História A Estranha Cullen - Capítulo 9


Escrita por:

Visualizações 265
Palavras 2.482
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção Científica, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Mutilação, Necrofilia, Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Tentem imaginar os vestidos para adolescentes tá....

Capítulo 9 - Natasha


Meu primeiro beijo foi aos 13 anos,na noite da estréia de monstrinha.
Meu avô havia ido me buscar,afinal,ele iria ver ela dançando,eu não. Eu tinha sido convidada,pelo tio de Chloe,Lisandro,um gato,para a inauguração de um pub,que seria usado parte como um pub realmente e a outra parte como sarau. Quando Chloe falou isso,eu adorei, e ele também havia avisado que poderíamos levar amigos. Chloe me olhou e falei que ligaria para os meninos. Avisei também Alec.

As meninas foram do colégio para a casa de Chloe,marcando de nos encontrarmos,na praça em frente a escola as 20h00 horas. E fui para o restaurante,onde Minna me esperava na porta. Seu Natanael,o novo dono dali também sorria quando eu entrei. Avisei aos dois que hoje meu avô viria me buscar que eu não iria treinar,pois,ia em uma festa. Barb falou para mim aproveitar e beijar na boca. Acabando de ajudá-la arrumar as comidas nos aparelhos,seu Natanael,me chamou.
_Pegue Minna,e chame Barb,para virem comer comigo,já que o movimento ainda esta fraco.
Lavei as mãos de Minna e chamei Barb,quando eu ia começar a colocar comida para mim,meu avô chegou e me chamou:
_Natasha!
Sorri.
_Venha vovô,venha almoçar,depois nós vamos. disse colocando comida no prato de Minna. Arroz, salada,purê,batata frita e bife. Fiz o mesmo prato a Charlie,só que em mais quantidade,Barb o olhava de canto de olho.
Comemos os 5 entre conversas e uma garrafa de coca entre nós,no meu prato havia de tudo um pouco em poucas quantidades. Vovô e seu Natanael brigaram comigo,por comer pouco daquela forma,sorri. Almoçamos,peguei minha mochila,dei tchau a todos e fomos embora. Fomos direto para a casa de vovô. Eu havia ligado a Leah, e ela e Sue estavam em casa,e Sue com um embrulho na mão que me entregou. A beijei e nós duas subimos para o quarto. Quando abri o embrulho chorei,era um lindo vestido de crochê,ela ouvindo um choro foi até o quarto ver o que havia acontecido,quando ela entrou eu a abracei. Então começamos a nos arrumar,Seth e Paul estavam no trabalho aquele horário,Leah ajudava Sue em casa em confecções de roupas e pedrarias da praia. 
Tomei banho lavando meu cabelo,o qual estava enorme e nervosa,hoje não usaria as faixas. Mais iria com elas em casa buscar algumas coisas. Já havia tomado banho,passado cremes e arrumado minha roupa e cabelo.
Coloquei o tênis e uma roupa limpa de corrida e fui correndo até em casa.
Chegando lá estavam todas as mulheres da casa,ajudando a monstrinha a se arrumar  para ir para Seattle. Como minha casa estava cheia de gente,mamãe teve que falar.
_Chegou cedo,Natasha,que bom. falou Bella com um sorriso amarelo.
_Oi mãe,tia Alice,madrinha,vovó. falei abraçando todo mundo.
_Vovô Charlie,me pegou na escola hoje,como ele saiu mais cedo para poder ir ver sua apresentação Nessie.
Nisso o ediota chegou, e me olhou,com o cenho franzido.
_Você irá ver sua irmã dançar,Natasha? perguntou ediota.
Todos me olharam.
_Edward,filho,que pergunta. Hoje é um dia especial para Nessie,lógico,que ela irá,não é querida? perguntou vovó Esme.
_Eu vou com o vovô,só me passem o endereço. falei  indo em direção ao banheiro,e ediota veio atras de mim e pegando no meu braço com força. 
_Não se atreva a estragar o dia de minha filha,Natasha. falou ed apertando mais ainda meu braço.
_Não se preocupe,Edward,não estragarei o dia de sua princesinha. falei me soltando dele,e massageando o braço.
Primeiro entrei no quarto,peguei a bolsa e coloquei o que precisava ali dentro e fui para o banheiro,liguei o chuveiro e fui me trocando,não demorei muito e sai. Disse até logo aos demais e sai correndo.

Chegando na casa de vovô,ele havia falado que o rapaz da academia me aceitaria ali,mais eu teria que mostrar o que eu sabia fazer. Sorri com aquilo. Leah estava pronta,e os meninos já estavam em Lapush se arrumando. Cheguei subi e me troquei,peguei uma bolsa média colocando,minha carteira,celular e maquiagem. Leah colocou o documento,no sutiã,enquanto eu me olhava estranha sem as faixas.
_Você esta linda meu amor. falou vovô na porta do quarto e me abraçou.
19h30 Paul chegou com a picape e Seth. Não caberiam todos com vovô. Sue disse que ficaria ali,já que vovô havia arrumado um cachorro,como companhia,Dius. Então eu a avisei,que deixaria o escudo nela,e na casa,e que ela podia fazer o que quisesse. Eu e Leah fomos com vovô,e fomos embora. Demoramos um tempo para chegarmos,até que avistei Alec na praça e também Jane e Demetri,que estava muito gato,só não o pegava por causa de Jane. Vovô Charlie nos mandou tomar cuidado,todos nós,inclusive os vampiros,que sorriram.
Com Alec fomos em 4 atras,afinal ninguém queria ficar de vela,no carro de Paul,que me agradeceu.

Chloe foi falando o caminho a Paul,e Alec foi os seguindo. Não demoramos nem 15 minutos. O pub era ao lado do shopping e bem no centro. Passamos em frente e depois demos a volta,coisa de Chloe. Apareceu um rapaz,e vi o corpo de Chloe se dirigir a janela e falar com ele. Ele então nos liberou também.
Todos nós descemos. 
Dominique se agarrou a mim,era tímida,Alec teria que ter paciência. Eu queria que ela fizesse amizade com Jane. Então Chloe falou:
_Nós chegamos mais cedo,como vamos ficar no privado,temos que colocar essas pulseiras. falou ela apontando para um armário na porta,que piscou a Leah.
_Podemos ir em algum lugar aqui perto para comermos. Estou morrendo de fome. perguntou Chloe ao segurança que deu risada.
_Sim,podem sim,a pulseira é bem forte,não sai a toa. Aqui perto tem um Mc. falou ele.
Todos acenamos. 
Demetri deu o braço a Jane.
Alec me deu o braço e também  a Dominique.
Paul e Seth,vendo aquilo,repetiram.
Fomos todos assim até o Mc e sentamos no fundo. Os três dariam um jeito depois. Todos nós pegamos lanches grandes,menos os 3,e Dominique,que por milagre estava com fome. Terminamos de comer,e voltamos. Havia uma fila enorme,e a fachada era linda.
Chloe foi coordenando nossa fila,e ouvi uns xingamentos e gostosas. Entrando lá ficamos de boca aberta,os dois lados eram lindos. E Lisandro veio nos receber. Ele abraçou e beijou no rosto todas as meninas. Quando chegou na minha vez,ele me deu beijo perto da boca. Chloe já havia avisado a nós que ele era meio safado. E nós não tínhamos corpo de menininha. 
_Estão todas lindas,meninas. Rapazes. disse ele acenando com a cabeça.
_Meu pai falou que ele será sócio com você tio,é verdade? perguntou Chloe.
E então aparece a praga linda do irmão dela,Luke.
_Meninas,rapazes,irmã. falou ele nos cumprimentando.
Então olhei para Leah,e ainda bem que não. Ele é muito chato.
_Fiquem a vontade. Bom e se alguém se interessar,estamos contratando ainda. falou Lisandro indo atras de um segurança.
_Vamos subir,então,pessoal e não apronte Evan. falou Chloe pegando em meu braço.
_Eu vi. Tome cuidado. É bom? perguntou ela rindo.
Olhei pra cara dela e mostrei a língua,quando subimos minha boca foi ao chão. Era lindo e a vista era bem legal. E as pessoas estavam começando a entrar.
Apesar de Lisandro ter seus 30 e poucos,era muito gato,brincalhão e sério quando precisava.  Ajudava quem precisava,com dinheiro ou não. O pai de Chloe, Henry, tinha dois irmãos novos, Lisandro, e um outro Terry. Chloe diz que ele é bem bonito também.
Ficamos ali dançando,do outro lado tinha uma mini enorme biblioteca,com um lindo piano de cauda,harpa,violinos e violoncelo. Fiquei encantada. Dominique também olhava. Nós duas descemos, enquanto os demais curtiam ali,os meninos tomaram refrigerante e bebida sem álcool.
Então Dominique,começou a dedilhar o piano,e Alec apareceu na mureta e ficou a olhando. Quando ela estava no fim,tinha várias pessoas batendo palmas. Dominique quase teve um treco,então chamei Alec e subimos,quando voltamos para o privado,tinha um homem alto conversando com Chloe,então ela me chamou.
_Nasha,esse é meu primo,Derek,por parte de mãe.
Ele me olhou dos pés a cabeça. Eu sorri e disse oi.
Ele sorriu, e eu me sentei com Jane,que conversava com Leah,incrivelmente. E as duas começaram a zoar.

Evan subiu e disse que quem quisesse descer para dançar podia. Todos desceram em pares,Leah com Evan e eu com Derek. Ficamos ate tarde dançando. Eu e Derek começamos a conversar. Ele estudava e queria fazer faculdade e música. Conversa vem conversa vai,ele me chamou até o piano e ficamos conversando sobre gostos musicais. Então ele colocou uma mecha do meu cabelo atras da minha orelha e veio se aproximando cada vez mais. E me beijou. No início era só um selinho,e também fiquei um pouco assustada. Mais estava bom e ele estava sendo gentil,ele pediu passagem com a língua e eu dei. Já tinha visto filmes,então esperava não fazer nada errado. E ele foi aprofundando o beijo. Só paramos porque Jane me chamou para ir embora.
Ele me pediu desculpa,e eu falei que não precisava,eu havia gostado, e ele sorriu. Então fui até Jane e fomos onde os outros estavam.
Quando todos fomos nos despedir,ele pediu meu telefone e também disse que ficaria um tempo por perto.
Do lado de fora as meninas,ficaram me enchendo o saco,e perguntando se eu havia gostado do meu 1 beijo. Disse que sim e entramos no carro.

Todos dormimos na casa do vovô Charlie. Lá vivia cheio de colchões. Paul e Seth foram para o antigo quarto de Bella,que quando vovô descobriu tudo,ele encaixotou as coisas dela e levou pro sótão, e o quarto virou de hóspedes. Pintado e com beliche e colchões. Eu acabei dormindo,em cima de Jane. Sue quando chegamos,estava deitada no sofá então vovô a pegou e colocou na cama em seu quarto,e dormiu com os meninos no quarto de hóspedes.
Acordei ganhando três beijos gelados no rosto,me despedi e eles partiram. Mais todos nós acordamos realmente com o cheiro de café de Sue. 

 

Aos 14 anos,minha rotina não havia mudado,e eu tinha uma espécie de namoro a distância. Contei a ele sobre meus pais,e ele odiou Edward e a monstrinha. Ele fazia natação e academia,as vezes fazíamos juntos. O que era bom. No início tio Jasper ficou com ciume mais eu disse que ele seria um bom amigo. Barb adorou ele também. Fazíamos assim agora. Na segunda,terça e quarta,tio Jasper me buscava no restaurante e treinávamos juntos. Na terça,Derek me pegava e íamos para academia. Na sexta o vovô saía mais cedo e me buscava e paquerava Barb,e seu Natanael só ria. Sue havia conhecido os três, e havia adorado Barb e Minna,cada dia mais inteligente. Da minha família ainda só minha madrinha sabia do celular e de Derek.
Nessie havia ganhado um notebook e um celular. Adivinhem que cor? Isso mesmo rosa. E eu já tinha os meus desde dos 10 e  12 anos.

Garret procurava entrar em contato com antigo conhecidos e amigos que poderiam me ajudar,e me perguntou com que nome,que queria ser conhecida. Meus amigos me chamam de Nasha,mais sobrenome eu não sabia ainda. Mais tinha uma certeza,não seria Cullen. Tânia me mandava fotos de vestidos para minha festa de 15 anos,que seria ano que vem. Eu comemoraria no dia. E e a monstrinha no final de semana. Chloe havia conversado e perguntado se as festas de 15 anos de nós quatro,poderiam ser no pub, Lisandro falou que pensaria. Isso pra ele seria bom,por que a parte que íamos aos sarais,dava para desmontar e todas dançariam nas festas de todas. A minha seria a última.

Chloe e Eiza,já sabiam sobre o imprinting. Tiveram a noite da fogueira,e Eiza quase derrubou Paul, quando soube que ele seria dela para sempre. Chloe adorou e até brincou,que quando eles tivessem filhos,sua filha não usaria rosa. E Jacob fechou a cara,todos sabiam quem era minha irmã,só Jacob que não via. Eu estava em dúvida se contaria a elas,o que minha família era,e pedi vários,inúmeros conselhos a Billy. Ele sempre falava que era pra mim ouvir meu coração,afinal ele bate fracamente,mais bate. Bom eu contaria um dia. Alistair também estava por ai. Tinha poucas notícias, ela dizia contar os dias

Pedi a minha madrinha que fosse em dias separados nossas festas. Pois cada uma gostava de uma cor. E já tínhamos opiniões. Uma seria no dia,e a outra no fim de semana. Veríamos os dias certos e faríamos a festa,um em cada dia. Vovó Esme e tia Alice  gostaram.
Aro queria bancar minha festa de 15 anos. Eu não me opus. E também pedi permissão a Jane,se eu poderia chamar Demetri para meu príncipe. Ou seria ele ou Garret. 

Devido ao sucesso do pub de Lisandro,ele conseguiu comprar o terreno do lado,e aumentar. Todo mês no primeiro fim de semana,tinha encontro de escritores amadores e leitores ali,e é super legal. Alguns tocam instrumentos e leem ao som da melodia,fica lindo. Na parte da leitura,como chamam,tem um mini café,que Lisandro fala que vai aumentar.
Eu e Derek não duramos muito. Ele voltou para a casa dos pais e foi fazer faculdade,foi um amor de verão e ficamos amigos. Tio Jasper ficou feliz por um lado. 
Jane havia ficado sem graça sobre o pedido, e eu falaria com ele. Também teria que pedir permissão a Kate. Então um dia liguei a Kate perguntando sobre o assunto, e ela ficou honrada e eu pedi segredo por enquanto. Ela ficou contente. Tânia viria para Forks,para ajudar Rose.
Chloe estava radiante, Lisandro tinha nos deixado fazer as festas lá. Seria bom para todos nós. Teríamos que caçar vestidos. Minha lista seria um pouco maior,ou não. Chloe já estava vendo o dela esse ano. Ela seria a primeira. Em março. E Seth teria que usar terno.
A monstrinha já estava vendo o dela. E seria só em setembro. Pedi a minha madrinha que não falasse a ninguém sobre nada e que ela e Tânia iriam organizar o meu. Já que seria no começo da semana,na terça,a festa seria na terça e na quarta a noite.
Tânia vivia mandando fotos para mim, que ela e minha madrinha tinham decidido.

Tudo de importante que tinha,estava na casa do meu avô, Charlie. A cada dia,eu levava uma coisa.  No guarda roupa,só havia as roupas usadas da monstrinha. Ali só minha cama e o guarda roupa. Quando eu voltava do treino,trazia uma muda de roupa comigo. Ou tomava banho na academia. Minhas roupas da academia e de frio ficavam em casa. Eu andava de cabelos presos e faixa no busto mais não muito apertada e blusão. Ninguém de casa,a não ser tio Jasper sabiam como estava meu corpo realmente. 

Na academia quando algum engraçadinho,vinha, Cassius, sempre estava por perto. Era legal ler a mente do pessoal da academia.
Barb quando tinha folga,ia comigo embora, ou seu Natanael,a levava. Ele alegava gostar do barulho do mar, aquilo o relaxava.

Faltava pouco para a partida,eu estava ansiosa pelo presente de Demetri.  Eu caçava de madrugada, tinha aprendido a cozinhar,atirar e a costurar. Tinha que saber construir um abrigo. O tempo passava e o meu corpo mudava mais do que o da minha irmã. E Eleazar,queria me ver antes dos meus 16 anos. O que será que ele teria para mim?


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...