1. Spirit Fanfics >
  2. A esperança de toda a manhã 2 temporada. >
  3. Sonho estranho

História A esperança de toda a manhã 2 temporada. - Capítulo 17


Escrita por: Haddassa18

Capítulo 17 - Sonho estranho


Saíram dali antes que a porrada começasse e sobrasse para eles, foram para o quarto e não deu outra o pau comeu com quem estava ali, trancaram a porta e foram se deitar estavam exaustos.

Caio: amor, você achou certo o que eu falei?

Rodolffo: claro que sim, você ainda tem dúvida?

Caio: não é que agora está todo mundo brigando por que a gente falou umas verdades na cara deles, mas eu não queria que chegasse a esse ponto as coisas aqui dentro.

Rodolffo: tudo vai melhorar Cainho tenha um pouco de fé!( Acariciando o rosto de seu amado)

O fazendeiro deitou a sua cabeça no peito do moreno que começou a lhe fazer um cafuné, se sentia tão protegido quando estava nos braços de Rodolffo, era como se todos os perigos do mundo não lhe atingissem.

Caio: eu te amo tanto Dollfo, você nem imagina.

Rodolffo: eu imagino sim, um amor grandão, igual pelo que eu sinto por você meu dengo.

Caio: eu me sinto em paz quando eu estou ao seu lado meu amor.(fechando os olhos)

Sentiu então o toque mais profundo em seus cabelos ainda com um toque de delicadeza, o que o fez dormir  e logo o seu amado também.

No sonho...

— Você nunca vai ser dele.

Caio: quem esta falando?

— eu vou fazer de tudo para separar vocês.

Caio: eu não vou me separar do Rodolffo!

— ele nunca vai amar você como eu amo.

Caio: ele me ama, eu sei que ama e eu amo ele.

— eu quero você e você vai ser meu.

Caio: eu não vou ser seu, me deixa em paz.

— nunca... nunca...não vai ser dele...

Caio: para...para, PARA!

— não vai ser...não...não vai ser...

Caio: PARA, para...não...PARA!( Sacudindo a cabeça tentando fazer com que as vozes parassem)

O rapaz havia acordado ofegante e estava suando muito, acabou acordando também o seu noivo, que se assustou com o ato repentino do seu amado.

Rodolffo: o que foi Cainho? O que aconteceu?

Caio: eu tive um pesadelo, era tão ruim...por que parecia tão real Dollfo.

Rodolffo: quer me contar sobre isso amor?

Caio: sim, eu estava em um lugar escuro com você, de repente clareou algumas pessoas, estas eram, Israel, Arthur e Sarah, eles falavam coisas horríveis como querer separar a gente e que a gente nunca iria ficar juntos!

Rodolffo: mas só foi um sonho meu amor, eu nunca mais quero me separar de você não.

Caio: nem eu meu amor, já basta a nossa separação no big brother daquela vez, você cantou até uma música para mim, friends, a que virou nossa música né?( Dando um sorriso)

Rodolffo: sim, saber que você estava me assistindo e eu poder fazer aquela declaração foi o que me deu forças ali, o meu amor por você que me dá forças todos os dias para vencer as nossas batalhas diárias.

Caio: sim, o nosso amor é verdadeiro, por que se não fosse a gente já tinha se largado depois desses contra tempos todos das nossas vidas, ainda com o Israel para botar mais lenha na fogueira.

Rodolffo: O Israel foi uma cobra nas nossas vidas.

Caio: sim, mas nem ele nem ninguém vai tirar esse amor que a gente construiu você não acha?

Rodolffo: tenho certeza, e sabe o que eu quero ver agora nesse rostinho lindo?

Caio: o que meu amor?( O abraçando de lado enquanto lhe encarava)

Rodolffo: quero um lindo sorriso nesse rosto.

Caio: só por sua causa hein?( Dando um belo sorriso para o seu amado)

Rodolffo: é assim que eu gosto, você sabia que eu acho você lindo desse jeito? Mas é incrível que quando você fica bravo fica ainda mais lindo.

Caio: ah Dollfo, você só pode esta de brincadeira né?( Revirando os olhos dando outro sorriso)

Rodolffo: tenta então brigar com o espelho para ver, ate o espelho vai ficar chocado de como você fica lindo.

Caio: espelho chocado Dollfo?(ri) só você mesmo.

Rodolffo: é que você parece um ursinho sabe? Eu acho que é por que você tem esse rosto redondinho, aí você começa a ficar vermelho de raiva, aí começa a xingar, mas na minha cabeça fica algo tão fofo que tenho que me conter para não ri.

Caio: se você risse enquanto eu estou brigando com você eu iria bater muito em você.

Rodolffo: e eu não sei, eu conheço o homem que eu tenho, mas que fica fofo fica, e essa sua risada então maravilhosa, uma das coisas que fez eu me apaixonar por você.

Caio: sério? Pela minha risada?

Rodolffo: ah não é tão estranho quanto parece, tem pessoas que são fisgadas pelo estômago, outras pessoas já são fisgadas por seu amado gostar dos seus filhos, eu fui fisgado pela sua risada.

Caio: ah conta outra Dollfo, a minha risada é tão feia, não tem nada de especial nela.

Rodolffo: claro que tem, foi a coisa mais especial que você me deu no dia que a gente se conheceu.

Caio: ah aquele dia foi muito louco, eu havia conhecido o meu ídolo, estava muito feliz por isso que eu dei risada.

Rodolffo: foi tão especial, você me olhou de um jeito naquele dia que mexeu comigo, seus olhos estavam brilhando, você estava tão vermelho de felicidade que até pulou no meu colo.

Caio: tá bom eu admito que pode ter alguma coisa haver com a minha risada, mas você não sabe o que me encantou em você, você nem deve fazer ideia!(ri)

Rodolffo: Ah só pode ser o meu lindo sorriso.

Caio: passou longe Dolffo.

Rodolffo: os meus olhos penetrantes talvez?

Caio: seus olhos são lindos, mas não foi isso.

Rodolffo: o meu corpo físico maravilhoso?(ri)

Caio: ah deixa de ser palhaço Dollfo!(ri)

Rodolffo: tá bom, desisto, o que é?

Caio: o seu cabelo, foi o seu cabelo que me encantou.

Rodolffo: meu cabelo? Achou ele bonito foi isso?

Caio: não seu cabelo em exato, na verdade eu acho o seu cabelo mais bonito cacheado, mas também não foi isso, foi o jeito que você tem de toda hora ficar mexendo no cabelo.

Rodolffo: eu não fico toda hora mexendo no cabelo não meu amor.

Caio: então o que é isso que você está mexendo agora?(ri)

Rodolffo: tem razão, é um tipo de mania minha mesmo, eu acho que vou parar com isso.

Caio: para não que se não você perde o noivo.

Rodolffo: ô bastião tu vai casar comigo ou com meu cabelo?(ri)

Caio: com você, mas não seria você por completo se você não ficasse mexendo no cabelo o tempo todo.

Rodolffo: tá bom então, se tu diz.

Caio: é isso aí, agora vamos dormir, boa noite!( Lhe dando um selinho)

Rodolffo: boa noite meu Cainho.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...