História A Drastic Change - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias H2O, Meninas Sereias, Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Ana, Benício, Emília, Gaston, Jazmin, Jim, Juliana, Luna Valente, Matteo, Miguel, Monica, Nico, Nina, Pedro, Ramiro, Simón, Yam
Tags Gastina, Jico, Lutteo, Pelfi, Simbar, Yamiro
Visualizações 38
Palavras 1.251
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


¡HOLA A TODOS!

Como vão?

Hoje é dia de capítulooo!

Simbora ler?

Capítulo 3 - "Friend"


Luna Valente

- Você tem um sotaque engraçado. - Matteo disse rindo enquanto eu apenas corei.

- Sou Mexicana... - Abraçei o livro contra o peito.

- Hum... Também não sou daqui. Sou Italiano... - Deu de ombros e sorriu sapeca.

- Legal. - Sorri. - Você...

-Matteo, achei você! - A loira em que eu esbarrei se aproximou sorrindo.

- Oi, Emilia... - Ele não fez uma cara muito amigável.

- Por que estava falando com ela, Tteo? - A loira me olha de cima a baixo e sorri debochada.

- Não lhe interessa, e não me chame de "Tteo"! - Ele revirou os olhos - O que quer comigo? - Perguntou o mesmo já sem paciência.

- Temos que combinar para fazermos o trabalho de Literatura... - Ela colocou as mãos em seu braço e se aproximou. - Podemos fazer na minha casa se quiser.

- Eu prefiro na Biblioteca! - Ele tirou as mãos dela de cima dele e eu prendi o riso.

- Do que está rindo, garota? - Questionou-me a loira secamente.

- Quem? Eu? - Me fingi de boba. - Não estou rindo.

- Acho bom mesmo. - Empinou o nariz. - Vamos, Balsano?

- Vamos 'pra onde? - Perguntou o garoto confuso.

- Temos aula de Sociologia agora, bobinho... - Revirou os olhos e agarrou sua mão. - Dê tchau a sua amiga - Disse enquanto sorria falsamente.

- Tchau, amiga. - Fez uma careta enquanto era puxado para longe.

- Tchau, amigo! - Ri e entrei na sala.

Assim que entrei vi Nina sentada lendo o mesmo livro de hoje mais cedo. Sentei- me ao seu lado e a mesma sorriu ao me ver.

- Está gostando? - Perguntou- me tirando a atenção do livro.

- Estou... - Apoiei o cotovelo na mesa e a cabeça na mão. - Fiz alguns colegas na aula de História e tudo mais! - Falei em um tom animado.

- Não me diga que foram, Simón, Ramiro, Jim e Yam? - A mesma me perguntou e eu assenti. - Eles são meus amigos também. Mas às vezes me estressam...

- Ah, isso é normal! - Falei de modo divertido rindo logo em seguida a contagiando.

A professora chegou e começou a passar a matéria, me deixando, para meu total desespero, totalmente perdida. Às vezes Nina me ajudava em algumas coisas, mas digo e repito: Matemática nunca entrará na minha cabeça!

A porta se abriu e uma Sol, atrasada e ofeguante entrou na sala.

- Está atrasada, senhorita Valente... - A professora Cléo falou seriamente.

- Estava na coordenação, professora! - Minha irmã falou enquanto arrumava seus cabelos e roupas.

- Entre logo! - Cléo revirou os olhos e voltou a escrever na lousa.

- Perdi alguma coisa? - Sol perguntou a nós sentando-se atrás de Nina.

- Nada de mais... - Dei de ombros. - Onde você estava mocinha? Posso saber? - A olhei séria.

- Err... Digamos que cuidando de um gatinho perdido pela escola... - A loira sorriu maliciosa pra mim e voltou sua atenção na Professora.

Consegui fazer todos os exercícios do livro com ajuda de Nina e às vezes de Sol. O sinal soou novamente e desta vez minha aula seria de Gramática. Lembrei que a sala ficava ao lado da de História. Fui até meu armário e peguei meus materias, subi as escadas e entrei na sala, sentando-me no meio. Passei a folhear o livro e vi que não seria tão díficil como eu pensava.

- Oi, amiga! - Matteo sentou-se ao meu lado

- Oi! - Ri e me virei de lado para olhá-lo. - Conseguiu fugir da sua namorada?

- Ela não é minha namorada! Pelo menos, não mais. - Bufou.

- Bem, parece que ele ainda não sabe da novidade... - Cruzei os braços e ri gostosamente.

- Emilia é uma pessoa horrível. E eu, infelizmente, só vim perceber depois de cinco meses de namoro. - Olhou-me curioso. - Mas, e você? Tem namorado?

-Não! - Enruguei o nariz e ele riu, me fazendo rir também.

- Por que saiu do México? - Questionou-me.

- Por conta do emprego do meus pais. - Bufo e ele ri.

A professora Bella chegou e ela era muito simpática, um amor de pessoa, atenciosa e parecia ser daquelas mulheres românticas. Ela passou alguns exercícios e eu os resolvi em poucos minutos.

- Como que você fez o 2?? - Perguntou Matteo tentando olhar para minhas respostas.

- Sem colar, mocinho! - Falei colocando a mão por cima das respostas, motivo suficiente para fazê-lo bufar e eu rir dele. - É só adicionar uma vírgula após o segundo adjetivo.

- Só? - Perguntou surpreso e eu assenti. - Temos uma nova nerd aqui?

- Talvez, "Tteo"... - Falei reprimindo o riso.

Ele me encarou seriamente por alguns segundos e depois riu, me fazendo rir junto a ele. O restante da aula passou normalmente, durante esse tempo, pude sentir o olhar do Matteo sobre mim, porém, não tive coragem para olhá-lo de volta. O sinal bateu novamente indicando o término da aula. Juntei meus materias e saí da sala, quando fui parada por um Matteo um tanto envergonhado.

- Luna... Você tem companhia para o almoço? - Perguntou o moreno enquanto coçava discretamente a nuca.

- Oh! Não... Quer dizer, tenho. A minha irmã, mas não sei se ela vai querer comer ou vai sair beijando metade da escola, então... Não. - Corei e coloquei o livro contra o peito.

- Então, vamos. Você aproveita e conhece a turma. - Sorri animado e passou a andar ao meu lado, em direção ao meu armário. Que por coencidência, era ao lado do dele.

- Olha só, somos Vizinhos de Armário! Legal! - Sorri com a sua animação.

Deixo meu material no armário e ele faz o mesmo. Matteo pega em minha mão e me leva até o Refeitório.

Fiquei um pouco sem graça por conta dos olhares que nos eram lançados. Separei desfarçadamente torcendo para ele não me achar mal educada.

- Hoje nós temos hambúrguer e macarrão... Aconselho não comer o macarrão daqui... -Matteo falou e me lançou uma careta enjoada. Ri e assenti pegando uma bandeja e entrando na fila. Peguei um hambúrguer e uma latinha de refrigerante.

- Onde estão seus amig...

- BALSANO! Aqui! - Um garoto berrou no meio do Refeitório. Matteo me guiou até lá.

Na mesa estavam várias pessoas, incluindo Nina, Sol, Ramiro, Jim, Yam e Simón. Que sorriram pra mim ao me verem. Fiz o mesmo para eles.

- Galera, essa é a Luna. - Apontou para mim. - Luna, esses são os doidos que eu chamo de amigos.

- Oi gatinha... - Um loiro olhou-me maliciosamente - Sou Nico Navarro, ao seu dispor! - Sorriu galateador

- Para de ser idiota, Nico! - Jim falou enquanto revirava os olhos. - Desculpe pelo Nico, Luna. Ele não tem noção das coisas! - Falou severa enquanto olhava o mesmo que se escolheu no canto em que estava.

Senta aí, Luna! - Simón tirou seu caderno do banco e eu sentei. Sorri em agradecimento e o abraçei de lado.

- Fiquei sabendo que iriam entrar alunas novas, são vocês? - Um garoto perguntou apontando para mim e Sol. Assenti. - Prazer, sou Pedro.

- Prazer Pedro, sou Luna. E ela é a Sol. - Apontei para minha irmã que conversava animada com Ámbar, que tinha chegado fazia pouco tempo.

 Eles se apresentaram e conversamos um pouco antes das outras aulas. Notei que Matteo não parava de me olhar um segundo, mas, decidi ignorar para não ficar um cima chato. Eu estava feliz ali, parecia ser um bom começo de uma nova vida.


Notas Finais


E aí, gostaram?

Até o próximo capítulo!

Comentem e façam um jovem autor feliz :3

Los amo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...