1. Spirit Fanfics >
  2. A ESCOLHIDA ( imagine Jeon Jungkook) >
  3. Capítulo - 1

História A ESCOLHIDA ( imagine Jeon Jungkook) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


**Notas da autora**: Oi bolinhossss, essa é minha primeira fic aqui no Spirit.
Então eu espero que gostem >.< bjs •3• e boa leitura (◍•ᴗ•◍).

Capítulo 1 - Capítulo - 1


Fanfic / Fanfiction A ESCOLHIDA ( imagine Jeon Jungkook) - Capítulo 1 - Capítulo - 1

Eu odeio essa história.


Estou cansada de escutar o professor falar sobre a história dessa cidade.


É sério, todos os anos tenho que escutar a tediosa história de River, a cidade que todo o mundo recusaria visitar.


Por quê? Bem, todas as lendas que existem sobre essa cidade é sobre vampiros e outras criaturas sobrenaturais, os  "antigos habitantes dessa cidade".


É claro que eu não acredito nessas barbaridades, mais fazer o quê? As lendas vão continuar existindo, e as histórias sobre o passado dessa cidade também.


Ér..... eu já disse que eu odeio essa história?



Professor: S/N!!


S/N: O quê? O que foi? - saio dos meus pensamentos, encarando o professor, que me olhava com raiva.


Professor: S/N, estou te chamando há 5 minutos! Presta atenção na aula menina!


S/N: Mas eu estou prestando atenção professor.


Professor: Oh sério? Então me diga, do que eu estava falando?


SN: Dos vampiros e lobsomens. Eles eram os mais perigosos, mas também grandes rivais.


Professor: Hum......


Esse professor sempre tenta me flagrar, mais eu já sei a história dessa cidade e todas as lendas do início ao fim.


Além disso, ele estava falando de vampiros e lobsomens enquanto eu estava perdida nos meus pensamentos.



Hyunjin: Quer ir para a diretoria logo no primeiro dia de aula S/n? - ele sussurra.


S/N: Eu não tenho culpa se odeio escutar esse professor babaca falando.


Hyunjin: Eu também não estou aguentando mais.


S/N: Que ódio, eu não aguento nem mais um segundo.



De repente, o sinal toca.



S/N: Graças a Deus! - sussurro.


Professor: Continuaremos na próxima aula alunos, até amanhã.



Rapidamente arrumo minhas coisas e saio da sala indo para o corredor.



Hyunjin: Que aula você vai ter agora?


S/N: Matemática e você?


Hyunjin: Física. - ele bufa - Odeio essa matéria.


S/N: Você odeia todas as matérias Hyun.


Hyunjin: Verdade. - ele dá uma pequena risada.


S/N: Eu vou buscar um livro no meu armário, você vem?


Hyunjin: Sim, eu também preciso pegar um livro.



Nós começamos a caminhar até os armários.



Hyunjin é meu melhor amigo. Nós nos conhecemos desde sempre.


Sempre nos ajudamos um ao outro como irmãos. Na verdade ele é como um irmão para mim.



S/N: Hyun, você vai me ajudar hoje na cafeteria depois da escola?


Hyunjin: Hoje não dá, tenho treino de basquete.


S/N: Ah, tudo bem..... eu queria te ver treinando...


Hyunjin: Fica pra outro dia pequena. - ele beija a minha testa - Agora vamos, o sinal está quase tocando.



Ele me puxa pelo braço, me acompanhando até a sala onde eu ia ter aula.



** EM ALGUM LUGAR NA FLORESTA **



Ancião: Chegou o dia! O dia da libertação dos poderes da rainha das bruxas!


???: Eles foram libertados? E onde estão agora?


Ancião: Eles foram transferidos para uma descendente da rainha, a escolhida, ela irá tomar o lugar da rainha e se aliar a nós.


???: E você descobriu quem ela é?


Ancião: Sim. Ela é filha daquela bruxinha insolente que nos traiu a há 6 anos.


???: Mas essa bruxa não era aliada dos lobos?


Ancião: Sim, ela era.


???: E se a filha dela for aliada deles também?


Ancião: A garota não sabe de nada. Ela nem sabe que existem vampiros, lobos e bruxas!


???: Entendo, a mãe dela escondeu a verdade para a proteger.


Ancião: Ela ainda não descobriu os seus poderes, mas não vai demorar muito para isso acontecer. Eu quero que você e seus dois amigos fiquem próximos dela e a preparem para a cerimônia de maioridade. Não falhem! Ela tem que se tornar nossa aliada, custe o que custar!


???: Sim, Ancião. - ele faz uma reverência.



        *~* S/N   P.O.V.  On *~*



Depois de terminar o meu almoço, saio do refeitório da escola indo para a quadra, observar o Hyunjin treinando, antes de ir embora.



Ele é capitão do time de basquete da escola e por isso, muitas garotas tem crush nele. Ele é muito popular, mas nunca perdeu a sua simplicidade.



Ele nota a minha presença e acena com a mão para mim e eu faço o mesmo.


Eu não podia ficar ali muito tempo, então eu fiz um sinal para ele, avisando que iria embora.


Suas mãos fizeram um coração para mim e eu sorri, fazendo um coração também.


Para nós, aquilo significava um "até logo, eu te amo" . Eu sei nós somos muitos bobinhos.


Saio da escola e vou até a cafeteria da minha tia, onde eu trabalhava todos os dias depois da escola.



A tia Yeun é a única pessoa que eu tenho.


Eu nunca conheci meu pai e fui abandonada pela minha mãe, quando tinha 12 anos. Nunca soube o porquê.


Ela cuidou de mim todo esse tempo e eu decidi compensa-lá, a ajudando na cafeteria. É claro que ela não queria, mais eu insisti.



S/N: Oi tia! - entro na cafeteria.


Yeun: S/N! Como foi o primeiro dia de aula?


S/N: Foi bom, eu acho. - digo colocando a minha roupa de garçonete.


Yeun: Que bom. - ela sorri - E o Hyunjin... ele não vem hoje?


S/N: Não, ele tinha treino de basquete hoje.


Yeun: Ah, entendi. Bom, termina de limpar o balcão, eu preciso ir buscar algumas coisas.


S/N: Tudo bem. - eu começo a limpar o balcão.



O tempo passou rápido e chegou a hora de voltar para casa.


A minha última cliente estava terminando de pagar o que consumiu e logo foi embora.


Minha tia não deixava eu voltar para casa de noite, porque tinha medo de que algo me acontecesse, então eu terminava meu expediente antes das 18h.


E ela sabia que agora, eu ia começar a ter lição de casa para fazer.


Além disso, eu moro sozinha e levo tempo para fazer todas as coisas necessárias como lavar a roupa, fazer faxina, cozinhar.....



S/N: Eu vou indo tia Yeun.


Yeun: Tudo bem. Tenha cuidado!


S/N: Terei!



Eu saio da cafeteria e começo a caminhar em direção a minha casa.


Infelizmente, minha casa ficava um pouco afastada de todas as casas dessa cidade.


Ela ficava quase no meio da floresta, minha tia disse que meus pais amavam a natureza e por isso, gostavam de admirá-la sempre.


River é uma cidade grande, mas simples. As casas não tem uma construção moderna, porque a cidade é antiga. Mas claro, o interior das casas é bem moderno.


Algumas casas tem uma construção moderna, porque foram construídas a poucos anos. Como a minha.


Eu estava chegando em uma rua, que era pouco frequentada pelos moradores, quando escuto alguém gritar. Parecia ser uma mulher.


Fico assustada e olho a minha volta, vendo se tem alguém por perto.


Começo a procurar pela mulher que gritou, até que eu paraliso ao ver um corpo no chão.


Me aproximo lentamente, sentindo o meu corpo estremecer a cada passo que dava.


Quando chego perto da mulher, percebo que ela tinha um machucado enorme no pescoço e ela...... estava morta!


Meus olhos se arregalaram de imediato.



S/N: Meu Deus!



De repente, escuto um barulho e me assusto. Não penso duas vezes antes de começar a correr para a minha casa.


Quando cheguei, fechei a porta rapidamente e corri para fechar todas as janelas.



Será..... que tem algum assassino aqui?


Aquela mulher tinha um machucado no pescoço..... no..... pescoço?! Um vampiro? Não, eles não existem!


Ah, eu estou enlouquecendo! É impossível ter sido um vampiro!



Pego meu celular e mando uma mensagem pra Hyunjin. Preciso dele agora.



        ** MENSAGEM  ON **



S/N: Hyunjin? Você pode vir na minha casa agora?


Hyunjin: Claro S/N. O que aconteceu?


S/N: Te explico depois, só vem logo, por favor.


Hyunjin: Okay, estou indo.




         ** MENSAGEM  OFF **



Depois de alguns minutos, escuto a campainha e logo caminho até a porta, abrindo-a.



S/N: Que bom que chegou, entra.


Hyunjin: Você está bem? Parece assustada? - ele diz entrando.


S/N: Eu vi uma coisa horrível hoje.


Hyunjin: O quê? 


S/N: Eu estava voltando para casa e ouvi um grito. Fui ver o que era e vi uma mulher no chão, ela estava morta e tinha um machucado no pescoço.


Hyunjin: Apenas no pescoço? E não tinha nenhuma poça de sangue?


S/N: Não.


Hyunjin: Não me diga que foi um vampiro. - ele brinca.


S/N: Isso é algo sério Hyun! E eles não existem! São apenas lendas!


Hyunjin: Eu sei..... pode ter sido um assassino. Eu já disse que não quero que você passe naquela rua! Só tem pessoas perigosas e elas podem te fazer algo, e eu não quero isso.


S/N: Mas nessa cidade nunca aconteceu algo desse tipo!


Hyunjin: S/N, nossa cidade não é o paraíso. Nos últimos anos, não houve nada disso porque a maioria das pessoas teve que abandonar a cidade, por que o nosso rio tinha sido empestado e a água ficou negra! Agora que esse problema se resolveu, a nossa cidade voltou ao normal e voltou a ter assassinos e outros tipos de pessoas horríveis.


S/N: Eu sei, mas...... eu não consigo acreditar......


Hyunjin: Você viveu sempre sem violência, mas S/N, nada é perfeito e muito menos na nossa cidade. Vai se acostumando.



Mordo o lábio com o nervosismo e ele me abraça.



S/N: Vamos esquecer isso, não quero me preocupar mais.


Hyunjin: É melhor.


S/N: Fica comigo um pouco? Eu acho que não vou conseguir dormir essa noite por conta do que eu vi.


Hyunjin: Tudo bem, vamos assistir um filme.



Ele vai colocar o filme e eu me sento no sofá, não conseguindo parar de pensar no que vi.



Hyunjin: Gosta do Homem-Aranha?


S/N: Já assisti todos os filmes semana passada.


Hyunjin: If I Stay?


S/N: Esse é muito triste eu preciso de algo mais empolgante.


Hyunjin: Jurassic World?


S/N: Pode ser.



Ele coloca o filme e se senta no sofá do meu lado, me abraçando.


Hyunjin sempre me faz perder o nervosismo, ele sabe como fazer isso.



Depois que o filme acabou, eu me toquei que tinha que fazer o jantar.



S/N: Obrigada por ficar esse tempo aqui comigo Hyun.


Hyunjin: Não precisa agradecer S/N.


S/N: Eu preciso fazer o jantar e depois tenho que organizar um pouco aquela cozinha, aquilo está uma bagunça!


Hyunjin: Eu adoraria ajudar, mas eu prometi a minha mãe que iria ajudá-la a fazer o jantar.


S/N: Tudo bem, você já me ajudou bastante ficando esse tempo aqui comigo.


Hyunjin: Eu vou indo, se precisar de algo não hesite em me ligar, entendeu?


S/N: Sim. - sorrio.


Hyunjin: Ótimo. - ele se aproxima e deixa um beijo na minha testa - Eu te amo pequena.


S/N: Eu também te amo Hyun.


Hyunjin: Até amanhã.


S/N: Até.



Ele vai embora e eu vou até a cozinha, começando a preparar o meu jantar.


Quando ia pegar um ingrediente, a campainha toca.




S/N: Será que o Hyunjin esqueceu alguma coisa? 



Fui atender a porta, mais não era o Hyunjin.




S/N: Quem é você?



Ele me ignora e entra na minha casa sem pedir permissão.




S/N: O que está fazendo?! Sai da minha casa agora, quem você pensa que é?!




Ele me ignora novamente. Esse garoto está me estressando!




S/N: Se você não sair, eu vou chamar a polícia?




Ele continua me ignorando, então eu me aproximo do telefone fixo. Mas antes que eu pudesse tocar nele, o garoto aparece na minha frente num piscar de olhos.


Fico assustada e me afasto.




S/N: Q-Quem é você? 



Ele sorri cínico e eu apenas começo a tacar as almofadas do sofá na cara dele, mas ele se desvia de tudo com muita facilidade.


Tento pegar uma coisa mais pesada mais ele se aproxima rapidamente e segura meus pulsos pressionando-os na parede com força.


Tento me soltar, mais não tenho sucesso. Ele era incrivelmente forte.




S/N: Me solta seu louco!



De repente seus olhos mudam de cor, o que me faz ficar bastante assustada.




???: Meu nome é Jeon Jungkook, é um prazer te conhecer...... S/N.......





Continua......


Notas Finais


**Notas Finais**: Oi bolinhoss (´ . .̫ . `) eu espero de coração que tenham gostado. (人 •͈ᴗ•͈) um beijo >3< e até o próximo capítulo ☞ ̄ᴥ ̄☞ ( ah, e me perdoem se tiver algum erro ortográfico) u.u


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...