História A Estranha Cullen - Capítulo 7


Escrita por:

Visualizações 250
Palavras 2.014
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção Científica, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Mutilação, Necrofilia, Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Natasha


Depois do nosso aniversário de 10 anos,aconteceram algumas coisas. 
As meninas viviam em casa por causa de Paul e Seth,e Leah também vinha com mais frequência. Nessie detestava aquilo, e eu pouco me importava. Tio Jasper começou a prestar mais atenção em mim,e minha madrinha também. Por mais que acontecesse tudo isso,eu não queria que eles se machucassem,não agora.

Eu cacei meu primeiro humano. Vovô Carlisle ainda não sabe e também não ficaria muito orgulhoso de mim. Naquela noite depois da caça,Jane pediu que eu dormisse na casa de minha avó com as meninas. Bella e Edward ficaram relutantes. Amigas de Nessie foram 5 meninas chatas,igual minha irmã. Alistair mandou um presente louco,que será útil um dia. No domingo fomos a Lapush,explicamos as situações para vovô Carlisle, ele aceitou já que Reneesme podia ir. Quando Nessie falou que tinha pena da tal da minha amiga,Alec rosnou, e Edward entrou na frente.
Os dois ficariam mais uns dias na cidade,por causa de Dominique. Jane olhava com cara de psicopata para Edward. E eu queria saber o presente de Demetri. 
Na segunda feira eu não tinha desculpas,para dormir na casa da vovó,e a louca da minha irmã,tinha quebrado um espelho ou algo de vidro e começou  a passar em mim,enquanto eu estava deitada em um tapete vendo desenho. Comecei a gritar, e ela dava risada,gritei por Bella,Edward,por qualquer um,então mandei uma mensagem telepaticamente para tia Rose,essa hora ela estava no quarto com tio Emm.
"madrinha,socorro!"
Nessie continuava a passar os cacos em mim,agora com força,e falava:
_Você arruinou minha festa e meu bolo,garota.
Eu detesto ser hibrida. Até que não sei quanto tempo depois,bateram na porta. Edward e Bella,a quem eu devo chamar mamãe e papai,se olharam espantados e os dois começaram a discutir.
_Eu falei pra você colocar o escudo na porta. disse ediota brigando.
_Mas eu coloquei,continue,eu vou ver quem é. falou Bella indo perguntar quem é.
_Sou eu Bella,Rose. Eu vim trazer umas coisas das meninas que ficaram em casa,pra Natasha levar para elas amanhã cedo. disse minha madrinha.
Então Bella fez o favor de tirar o escudo e pedir a Edward que ele me trouxesse uma blusa de manga comprida,e que Nessie jogasse fora os cacos e lavasse as mãos. A cobrinha foi fazer o que a mamãe mandou e tia Rose entrou na sala.
"não repare no cheiro",coloquei na cabeça de Rose. Ela me olhava.
_Bom é só isso desculpa a hora,as meninas estão cansadas.tia Rose falou me dando um beijo na testa e em Nessie também.
_Vá logo para o seu quarto,você esta de castigo. Só irá para a escola e voltara para casa. falou Edward.
Eu fui para o banheiro,lavei meus braços e fui para o meu quarto. Tranquei a porta e lancei meu escudo,aqueles cortes iam demorar a cicatrizar. Isso deve ser vingança pela mordida de quando nasci. 

Na manhã seguinte,levantei mais cedo do que eles,tomei banho,me arrumei. Coloquei meu fichário com meus papéis de cartas dentro,o carregador do celular,o celular,uma muda de roupa,um cartão que Aro havia me dado. Também coloquei todos os meus presentes na mochila que tio Jasper havia me dado um tempo antes,a coloquei embaixo da cama,a camuflando e sai do quarto trancando o mesmo.

Esperei tio Jasper sentada na porta da casa dos meus avos. Ele chegou,entrei no carro,e ele me olhou estranho,eu estava de blusa de manga comprida.
_O que houve? perguntou ele.
_Tio Jas,me ensina a lutar? pergunto a ele e o mesmo me olha com os olhos arregalados.
_Porque você quer aprender a lutar? perguntou ele.
Eu mostrei meu braço esquerdo,ainda haviam sinais. Ela passou o caco várias vezes no mesmo lugar.
_O que aconteceu,Natasha? Por que sua mãe não queria que Aro lê-se seus pensamentos? perguntou tio Jasper.
_Me ensine a lutar,depois da aula. Eu quero saber me defender,por favor. Até a tarde. falei dando um beijo em seu rosto e saindo do carro.
As meninas estavam no portão e me esperavam.
_O que houve Nasha? perguntou Eiza.
Chloe estranhou minha blusa e levantou a manga e ficou horrorizada.
_Aquela cadelinha fez isso com você? perguntou Eiza.
Dominique então me entregou,um saco.
Eu peguei e comecei a comer,aquela foi a primeira idiotice que minha irmã fez.

 

Quando fizemos 11 anos,Nessie decidiu fazer ballet,tio Jasper já me treinava escondido. A raiva de Alistair e Garret aumentou. Tânia quase pegou Bella pelo pescoço uma vez. Mais eu disse que não valia a pena. Como tia Alice não consegue me ver,caço de madrugada,saio pelo buraco que tem na parte de baixo do porão,atrás de uma madeira. Treinava com tio Jasper todos os dias. Também pedi que vovô Charlie me ensinasse a atirar. Ele não exitou,por ver o que minha doce irmã fez comigo. Vovô Charlie montou um quarto pra mim na casa dele. Eu não era tão esnobe quanto Nessie. A gente atirava no quintal dele. Era bem legal. Leah me ajudou bastante e a raiva dela por Nessie só aumentou.

Como eu quase não comia em casa,e comia mais na padaria que tinha na rua da escola,perguntei se eu poderia ajudar em alguma coisa ali ou em outro lugar,Barb me deixava cuidar de sua filha,depois da aula,as vezes. Como a filha dela havia gostado de mim,eu olhava ela duas horas por dia todos os dias. Eu dava comida a ela,e também comia. Tio Jasper ia me buscar as 16h todo dia,ai eu trocava de roupa e treinava das 16h45 as 19h30. Tomava banho,comia o que eu trazia da padaria e ia dormir as 21h. Durante a ronda de Leah eu ia caçar,por volta das 02h ou 03h da manhã. Voltava e dormia. Essa era minha vida. Vovô as vezes pedia para mim dormir em sua casa,Bella não podia recusar,vovó Esme e Carlisle sempre acharam bom. Na casa de vovô eu já tinha minhas coisas lá. Ele havia arrumado o quarto de hóspedes pra mim. Eu passava pelo menos um fim de semana por mês com ele. Já que tínhamos aulas extracurriculares. Vovô Charlie começou a brigar comigo,por eu não comer comida direito,afinal,eu comia legumes e verduras cozidas ou batidas. Era a minha dieta. Eu havia parado de comer doce. Até que um dia ele falou que se eu não voltasse a comer direito,não comeria pizza e nem lanche. E ele sabia que eu caçava,ele me levava as vezes. O bom disso tudo é que eu quase não via meus pais nem minha irmã. Falei sobre o depósito com ele e que eu faria mais uma cópia. E minhas coisas mais importantes estavam lá agora.

Aos 12,meu corpo começou a mudar,e eu menstruei. Mandei mensagem mental para tia Rose falando e pedindo que não contasse a ninguém,e também a Tânia,também avisei Leah,já que a cunhada dela também havia virado mocinha. Sue ainda não a conhecia,mais adorava a gente falar sobre ela. Logo eles contariam as meninas. O mais difícil era com Dominique. Meu corpo foi ganhando formas,e eu comecei a usar faixas,para esconder nos treinos. Comecei a usar roupas largas,enquanto minha irmã continuava igual. Sue sabia sobre o que Reneesme fazia comigo,e eu falava que Jacob era cego.

Minha amizade com Leah se estreitou devido minha amizade com as meninas. As vezes fazíamos festa do pijama na reserva ou na casa de uma delas. Isso as vezes quando eu dormia no vô Charlie. Minha rotina era a mesma todos os dias.
Levantava as 06h tomava banho
Entrava na escola as 07h
Saía 12h00
Fazia qualquer coisa até a 13h00
Das 13h00 ás 15h00 olhava Minna,filha da Barb.
Das 15h00 ás 16h00 ajudava na padaria a lavar a louça.
As 16h00 tio Jasper me pegava.
Das 16h45 as 19h00 eu treinava com ele.
As 21h00 eu ia dormir,menos nas sextas que ia para a casa do vovô Charlie,que eu dormia 00h00 ou 01h00 e saía para caçar as 02h ou as 03 da manhã.

Sue me deixava chamá-la de tia. Foi ela também que me ensinou a costurar e a cozinhar. Se eu queria morar sozinha,teria que me virar. Ela ficou feliz,quando pedi,porque Leh não se interessava muito por isso. Como eu havia emagrecido um pouco,eu queria apertar um pouco minhas roupas caras de tia Alice,tia Rose e Tânia,e algumas que Jane me dava. Vovô Charlie me dava dinheiro as vezes,eu falava que não,mais ele pegava e enfiava em minha mão ou em minha mochila. Tia Sue achava bobeira,eu enrolar faixas em meu corpo,eu falava que não queria chamar atenção enquanto lutava. No sábado e no domingo a noite eu treinava corrida com Leah em forma de lobo. Eu tinha que saber correr e pular.

Uma vez,tia Rose e tia Alice foram me ver treinar com tio Jasper,e ficaram surpresas. Tio Emm sempre incentivava com seus gritos de "Natasha,pega ele". Minhas pernas também estavam começando a ficar torneadas,ali eu comecei a gostar de ser metade humana. Seth uma vez me descolou um notebook,usado,mais havia valido a pena. Ele trabalhava com Jacob na reserva,e também em uma loja de ferramentas,para ver Chloe,mais vezes. 
Alistair vivia revoltado,e também falava que só iria a Forks,quando fosse pra mim ir embora dali. Garret e Tânia me mandavam coisas,e Garret procurava nômades que poderiam me ajudar um dia.Jane sempre mandava coisas por Alec. Eu havia achado muito bonitos os presentes das esposas Volturis,mais eram valiosos demais e eu não teria lugar onde usá-los e nem idade. Usaria os presentes que havia ganhado aos 10,no meu aniversário de 15 anos. Pedi a tio Jasper e a vô Charlie que me comprassem uma bolsa militar e uma com fundos falsos. Como eu mais treinava do que tudo,tia Alice começou a me dar roupas de academia,tênis,casacos,calças e blusas.
As meninas faziam dança e corriam perto da escola. Chloe quando cismava que estava gorda,ninguém tirava da cabeça dela. Eiza queria conquistar Paul,mal sabia ela. E nossa Nique,quase não comia.
O dinheiro que Barb me pagava pela ajuda na padaria e para olhar Minna,eu guardava. E o melhor de tudo quase não via meus pais.

 

Aos 13,mantinha a mesma rotina,enquanto a raiva de minha irmã por mim crescia. Foi também o ano que ela ficou menstruada,ficou toda feliz que ela tinha ficado antes de mim,mais ela caiu do cavalo. Eu pedi para morar com vovô Charlie,Nessie fez um escarcéu,falando que não teria com quem conversar,com quem contar as coisas,todos acreditaram,e eu não falei nada. Quase não parava em casa. E ela também fazia Ballet e teatro,as aulas estavam ensinando ela bem (risos).

Também pedi ajuda aos meninos da reserva para me ensinarem a lutar e a derrubar. Cheguei a ganhar duas vezes de Paul,Embry e Leah. Seth tinha medo de me machucar. De Sam e Jake ganhei 3. Não gostava muito de Emily. Mais convivíamos. Paul me ensinou a pular do penhasco,dava uma sensação de liberdade.
Tio Emm tentou me treinar,mais sou rápida.

A padaria,vivaria um restaurante,devido a compra do terreno do lado,eu estava feliz,e Barb me perguntou se iria continuar a ajudando no restaurante. Respondi que sim.
As meninas sempre faziam milhões de perguntas sobre os três e eu achava graça.

Um dia vovô Charlie me pediu uma coisa. Ele também queria ser um de nós. Ele alegou que queria conhecer o mundo e ser bonito para sempre. Então falei zuando que ele teria que perder um pouco a barriga de cerveja, e esquecê-la e pintar o cabelo branco. Ele ate me pediu para conversar com o chefão dos Volturis. Eu falei que quando eu saísse de Forks,e conseguisse minha independência,eu voltaria. Quando eu fizesse 20 anos eu voltaria,e o levaria comigo. Eu conversaria com Aro,e ele seria transformado aos 50 anos. Seria bom ter alguém do meu lado. Nesses 3 anos,todas as minhas coisas importantes,estavam no quarto da casa do vô Charlie. No porão da minha casa,tinha minha cama,um guarda roupa usado com as roupas usadas de Nessie e meu celular. Meus papéis de cartas andavam comigo em uma pasta. E também um livro com a capa de pelúcia,que seria assinado no meu aniversário de 15 anos.

No dia da 1ª apresentação de Nessie no ballet,eu entrei na academia. Só me deixaram entrar,a neta do chefe de polícia. Agora faltava pouco. 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...