fazendo. Os tiros não param e já fico preocupado,  será que é  a polícia, descobriram quem é a Trice. 
Meu Deus! 

Os tiros sessam um pouco e me atrevo a olhar pela janela.  Vejo Lua e Jess correrem com armas, Bia com uma arma em punho, mas seu semblante era triste. 
Não vejo as outras e nem a minha mulher. Sem pensar nas consequências eu saio de casa e vou de elas. 

Jk- Oque aconteceu, cadê minha mulher ?

Lua- Oque faz aqui fora Jungkook, entra pode ter mais alguém. 

Jk- CADÊ  A TRICE?

Bia- Levaram a Trice 

Jk- Como assim levaram a Trice, quem levou minha mulher. 

Me desespero

Jess- Não sabemos,  invadiram nossa casa e atiraram contra nós, eu e as meninas nos defendemos, a Trice saiu na porrada com um cara, e ele a levou, não conseguimos impedir.  

Bia- As outras trocaram tiros com eles, e estão agora os seguindo, para saber quem são. 

Jk- Vão matar minha Trice 

Comecei a ficar nervoso, eu tremia e chorava. 

Bia- Vamos manter a calma, minha irmã é durona,  vamos encontrá-la, cadê meus sobrinhos? 

Jk- Eles saíram 

Bia- Precisamos deles aqui, não sabemos quem são e oque querem. 

Mandei uma mensagem para os três. 
...


Estava em casa, andando de um lado pra outro, eu não podia envolver a polícia, isso prejudicaria a Trice. 

Ayla- Cadê minha mãe ?

Meus filhos entram desesperados. 

Aísha- Oque aconteceu? 

Mark- Quem levou a mamãe? 

As meninas explicam para meus filhos, eu estava sem a mínima condição de falar algo. 

As outras chegam e seus semblantes eram calmos. 

Jk- Cadê a Trice? 

Ray- Não conseguimos alcançá-los. 

Duda- Mas pegamos um deles e ele confessou tudo. 

Jk- Oque? Quem está com a Trice. 

Ray- A vadia que mentiu pra vocês dizendo que ta grávida. 

Jk- A Momo ?

Aísha- Foi essa vadia que levou minha mãe? 

Duda- Ela se chama Momo Mitsuko, filha de Jansen Mitsuko, o dono da maior e mais perigosa máfia da Coréia, ela pediu ao pai para dar um fim na Trice. 

Meu sangue gela, meu corpo fica tremulo.

Vejo as meninas respirando aliviadas, a Trice ta nas mãos de uma cara barra pesada e elas não estão preocupadas. 
Loucas!  

Jk- Eu quero minha mulher de volta e salva. 

Bia- Vamos ate la 

Jk- Vocês sabem onde eles estão. 

Bia- Se foi a mafia Mitsuko nós sabemos sim. 

Meus filhos insistiram para ir também, achei perigoso, mas as meninas disseram que tudo bem. To estranhando essa tranquilidade toda, tudo bem que elas estão acostumadas com o crime, mas a Trice pode morrer porra. 

Enquanto Tata dirigia a vã,  meus pensamentos vão na Trice. 
Calma amor, to chegando, não fica com medo minha vida. 
...
Chegamos em um local abandonado. As meninas vão na frente e eu as sigo.  Elas abrem a porta e oque eu vejo me faz ficar pasmo. 


Jk-Beatrice! Tira as mãos dela imbecíl. 


Notas Finais


Oque será que o biscoito viu??

Sequestraram a Trice. 😈 coitados dos sequestradores.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...