1. Spirit Fanfics >
  2. A escolha de Sakura >
  3. Sakura

História A escolha de Sakura - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


olá! aqui estou eu com a explicação do motivo de SasuSaku estar separado em Duas doses de tequila.
eu ia postar esses capítulos na fanfic original, só que achei que poderia ficar muito bagunçado e resolvi postar por fora.
enfim, é isso.
espero que goste!

Capítulo 1 - Sakura


É tudo que restou
Eu tive que escolher entre eu e te perder
Que pena, tudo acabou(...)

Quem escolheu fui eu e tenho que aceitar
Mas não foi erro meu
Você no meu lugar
Faria exatamente igual

Imortal - Sandy & Junior 

 

- É isso mesmo que você quer?

- Sim.

Ele saiu pela porta e ela caiu em cima das caixas do seu novo apartamento, apartamento esse que eles haviam comprado juntos.

Sakura sentiu o choro vindo e mesmo que quisesse guarda-lo no fundo do seu ser, ela não conseguiu. Sabia do que estava abdicando, contudo, sabia também do que escolhia: ela mesma.

***

Sakura e Sasuke eram o típico casal que ninguém juraria dar tanto tempo. Ela, como de praxe, era apaixonada por ele desde que tinham míseros 8 anos. Era só uma criança quando Naruto trouxe seu novo amigo para brincar. Todo mundo achava que era apenas uma paixonite de criança e por um tempo foi; sempre guardou dentro do seu coração aquele sentimento pelo menino de cabelos pretos e olhos negros.

Quando eles cresceram, se tornando um trio de amigos um tanto incomum, ela não se incomodou em esconder que ainda gostava do garoto. Mas, depois de perceber que não valia a pena, que apesar de conhecê-lo por tanto tempo, Sasuke não iria gostar dela nem em um milhão de anos, como ele mesmo já havia dito, ela desistiu.

Quando ele foi embora por dois anos no meio do 9 ano, Sakura finalmente pode se sentir livre pra gostar de outros garotos sem se sentir sufocada por a paixonite que ainda nutria pelo garoto. Nunca o esqueceu, obviamente. Era impossível, principalmente considerando que seu melhor amigo também era o melhor amigo dele e bem, Naruto não calava a boca um segundo sobre qualquer tipo de assunto, sobre Sasuke não seria diferente.

Nesse meio tempo, ela gostou de outras pessoas e entendeu finalmente o que era gostar de alguém e ser retribuída. Então, quando Sasuke voltou, encontrou uma nova Sakura. Uma Sakura que, pasmem, não era apaixonada por ele e o tratava de igual para igual. Não mais como se ele fosse um Deus ou algo do tipo. Foi aí que o interesse dele surgiu.

Ela nem percebeu quando ele a chamou para tomar um sorvete e na verdade era um encontro, ela nunca percebia a aproximação dele quando estava sozinha. Estava tão imersa que nem percebia o quanto estava indeferente ao sentimento dele. Sasuke penou um pouco para finalmente conseguir a atenção da garota, mas quanto mais eles se aproximavam, mas ela se sentia estranha e o sentimento que ela jurava ter esquecido, voltava.

No fim, quando Sasuke a beijou debaixou da árvore de cerejeira que tinha em seu quintal, num dia quente de julho, Sakura finalmente entendeu: então é isso. Então é isso que é amor de verdade, hn?

Engataram em um namoro longo depois e apesar de ninguém dar nada pelos dois, continuaram em um longo relacionamento até depois da faculdade, mesmo que a de ambos fossem tão diferentes (ela com uma carga altíssima em medicina e ele com todos os cálculos que Engenharia pedia.) Eles se amavam e por isso dava certo.

Mas, foi logo após Sakura conseguir sua tão sonhada residência que as coisas no relacionamento deles começou a mudar. Pois na mesma época Sasuke tinha conseguido um emprego em uma filial na Holonda, a que ele sempre sonhou em trabalhar. E sua residência era ali, no hospital de konoha, onde sempre sonhou para ser aprendiz de ninguém menos que Tsunade, a maior médica cirurgiã de todo o país.

Eles estavam em um impasse, Sakura sabia. Com apenas um pezinho para que o relacionamento deles desabasse. Mas, de uma coisa ela sabia, nunca impediria Sasuke de ir pra Holanda. Poderiam dar um jeito, não é? Estavam a um passo de se casar também, 8 anos de relacionamento não poderiam ser jogados fora assim.

Era o que ela pensava. Até claro, ouvir da boca do seu noivo que ela poderia fazer a residência na Holanda, já ele não poderia arrumar aquele emprego em nenhum lugar.

- O que?!

- Ah vamos, Sakura. Você sabe que é verdade!

- Você não pode estar falando sério, Sasuke. Me diz que isso é algum tipo de pegadinha.

O moreno suspirou, passando a nós nos cabelos nervosamente ele escolhia as palavras com cuidado.

- Eu só acho que você está fazendo muito alarde sobre isso. Você poderia vim comigo, tenho certeza que acharia um lugar pra fazer a residência muito rápido. É o meu sonho, Sakura, eu não quero viver ele sem você.

- E o meu sonho? Ele não é importante pra você?

- É, mas ...

- Mas não tanto quanto o seu. Eu entendo.

- Não é isso que eu quis dizer.

- Não, Sasuke. É exatamente isso que você quis dizer. Não preciso mais pensar, fiquei semana me remoendo, pensando como poderíamos fazer isso, mas eu já tenho uma resposta.

Suspirando e enxugando as lágrimas que teimavam em cair, ela disse:

- Vamos terminar.

- O que, Sakura...

- Eu nunca conseguiria ficar com uma pessoa tão egoísta ao ponto de não pensar no que eu quero, no que é importante pra mim. Você é esse tipo de pessoa, Sasuke. Talvez eu tenha sido muito cega pra perceber antes, mas enxergo muito bem agora.

- Vai terminar comigo porque eu te pedi pra ir pra Holanda? E o casamento? E os nossos planos pro futuro?

- Nós íamos. Não vamos mais. Eu nunca pediria pra você ficar, pois sei o quanto essa vaga é importante, mas você nem hesitou em fazer planos pra mim na Holanda. O que eu quero está aqui e bem, se eu não posso me encaixar nos seus planos estando aqui eu não quero estar neles.

- É isso? Você vai terminar comigo por que escolhe a sua residência?

- Não estou escolhendo minha residência, estou me escolhendo, me colocando em primeiro lugar, assim como você fez quando fez todos esses planos e não me consultou. Você se escolheu e eu me escolho também.

- É isso mesmo que você quer?

- Sim.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...