História A Esperança - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Além do Horizonte, Chris Pratt, Dylan O'Brien, Ed Sheeran, Harry Styles, Kaya Scodelario, Selena Gomez, Shia LaBeouf, Skins, The Maze Runner
Personagens Dylan O'Brien, Harry Styles, Selena Gomez
Tags Drama, Revelaçoes, Tragedia
Visualizações 6
Palavras 1.007
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, LGBT, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Irmã ?


Fanfic / Fanfiction A Esperança - Capítulo 2 - Irmã ?

Kaya POV's

Faz alguns dias que eu recebi uma carta da minha mãe, que eu acreditava estar morta, eu ainda não entendi o que está acontecendo, mas irei até o fim com isso, eu não tenho nada a perder mesmo

Selena POV's 

Chegou o dia da viagem, eu já acordei com o estômago embrulhado, era uma mistura de medo com ansiedade, depois que eu recebi a carta eu perdi total controle dos meus sentimentos.

- Vamos ? - Perguntou Dylan, fechando o porta malas do táxi.

- Claro - Eu disse, respirando fundo.

Meu pai veio até mim e me deu um beijo, depois correu para dentro de casa sem falar nada, acho que no fundo ele deve estar com o mesmo sentimento que eu, mas ele tem medo de assumir.

- Fica bem, ta ? Não esqueça de falar comigo sempre que puder, boa sorte! - Disse Harry, me dando um beijo na testa.

- Amigo, cuida do meu pai, por favor! - Eu disse, com os olhos cheios de lágrimas.

- Vai dar tudo certo - Disse Dylan, passando por mim e dando um abraço em Harry, que sussurrou alguma coisa para ele, eu só não consegui entender o que.

O motorista ligou o carro, provavelmente para nos apressar, então nós entramos no carro e fomos direto para o aeroporto, chegando lá nós fomos direto embarcar, pois já estávamos na hora.

- Você quer sentar na janela ? - Perguntou Dylan.

- Não, pode sentar você, ficar olhando para fora do avião vai me deixar enjoada - Eu disse.

- Pensei que eu fosse a única - Disse uma garota, que estava sentada na mesma fileira que eu.

- Até de carro eu evito ficar na janela - Eu disse, dando uma gargalhada forçada.

- Bom, ainda bem que não sou a única medrosa aqui. Prazer, meu nome é Kaya! - Disse a garota, estendendo a mão.

- Prazer, o meu é Selena - Eu disse, apertando a mão dela.

- E você é ? - Disse Kaya, olhando para o Dylan que já estava acomodado em seu assento mexendo no celular.

- Eu sou Dylan - Disse ele, um pouco ríspido.

*   *   * 

Depois de horas de voo, finalmente pousamos no Brasil e cada vez eu me sentia mais perto da minha mãe. Quando desembarcarmos demos de cara com um homem ruivo, segurando uma placa com meu nome e o de outra pessoa que eu não consegui identificar, pois ainda estava meio longe.

- Sel, como era o nome da garota com quem você estava conversando ? - Perguntou Dylan, com os olhos arregalados.

- Kaya, por que ? - Eu perguntei, então quando cheguei mais perto da placa, eu entendi o porquê.

- Puta merda - Disse Kaya, logo atrás de nós.

- Quem é você ? - Eu perguntei, ao cara ruivo segurando a placa.

- Meu nome é Ed, sou amigo da sua mãe e vim buscar você e sua irmã - Disse ele, sorrindo.

- Irmã ? - Dissemos eu e Kaya, ao mesmo tempo.

- Puta merda - Disse Dylan, boquiaberto.

- Bom, vocês duas devem ter muito o que conversar, e quem é esse ? - Disse Ed, se referindo ao Dylan.

- Meu amigo, ele veio me acompanhar para ter certeza que não era nenhuma armadilha - Eu disse, ainda em estado de choque.

- Sorte a sua ter alguém assim - Disse Kaya.

- A grande líder não disse nada sobre um acompanhante - Disse Ed, checando o celular.

- Grande líder ? - Eu perguntei.

- A mãe de vocês, a grande mente por trás do projeto que nós desenvolvemos na Amazônia - Disse Ed.

- Bom, eu só vou ir se ele for junto - Eu disse, segurando a mão de Dylan.

- Sem problemas - Disse Ed, ajeitando o óculos nos rosto.

- Eu tenho uma família - Disse Kaya, dando um sorriso.

- Estou feliz de ter te encontrado - Eu disse, olhando para ela.

- Eu também - Disse Kaya.

- Então vamos, pois a viagem vai ser longa para vocês três - Disse Ed.

Nós seguimos Ed até uma van completamente preta, colocamos nossas coisas no porta-malas e entramos na van.

- Cara, isso é surreal! Só pode ser um sonho - Disse Kaya, enquanto me olhava.

- Por que só agora ela entrou em contato com a gente ? - Eu perguntei, esfregando os olhos.

- É isso que iremos descobrir - Disse Kaya.

- O Harry vai surtar quando souber disso tudo - Disse Dylan, dando risada.

- Com certeza! Falando em Harry, o que foi que ele sussurrou para você antes de nós virmos para cá ? - Eu disse.

- Ele apenas pediu para eu cuidar de você - Disse Dylan, colocando o braço em volta de mim.

Eu encostei minha cabeça no peitoral dele e fechei os olhos, mil coisas passavam pela minha cabeça. 

*   *   *

- Sel, acorda! Nós chegamos - Disse Dylan, enquanto passava a mão em meus cabelos.

- Nossa, eu desmaiei - Eu disse, me espreguiçando.

- Todos nós - Disse Kaya, levantando e saindo da van.

- Ela é meio fechadona, né ? - Cochichou Dylan.

- Sim, parece com você - Eu disse, dando um beijo na bochecha dele.

Depois que descemos da van, nos deparamos com milhares de árvores, eu nunca tinha visto um lugar assim antes.

- Bom, agora a jornada começa, vocês vão ter que fazer uma trilha de dois dias pelo meio da floresta para chegarem até o destino final, eu não vou poder acompanhar vocês, mas não se preocupem, vou dar um mapa e um GPS para vocês - Disse Ed.

- O que ? Nós vamos ter que carregar essas mochilas mega pesadas no meio desse monte de mato, deve ter bicho de todo tipo ai - Eu disse, indignada.

- Boa sorte! - Disse Ed, entregando o mapa e o GPS, logo depois ele entrou na van e foi embora.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...