1. Spirit Fanfics >
  2. A droga em mim é você >
  3. Capítulo 5

História A droga em mim é você - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Oiii, mais um capítulo saindo para vocês!! Estou muito feliz que tem pessoas gostando da minha história <333

Capítulo 5 - Capítulo 5


Fanfic / Fanfiction A droga em mim é você - Capítulo 5 - Capítulo 5

 


"Um milhão de pensamentos na minha cabeça. Devo deixar meu coração continuar a ouvir ? Porque até agora eu andei na linha. Nada perdido, mas algo faltando. Não consigo decidir o que está errado, o que é certo. Que caminho devo seguir?" (Dove Cameron)

 

A segunda-feira não deveria existir, acordar numa segunda de manhã era um castigo. Quarta-feira seria meu aniversário, finalmente eu completaria 18 anos. E após essa data eu iria atrás de um emprego meio período urgente!

Levantei da cama um pouco sonolenta, fui ao banheiro tomar uma boa ducha para quem sabe assim eu acordasse. Após um longo banho e já ter feito todas as minhas necessidades, penteei meus cabelos róseos e passei uma leve maquiagem básica. Enquanto me vislumbrava no espelho a minha frente já vestida com meu uniforme escolar, notei uma leve mancha rosa em meu pescoço.

—  Itachi! —  Arg... Aquele maldito Uchiha, agora eu teria que achar uma maneira de esconder. Peguei a base de cor bege claro, e passei em meu pescoço. Deu para dar uma leve disfarçada. Peguei minha mochila no chão e fui em direção a cozinha para tomar meu precioso café da manhã e após ir a aula.

Sai de casa indo em direção à casa de Sasuke. Depois do beijo de ontem que dei nele, eu não saberia como o encarar. Eu sabia que ele era apaixonado por mim, e eu fui uma idiota de ter feito aquilo logo com ele. Esperei ele em frente a casa dele e nada do mesmo aparecer. Me sentei a frente a espera, após alguns minutos a porta é aberta.

—  Finalmente Sasuke, que demora. —  Me levantou e viro-me vendo Itachi Uchiha com seu terno cinza e uma gravata vermelha mostrando seu ar profissional e sexy. Ele me olhou sorrindo um pouco.

—  Sasuke está mal hoje, pegou um resfriado. —  Ele falou enquanto passava por mim. Coitado de Sasuke, depois da aula vou ver como ele está.

Dei meia volta já indo a caminho em direção à escola, em alguns segundos o carro preto de Itachi para ao meu lado logo o mesmo abre a porta.

—  Entra. —  Ele praticamente ordenou-me.

—  Eu prefiro ir andando. —  Não sou uma garota de obedecer ordem.

—  Anda Rosadinha, não me faça ir pegar você. —  Certo, eu entrarei naquele carro, não quero ser forçada por ele no meio da rua. Em contrapartida entrei em seu carro colocando minha bolsa sobre o meu colo.

—  Por que está fazendo isso? —  O questionei, ele nunca me deu carona, nem para seu irmão mais novo, e agora isso.

—  O que?

—  Me dando uma carona até a escola, não é do seu fetiche. —  Ele olhou de relance para mim.

—  Não quero mais ficar de mal com você. —  Espera eu ouvi direito? Itachi Uchiha querendo se entender comigo?

—  Espera, eu estou ouvindo errado?

—  Porém, você terá que ir comigo num jantar hoje à noite. —  Espera ele está me chamando para um encontro?

—  Você está me chamando para um encontro Itachi? —  Ele pareceu ruborizar um pouco, tirou uma de suas mãos da marcha e passou a secar um pouco em sua calça. Espera ele estava nervoso?

— Talvez. — Sorri um pouco, eu queria aceitar, mas não queria elevar aquilo que estava rolando entre nós dois, não queria magoar Sasuke e não queria me magoar. Itachi era um mulherengo, talvez isso seria uma tática para me conquistar e depois me levar para cama.

—  Não sou mais uma então não queridinho. —  Sorri ironicamente, vendo o sorrir mostrando seus dentes brancos.

—  Você é difícil de se conquistar Sakura. —  Ele para o carro já em frente à escola e se vira para mim. —  Você vem comigo, ou eu conto a Sasuke. —  Olhei em seus olhos não acreditando no que ele acabará de falar. Era a amizade de Sasuke que estava em jogo. Suspirei um pouco raivosa. Chantageada pelo o maldito, e bonito Uchiha. Eu estava perdida.

—  Certo, mas eu quero ir no lugar que eu quiser escolher jantar.

—  Feito. —  Ele sorriu para mim satisfeito com minha resposta. O mesmo levantou sua mão afastando um pouco meus cabelos olhando em direção ao meu pescoço. —  Combinou com você. —  Ele se aproximou mais um pouco em minha face olhando em meus lábios. —  Na próxima eu marco outro lugar minha querida. —  Eu suspirei, sentindo meu nervosismo me dominar e meu rubor aparecer sobre minhas bochechas. Afastei-me do mesmo saindo logo daquele carro, mas antes eu virei para falar com o mesmo.

— Me pega às 20:00 horas em ponto. —  Virei-me em direção a escola vendo algumas pessoas me encarar e cochichar olhando para mim.

Vejo Hinata conversando ao longe com uma loira, me aproximo da mesma, vendo ser uma bela garota de olhos azuis claros.

—  Bom dia Saky, essa é uma aluna nova da nossa sala Ino. —  Diz a morena apresentando a garota loira a minha frente que tratou logo de sorrir e me cumprimentar.

—  Prazer sou Ino Yamanaka. —  Ela mostrou-me um belo sorriso, enquanto estendia sua mão para um aperto. Aproximei minha mão da sua sorrindo devolta.

—  Prazer, sou Sakura Haruno, seja bem-vinda.

—  Obrigada. —  Sinto que eu e Ino se tornaríamos melhores amigas. Gostei dela.

—  Você se mudou há pouco tempo para cá? —  A questionei querendo saber um pouco mais sobre sua vida.

—  Sim, meus pais se mudaram para cá por uma proposta de emprego. —  Ino me dizia como era sua vida em Tokyo uma cidade bem movimentada, e suas aventuras. O dia na aula passou rapidamente, conversando e dando risadas com meus amigos.

Já em casa eu esquentei uma lasanha no micro-ondas para comer. Peguei minha bolsa que estava jogada no sofá e comecei a fazer as tarefas. Após alguns minutos volto à cozinha e vejo a lasanha pronta, a peguei com um pano para não me queimar e comi a mesma, logo depois decidi ir escovar os dentes e tirar um cochilo.

 

Acordei aos poucos vendo que estava escuro, sobre minha cama pego meu celular ao meu lado vendo as horas que era. 19:00 horas.

—  Merda! —  Me levantei igual um furacão indo em direção ao banheiro, amarei em um coque meu cabelo e passei um sabonete liquido de cerejeira sobre minha pele deixando um cheiro agradável. Me apressei para me vestir escolhendo um vestido preto com umas aberturas ao lado da mesma e uma lingerie da mesma cor. Amo preto! Vesti um sapato baixo na cor vermelha. Passei uma maquiagem básica fazendo um delineado de gatinho. Deixei meus cabelos presos em um coque frouxo como estava. Passei um leve perfume e pronto.

Não precisaria avisar minha mãe, pois a mesma acha que eu estaria dormindo na casa dos Uchihas. E também não gostaria que ela soubesse que eu estava indo em um jantar com o filho mais velho de dona Mikoto... Despertei de meus pensamentos ouvindo uma buzina ao lado de fora. Tranquei a casa saindo do quintal em direção ao carro preto do Uchiha. O mesmo saiu de seu carro e abriu a porta pra mim. Olhei para ele indignada com tal ato, sorri para ele achando graça daquilo.

Dentro de seu carro ele me questiona:

—  Onde a dama quer ir jantar?

—  Quero ir na Gama Vermelha, hoje vai ter dança lá. —  Digo animada para ele, era do outro lado da cidade, no fim do mundo, mas era um lugar ótimo para ir se divertir no dia de semana, fui algumas vezes com meus amigos lá. E fora que a comida era muito boa. Ele concordou com a cabeça ligando seu carro ao qual estava a tocar a musica do Artic Monkeys, Do I Wanna Know. Era uma musica muito conhecida e muito boa, até que Itachi Uchiha tinha ótimo gosto para musica.

Depois de quase meia hora conversando com mesmo sobre assuntos banais do dia a dia, chegamos ao local que era no fim do mundo. Lá estava lotado e decidimos logo a entrar e procurar uma mesa. Um garçom ruivo veio em nossa direção se pronunciando:

—  Senhor e Senhora gostariam daquela mesa disponível próximo a janela no segundo andar? —  Olhei em direção a mesa, aquela estava ótima para mim. Itachi olhou para mim e eu meneei com a cabeça.

—  Sim, pode ser aquela mesma. —  O moreno respondeu para o garçom que levou a gente na direção à mesa. Itachi puxou a cadeira para eu sentar se demonstrando um cavalheiro, ele que fique achando que vou cair nos encantos dele está muito enganado.

—  O senhor e a senhorita gostaria de algo para beber? —  Fui a primeira a me pronunciar:

—  Quero um suco de laranja, por favor.

—  E o jovem senhor? —  O garçom pergunta a Itachi.

—  Um copo de água, por favor.

—  Com gás ou sem?

—  Da torneira mesmo. —  Ele ri um pouco, o garçom se afasta da mesa enquanto olho para o mesmo, que me olhou um pouco risonho. —  O que foi? Não é a mesma coisa? —  Eu o encarei sorrindo um pouco, ele foi a primeira pessoa em toda minha vida a concordar comigo, me deixando fascinada e com um frio de leve na barriga.

—  É... Foi o que me disseram. —  Sorrio para ele que retribui. Não acredito que tínhamos algo em comum.

O jantar foi bom, riamos de coisas idiotas que aprontamos um com o outro, era a primeira vez que eu estava conversando normalmente com Itachi Uchiha e dando risadas. Ele se levantou da mesa oferecendo sua mão.

—  Uma dança bela dama?

—  Claro senhor. —  Sorrio para o mesmo que me guia até o centro de dança. Dançávamos uma musica calma, ele me guiava com uma mão em minha mão e a outra em minha cintura. Meu queixo se apoiava em seu pescoço, eu funguei um pouco seu cheiro que era deliciosamente bom, não me enjoaria nunca daquele cheiro. Itachi jogou minha cabeça para trás e meu corpo me fazendo voltar novamente frente ao seu rosto. Eu queria provar seu gosto de novo, mas minha razão dizia que eu não podia. Me afastei dele um pouco assustada com o que eu estava sentindo, sai as presas para fora correndo até o meio de uma ponte pequena que havia ali próximo de um córrego em busca de um pouco de ar.

Que droga, o que estava acontecendo comigo? Eu nunca me senti assim antes, o que eu estava sentindo por Itachi, eu não entendia exatamente o que era aquele sentimento e eu certamente não poderia deixar que aquilo crescesse em mim.

—  Sakura, o que aconteceu? Por que você saiu correndo? —  O olhei vendo seu olhar um pouco preocupado em minha direção.

—  Itachi, por favor, fique longe de mim. Eu não sei por que você está fazendo isso, mas eu quero que você pare, quero que nós voltamos a nos odiar como sempre foi. Não quero sentir o que eu estou sentindo, é assustador e complicado para mim, e também errado com meu melhor amigo que confia em mim! —  Soltei tudo de uma vez olhando em seus olhos logo em seguida.

Um trovejo no céu que logo se cedeu uma chuva sobre nossas cabeças ao qual nem nos importamos em nos molharmos. Ele me olhava um pouco inexplicável de se decifrar tentando dizer algo. E então o mesmo se aproximou perto do meu corpo, e colocou sua mão sobre meu rosto fazendo com que nossos olhares se encontrassem.

—  Sakura... Eu quero você. —  Meu coração palpitava tão rápido e aceleradamente que eu jurava que o mesmo sairia para fora. O frio em minha barriga intensificou e tudo que eu podia ver agora a minha frente era seus olhos negros cheio de paixão e desejo. Num impulso eu selei meus lábios aos dele, entreabrindo aos poucos, sentindo sua língua invadir a minha boca e naquele momento a chuva parecia ter parado e tudo se iluminou como um trilhão de estrelas sobre nós, as coisas em nossa volta sumiram restando apenas nós naquele imenso mundo. E naquele momento eu só queria estar ao seu lado. Eu lembraria daquele momento para o resto da minha vida, o momento que eu senti sentimentos que eu jamais senti por ninguém antes, eu sabia o que estava sentindo pelo moreno, mas aquilo não seria o certo a se fazer com Sasuke Uchiha...

Me separei um pouco dele após aquele beijo com paixão sentindo novamente a chuva sobre nós. Me afastei dele virando de costas para o moreno que me deixava totalmente confusa, fudendo totalmente com a minha mente. Eu mentiria. Sim. Seria o certo a se fazer para não magoar meu melhor amigo e assim dando um fim naquilo tudo. Meu coração bate depressa, eu mordo levemente meus lábios, e eu sei que essa parte é onde o fim começa.

—  Itachi, nós não podemos, eu... —  Parei um pouco antes de retomar a falar. — Eu amo outra pessoa, por isso não quero brincar com você... — Digo soltando uma fina lágrima dos meus olhos. Um breve frio e silencio se instalou naquele momento, virei para o mesmo vendo ele encarar seus pés. Ele estava sentindo o mesmo por mim então? Eu me sentia a pior pessoa do mundo o vendo com aquela cara que eu nunca vi antes. Por que isso estava acontecendo comigo?

—  Tudo bem, você quem sabe. —  Sua resposta soo em um tom duro e frio, o mesmo deu meia volta seguindo em direção onde os carros estavam, e eu o segui.

O resto do caminho eu ainda molhada encarava a estrada perdida em pensamentos. Poderia ser qualquer cara, mas justo Itachi? Era a primeira vez que eu sentia tudo isso, era uma intensidade boa, mas eu tinha que fazer o que era certo...

Desci de seu carro não querendo ver sua cara, não queria ver seus olhos que demonstravam certa tristeza e frieza. Aquilo estava me matando, mas antes que eu e ele se machucássemos eu tinha que evitar aquilo pela raiz desde do principio. O problema que eu já havia saído machucada e acho que ele também, quebrando meu coração só de pensar.

Entrei em meu quarto na casa dos Uchihas indo em direção ao banheiro e soltando todas as lágrimas que estavam presas na garganta. Por que eu deixei isso acontecer facilmente? Será que eu sempre tive fortes sentimentos pelo mesmo, mas eu escondia com meu ódio? Olhei-me no espelho vendo minha maquiagem borrada e meu olhar abatido. Eu deveria ir dormir e tentar esquecer tudo entre o que estava acontecendo entre nós, o que seria uma tarefa árdua e difícil, mas necessário!

—  Me desculpe Itachi... —  Digo para mim mesma enquanto chorava mais ainda. Entrei no banho tirando minha roupa em um canto, ficando horas ali sobre a água morna que escoria sobre meu corpo nu.

Desliguei o chuveiro me secando logo em seguida, fui até o guarda-roupa do quarto pegando minha Baby Doll, seguindo em direção à cama, tentando ao máximo adormecer e esquecer um certo Uchiha de olhos escuros que tinha tanto efeito sobre mim, me deixando em um barco em mercê num oceano profundo...   


Notas Finais


Eai gostaram? Até eu fiquei triste pelos dois :ccc
Espero postar o mais rápido possível o próximo!! Obrigada <33


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...