História A Dona do Bar - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alix Kubdel, Alya, André Bourgeois, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Jalil Kubdel, Lila Rossi (Volpina), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mestre Fu, Mylène Haprèle, Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Nino, Nooroo, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain, Wayzz
Tags A Dona Do Bar, Adrien Agreste, Adrinette, Amor, Drama, Fanfic, Ficção, Hentai, Hot, Marinette Dupain-cheng, Miraculous, Revelaçoes, Romance, Tragedia
Visualizações 311
Palavras 528
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Lemon, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá dlçs!
Tudo bem com vcs?

Bem, queria desejar um feliz dia das mães à todos♥

5° capítulo aqui💜

✒LEIA AS NOTAS FINAIS, POR FAVOR!

Capítulo 5 - Voltando ao passado


Marinette P.O.V.s On_

Porque ele fez isso!? Porque me beijou!?

Não, por mais que eu queira, não consigo fazer isso. Se fosse ante eu estaria feliz e em total alívio por ter conseguido beijar o grande "amor" de minha vida e tê-lo para mim durante alguns minutos, mas agora não faz mais sentido. Nada que está acontecendo faz sentido.

Não sei onde estava com a cabeça, não irei voltar a ser aquela garotinha, boba e iludida que era.

Ele não me ama, e nunca me amou. O principal motivo pra eu não querer relembrar meu passado, é ele. E isso não vai mudar, não agora.

Junto todas as minhas forças e o empurro, deixando uma boa distância entre nós. Ele me olha sem entender o porquê daquilo e se aproxima novamente;

_Oque foi? Você não quer?

Que pergunta mais idiota, é óbvio que eu quero, mas não posso.

_Não.

_Porque?

_Só não quero me iludir denovo.

_Iludir? Como assim?

_Você não se lembra?

_Dê que?

_De quando estávamos na escola.

_Sim, me lembro, mais oque isso tem haver?

_Tem haver, que você brincou com meus sentimentos e comigo! Eu era ingênua, trouxa o suficiente para acreditar no amor e amar o tão famoso Adrien Agreste. Sendo que no fim, você não queria nada comigo!

_Mari...-Interrompido

_E agora você aparece do nada em minha vida e acha que pode fazer oque quiser comigo? Novamente? 

Seus olhos estavam arregalados, sua respiração alta e falhada, a tenção dominava o ambiente, o silêncio era devastador naquele momento.

_E-essa não era minha intenção...

_Sério isso Adrien? Não era? Então porque fez? 

_Eu era só um moleque, travesso, assim como os outros tinha tentações, e ligava mais para o lado sexual do para o amor, eu não sabia nem metade do que sei hoje, eu nunca quis te magoar, não por intenção! Eu não sabia que tudo isso era por minha culpa, acredite em mim Marinette! te peço somente isso.

Fico sem reação e sem palavras ao ouvi-lo, me mantenho em total paralisia, meus batimentos estavam fracos e falhados, minha respiração quase inaudível, meu corpo estremecia por completo. Não sabia oque fazer...

Não sabia oque dizer.

_Não sei se consigo acreditar.

_Tudo bem, não precisa, apenas deixe o tempo esclarecer, ou me deixe lhe mostrar a verdade. 

_Co-como assim?

_Eu errei antes, mas não quero cometer o mesmo erro agora. Posso te fazer feliz, e provar que o amor existe, é só você deixar... Mais se não quiser, eu irei entender, sairei por aquela porta e jamais voltarei, deixarei você viver sua vida em paz, somente se quiser. Nossos destinos estão em suas mãos Marinette, depende somente de você.

Suas palavras ecoavam lentamente em minha mente;

"Depende somente de você."

Eu não sou dona do destino, e não posso mudá-lo, nem sequer acredito que exista, mas se é minha felicidade que está em minhas mãos, não irei joga-la fora. 

Isso pode dar certo, sei que pode.

E se houver a impossibilidade de não podermos ficar juntos, então não terei perdido muita coisa, já que não tenho mais nada com que se importar.

Quero fazer isso.

Respiro fundo e solto um suspiro, elevo meu olhar até seu rosto e analiso sua face, me aproximo e olho no fundo de seus olhos;

_Okay.

_Ok?

_Sim, okay.

_Oque quer dizer com isso?

_Oque pensa ser?

_Eu não sei... Mais acho que é algo bom.





Continua_






Notas Finais


Espero que tenham gostado♥
Obrigada por todos os favoritos, comentários e visualizações!
Vocês me motivam muito💜
***
Irei tentar postar com mais frequência a partir de hoje, pois essa fic, terá apenas 10 ou 15 capítulos, ainda não sei :3
***
Obrigado por sua atenção 💜
@_ELECTRA_


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...