1. Spirit Fanfics >
  2. A escolha do destino ( Madara Uchiha) >
  3. Nem tudo é o que parece

História A escolha do destino ( Madara Uchiha) - Capítulo 25


Escrita por:


Notas do Autor


Fiquei muito feliz com os comentários de vcs, por favor continuem kkk

Capítulo 25 - Nem tudo é o que parece


Fanfic / Fanfiction A escolha do destino ( Madara Uchiha) - Capítulo 25 - Nem tudo é o que parece

Madara acordou cedo, tomando cuidado pra não despertar a sua pequena ele se levantou e se vestiu, tinha que resolver um assunto.

Bateu na porta de Hashirama, quando ele atendeu falou sem rodeios.

Madara: - Preciso falar com vc, te espero no meu escritório.

Sem dar tempo de Hashirama dizer alguma coisa, virou as costas e desceu.


        **************************


Niah acordou um pouco depois, e não encontrou Madara. Ela não podia acreditar no que aconteceu naquela noite, corou só de lembrar. Mas agora ela não sabia o que fazer, as regras diziam que ela tinha que informar o hokage, mas Niah não queria que Madara ficasse com raiva dela.

Ele podia achar que ela tinha feito uma armadilha pra obriga-lo a se casar, exatamente como as outras garotas tinham tentado fazer.

Não, ela não diria nada, hoje terminava o acordo e Madara estaria livre pra decidir se ficaria com ela ou não.


       **************************


Quando chegou no escritório, Hashirama encontrou Madara em pé, parado em frente a janela pensativo.

Hashirama: - Então, o que queria falar comigo? - perguntou.

Madara: - Vc sabe que hoje termina o nosso acordo, não é? - disse sem se virar.

Hashirama: - Sim, é até melhor conversarmos agora. Vc já decidiu se vai escolher uma das moças ou se vai ficar livre desse compromisso?

Madara: - Acho que eu não tenho mais essa escolha - disse, ainda com o olhar perdido pela janela.

Hashirama: - Por quê vc diz iss… ahh não Madara, o que vc fez? - perguntou já sabendo a resposta - Vc dormiu com uma delas não foi?

Madara: - Sim.

Hashirama: - Mas como isso foi acontecer, faltava apenas um dia, eu achei que vc iria conseguir se conter. Agora vc vai ter que cumprir com a sua palavra e se casar, e então, com quem foi? - perguntou, sentindo seu coração acelerar temendo a resposta.

Madara: - Niah - falou, pela primeira vez olhando o amigo.

Madara percebeu a expressão do hokage mudar. Dava pra ver a surpresa no olhar dele, e algo mais… tristeza, pensou Madara. Então ele não estava enganado, Hashirama estava mesmo interessado pela Niah. Aquela descoberta deixou Madara enciumado.

Madara: - Não se preocupe, eu vou fazer o que tiver que ser feito - disse sério - agora que já sabe de tudo, eu quero ficar sozinho.

Hashirama saiu do escritório, sem saber direito o que pensar. Ao ouvir o nome dela, tinha sentido como se seu coração falhasse uma batida e o chão tivesse sumido sob seus pés. Não podia acreditar.


          ***********************


Niah permaneceu no quarto o resto da tarde, não queria ver ninguém. Mas estava esperando que Madara viesse falar com ela, afinal não o tinha visto depois da noite anterior. Estava com medo de que ele tivesse se arrependido e por isso a estava evitando. 

Niah: - Preciso falar com ele, ele tem que saber que eu não vou obriga-lo a se casar comigo - falou para si mesma.

Niah saiu decidida a encontrá-lo e libera-lo desse compromisso. Quando chegou ao escritório, viu que a porta estava entreaberta. Quando a abriu, viu uma cena que não poderia esquecer…


         ************************


Depois da conversa com Hashirama, Madara se sentou na poltrona perto da janela, tinha muito o que pensar.

Ficou ali por um bom tempo, até que o calor do sol no seu rosto, e o cansaço da noite anterior, o fizeram adormecer.

Estava sonhando com ela, a sua pequena de olhos castanhos estava alí, as mãos suaves massageavam seu sexo por cima da calça, enquanto espalhava beijos pelo seu pescoço e peito através da camisa entreaberta. Mas para sua infelicidade não era um sonho. Quando abriu seus olhos lentamente, Madara a viu, a sua pequena parada na porta, com seus olhos arregalados e a boca semi aberta. Desviando seu olhar para baixo, viu mechas de cabelos vermelhos espalhados no seu peito. Antes que Niah saísse correndo, Madara viu uma lágrima escorrer pelo seu rosto.

Tomado pelo ódio, ele enfiou sua mão nos cabelos ruivos, e com um só puxão jogou a jovem no chão.

Madara: - SAIA DAQUI - esbravejou - AGORA!!!

A garota saiu correndo assustada enquanto Madara ia atrás da Niah, pra tentar explicar o que tinha acontecido.

Madara: - Maldição!!!!

Madara saiu logo atrás, chegando no jardm ele conseguiu ainda ver o vulto da morena pulando pelos telhados das casas se afastando rapidamente. Sem pensar duas vezes ele foi atrás dela. Ela era rápida, graças ao seu treinamento shinobi,  mas Madara era muito mais, quando finalmente a alcançou, ele teve uma surpresa nada boa. Ao segurar o braço de Niah, ela desapareceu.

Madara: - Droga, era um clone. Niah onde vc está? - falou para si mesmo - Talvez….

Nessa hora Madara teve uma ideia de onde ela poderia estar, e foi pra lá.


          ************************


Niah saiu de casa tão rápido, que não tinha noção de onde estava indo, por instinto ela conjurou um clone que seguiu na direção contrária a sua, não queria ser seguida, não queria vê-lo.

Sem conseguir ver o caminho direito por causa das lágrimas, ela continuou correndo pela floresta e sem saber como, chegou a um local conhecido. Seu refúgio.

Niah sentou-se na beira do rio, mas dessa vez ela sabia que o som da cachoeira não iria acalmar seu coração. E chorou.

Não percebeu quando alguém se aproximou e sentou do seu lado, até ouvir uma voz familiar

Hashirama: - Vc está bem? - Vi quando vc saiu de casa, e fiquei preocupado.

Niah: - Hashirama…

Quando ele viu as lágrimas no rosto da morena, sua expressão se tornou séria.

Hashirama: - Droga, Niah, o que aquele idiota fez?

Niah: - Eu não quero falar disso.

Hashirama: - Niah, o Madara me contou o que houve entre vcs, por acaso ele não quer se casar com vc?

Niah contou tudo o que aconteceu, chorando e soluçando cada vez mais a cada palavra.

Niah: - Eu não tinha a intenção de força-lo a se casar comigo, mas eu tinha esperança que ele me aceitasse por vontade própria, como eu fui idiota, claro que ele não ficaria com alguém como eu.

Hashirama: - Niah…

Niah: - Por quê, por quê isso dói tanto, por quê eu fui me apaixonar por ele? Por quê… E agora, o que vai ser de mim, da minha família, eu as envergonhei…

O coração do hokage se partiu ao ouvir que ela estava apaixonada por Madara.

Sem pensar direito, Hashirama a abraçou e disse uma coisa que Niah nunca esperou que ouviria.

Hashirama: - Então case-se comigo?

Nessa hora, os olhos que observavam tudo no meio das árvores, ficaram vermelhos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...