1. Spirit Fanfics >
  2. A esperança de toda manhã. >
  3. Noite de muitas emoções.

História A esperança de toda manhã. - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Noite de muitas emoções.


Fanfic / Fanfiction A esperança de toda manhã. - Capítulo 4 - Noite de muitas emoções.

Os dois já foram dormir pela madrugada ou pelo menos tentavam, mas como sempre um não parava de pensar no outro e naquele momento estava mais intenso que nos outros dias...

Rodolffo: ô Caio, aquela música de mais cedo era para mim não é?(virando-se para o mesmo)

Caio: sim, mas você quando cantou também deu a resposta para a minha pergunta ou estou errado Bastião?

Rodolffo: se você quiser eu falo com todas as letra que eu te amo e que eu nunca amei ninguém igual eu te amo e você sabe que eu não estou brincando não é?

Caio:eu sei por que eu estou sentindo o mesmo, eu te amo muito Bastião e a gente está lascado!

Rodolffo: ninguém precisa saber por enquanto e a gente também não precisa pensar nisso agora!

Caio: e no que você quer que eu pense Bastião?

Os dedos se entrelaçaram e Rodolffo riu baixinho acompanhado do outro, nem estava acreditando que nem estavam acreditando no que iriam fazer..

Caio: você é doido bastião, se alguém nos pega...(ri)

Rodolffo: ninguém vai pegar a gente!

O cantor então cobriu ambos a cabeça e finalmente encostaram um nos lábios do outro pela primeira vez aproveitaram que a noite estava fria e botaram dois cobertores para não ficar tão visível o que eles faziam.

o beijo foi ficando mais as línguas procuravam uma a outra Rodolffo segurava Caio pela cintura e o mesmo e o fazendeiro já afoito já procurava a bunda do rapaz a apertando fazendo o outro soltar um gemido baixo entre o beijo.

Os dois saíram do beijo seus corações pareciam que iam sair do peito, suas respirações ofegantes tanto pelo beijo quanto pelo abafamento do cobertor.

Rodolffo: você quer que eu faça isso em você? Se continuar a me provocar desse jeito eu não vou aguentar!

O sertanejo agora de referia a mão boba de Caio que acariciava seu pênis por cima da roupa...

Caio: eu quero você Bastião!(mordendo os lábios)

Rodolffo: então faz o seguinte:vira para o lado oposto, pega um travesseiro e morde ele e descobre a cabeça.

O rapaz assim fez ficando de costas para Rodolffo que se abaixou e ajeitou o travesseiro dele para parecer que ele estava dormindo, mas o que ele estava mesmo era dando prazer ao seu amado.

Rodolffo então pegou Caio por trás e abriu seu zíper lentamente, enquanto seu pênis encostava na bunda do outro rapaz, o cantor então começou a masturbar Caio lentamente, o que além de ser uma perdição o fez morder o travesseiro com força para abafar o som...

Rodolffo: está gostando Bastião?(falando no ouvido do rapaz)

Mas não obteve resposta, afinal se ele tirasse o travesseiro da boca um gemido alto tomaria conta do quarto.

Rodolffo sorriu malicioso dava beijos no pescoço de Caio que havia se arrepiado com o gesto repentino e tão bom, o pré gozo já saia não só pelo movimentos lentos que parecia para Caio ainda mais excitante, mas também pelo roçar do pênis do outro em sua bunda.

Aquela sensação era tão boa e queria tanto naquele momento que Rodolffo não apenas ficasse roçando seu pênis contra sua bunda e se que enfiasse tudo de uma vez, lhe dando o máximo de prazer possível,mas naquele lugar não poderiam faze-lo e teriam que esperar mais um pouco...

Rodolffo:não pensa em nada agora meu amor!

O cantor estava bastante duro e para Caio ser chamado de amor por Rodolffo foi o gatilho que precisava para ficar mais excitado, Rodolffo começou a usar o líquido viscoso para a ficar um pouco mais rápido, seu pré gozo também havia saído.

Sujando a bunda de Caio que gemia mais alto no travesseiro, Rodolffo pegou o seu pré gozo e melou seus próprios dedos e começou a adentrar com o seu dedo na entrada do rapaz, que gemeu um pouco de dor.

Gemido ao qual só era ouvido pelos dois, Rodolffo começou a fazer movimentos circulares devagar...

Rodolffo:ahhh...como você é gostoso Bastião!

Caio então gozou e depois foi a vez de Rodolffo que lhe sujou todo.

Rodolffo: você gostou meu Bastião?

Caio: sim, eu gostei muito!(sorri)

Rodolffo:que bom meu amor!(tirando o travesseiro e indo para o seu lugar)

Os dois então dormiram de mãos dadas.

No dia seguinte os dois arrumaram a cama guardando o lençol, e foram tomar banho juntos, depois foram para a sala se encontrar com os outros e encontraram um bomba.

Lucas não estava mais aguentando ficar no BBB e então decidiu que iria sair e assim o fez gerando grande polêmica do público, mal imaginavam o que viria depois...

Dois dias havia se passado e eles tinham feito a prova do Líder e nem imaginavam quem iria para o paredão...

Caio: você acha que você vai sair?(fala em tom preocupado)

Rodolffo: eu não sei Bastião, talvez eu vá para o paredão, mas espero que o público me ajude a eu não sair!

Caio: eu sei que você não vai embora,eu tenho certeza que você vai ficar, olha não vamos pensar nisso, vamos pensar em coisas boas para trazer coisas boas!(segurando na mão do cantor)

Rodolffo: obrigado Bastião!(sorrindo)

Um pouco afastado dali...

Juliette: que cara é essa amiga?(segurando na mão da mesma)

Sarah: eu acho que eu vou para esse paredão também!

Gilberto: oxe Menina, quem seria esse doido?

Sarah: eu não sei, mas eu estou sentindo que eu e o Rodolffo vamos, só não sei com quem é!

Os dois dias haviam passado rapidamente e quem estava no paredão era: Kerline, Rodolffo e Sarah e pelos votos do público quem saiu foi Kerline que logo pegou suas coisas.

Caio não pôde se conter nem ligou para Kerline que já estava indo embora, ele correu até os braços do seu amado o carregando os dois riam.

Caio:EU SABIA QUE VOCÊ NÃO IA SAIR BASTIÃO!

Rodolffo:É NÓS BASTIÃO!

Enquanto isso do outro lado o G3 comemorava...

Caio então se jogou na piscina junto a Rodolffo e foi tanta emoção que quase se beijaram em público depois de muito comemorarem na água os dois saíram o abraço forte que o fazendeiro deu em Rodolffo demonstrou todo o sentimento escondido a sete chaves em seus peitos.

Não podendo contar a frase que tanto ansiava dizer Caio tampou seu rosto no ombro do mais alto e lhe tampou a própria boca com seu braço.

Caio: eu te amo Bastião,você não sabe o quanto!

Rodolffo:eu também te amo!(dando um sorriso largo)

Os dois então foram se trocar, eles estavam em euforia total que nem se lembravam que minutos atrás os dois estavam deitados do lado de fora conversando sobre o paredão.

Depois de se trocarem foram para a sala conversar muito e dar risada para tirar aquela aflição de antes.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...