1. Spirit Fanfics >
  2. A Enciclopédia de Homens do Bakugou >
  3. O começo de tudo

História A Enciclopédia de Homens do Bakugou - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura 📚

Capítulo 1 - O começo de tudo


*PÁGINA 1*


NOME: Katsuki Bakugou 

IDADE: 18

CORPO: Magro e definido

STATUS: 1 semestre de Arquitetura na U.A

TÍTULO: Protagonista Tarado

CARACTERÍSTICAS:Orgulhoso,explosivo e Pervertido.

POSIÇÃO:Versátil

PÊNIS: 15 cm

NOTA: 10/10

*PÁGINA 1*


Meu nome é Katsuki Bakugou e eu tenho uma coisa a confessar talvez eu seja um pouco tarado, mas só um pouco. Desde que aceitei minha sexualidade como gay eu criei um hobby estranho, eu anoto informações dos caras que eu me interesso em formato de ficha no meu pc, eu sei que isso é estranho mas cada pessoa tem algo estranho que gosta.


Mesmo sendo gay nunca fiquei com um cara até agora, sempre fui inseguro para falar para todos da minha sexualidade. Apesar de tudo esse ano eu consegui entrar na U.A uma universidade muito renomada e terei que mudar de cidade e morarei sozinho, a partir disso começarei uma nova vida e minha enciclopédia de homens deixará de ser só especulação e passará a ter dados reais.



Hoje finalmente é o dia da minha mudança, é sexta e minhas aulas começam na segunda e motivo de eu estar tão atrasado nessa mudança foi porquê demorei para achar um apartamento próximo a U.A para alugar, o único que consegui foi um com dois quartos no qual terei que dividir com um estranho, o único contato que tive com ele foi através do celular.


O seu nome é Kirishima Eijirou e ele também vai fazer o mesmo curso que eu, ele falou que já está tudo mobiliado então não preciso me preocupar, aparentemente ele já estava procurando alguém para dividir o apartamento, o que é bem comum entre os universitários. Ele parece ser bem legal e pela foto do perfil da pra perceber que ele é um ruivo bem bonito, tomara que ele seja gay também, assim ele poderá ser o primeiro da lista.


Meu pai já levou alguns dos móveis do meu quarto para o nova ap à uns dias atrás já que eu estava ocupado com algumas coisas, então hoje só estou levando algumas malas. Estou muito ansiosa para essa nova fase da minha vida, mesmo eu sendo pavio curto tentarei ser um pouco mais amigável e sociável esse ano.


"Katsuki vê se toma juízo, e não faça nada de errado por lá" minha mãe me aconselha.


"Tá bom mãe, você já me disse isso umas mil vezes" eu respondo revirando os olhos.


"Escute sua mãe ela tem razão, vê se não se mete em brigas" meu pai diz e me abraça, em seguida eles entram no carro vão embora.


Nesse momento eu entro no prédio e vou em direção ao meu apartamento, entro no elevador e não aguento a ansiedade. O ap fica no sexto andar e eu não tenho as chaves ainda, então chego na porta e bato, em seguida vejo a porta se abrir e uma figura ruiva aparece.


"Oiii Bakugou não é?" ele abre um sorriso e quase morro na hora, além de ser muito bonito ele é muito gostoso também, ele tem músculos muito bem trabalhados, seu peitoral é enorme e o resto do corpo nem se fala, para piorar ele está com uma regata branca que não esconde muita coisa, e um shortinho que deixa tudo bem marcado.


"O-Oi, sou eu sim" saiu dos meus pensamentos e respondo, porra! Eu gaguejei.


"Seja bem vindo cara" ele diz e me dá um abraço, minha nossa é como se um urso me abraçasse, sinto meu rosto queimar então me desfaço do ato.


"Obrigado" digo sem jeito.


"Hahaha, entre esse é seu apartamento também" ele diz bem simpático.


Entro e analiso o local, o ap consiste em um sala, uma cozinha, dois quartos e um banheiro. Na sala tem um sofá, uma mesinha de centro e uma televisão, na cozinha tem uma geladeira, fogão e uma mesa, o ap em si é bem simples e aconchegante e o ruivo parece ser bastante organizado.


"Bom!, acho que você quer se instalar, o seu quarto é aquele do meio, o na direita é o meu e na esquerda é o banheiro" ele explica.


"Obrigado, vou arrumar minhas coisas, depois nos conhecemos mais" falei e dou uma piscadinha pra ele, não sei por que fiz isso.


"Tá certo, eu pedi uma pizza já que sou horrível na cozinha, então termina logo e depois vem comer" ele diz sorrindo, nossa acho que vou me acabar na punheta esse ano.


"Hahahaha, então tá certo" digo e entro no quarto.


Nossa esse cara é muito gostoso, não sei se vou aguentar que ficar perto dele tanto tempo e nossa ele muito simpático e alegre, normalmente não gosto de pessoas muito agitadas mas dele eu aguento tudo. Contínuo a organizar as coisas em seguida vou em direção ao banheiro, infelizmente ou felizmente só tem um. 


Termino tudo e vejo que o ruivo estava no sofá me esperando com a pizza, eu vou lá então me sento também. Ele que estava no celular volta sua atenção pra mim e dá um sorriso novamente.


"Que bom que achei alguém legal para dividir o ap, eu vou logo avisando que sou muito energético, hahahaha" ele diz rindo e pegando um pedaço de pizza.


"E eu aviso logo que sou um pouco chato as vezes, hahaha" eu digo pegando um pedaço também.


"Hum… eu sou bom em lidar com chatices" ele diz com um sorriso de canto, nesse momento meu coração acelera, isso foi muito sexy.


"Então Bakugou, foi muita coincidência achar alguém do mesmo curso que eu para morar" ele fala.


"É foi sim, se não fosse por você eu teria que morar longe da U.A" eu respondo.


"Hahaha, diz ai Bakugou você teve que deixar alguma namorada para trás?" ele pergunta, mas o quê? Que pergunta mais aleatória.


"É… bem…" eu fico sem entender bem.


"Ah me desculpa, é que às vezes faço essas perguntas aleatórias sem nem perceber" ele diz.


"Relaxa, respondendo a sua pergunta… não… aliás eu nunca namorei" eu digo corado.


"Entendo" o ruivo fala.


"E você tem namorada?" não consigo esconder minha curiosidade.


"Não, é impossível eu ter uma hahahaha" ele diz e isso instiga ainda mais minha curiosidade.


"Porquê?" eu pergunto apressadamente.


"Bem… é que… eu sou gay" ele diz um pouco desconfortável "você tem algum problema com isso?" ele fala e eu entendo o seu desconforto, ele não tinha me dito antes então está preocupado se for uma reação negativa.


"Não sem problemas, aliás…" eu digo e respiro fundo, não sei se devo dizer que também sou, nunca disse para ninguém mas eu já resolvi que essa será minha nova vida " Eu também sou gay" falei e sinto meu rosto queimar.


"Sério? Que bom, não precisa ficar envergonhado" ele diz animado.


"Não é que… você é a primeira pessoa à qual eu falo isso" eu resolvo ser sincero.


"Entendendo, pra mim também foi difícil no começo mas que bom que você me disse, agora que você está aqui pode começar uma nova vida não é mesmo" ele fala como se tivesse lido minha mente, queria que ele adivinhasse que eu quero pegar ele.


"É sim, resolvi não me esconder mais, acho que esse foi meu primeiro passo hahahaha" eu digo de uma maneira descontraída.


"Hahahaha, com certeza pode contar comigo… Afinal estamos dividindo o mesmo teto" ele diz em um tom sincero o que me deixa muito mais confortável.


Conversamos mais um pouco em relação ao que gostávamos, o que fazíamos antes e várias outras coisas aleatórias. O Kirishima é bastante energético e sincero, ele diz o que vem na sua cabeça sem pensar, não sei se isso é bom ou ruim mas estou cada vez mais interessado nele. Terminamos de conversar e eu fui em direção ao meu quarto, pego meu notebook e começo.


*PÁGINA 2*


NOME: Kirishima Eijirou 

IDADE: 19

CORPO: Alto e Malhado

STATUS: 1 semestre de Arquitetura na U.A 

TÍTULO: ???

CARACTERÍSTICAS:Extrovertido,

hiperativo e Sincero

POSIÇÃO: ???

PÊNIS: ??? (Parece ser grande)

EXPECTATIVA: O que vai tirar minha virgindade

REALIDADE:???

NOTA: 10/10


*PÁGINA 2*













Notas Finais


Espero que tenham gostado, desculpe a formatação da ficha, não ficou como eu queria.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...