1. Spirit Fanfics >
  2. A Escolha >
  3. Troca De Coração

História A Escolha - Capítulo 13


Escrita por:


Notas do Autor


Olá ilustres leitores após quase onze meses estamos de volta com essa história (já não era sem tempo) e muito obrigada pela atenção e paciência de cada um de vocês! Me faz muito feliz!
Boa leitura

Capítulo 13 - Troca De Coração


O dia está prestes a amanhecer na cidade e,numa residência de humilíssimas dimensões ,um jovem e responsável motorista de madame acaba de encerrar o seu sono; e ao inclinar a sua cabeça para à esquerda, ele mira embasbacado o lindo corpo esguio que ainda dormita sob os lençóis da sua cama,o do seu anjo caído. sem resistir à apenas ficar olhando esse garoto tão lindo ,o escorpiano introduz a sua destra por baixo do tecido e alisa com muito afeto as costas agradáveis ao toque do pequeno ,margeando a bunda atraente dele ,e elogiando baixinho:

_como é lindo; eu nunca vi algo assim tão perfeito e desejável em toda a minha existência. eu te amo tanto meu anjo caído, tanto...e como eu queria que você gostasse de mim também.

despertando com o contato do escorpião na sua tez suave o virginiano diz sorridente

_humm..

_meu anjo caído..

_você aprecia tanto assim o meu corpo que precisa tocá-lo até quando eu tô dormindo é Jabu?

_ah..pra mim o seu corpo é como um imã irresistível ,meu anjo caído, que eu aspiro ter sempre por perto.

_é muito bom saber disso.

_meu anjo caído..

Vendo pela fresta da porta o céu ainda escuro, e notando igualmente, o olhar de genuína adoração que o escorpiano está dirigindo ao seu corpo nú o irmão de Ikki se sente envaidecido, sorri com malícia e arremata tateando o abdômen igualmente descoberto do seu amante

_nossa você é tão bonzinho pra mim Jabu.

_sim meu anjo,eu sou.

_se tú fores veloz o bastante a gente pode dar uma rapidinha lá no teu banheiro antes de eu ter que voltar pra minha casa

_sério?

_corre atrás de mim então Jabu -açula o castanho assanhado

_eu vou ter uma enorme satisfação em te atender

Minutos depois ,o som predominante nessa humilde residência, são os de gemidos ansiosos e corpos se chocando ,na ânsia de alcançar o mais celeremente possível o pico do prazer.

Um pouco mais tarde,um responsável profissional da área da educação está preparando o seu material para deixar a pequena e graciosa casa que ele divide com o seu gêmeo para ir trabalhar.

_bom dia meu gordinho fake-saúda Kanon com escárnio ao pegar um pote de iogurte da mesa da cozinha _você já terminou o seu café da manhã?

_bom dia. e eu não gosto nem um pouco desse apelido que você me deu Kanon -ralha o mais velho colocando uma mochila escura e surrada em suas costas _e um copo de suco de goiaba já foi o bastante para mim

_ué mais foi você quem deu espaço para isso acontecer irmãozão

_você não sabe o que diz Kanon

_Saga não vale a pena sofrer mais. se liberte disso.

_e quem te disse que eu sofro Kanon ? a vida que eu levo me apetece imensamente

_nem você acredita nessa balela aí Saga; dá a volta por cima irmão,encontra uma mulher pra te satisfazer ,te distrair atrás de quatro paredes, assim como eu encontrei a Freya

_tendo aquela lá como parceira, você não pode ser utilizado como parâmetro de felicidade pra seu ninguém nesse mundo Kanon

_do nosso jeito nós somos felizes sim,Saga,e eu só queria que você sorrisse sincero outra vez. me aflige e muito a solidão que você se auto impôs irmão

_eu não...

Nesse átimo chega aos ouvidos dessa dupla de gêmeos gregos o ronco alto de uma moto, aparentemente ela passou por essas paragens muito depressa (como quem tava à cantar pneus) entretanto nenhum dos moradores dessa residência deu maior azo ao fato.

Depois de pigarrear levemente agastado ,com o rumo que o seu irmão queria dar ao diálogo o professor tenta mudar de tópico:

_eu não sabia que você gostava de comer iogurte Kanon

_e eu não gosto maninho,mas tô louquinho pra passar ele no corpo delicioso da Freya e depois chupar ela todinha, até deixá-la doidinha de tesão, afinal o que é bom tem que ser repetido até a exaustão.

_então ela está aqui -afirma o mais velho com enfado

_unhum

_tenham uma boa manhã, lembre-se somente Kanon, que a vida não é feita só de sexo

_tá bem senhor certinho;mas que essa é uma parte deliciosamente importante do cotidiano isso é.

o mais velho revira os seus olhos esmeraldas e dá a entender que vai sair,maroto Kanon lhe inquire:

_você tem certeza que não quer uma das minhas camisas emprestadas Saguinha?

_pra quê?

_é que a tua tá tão puída cara, e ainda por cima rasgada em uma das mangas que..

_eu não tinha reparado neste furo, entretanto pode ficar assim mesmo,eu não almejo chamar a atenção de ninguém mesmo. até mais tarde meu irmão.

O geminiano mais novo bufa com o amargo desinteresse por viver que o seu irmão adquiriu depois de tudo, todavia, ele nada pode fazer se o próprio Saga não quiser mudar. Antes dele alcançar a porta do espaço que divide ocasionalmente com a fogosa Freya, Kanon escuta uma exclamação irada do seu gêmeo e, impulsionado pela sua curiosidade, sai da casa e encontra o discente olhando com raiva o muro externo da mesma ,pichado com imagens muito mal traçadas em preto, azul e vermelho que lembram bastante às de um hipopótamo e duas enormes baleias

_eita Saguinha fizeram um bonito desenho teu na nossa parede hein kkkk

_eu não me pareço com nada disso Kanon!

_é essa a imagem que você deixa transparecer por aí irmãozão

_você e essa sua colocação inoportuna Kanon

_é a verdade irmão

_seja como for ,esse é um ato de vandalismo. inadmissível

_eu não tô dizendo que está correto Saga

_pelo menos isso, né seu doidivanas. eu não tava preparado para esse tipo de prejuízo no momento.a pintura desse muro vai custar caro

_relaxa aí Saguinha,deixa comigo que eu quebro essa pra você

_sério?

_eu não tô te falando,agora vai pro teu trabalho, vai que eu sei que você vai ficar puto se vier a se atrasar

Saga sorri furtivo,tinha horas que o seu irmão até parecia ser uma pessoa normal. e ele é muito grato por cada um desses raros momentos.

Assim que chega, dentro da escola onde ele dá aulas ,o honrado geminiano ,tem grande parte da sua roupa grossa de coloração sem graça e bastante fora de moda manchada por uma enorme porção de chocolate quente vinda de um copo extra grande de um dos estudante e pensa consigo mesmo:

"_aff hoje realmente não é o meu dia"

_desculpa professor Saga -pede Shiryu o 'causador' do acidente mesmo que no seu subconsciente estivesse grafado "_desculpa nada, você me deve essa Shunzinho"

_agora já foi. porcaria hoje não é mesmo o meu dia "eu vou ter que ir até o banheiro dos funcionários da escola trocar essa camisa, quiçá a calça também,eu não posso surgir perante os demais estudantes descomposto como eu tô,e ainda por cima com cheiro de cacau"

o esforçado lente chega até a porta do WC dos funcionários, porém inesperadamente ele está trancado à chave, Saga morde o seu lábio contrariado com mais este contratempo e ,procura pensar depressa, em qualquer outra solução pra esse imbróglio quando lhe vem a mente usar o sanitário dos alunos (já que além do jovem Shiryu que após o esbarrão tomou um rumo totalmente diferente do seu,ele não viu nenhum outro estudante por perto,mal sabendo ele que, essa sua impressão está equivocada. alguém que muito lhe despreza está à espreita. )

No interior do mesmo,

morosamente o grego retira da sua mochila as vestes que vão substituir as que estão sujas (cópias quase exatas das anteriores) e vai descobrindo lentamente o seu corpo, primeiro sai o cinto, depois a calça,a camisa e por último uma cinta grossa e côncava (com aproximadamente nove centímetros de espessura) em tom pastel (suficiente para cobrir até acima dos mamilos) ficando momentaneamente apenas de boxer azul petróleo.

O travesso virginiano ,inimigo oculto do lente que ,de dentro de uma das cabines do banheiro tirava fotos do mais velho uma após outra com o seu celular (no intuito de expor ao ridículo o físico rechonchudo e muito provavelmente disforme do mestre )abriu a sua boca perfeita num oh escandaloso com a surpreendente visão que os seus olhos esmeraldinos captaram.

O professor Saga é bem diferente do que ele deixava transparecer para as outras pessoas.

Ele não é gordo, tampouco tem a barriga mole e mal feita como as suas roupas e essa cinta estranha dão à entender; muito pelo contrário.

Ele tem um físico belíssimo (pernas longas, torneadas,costas de um atleta, braços com músculos bem marcados, abdômen e tórax pecadoramente moldados,um bumbum durinho, redondo e volumoso) em resumo é uma tentação. o malicioso Shun não compreende como alguém deliberadamente se enfeia, tenta parecer um espantalho de plantação. todavia esse singular hábito do mestre lhe dá uma nova ideia (já que a sua ideia original de divulgar fotos ditas "íntimas" de Saga só iriam ajudá-lo a se tornar popular e requestado e não o contrário,)

Saindo de supetão do seu esconderijo (e surpreendendo o mais velho só de calça comprida)o esverdeado articula:

_nossa! eu estou bem surpreso contigo professor!

_o que você está fazendo aqui Shun? -interroga o geminiano com uma outra cinta até mais grossa que a primeira já em mãos

_sou eu quem devia lhe fazer tal indagação mestre;se o senhor não notou, aqui é o banheiro dos alunos não o dos trabalhadores do colégio

_a minha presença aqui, é resultado de um mero imprevisto ,nada mais garoto,no entanto eu já vou me retirar.

se interpondo entre a porta e o mestre, Shun retruca:

_você não irá a parte alguma, professor baleia, melhor dizendo delícia.

_não me dê um adjetivo desrespeitoso desses garoto!

_é verdadeiro.mas me diz aí vai,por que tú ocultas esse teu corpo belíssimo e tentador embaixo dessas roupas cafonas,folgadas e dessa barriga falsa hã?

_não que seja absolutamente da sua alçada garoto; porém eu faço isso para evitar quaisquer olhares iguais à este ,que você está emitindo agora recaiam sobre mim

_que tipo de olhar? -açula o virginiano

_de cobiça, de luxúria,eu não preciso de nada disso

_será que é isto mesmo ou...

_ou o quê?

_esse é o disfarce de um pedófilo, que assim age pra parecer acima de qualquer suspeita;e abusar mais livremente de jovens desprevenidos

_você ficou doido garoto? -interpela o gêmeo de Kanon que está prestes a repor um blusão ao seu corpo esbelto.

_quem sabe você não abusa secretamente de alunos no seu tempo livre

_mas que absurdo! eu nunca seria capaz de uma atrocidade dessas!!

_ah é? pois eu acho você penetrou aqui porque tava me visando não é?

_você bebeu? eu nem sabia da sua presença aqui

rasgando partes da camisa branca do seu uniforme escolar e desgrenhando os fios verdes dos seus cabelos Shun acusa fingidamente

_porque você tá tentando fazer isso comigo professor?por que?

o geminiano fica ligeiramente chocado com a imensa cara de pau do jovem à sua frente

_para com isso garoto! eu nunca seria capaz de te fazer qualquer mal

_eu não vou parar! vou lutar com unhas e dentes para você não me prejudicar!

_eu nunca

_maldito estuprador.. gente como você merece apodrecer na cadeia e queimar no inferno

_Shun olha o que você tá fazendo...para com esse escândalo desnecessário

_eu vou gritar e gritar até obter a sua queda professor baleia

_quer saber; se você quiser mesmo me difamar, me acusar falsamente,desgraçar a minha vida com isso aí, vá em frente. Eu não vou tentar te desmentir

_hã?

_eu já fui destruído a muito tempo,nada que você fizer comigo agora ,doerá mais do que isso. Nada!

_professor Saga.. -o virginiano murmura ligeiramente surpreso com a reação do geminiano ,com o genuíno sofrimento que está estampado em seu belo semblante e refletido com dolorosa e superlativa realidade em suas orbes verdes.

_nem você ,nem ninguém tem a menor noção do quanto dói ser ferido e ludibriado pela pessoa que você mais amava,nada que vierem a te fazer após isso importa mais.

_co...como assim?

_quando eu tentei orientar você,tentei abrir os teus olhos menino,e evitar que tú viesses a ser o verdugo de um outro alguém,como fizeram comigo

_eu..

_a pior dor é aquela que lacera o coração .a traição mais amarga é a que vem de quem mais se confia.

_eu jamais faria o meu Hyoga sofrer ,se é dele que você tá falando -tenta se escusar o japonês

_você já faz ele sofrer jovem Shun -assevera o grego _toda vez que você o engana,vai abrindo um abismo cada vez maior perante ele,no qual ele inadvertidamente pode vir a cair

_mas...

_eu já confiei cegamente em uma mulher, já amei com todo ardor e loucura de min'alma a minha bonequinha..era deus no céu e a minha Saori na terra.. nós estávamos prestes a nos casar,na minha cabeça nada poderia obstar a nossa felicidade mas...

_o senhor é casado? "Será mesmo real a lenda de que todo homem bonito já é comprometido?"

Por esse pensamento já fica evidente o quanto a personalidade e opiniões do irmão caçula de Ikki são voláteis,no entanto isso será ainda mais destacado (se é que não o foi até agora ) à posteriore

_faltou muito pouco;eu vi aquela menina nascer ,carreguei ela zelosamente em meu colo muitas vezes,a ajudei a falar, a caminhar ,busquei ser um anjo bom em sua existência

_nossa...

_e quando ela se fez moça o nosso afeto se transformou em algo mais físico,uma avassaladora paixão,e na minha cabeça.. eu e ela tínhamos tudo para unirmos os nossos destinos em um só;e sermos imensamente felizes, entretanto não era este o anelo principal do seu coração...

O geminiano morde o seu lábio inferior em desalento,o esverdeado mega curioso pela continuidade do relato do mais velho insiste:

_continua professor bal... eu quero saber o final da sua peripécia

_porém,eu estava medonhamente errado,eu não conhecia o caráter fraco e volúvel da pessoa que eu tinha ao meu lado,da mulher capaz de executar qualquer perfídia para lograr alcançar os seus objetivos.

_eita..

_eu quis acreditar que ela era o poço de candura e inocência,mas eu me enganei

_nossa...

_o meu amor não foi o bastante, para mantê-la ao meu lado.

"_será que, se o Hyoga soubesse das minhas escapadas, ia se sentir menos também?"

_a minha Saori me largou na frente de todos, no dia do nosso casamento para fugir com outro, ávida por fortuna e fama, para a minha bonequinha eu jamais fui uma prioridade, mas tão só uma mera distração que ela descartou sem dó na primeira chance que teve...

_poxa..

_quando ela foi embora me deixando para trás eu me senti morrer, só queria desaparecer ...quase enlouqueci de dor e desespero,e fui capaz de praticar uma torpeza

_que torpeza?

_tá vendo essa fina cicatriz aqui no lado esquerdo do meu peito?

_si-sim -sussurra o esverdeado ligeiramente trêmulo na mesma hora em que Saga esconde a marca com uma camisa preta queimada

_eu atentei contra a minha vida -articula gêmeos simplista

_não! -é a exclamação sufocada do menor

_o meu desatino foi tal ,quando eu vi àquele barco singrando em direção ao mar para nunca mais voltar ,que sem juízo; eu enterrei uma lâmina dourada bem fundo em meu peito,e só errei o local exato do meu músculo cardíaco por míseros dois centímetros

_por Zeus!

_porém houve um outro preço nisso tudo;que nos custou caro.caro demais. dias depois ao despertar eu soube que: a minha rainha,a minha avó que cuidou sempre de mim e do meu gêmeo como um anjo de bondade não aguentou ver o meu gesto tresloucado, passou mal e acabou sucumbindo à um avc (foi esse o palpite que o chefe da ilha nos deu) embora em meu íntimo eu soubesse que o culpado real de tudo aquilo havia sido eu,e de modo indireto, aquela mulher perversa, que acabou com tudo de bom que eu tinha.

_eu nem sei o que lhe dizer professor

_eu fui muito idiota por brincar irresponsávelmente com a minha vida por uma pessoa vazia, que não merecia tal sacrifício de minha parte..e me revolta bastante saber, que ela impiedosamente pisou em tantos, e atualmente é tão feliz..

_ela conseguiu ficar rica e famosa?

_sim,ela conseguiu.. hoje em dia milhões de cidadãos a aclamam fervorosamente como a diva pop: Athena

_para tudo! Você namorou a Athena! a sex simboll que todo mundo quer!?

_fala baixo garoto! eu amei Saori Kido nascida e criada na ilha Skrylis ,não conheço essa tal artista fútil e arrogante

_peraí. ilha Skrylis? a Athena,digo a sua Saori não é descendente de uma rica família irlandesa?

_você não crê mesmo nessa ardilosa e falsa estratégia de marketing, crê Shun?

_sei lá... você tem como provar o que está afirmando?

_sim,mas não vejo qual a relevância disso

_tú podias ganhar um bom dinheiro divulgando esse bafão para a imprensa

_eu não tenho qualquer interesse especial em questões materiais Shun; só almejo viver normalmente o restante de meus dias, e não dar brecha para perder mais nada na vida

_ann!?

_eu tento me defender de qualquer probabilidade de vir a ser prejudicado ou ferido

_nossa...

_por isso eu uso esses artifícios para não ser notado por ninguém, quanto menos visto eu for menores serão as chances de receber eventuais prejuízos.

_professor, não serão apenas roupas que irão te proteger de eventuais assédios mais sim à sua postura.

_o Kanon sempre me diz isso mas... eu não sei se um dia eu vou lograr enterrar de vez o fantasma da Saori do meu coração,mas quem sabe quando esse dia chegar eu não volte a me vestir elegantemente de novo...

Após terminar de ouvir o relato do seu mestre o irmão de Ikki ,talvez pela primeira vez em toda a sua jovem vida,se sentiu pequeno e mesquinho.. ele então entendeu (no decurso dessa breve epifania) que não tinha qualquer direito ,de tentar acabar injustamente com a vida de um indivíduo que nunca lhe prejudicou em absolutamente nada.

Seria uma grande insensatez.

Que ele não quer mais fazer.

Ele não quer um novo equívoco em sua longa lista.

O ódio injustificado que ele tinha do seu professor em seu cor sumiu; dando lugar a empatia pura e simples e uma certa admiração também.

Saga aparenta ser alguém dono de uma grande sabedoria.

_eu..tava prestes a cometer um erro grave

_o quê?

_o senhor só tava tentando evitar que eu me tornasse uma nova Saori para o meu Hyoga

_hummm.seria bom você colocar um outro uniforme

o professor retira um uniforme escolar da sua bolsa,entrega ao garoto que vai até a cabine coloca ele e fala ao voltar:

_...pode não parecer mais eu sinto um afeto sincero por ele.e obrigado pela roupa

_eu não duvido. E de nada, e um professor prevenido vale por dois

_acho que, talvez eu deva refletir um pouco acerca dos rumos que eu tô querendo dar à minha história,se eles estão corretos ou não.

_isso mesmo garoto.

_eu não sei se eu vou ter determinação o suficiente para modificar os meus atos mas..

_acredite sempre em ti.

_e eu não sei ,se após todas as minhas pirraças,o senhor poderia me enxergar com bons olhos e me considerar alguém de sua estima..mas ser igual a mulher que quebrou o seu coração isso eu não quero ser não.

Saga jamais seria capaz de odiar à qualquer um de seus alunos, à quem ele vê como os filhos, que é muito provável que ele nunca terá.

E por isso o competente mestre diz:

_nós podemos recomeçar garoto,recriar uma honesta interação entre professor e aluno

_sério?

_você é só um garoto confuso que está tentando achar o seu caminho

_eu..

_como educador eu gostaria muito de auxiliá-lo nessa busca

_tá certo, professor eu preciso te confessar uma coisa

_o quê? -pergunta o geminiano já tendo uma noção do que o menor quer lhe contar

_fui eu quem fiz aqueles desenhos no seu muro

_eu já sabia..e você deve aprender que as nossas ações tem consequências

_eu sei .mais acontece que eu não tenho dinheiro nenhum pra te ressarcir

_eu não pensei em dinheiro mais sim em trabalho, no sábado à tarde você vai ajudar o meu irmão a restaurar a pintura original do muro,e quem sabe você não aprenda algo do ofício com ele que é um exímio pintor industrial

_tá..bem

_agora vamos garoto , nós temos um dia repleto de coisas novas a se desvendar

Sorrindo com genuinidade o virginiano diz:

_certo professor Saga eu tô pronto.





Continua


Notas Finais


Que fique claro a suposta "acusação" de Shun seria uma enorme calúnia
E o nosso Saga não era gordinho (só um homem traumatizado) e será que ele e Shun irão mudar definitivamente os seus caminhos?
Tomara que sim!
No mais beijos carinhosos para todos vocês e até logo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...