História A dor usa teu perfume - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Stray Kids
Personagens Bang Chan, Lee Min-ho, Personagens Originais, Yang Jeong-in
Tags Stray Kids, The Rose
Visualizações 1
Palavras 1.439
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Vim postar outro porque sou dessas

Boa leitura meus solzinhos💜☀️

Capítulo 2 - Cap 2- The eve


Fanfic / Fanfiction A dor usa teu perfume - Capítulo 2 - Cap 2- The eve

《P.O.V Onda》
E eu aqui achando que o dia estava perdido! Os meninos são super simpáticos e fofos, me trataram super bem, tentando ao máximo me deixa confortável por estar sozinha com 9 meninos da minha faixa etária. Apesar de Lee Minho estar indiferente em relação a minha presença.
No fim, lá estava eu sentada nos últimos bancos do ônibus escutando Stay Here do Gaho. Sinceramente que voz meus amigos, que voz.
Por sorte encontrei Nana em um dos parquinhos que sempre ficamos.
- Nana!!!- corro até ele
Jaemin: Ondaa- ele levanta vindo me abraçar, com o mesmo moletom preto de sempre e a máscara no rosto. Pelo menos meu bolinho estava protegido do frio
- tava fazendo o quê? Tá mó frio- abraço meus braços
- te esperando oras, Mary disse que você ajudou na gravação do novo álbum do skz e eu quero saber de tudo- ele agarra meu pescoço com certa brutalidade e anda a caminho da minha casa
Nosso grupinho somos como irmãos uns para os outros, portanto o tratamento é igual. Brigas, provocações e agressões são parte da nossa relação e isso é normal. Mas (meio que) obviamente ja sentimos atrações pelo coleguinha (o ano era 2015 e lá estava apaixonada por Na Jaemin)
Nana: seus irmãos tão em casa?
- trabalhando- abro a porta de casa deixando meus tênis surrados na entrada
Nana: ainda bem, temos mais privacidade- ele sorri
- Na Jaemin, você me dá medo- rio me encaminhando para as escadas
Jaemin: me fale logo, pequena!
- tá tá, e o treino de hoje? Sabe que a temporada está próxima...- a temporada do vôlei assusta todos os nossos atletas, minha faculdade é conhecida pelo esporte, então temos que honrar o nome, não?
- ne, não se preocupe! O time masculino está indo bem tanto quanto o seu. Ya não mude de assunto!- ele se deita no meu colo e automaticamente faço cafuné no rosado
Onda: ai eles são tão lindos e talentosos! Como podem ser tão perfeitos? Tentaram me deixar tão confortável com eles. Poxa amo tanto- a essas alturas eu já tava surtando porque caiu a ficha
Jaemin: a conversa tava travada?
- no início, mas depois os meninos foram se soltando. Jeongin sorrindo me mata na moral. Você sabe que quando eu ajudo o GOT7 ou o Twice é toda aquela viadagem, a gente se xinga, conversa, expõe...- ri lembrando da demora de começar a gravar para por o papo em dia- mas eles pareciam tão tímidos- Nana sorri e sinto meu celular vibrar
Número desconhecido
- oppa vamos se ver hoje?
_ quem fala?
*Foto*
~ meu Deus quem é ela?
_ sinto muito aqui não é quem você pensa parça
- vamos Minho para de brincar! O Chan não está deixando vc vim?
_ eu sou uma garota, consagrada! O tal Minho te deu o número errado, boa noite ae
- você que perde, Minho! Vai perder por isso
_ valha, tchau parceira.
Bloqueado
Jaemin: quem era?
- ninguém não- coloco meu celular do meu lado
Jaemin: ah bebê você nunca faz isso- ele se aproxima do meu rosto e da um beijo em minha bochecha- Onda, alguém anda te machucando?
- uma menina veio falando que queria me ver hoje e mandou uma foto dela. Falei que não era quem ela pensava e ela falou que eu iria me arrepender. Acho que é um contato do Minho do Stray Kids. A desconhecida comentou algo sobre o Chan não deixá-lo ir para casa dela- medida que eu ia falando Nana lia a conversa
Jaemin: isso te afetou?- ele coloca uma mecha do meu cabelo atrás da minha orelha
- ah nem
Jaemin: que bom, não gosto de te ver tristinha
O resto da tarde prosseguiu a partir de carinhos e palavras fofas de ambos os lados. A menina, com a cabeça martelando, pensava quem seria o Minho e o Chan que a garota que a constatou mais cedo se referia. Isso já não importa, quem se interessa com um simples engano, não é mesmo?
Minhas duas coisinhas chegaram em casa, logo tirando seus casacos e jogando as mochilas no sofá. Com movimentos cansados jogam seus tênis no canto da sala e me olham com a sincronia assustadora deles.
- estão mortos? Posso vender as coisas de vocês e voltar para Busan?- pego seus sapatos e arrumo na prateleira.
Seungyoun: como se soubesse viver sem a gente- ri
- não posso discordar- os puxo do sofá
Woosung: você fez comida?- pergunta ao ver que eu os empurrava para a cozinha
- aham
Seungyoun: vamos morrer envenenados- ele tenta voltar a sala mas é impedido
- eu cozinho bem, ok?!
Seungyoun/Woosung: claro
- aigoo só come- saio do cômodo em direção ao meu quarto
Seungyoun: baixinha volta aqui- ele me puxa
- oppa eu estou com sono- o abraço e ele ri logo beijando minha testa
Seungyoun: boa noite
Woosung: boa noite baixinha- ele se levanta e faz o mesmo que o mais velho fez a poucos.
POV Minho
O restante do dia teria sido uma maravilha se não o bafafá do Instagram e do Twitter. Através da conta do Stray Kids vi uma menina fazendo posts em que eu era seu namorado e que ela iria em breve postar fotos comigo, após algumas provocações das stays a garota deixou um clima pesado com a frase "se eu não tiver ele, ninguém tem". No Twitter, a #saveMinho ganhou bastante atenção da comunidade kpopper. Não seria uma sasaeng, certo? Haha espero que não.
Eu estaria certo se de noite quando estava no supermercado fui perseguido pela tal sasaeng. Ao entrar na empresa um segurança me seguiu e fui de encontro ao CEO.
Park: pode entrar. Boa noite Minho
- eu fui perseguido pela sasaeng! Senhor eu estou assustado, não quero sair da empresa sem alguém que possa me proteger. Quero que tome medidas sobre- termino logo me levantando da cadeira que mal sentei
Park: o segurança o acompanhará até o dormitório e ficará lá com vocês, amanhã apareça às 8hr aqui na sala. Faremos uma reunião. Boa noite- por que caralhos ele parecia tão calmo?
As ruas frias e escuras de Seul me faziam ter a incerteza do que me espera no futuro. O medo que isso interfira na minha carreira me preenche, não quero deixar o Stray Kids.
《Quebra de tempo- primeiro jogo》
POV Onda
Vamos. Foco Onda. Você treinou com somente um propósito, vencer! Não deixe suas meninas na mão. Entro em quadra junto ao meu time sendo recepcionado pela estrondosa torcida. Após assinar todo o necessário e fazer toda os nossos rituais pré jogo. Amanda como sempre sacou maravilhosamente, assim como nos nossos treinos.
3, 4, 5 pontos de diferença do meu time para o adversário. No momento em que Amanda passou a bola para a levantadora (Mary) e ela levanta para mim o movimento foi automático e certeiro, a bola foi de encontro ao chão com grande força e o último ponto foi feito. Ganhamos!! A comemoração foi algo revigorante e merecedora, vamos lutar muito por esse troféu, trazê-lo para casa.
Saindo da escola junto a Nana e as meninas do time, iríamos á algum bar comemorar, no caminho vejo um carro preto parar e sair uma silhueta conhecida, Lee Minho?!?!
Minho: amor! Soube que ganharam- logo nos entreolhamos procurando a quem se destinava a saudação
- Lee Minho?- ele pega minha mão e sorri para mim
Minho: vou rouba-la hoje pessoal, boa noite- me puxou deixando meus amigos com caras confusas
Entrando no carro não pude me conter, os palavrões na minha cabeça já estavam quase saindo.
- Ya! O que pensa que está fazendo? Me deixe em casa agora, Lee Minho- exijo
Minho: vamos a empresa antes. Pegue esse anel, hm?- por que ele parece tão grosso até ao colocar um anel no meu dedo?
- Pode me explicar esse papo de namorada?
Minho: na empresa o CEO vai explicar, não se preocupe, ele parece gostar de você- Minho, tu é idiota? ELE É MEU TIO!
O caminho foi quieto, sem muitas palavras, apenas remoendo toda a situação.
Afinal, o Park me explicou tudo e deixou claro que não estava sendo obrigada, até parece que depois de toda a pena que senti de Minho vou deixá-lo sozinho. No caminho de volta, tive que passar em um supermercado e acompanha-lo nas compras para o almoço do dia seguinte. Cheguei em casa só querendo deitar e chorar até amanhã. Teria que encarar meus amigos e conhecidos falando sobre Lee Minho e meu suposto namoro.

We must wake up again

To the new morning 



Notas Finais


Resumão: fudeu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...