História A Estrangeira e o Bad Boy - Min Yoongi. - Capítulo 14


Escrita por: e anamochi5

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Billie Eilish, Blackpink
Personagens Billie Eilish, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé
Visualizações 51
Palavras 996
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 14 - Mia está de volta...


Fanfic / Fanfiction A Estrangeira e o Bad Boy - Min Yoongi. - Capítulo 14 - Mia está de volta...

MIN YOONGI.          


Fico em silêncio por alguns segundos.

Não sei, não sei e... Não sei. Arghhh! A melhor coisa a fazer agora, é viver o momento. 

Mia... Perdão.

ㅡ Juro. Agora vem... ㅡ Digo e ela se levanta com o lençol, passa por mim e entra no banheiro.


QUEBRA DE TEMPO.


Levantei da cama e observei S/n dormindo. Olhei no relógio que marcavam 4:37. Às cinco preciso estar no basquete. 

Acho que já vou indo, assim da tempo de passar no mercado e comprar algumas coisas que o Jin me pediu semana passada.

Sai do quarto e peguei meu celular. Desci as escadas até a sala, depois fui até a cozinha pegar uma fruta, porque estou varado de fome.

Na real, tô cansado de ter que andar de táxi, cara. Tá na hora de comprar um carro descente pra mim.

O único problema disso é que vou ter que falar com meus pais... Eu saí de casa faz uns três anos, e eles vivem me enchendo o saco dizendo que os meninos não são pessoas adequadas para minha "classe".

Sim, só porque eles são ricos se acham melhor que os outros, e isso é um dos motivos de nossas contantes brigas. Tá, mas não que os meninos sejam pobres, se duvidar eles limpam o cu com dinheiro, tá ligado? 

O Jin, o Nanjoon, Hoseok e os outros tem carros, só que quem disse que eles ficam emprestando? Eu sou o único que anda de táxi nessa droga.

Fui até a porta, peguei na maçaneta da mesma e...

ㅡ A onde você vai, Yoongi? ㅡ Hoseok brota ali do nada.

ㅡ Mercado, basquete... E casa dos meus pais...

ㅡ Quer que eu te leve. Estou precisando sair da rotina um pouco.

ㅡ Pode ser... ㅡ Dei de ombros, pelo menos não vai ser táxi.

ㅡ Vou pegar as chaves, já volto ㅡ Subiu as escadas correndo.

Suspirei e me sentei no sofá. Peguei meu celular e tinha três mensagens de um número desconhecido, começo a ler e logo respondo:


Oi. 4:30

Então, Yoongi, sou uma pessoa que talvez você esteja querendo saber o paradeiro. 4:30

Poderia me encontrar no Parque depois do seu basquete? 4:31

Quem é você? 4:40

Por favor não me faça perguntas, irei te explicar tudo se você vier. 4:40

Hoje não dá. 4:41

Marcamos outra hora. Me avisa quando tiver disponível? 4:41


Só visualizei a última mensagem e não respondi.

Isso deve ser algum trote. Quem sera? Espero não ser mais problemas pro meu lado.

 Logo Hoseok desce e me leva no mercado e depois no basquete, e diz que quando acabasse era para ligar pra ele vim me buscar.


QUEBRA DE TEMPO.


Já estávamos indo em direção a casa de meus pais, que fica perto do centro de Seul. 

ㅡ Coma anda? ㅡ Hobi quebrou o silêncio que ali estava instalado a um bom tempo.

ㅡ Com as pernas. E você? ㅡ Digo debochado.

ㅡ Estou falando sério. Como vai você e a S/n? ㅡ Pergunta prestando atenção no trânsito.

ㅡ Vai bem à medida do possível...

ㅡ Yoongi... Eu não queria dizer nada logo agora que você está em um relacionamento sério, mas... ㅡ Da uma pausa pensando se contava ou não.

ㅡ Fala logo... 

ㅡ A uns três dias atrás, uma garota me mandou mensagem.

ㅡ E? ㅡ Pergunto sem entender.

ㅡ Essa garota, possivelmente, é a... Yoongi, você realmente ama a S/n?

Suspirei pesado.

ㅡ Eu não sei... 

ㅡ A Mia te quer de volta... Ela disse que faria de tudo pra conseguir isso... Toma cuidado. Não machuca a S/n, ela não merece sofrer...

ㅡ Eu sei, mas... Mas estou muito confuso, na real, eu achei que tinha superado a Mia, mas... Tinha ido em uma lojinha que costumávamos a ir juntos e... Vi ela. Depois daquele dia, que foi está semana mesmo, não sei se amo a S/n.

ㅡ Seja lá qual das duas você escolher... Se caso for a Mia... Lembre-se que ela te abandonou sem dizer qualquer coisa antes, e que a S/n, está curando seu geito frio.

Não respondi.

Assim que chegamos, ele estaciona e diz que iria me esperar ali.

Desci do carro e adentrei aquele inferno.

Me dirijo até o escritório de meu pai, sem bater na porta, entrei, assim o encontrando aos pegas com três garotas apenas com roupas íntimas.

Assim que perceberam minha presença, todos vão para um canto do enorme comado.

ㅡ Acho que mamãe não gostaria de saber disso ㅡ Digo escorando na porta.

ㅡ Meninas, me esperem lá fora ㅡ Os projetos de vadias saíram ㅡ. Oque você quer? ㅡ Meu pai pergunta grosso abotoando o terno.

ㅡ Dinheiro talvez... ㅡ Dei de ombros.

ㅡ E o seu cartão de crédito? ㅡ Pergunta sentando em sua cadeira.

ㅡ Estourei o limite.

ㅡ Sinto muito, pode esquecer...

ㅡ Hunn, vamos ver o que a mamãe acha sobre suas peguetes... ㅡ Digo me virando, indo em direção a porta, mas ele me chama.

ㅡ Yoongi, não me faça chantagens... Irei te dar uma boa quantia, mas que esse acontecimento fique entre a gente ㅡ Diz e pega um cheque.

ㅡ Como quiser. Há, e onde está Myeon? ㅡ Pergunto me referindo a minha irmã de onze anos.

ㅡ No quarto com uma amiga. Aqui! E não volte mais! ㅡ Me entrega o cheque.

ㅡ Quantos zeros ㅡ O provoquei ㅡ. Você ainda vai me ver muito. Irei fazer com que Myeon venha morar comigo...

ㅡ Faça isso. Assim não vou ter que cuidar daquela peste birrenta ㅡ Fala seco.

ㅡ Você nunca foi um bom pai, sabia? 

ㅡ E você nunca foi um bom filho. Se quiser pode levar aquela birrenta agora mesmo ㅡ Se referiu a minha irmã.

ㅡ Mande ela arrumar as coisas dela que amanhã venho buscá-la...

Sai de lá fechando a porta.

Odeio ter que vim aqui. Esse lugar não me trás boas lembranças...

Sai de casa, estava indo até Hoseok, até que meu celular toca.

Peguei o mesmo, e adivinha, é um número desconhecido.







Notas Finais


Helloooooo,tudo pão? Então, hoje eu vim aqui avisar que no dia 14 deste mês (Meu aniversário),vai ter um cap especial...
Como assim especial?
Um capítulo com direito a 4 mil e 500 palavras... Oque acham? Topam? Mas, isso só se a fic chegar a 70 favoritos até o dia 13... Blz?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...