1. Spirit Fanfics >
  2. A empregada yandere >
  3. Ayato foi sequestrado!

História A empregada yandere - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Novamente aqui.

Capítulo 5 - Ayato foi sequestrado!


Eu já percebi que tipo de rival ela é. Realmente, temo até que ela tente até pegar tudo que é dele!

Enfim, quando chegou a noite, eu me preparo para dormir, mas ainda não tinha visto Ayato. Ele não apareceu em casa desde de manhã. O que será que ouve?

Eu perguntei aos guardas da casa e eles nem o viram.

Aonde estará ele?! Será que aquela garota obcecada pegou ele?! Grrr se ela machucar ele, vou matar-lá. Eu não sei..

"Filha, nunca esqueça disso:Se você tiver um amor, o protega, cuide dele, faça ele te completar."

Sim mãe, não irei, não deixarei ninguém machucar ele. E se machucar, terei que fazer algo pior.

Dia seguinte, eu mal dormi, tive pesadelos na verdade. Foi horrível dormir sem ele. Mas pelo menos dormi na cama dele, o cheiro dele entrunhado nas cobertas! Awww!! Seu cheiro Ayato é tão bom!!

Só eu sinto. Ele até deixou uma cueca limpa aqui, o cheiro dele, vou pegar para mim. Shhh..

Enfim tive que ir para o colégio perguntar as pessoas se o viram, vai ter alguém que falará algo.

Lá já perguntei as pessoas e ninguém tinha visto ele. Foi uma agonia, ninguém sabia o paradeiro de Ayato!

Ayato..

Sem respostas, segui as aulas pra baixo, eu tive que fingir que estava bem. Eu não iria desistir, vou perguntar novamente!

Até eu perguntar a aluna mais quieta que teve a resposta que eu queria.

- Eu vi ele saindo com aquela garota chata, a novata metida, Mayara. - Disse a garota timida.

- Entendi. Obrigada por sua ajuda. - Falei calmamente e aliviada de saber.

Finalmente o que eu queria saber. Se ele foi com ela, ele está com ela!

Ayato Pov

Acordei numa cadeira de madeira, amarrado dos braços até nas pernas. Pude avistar uma garota com uma faca na mão.

- Está confortável, Ayato? - Perguntou a garota.

Essa voz....

- Mayara é Você?! - Falei já assustado.

- Hoho, adivinhou. Óbvio, minha voz é inesquecível. Você é meu. - Disse ela que nem uma doida.

- Maluca! Me tire daqui!! Eu não sou seu! - Tentei me balançar na cadeira para escapar enquanto falava.

Essa cena, me fez lembrar do meu trauma. Época que meu pai me castigava. Não! Não!

"Você é fraco!"

"Me desobedeu"

As palavras dele..

Eu tinha 10 anos quando ele me trancou no porão.

Enquanto eu ouvia minha mãe chorando.

Parecia um inferno.

- Você lembrou né Ayato? Da sua infância. Não se preocupe, vou te soltar, mas não sairá da minha casa. - Disse ela maléfica. Enfim, ela me soltou.

Pude me acalmar novamente. Eu tenho raiva de lembrar disso. O motivo de eu ser tão frio, é o que ele fazia. Depois de anos, ainda guardo esse trauma maldito.

- Eu não gosto de porão, por favor me tire daqui! - Falei nervoso demais.

A única pessoa que pensei era Natsume. A única amiga que eu tenho.

- Calma. Irei cuidar de você, meu Ayatinho. - Disse ela me abraçar.

Socorro... 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...