História A Equipe de Heróis! - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Lucasxnaomi, Poderes
Visualizações 12
Palavras 767
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Saga, Universo Alternativo
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Preocupação e o Mistério da Escuridão!


Fanfic / Fanfiction A Equipe de Heróis! - Capítulo 1 - Preocupação e o Mistério da Escuridão!

Naomi-on:

Eu estou na escola, algo que muitos devem achar chato, mas eu sou diferente! Gosto de saber sobre o mundo e como ele chegou até o que é hoje, para mim novos ensinamentos são como ganhar o presente que eu mais desejei, uma grande emoção.

Narrador-on:

"Ei, Lucas!" Lucas virou sua atenção do quadro para a garota que o chamava.

"O que foi?" Ele perguntou baixo, mesmo sabendo que sua professora ouviria.

"Será que não dá pra gente sair mais cedo?" Lucas parecia surpreso, tudo bem que era quase final do ano e todos estavam cansados, mas a garota era a única que realmente amava a escola, ela era uma verdadeira nerd.

"Você tá bem?!" Ele gritou atraindo a atenção da sala inteira, a garota tinha um olhar do tipo : 'É sério isso?'

"Algum problema, Naomi?" A professora parecia preocupada, não era para menos, Naomi sempre foi uma menina mais sensível que o normal e não ajudou em nada o grito de Lucas.

"Dor... Um pouco de dor na cabeça..." A garota sussurou e a professora concordou.

"Certo, já está quase na hora de sair, por que você não sai mais cedo?" Naomi concordou se levantando antes que pudesse sair ela se aproximou da mulher.

"Lucas pode me ajudar a ir para casa?" A professora concordou, ela sabia que os dois eram grudados, desde a infância.


Naomi-on:

"Boa!" Lucas comemorou enquanto pulava em direção a sua casa, você riu vendo sua animação. "Obrigado por me tirar mais cedo da escola!" Ele agradeceu e riu alegremente.

"É..." Você sentiu tontura e cambaleou, antes de cair o amigo logo te segurou, ele parecia preocupado.

"Tudo bem?" Ele falou em pânico, sua voz parecia um pouco mais grave que o normal. Você acenou positivamente e se levantou, do outro lado da rua havia um garoto e você o olhou. "Sério mesmo?"

Logo os olhos dele se cruzaram com o seu. 'Que garota bonita.' Você o ouviu e sorriu indo até lá.

"Ah, valeu!" Ele se assustou com a súbita presença, parecia curioso. "Você também é bonito!" Agora o garoto parecia surpreso.

"Naomi!" Lucas correu e te puxou, parecia estar preocupado. "Você está realmente bem?" Você concordou com um sorriso voltando a caminhar.

"Você ouviu? Ele me chamou de bonita!" Lucas te olhou, seu olhar era uma mistura de preocupação e diversão.

"Ah... Ele não falou nada." Você o olhou. "Acho melhor você ir dormir um pouco..." Ele riu enquanto vocês andavam em direção a sua casa.

"Será que é porque eu não dormi direito?" Você questionou andando.

"Deve ser!" Ele riu.



"Até depois, Lucas!" Vocês dois se despediram na frente do portão, era algo normal vocês passarem o dia todo juntos. "Eu prometo que depois estarei melhor." Ele riu e concordou.

"É bom, se não você terá que ser internada." Ele falou rindo mas logo parou e pareceu preocupado. "Mas pode ser algo sério, de verdade." Você concordou e então entrou na casa.

A sua casa era pequena mas aconchegante, dois andares, algo bom o suficiente para você e o seu pai, sua mãe havia sumido desde os seus 4 anos. A casa era branca com vidros pretos e detalhes de madeira, dentro havia 7 cômodos, 2 quartos, uma sala de trabalho, uma lavanderia um pouco pequena, uma cozinha, um banheiro e um quarto onde você treina bateria e piano. Sim, você gosta de música e é de exatas, duas garantias para um ótimo emprego, uma banda ou então um médico -Você ama ajudar as pessoas então essa é concerteza a primeira opção-

"Cheguei..." Você murmurou entrando na casa. 'Se não está aqui deve estar trabalhando.' Meu pai acaba trabalhando muito para tentar esqueçer a mamãe, bem... é o que eu acho.

Você caminhou pelos corredores e subiu as escadas, elas estavam um pouco molhadas. 'Papai estava limpando a casa, deve ter esquecido de secar a escada. Que perigo...' Novamente você desceu e foi na lavanderia, pegando um pano seco. Andando até a escada você sentiu tontura novamente, deixando de lado você secou a escada e foi subir.

A porta estava entre aberta então já era óbvio que seu pai estava trabalhando, parecia estar trabalhando em algo importante. 'melhor não incomodar.'

'Esse gráficos estão sempre dando errado!' Você se surpreendeu, seu pai nunca falou sozinho.

'Não quero incomodar, vou ver se o Lucas quer sair...' Antes de você conseguir sair, tudo escureceu, não era algo dolorido estava confortavél na verdade, mas também não era solitário, parecia que havia alguém lá... Essa pessoa não dava medo, mesmo sem poder enxerga-la ou toca-la, ela passava segurança.

E assim você apagou...

 


Notas Finais


Qual será o poder de Naomi?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...