História A Droga Do Amor (ABO) - Capítulo 22


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7, TWICE
Personagens BamBam, Dahyun, Jackson, JB, Jeon Jungkook (Jungkook), Jihyo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Mark, Min Yoongi (Suga), Nayeon, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Sana, Tzuyu
Tags Bts, Got7, Jikook, Markson, Namjin, Taeyoonseok, Twice
Visualizações 454
Palavras 1.017
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Att pra vcsss❤
Boa leitura ❤

Capítulo 22 - Eu te amo...


Fanfic / Fanfiction A Droga Do Amor (ABO) - Capítulo 22 - Eu te amo...

                °•°•°• Autora °•°•°•

Todos os casais à caminho, mas quem diria que umas horinhas da turma toda junta iria rolar tanta coisa? 

Jimin e JungKook, um casal não casal. JungKook no volante, pensando bem no que estava sentindo. O seu lobo se manifestava a cada minuto e a única vontade que ele tinha era agarrar o Jimin ali no carro mesmo. Já o nosso pequeno ômega se sentia confuso em relação aos sentimentos. Com toda sua história ele preferia acreditar que o amor seria para poucos e ele não estaria no meio dessa minoria. 

Namjoon e Jin, um casal de ficantes. Podemos dizer, os pais do grupinho. Durante o caminho os dois trocavam carícias, e de vez em quando uns beijinhos aqui e outro ali. Combinaram de não falar para os meninos agora, ficaria no suspense! Até porque, o Taehyung iria enlouquecer do jeito que é euforico.

O trio parada dura. Tae, Hope e Suga. Esperava os meninos com ansiedade, menos o TaeTae. O coitado brincaria conforme as regras e dessa vez não escaparia de seus crushs. Ai que vem a questão! Ele não quer pegar os crushs? Sim! Porém ele é um garoto que é um pouco tímido, essa cara de extrovertido não diz muito por ele.

E enfim, todos estavam juntos novamente...

             °•°•°• JungKook °•°•°•

Desde que eu e o Jimin saímos de casa, estamos meio sem se falar. Isso é estranho? Sim, lógico! No carro ele estava quieto, e eu achei melhor não incomodar. Aliás, ele não sai da minha cabeça! Meu lobo se manifesta apenas com ele, só com ele!

Mas que palhaçada é essa Jeon JungKook?

Agora eu me encontro na casa do Tae. Estamos esperando o casal vinte chegar. Pensaram no Jin e Nam? Acertaram manos, quem ensinou a vocês? 

O Jimin quieto ainda, sem dar uma palavra e isso tá me deixando preocupado. O que seria que tanto ele está pensando? Será em mim? Ele disse que me amava certo?

Mas que droga! Park Jimin não sai da minha cabeça!

Eu deveria perguntar o motivo dele está assim? Eu não sei. Não sou bom pra essas coisas. Minha vida sempre foi eu e eu, não sou de dar  conselhos as pessoas e muito menos amorosos. Quem sou eu mesmo?

~ Dim dom ~ (era pra ser a campainha k)

Jm: - Deixa que eu vou Tae.

Ele se levantou e quando viu o Jin ele correu e o abraçou. Realmente, parece que eles são mãe e filho. E por um momento eu queria está no lugar do Jin, recebendo um abraço forte e sincero, como se estivesse com saudades.

Jin: - Ei, JungKook!

- Hm?

Jin: - Ele ainda está normal?

- Normal? Como assim? - Como se o Jimin não fosse normal né?

Jin: - Quero dizer, ele não está arrombado, ou está? - Olhei para o Jimin e o vi corar, ai que fofo!

Ai credo JungKook, que porra de fofo. Mas ele é bonitinho assim, izi.

- Jin... 

Jm: - Chega né? Isso pertence a mim e a ele!

Tae: - Jikook pessoal!

Sg: - Agora eu posso morrer em paz!

- Somos amigos gente! Só passamos o meu cio juntos...

Nj: - Eles só ficaram pô, amizade colorida top ai! - Riu e olhou para mim e o Jimin.

- Namjoon! CALA A MERDA DA SUA BOCA, FILHO DE UMA BOA MÃE! - Sim, eu gritei. 

Jh: - Minha nossa, vocês nem perceberam que o Jimin saiu daqui não é?

Como assim o Jimin saiu dali? Talvez ele não gostou dessa gritaria! Ah não! Eu esqueci! O Jimin é um ômega. Ômegas não podem ficar em tanta gritaria! Por isso o Jin e o Tae estavam com as mãos na orelha...

- Vou atrás dele.

Nj: - Hmmmmmmmmm.

- Cala a boca, ou então, ex melhor amigo!

Nj: - Ops. Jin, vamos ali...

[...]

Saí andando pela casa, e encontrei um Jimin, encolhido. Sentado no chão da cozinha, com as mãozinhas gordinhas no ouvido, e com um semblante meio triste. Aquilo me comoveu e parece que meu lobo deixou de ser arrogante pra ser um fofo com ele.

- Jiminnie-ah?

- Ei, o que foi? Eu te machuquei?

Jm: - O Jimin não pode ficar em gritarias! O Jimin é sensível.. - Ah não, ele falou em terceira pessoa, isso não pode acontecer, não!

- Me desculpa, tudo bem? - Ele fez um aceno com a cabeça dizendo que sim. - Vamos ficar com os meninos?

Jm: - Jungkookie.. 

- Sim?

Jm: - Eu posso te abraçar? - Ok, isso foi uma pergunta um tanto surpreendente pra mim. - Se não quiser, tudo bem.

- É claro que pode, meu pequeno.

Jm: - Seu? 

- Anda logo e me abraça enquanto eu estou fofo.

Ele sorriu de leve. Me abraçou como se eu fosse a coisa mais importante na vida dele. E eu? Bem, eu estava por um momento segurando o meu pequeno, o meu mundinho.

Ele encostou seu rosto perto do meu pescoço, e simplesmente cheirou ali. 

Jm: - Menta é muito bom...

- Morango também é muito bom!

Ele corou, e escondeu um pouco mais o rosto na curvatura do meu pescoço. 

Não acredito no que eu vou falar mas... aquilo estava sendo mágico. Um tanto fofo, e queria que o tempo parasse. 

Ele levantou o rosto, e me olhou profundamente. Sorriu, e me matou com aquilo em um minuto. Todo aquele momento me fez pensar em como eu o tratava, e como as vezes eu ainda trato. Seria muita malvadeza ser frio com um bebê, não é?

Eu estou muito fresco, não está sendo legal...

Jm: - Obrigado Kookie!

Deu um selar na minha bochecha, e mais uma vez ele tinha me matado com algum ato dele. Ele é um fodido mesmo!

Ah Park Jimin, eu acho que eu estou te amando.. 

???: - Minha casa, sem pegações!

Jm: - Desculpa Tae, mas não nos pegamos.

Tae: - Ata - Riu e eu também queria rir. - Vamos para sala...

O Jimin foi na frente, quando eu ia passando pelo Tae, ele me puxou e sussurrou algo no meu ouvido.

Tae: - Vocês estão apaixonados um pelo outro. Jungkook, cuida bem dele. Me agradeça depois, na brincadeira que vamos fazer, vocês vão estar consciente, e nada de esquecer. - Sorriu vitorioso - Boa sorte, com o seu pequeno...

É Park Jimin, eu te amo...



Notas Finais


Vocês estão gostando? 🤔❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...